Arquivo da categoria: Reforços

Até quando a sorte?

sorteA verdade é que, apesar dos pesares, o Vasco tem dado sorte nesse Brasileiro. Mesmo jogando mal, perdendo partidas e vendo seus concorrentes se aproximarem, o time não sai do topo da tabela. Ontem, por exemplo, a rodada começou bem: poderíamos ter dormido na vice-liderança se o Ceará vencesse seu jogo contra o Tupi, o que não aconteceu. Por isso o Vasco entra em campo logo mais contra o Brasil de Pelotas ainda para defender sua liderança, e não para recuperá-la.

Em condições normais de temperatura e pressão, um jogo contra o modesto Grêmio Esportivo Brasil em São Januário não deveria ser motivo para preocupações. Mas diante das últimas atuações do Vasco, principalmente na Colina (onde perdeu seus dois últimos jogos e contra equipes em classificação pior que a do Brasil-RS), mesmo uma partida contra um time que não venceu nenhuma vez fora de casa pode ser problemática.

E os problemas começam já na escalação. Com Martín Silva suspenso, entramos em campo sem nosso principal jogador. Jordi até pode dar conta do trabalho, mas é claro que não teremos a mesma segurança. No ataque, a ausência do Leandrão não chega a ser um problema e sim a falta de alternativas: a não ser que Thalles mude da água pro vinho, não trará uma melhora considerável para o setor. Para compensar, talvez tenhamos a entrada do Caio Monteiro, já que tanto Jorge Henrique quanto Eder Luis viraram dúvida por problemas físicos.

Mas independente de quem vá começar jogando, o que precisa mudar é a forma como o Vasco vem jogando. Assim como sabemos que todo adversário apelará para os contra-ataques contra nós, parece que todos os nossos adversários aprenderam a jogar contra nós. Jorginho não consegue criar alternativas para evitar essa situação, e isso precisa acabar o quanto antes. Caso contrário teremos problemas todo jogo.

As coisas têm dado certo para o Vasco mas é impossível contar com a sorte por todo o campeonato. Se não vencermos o Brasil de Pelotas hoje, muito provavelmente terminaremos a rodada pela primeira vez fora da liderança. E com isso, a equipe voltará a sofrer com a pressão da torcida depois de muito tempo.

Vasco X Brasil de Pelotas

Vasco X Brasil de Pelotas

Jordi; Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Caio Monteiro) e Thalles.

Eduardo Martini; Weldinho, Camilo, Teco e Marlon; Leite, Washington, Diogo Oliveira e Felipe; Marcos Paraná e Ramon.
.

Técnico: Jorginho.

Técnico: Rogério Zimmermann.

Estádio: São Januário. Data: 09/07/2016. Horário: 18h30. Arbitragem: Alisson Sidnei Furtado. Auxiliares: Fabio Pereira e Natal da Silva Ramos Júnior.

O SporTV transmite ao vivo para todo Brasil (exceto RJ). O Canal Premiere transmite para todo Brasil no sistema pay-per-view.

***

A partida contra o Avaí teve uma arbitragem desastrosa, protagonizada por um juiz goiano. Hoje, o trio de árbitros não vem do estado do Atlético Goianiense, mas vindos do Tocantins, não dá pra ignorar a proximidade. Isso não quer dizer que teremos novamente problemas com o apito, mas podendo trazer árbitros de qualquer outro lugar do Brasil, me parece desnecessário trazer um trio de um lugar que fazia parte de Goiás até poucos anos.

Talvez a diretoria não ache que isso seja um problema. Ou se acha, não achou que valia a pena fazer alguma coisa a respeito.

***

E Leandro Damião acabou se tornando em mais uma contratação 90% fechada. A desistência e provável ida para a mulambada torna essa história praticamente um “R10 parte 2“. Festejar o fracasso da contratação alegando que Damião não joga nada e que vai se dar mal na urubulândia é mera especulação e torcida contra. E achar que não seria um bom reforço para o Vasco, tendo os atacantes que tem, é ir contra os fatos.

Por outro lado, é fato que a vinda do Damião seria muito melhor para o jogador que para o Vasco (como eu tinha dito há algum tempo), já que nós gastaríamos uma bela grana por mês por uma aposta e o Damião teria a chance de recuperar o prestígio em um clube grande e sem tanta pressão. Ou seja, se Damião viesse, seria bom; não vindo, melhor ainda.

Mas continuamos precisando de reforços para o ataque. E já que o clube se disporia a pagar mais de R$ 300 mil por um atacante, pode muito bem procurar alguém que mereça esse salário ao invés de trazer alguém pra disputar uma vaga no ataque com Leandrão e Thalles.

O mercado brasileiro está escasso em opções? Que se procure no mercado sul-americano. Por essa grana, certamente encontraremos um atacante melhor que os Gilbertos que parecem ser as única opções visadas pela diretoria.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Adversários, Política, Reforços

Alívio na zaga

Rafael Marques foi contratado, apresentado e já está registrado no BID. Ou seja, já tem condições de jogo, dependendo apenas da vontade do Jorginho escalá-lo. Eis uma boa notícia, numa fase em que elas andavam rareando. Com Luan às portas de se apresentar à seleção olímpica (desfalcará o Vasco por três rodadas, depois do jogo contra a Luverdense), é um alívio ver no elenco uma alternativa ao Aislan. Como o Rafael estava integrado ao Coritiba, não deve levar muito tempo para recuperar o ritmo e os 16 dias que terá até Luan se ausentar devem ser mais que suficientes.

Não que o zagueiro de quase 33 anos seja um primor. Retornando ao Brasil depois de dois anos na Itália, Rafael integrou a equipe do Hellas Verona, lanterna e rebaixada na última temporada. Chegando ao Coxa como titular, foi perdendo espaço numa equipe que não chega a ser um exemplo de competitividade. Resumindo, não devemos esperar um futebol do mesmo nível do seu quase homônimo ex-Barça e seleção mexicana. Ainda assim, se lembrarmos com quem disputará uma vaga, dificilmente ficará de fora do time nas três rodadas em que teremos a zaga desfalcada.

Assim, Jorginho conta com mais um ex-botafoguense veterano no elenco. Num futuro próximo, poderemos ver o Vasco entrar em campo com seis jogadores que já passaram pelo canil.

***

Uma coisa deve ser dita:  na questão de regularização de jogadores, a atual diretoria costuma mostrar eficiência. Ver um reforço já com condições legais de jogo no dia em que foi apresentado é algo que nem em sonhos a gestão anterior conseguiria.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

25 Comentários

Arquivado em Notícias, Reforços

Só com bola de cristal

previewFazer prognósticos sobre os jogos do Vasco virou exercício de futurologia. Não adianta levarmos em consideração a superioridade do elenco cruzmaltino, a possível fragilidade dos adversários, o local do jogo, a campanha dos times, a presença do Nenê, as opções do Jorginho…nada disso nos dá a menor dica do que acontecerá com a bola rolando. Podemos ganhar jogando muito mal, perder dominando a partida, golear como visitante, sermos esculachados em São Januário e por aí vai.

Por isso, me faltando as habilidades de uma Mãe Dinah para falar sobre o confronto contra o Avaí na Ressacada, só me resta fazer aquilo que nossos atacantes têm feito muito pouco: chutar. Hoje, mesmo jogando fora de casa, mesmo com Eder Luis e Leandrão no ataque e mesmo com a possibilidade do Aislan entrar em campo, acredito numa vitória do Vasco.

Na situação não muito confortável em que se encontra na classificação, o Avaí não poderá se dar ao luxo de jogar “apenas por uma bola” e deve ao menos tentar ditar o ritmo da partida. O retrospecto do time em casa – quatro vitórias em seis jogos – também indicam que, pelo menos no seu estádio, o Leão da Ressacada mostra mais atitude. E ai, com mais espaço para jogar, as coisas podem ficar mais fáceis para nosso lado.

Mas independente do que virá do outro lado, o Vasco precisa muito da vitória. Não apenas porque uma derrota pode fazer com que o Atlético-GO chegue de vez (se perdermos e eles vencerem, empatarão em pontos conosco), mas porque não há justificativa para tal queda no desempenho do time. O elenco tem uma média de idade alta, a sequência de jogos é absurda, os adversários todos nos enxergam como o time a ser batido… tudo isso é verdade e tudo isso prejudica o trabalho do grupo. Mas para um time que manteve 90% de aproveitamento nas sete primeiras rodadas, uma queda para 50% nas últimas seis é difícil de ser explicada apenas por esses motivos. Falta de motivação? Erros da comissão técnica? Falta de opções no elenco? Só os jogadores, o treinador e a diretoria podem fazer o Vasco voltar a ter o desempenho que tinha antes. Contar com a fraqueza dos adversários para nos darmos bem na competição é muito pouco.

Temos mais entrosamento, estamos em melhor fase e temos um elenco superior ao Avaí. Mas enquanto não resolvermos nossos próprios problemas, só com uma bola de cristal para saber se venceremos ou não.

Avaí X Vasco

Avaí X Vasco

Renan; Renato, Fábio Sanches (Celio), Gabriel e Capa; Luan, Alemão, Jajá e Diego Jardel; Rômulo e William.

Martín Silva; Madson, Luan (Aislan), Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, William Oliveira, Andrezinho e Nenê; Eder Luis e Leandrão.

Técnico: Silas.

Técnico: Jorginho.

Estádio: Ressacada. Data: 02/07/2016. Horário: 16h30. Arbitragem: Elmo Alves Resende Cunha. Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e Adailton Fernando Menezes.

A TV Brasil e a Rede TV transmitem ao vivo (exceto Florianópolis – SC). O Canal Premiere transmite para todo Brasil no sistema pay-per-view.

***

Rafael Marques, zagueiro de 32 anos, rescindiu seu contrato com o Coritiba e, pelas notícias, deve aportar na Colina. Com a saída do Vaz e a participação do Luan na Seleção Olímpica, a contratação é mais que bem-vinda, mesmo que seja mais um trintão num elenco formado basicamente por veteranos. Afinal de contas, ou chega um reforço, ou teremos que ver o Aislan em campo.

Fica a dúvida sobre as razões para o jogador pedir a dispensa no Coxa. “Perder espaço” é a justificativa padrão, mas o que levou o jogador a amargar o banco é que seria interessante saber.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

5 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo, Reforços

Oportunidade de ouro (para o Damião)

Dam_1651839aNão costumo falar a respeito de especulações sobre a vinda de reforços para o Vasco, ainda mais quando muito badalados. Afinal de contas, todo mundo sabe que a situação financeira do clube não nos qualifica para entrar em disputas salariais contra a maioria dos grandes clubes brasileiros (sem falar no caozinho da “responsabilidade”, que na prática não é bem como pintam e ainda serve como excelente desculpa para fazer contratações raras e de nível duvidoso) e quando surgem boatos sobre contratações de peso, na maioria absoluta das vezes a história termina em decepção para a torcida.

Mas a possível vinda do Leandro Damião merece alguns comentários porque, pelo menos aparentemente, há um fundo de verdade na coisa. A negociação, pelo que tem aparecido na imprensa, realmente existe. E como Damião não está podendo fazer exigências financeiras exorbitantes, pode ser que ele realmente pinte na Colina. Isso, claro, se nenhum dos outros clubes com mais fôlego monetário resolva disputar a contratação.

Agora, se há mesmo a possibilidade do Leandro Damião ser contratado, a questão que realmente interessa é: a vinda do atacante seria um bom negócio para o Vasco?

Que Jorginho precisa de um centroavante, não há quem discuta (exceto os lobotomizados seguidores do Dotô, que mudarão de ideia imediatamente caso a negociação evolua). E Damião, pelo menos em teoria, é um atacante muito melhor que as opções disponíveis no nosso elenco, por pior que seja a fase que o jogador atravessa. Porém, ser melhor que Leandrão ou que o “BalofoThalles” não chega a ser muita vantagem e, mais grave, não garante que o sujeito trará a solução para nosso problema de referência na área.

Pode-se dizer que essa é uma visão pessimista. Mesmo estando longe da sua fase áurea no Internacional, não podemos dizer que Damião esqueceu de como se faz gols. Embora não tenha balançado as redes esse ano – e não podemos ignorar que ele jogou muito pouco nessa temporada – em 2015, por exemplo, ele marcou 18 vezes, ou seja, marcou quase o dobro de gols que o artilheiro vascaíno do ano passado, a lembrar, Rafael Silva (que fez 10 gols). Achar que ele não se sairá melhor que nossos atacantes hoje, jogando uma série B, é ser muito implicante com o cara.

Ainda assim, não podemos esquecer que mesmo aceitando reduzir drasticamente o salário que recebe hoje, Damião será um jogador bastante caro no elenco vascaíno. Ignorando a possibilidade disso gerar um certo incômodo no restante do elenco, uma possível vinda do Damião certamente decretaria o fim das contratações para essa temporada. E por mais que estejamos bem no Brasileiro, temos outras carências no grupo que também precisariam ser resolvidas.

Pesando prós e contras, me parece que se Damião aceitar uma proposta do Vasco, o atacante a princípio terá feito um negócio melhor que o clube. Se jogar a série B e ter um salário reduzido não é o melhor dos mundos para o jogador, fazer parte de um time franco favorito ao título que disputa, numa competição com pressão menor e adversários mais limitados é uma oportunidade de ouro para quem precisa se firmar novamente como um dos grandes nomes da posição no país. Ainda mais sendo em um dos maiores clubes do Brasil, com um vasto histórico em recuperar carreiras desacreditadas e já chegando com moral junto a uma torcida apaixonada. Já do lado do Vasco, teremos um bom reforço, mas que sairá caro para nossa realidade e que, apesar de tudo, é uma aposta: chegando ao time, ele ainda precisará provar, com gols, que sua contratação foi um acerto.

Update: assim que publiquei o post, essa matéria resumiu tudo o que eu tinha falado. Ou seja, mais pessoas chegaram à mesma conclusão que eu. Nada impede que o próprio Damião acabe por se convencer de tudo isso. De qualquer forma, Isaías Tinoco desconversou e disse que não sabe de qualquer proposta feita ao jogador. Atitude normal, ainda mais sabendo-se que outros clubes têm interesse no atacante. Ainda assim, o mais prudente para a torcida é não alimentar esperanças demais. Mesmo que a possibilidade exista, ainda me parece uma contratação difícil de acontecer no atual momento do Vasco.

 ***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

22 Comentários

Arquivado em Notícias, Reforços, Update

Jogar bem é obrigação

gol1Sou adepto da filosofia que nega a existência da “obrigação de vencer” em futebol. A imprevisibilidade, ou em linguagem mais próxima, a eterna possibilidade de uma zebra, é o elemento que torna o famoso esporte bretão tão fascinante. Todo adversário, por mais modesto que seja, pode fazer uma grande equipe virar a prova viva de que “não tem mais bobo no futebol”.

Dito isto, não posso afirmar que o Vasco tenha a obrigação de vencer o Tupi, nosso adversário pela segunda rodada do Brasileiro. Mas depois do que vimos na quarta-feira no jogo contra o CRB pela Copa do Brasil, o Gigante tem sim uma obrigação hoje: ter uma atuação pelo menos aceitável diante do clube mineiro.

Isso é o mínimo que a equipe cruzmaltina pode fazer para compensar o estresse pelo qual fez sua torcida passar em seu último jogo. E se o Vasco fizer o seu papel, aí sim podemos dizer, sem querer faltar com o respeito que merece o Tupi, que os três pontos serão uma consequência natural da partida.

Elementos que corroboram essa impressão não faltam. O Tupi é um dos times mais modestos da Série B: acabou de subir da terceirona, ficou apenas na nona colocação no último campeonato mineiro (e poucos são aqueles que, não sendo de Minas, conseguiriam se lembrar de nove clubes do Estado) e já começou a Série B perdendo em casa para o Goiás. Para quem carrega um amplo favoritismo na competição, empatar com a agremiação da simpática cidade de Juiz de Fora já pode ser considerado uma derrota. Ainda mais jogando em casa e tendo como único desfalque o Madson, que será substituído pelo Yago Pikachu.

A vitória provavelmente nos levará novamente ao topo da tabela (que momentaneamente está com o Atl-GO, que venceu ontem o Brasil de Pelotas), lugar de onde a torcida não espera sair em momento algum nessa competição. Mas para transformar esse desejo em realidade, cabe ao Vasco atuar conforme manda o figurino: como um clube grande que está apenas de passagem pela Série B. Qualidade para isso, o elenco tem; e se jogarmos sempre com isso em mente, o Tupi – ou qualquer outro adversário no campeonato – terá que suar sangue para conseguir nos bater.

Vasco X Tupi

Vasco X Tupi

Martín Silva; Yago Pikachu, Rodrigo, Luan e Julio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Thalles.

Glaysson; Filippe Formiga, Heitor, Rodolfo Mol e Bruno Costa; Rafael Jataí, Filipe Alves e Marcos Serrato; Jonathan, Thiago Silvy e Giancarlo.

Técnico: Jorginho.

Técnico: Ricardo Drubscky.

Estádio: São Januário. Data: 21/05/2016. Horário: 16h. Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento. Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araujo e Brigida Cirilo Ferreira.

O Canal Premiere transmite para todo Brasil no sistema pay-per-view.

***

Depois do volante William Oliveira, o Vasco acerta com seu segundo reforço para o segundo semestre: é o meia Fellype Gabriel, que veio do Palmeiras depois de passar o ano de 2015 lutando contra as contusões.

Conseguindo superar os problemas físicos, Fellype é um bom reforço para o elenco. Conversando com alguns torcedores pelo Twitter, todos esperam que ele tome o lugar do Julio dos Santos no time. Acho esperança demais. Primeiro, porque não imagino que Jorginho coloque no banco um dos seus preferidos “jogadores táticos” para escalar um jogador que certamente está sem ritmo de jogo (fez apenas UMA partida ano passado) e que ainda deve demorar um tempo para estar 100%. E depois, mesmo que todos se lembrem do Fellype atuando como segundo homem de meio de campo no Botafogo, essa não é sua posição de origem e nem onde prefere jogar (como o próprio declarou à época).

Sendo assim, quando estiver bem física e tecnicamente, Fellype Gabriel provavelmente será reserva do Andrezinho ou do Nenê, que atualmente têm como reservas para posição Evander e Mateus Vital, ambos muito jovens. Fellype seria uma opção com mais experiência para armação.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

9 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo, Reforços

A chance do Thalles

O único desfalque que a equipe do Jorginho terá para a partida contra o CRB, logo mais na Colina, talvez nem deva ser considerado um desfalque. Sem contrato e com uma renovação de empréstimo improvável, Riascos não joga hoje e ao que tudo indica não jogará mais pelo Vasco, pelo menos nessa temporada. E, pela lógica, não podemos chamar de “desfalque” um jogador que não tem mais vínculo com o clube.

Uma pena a saída do colombiano, ainda mais se lembrarmos que todos – tirando a diretoria cruzeirense e a zaga mulamba – torciam pela sua permanência. Mas o time não pode ficar se lamentando. Temos uma classificação na Copa do Brasil para confirmar e quem entrar no lugar do Riascos deve ter em mente que a saída do artilheiro do time no ano é o tipo de problema que deve ser encarado como uma oportunidade. Jorginho ainda não confirmou o time, mas entre Thalles e Eder Luis, a balança da titularidade hoje pende para o primeiro. E entre os dois, é justamente o jovem Thalles quem mais deve se agarrar à essa chance como titular e mostrar que pode ser o principal atacante do time.

As soluções caseiras têm sido adotadas por praticamente todos os clubes e com a grana curta e as poucas opções disponíveis no mercado, o Vasco não pode abrir mão desse recurso. E a saída do Riascos joga sobre o Thalles a responsabilidade de, finalmente, provar que o potencial que muitos viram no seu futebol pode se tornar realidade. E, mais importante e urgente, uma realidade no Vasco, o clube que o revelou. A torcida não precisa nesse momento de mais um Alan Kardec, que teve chances na Colina por anos e só conseguiu algum reconhecimento quando saiu do clube.

E se olharmos bem, a responsa do Thalles em se sair bem é ainda maior que a do AK: ele chegará à titularidade com um time de qualidade, com um técnico competente e disputando um Brasileiro no qual o Vasco é franco favorito, coisa que o Kardec não teve em nenhuma das temporadas que passou no clube. Para um jogador jovem, o 2016 vascaíno será um ano perfeito para se buscar a afirmação. Thalles não pode desperdiçar a chance que lhe caiu no colo.

Aparentemente Thalles corrigiu algumas atitudes que lhe prejudicaram muito no ano passado e já tem mostrado uma eficiência maior nessa temporada. Torçamos que contra o CRB ele confirme essa impressão com uma boa atuação e de preferência com gols. Mesmo que joguemos por um empate para avançarmos na Copa do Brasil, o ideal é que esqueçamos essa vantagem e busquemos a vitória desde o início. E que o novo atacante titular mostre que tem capacidade para se firmar nessa posição.

Vasco x CRB

Vasco X CRB

Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Julio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Thalles (Eder Luis).

Juliano; Bocão, Audálio, Jussani e Diego; Olívio, Rivaldo, Dakson, Gerson Magrão e Luidy; Neto Baiano.

Técnico: Jorginho.

Técnico: Mazola Júnior.

Estádio: São Januário. Data: 18/05/2016. Horário: 19h30. Arbitragem: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto. Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e Lucio Beiersdorf Flor.

A ESPN Brasil e o SporTV 2 transmitem para seus assinantes em todo país.

***

O primeiro reforço para a disputa da Série B é o volante William Oliveira, de 24 anos e vindo do Madureira. E não, a chegada de um volante não é motivo, pelo menos por enquanto, para reclamações da torcida.

Primeiro porque, mesmo que não seja uma posição que demandasse prioridade numa contratação, não dá pra dizer que tendo Diguinho como reserva o elenco não precise de opções. E reclamar da origem do reforço é besteira: de onde vocês esperavam que viessem jogadores? Do Real Madrid? Infelizmente essa é a atual realidade do Vasco.

O rapaz – que nem é tão novinho assim – pode se sair bem no final das contas. Precisamos ter paciência e torcer que os reforços, mesmo que de times modestos, valham a pena. Vamos ver o William em campo antes de criticá-lo.

Isso, claro, se o caso do volante não for o mesmo de algumas contratações feitas pela diretoria, que chegam ao Vasco, esquentam o banco (ou nem isso) e vão embora sem jogar um minuto sequer pelo time.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

22 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo, Reforços

Valeu Riascos!

O Cruzeiro não tem qualquer obrigação de fazer favores ao Vasco ou a qualquer outro clube. Posto isso, que as coisas fiquem claras: é óbvio que não querer renovar o empréstimo do Riascos é uma represália do clube mineiro pela recusa do Jorginho em aceitar a proposta para dirigir seu time de futebol.

Quando foi emprestado ao Vasco, Riascos era execrado pela torcida cruzeirense e não tinha oportunidades para jogar. Tanto que, entre janeiro e maio de 2015, o colombiano havia atuado apenas quatro vezes pelo time. Todos julgavam que sua contratação havia sido um erro da diretoria da Raposa.

Pelo que fez em 2015, nada indicaria que uma volta do Riascos interessaria ao Cruzeiro. Já a atual temporada realmente valorizou o jogador, artilheiro do Vasco no Carioca com algumas boas atuações. Ainda assim, é preciso contextualizar seu desempenho: marcar nove gols no Estadual do Rio não transformaram o colombiano em craque e mesmo a torcida vascaína tem restrições quanto à qualidade do atacante. O bom início de ano do Riascos certamente não seria o bastante para mudar completamente a opinião da diretoria cruzeirense a seu respeito.

Com cinco atacantes em seu elenco, alguns com as mesmas características do colombiano, a diretoria do Cruzeiro sabe que são remotas as chances do jogador ser aproveitado no grupo. O treinador Paulo Bento já deve ter um bom trabalho para conhecer quem já está no time e com algum entrosamento. Um novo atacante mediano não deve fazer a menor diferença para o técnico português.

Acho quase certo que Riascos amargará a reserva por um longo tempo em BH ou servirá apenas como moeda de troca com algum clube. E o pior, provavelmente em um novo empréstimo, já que os grandes clubes dificilmente desejarão pagar o valor pedido pelo Cruzeiro e os menores não terão essa grana para investir no jogador.

Resumindo, ao renovar não o empréstimo do Riascos para não fazer uma “bondade” ao Vasco – pouco pretensioso o sr. Gilvan Tavares, né? – a diretoria celeste além de não ter o retorno do investimento feito só conseguirá prejudicar o jogador (que gostaria de permanecer no Rio) e o Vasco, que perde agora um titular.

Se o Vasco não pode fazer nada para retaliar a atitude do Cruzeiro, menos ainda pode fazer a torcida vascaína além de lamentar essa história. Da minha parte, posso dizer que ao menos encontrei um time para torcer contra nesse Brasileirão.

***

Mesmo não sendo um craque, não podemos deixar de reconhecer o respeito com o qual você vestiu a armadura cruzmaltina. Boa sorte e obrigado por tudo, Riascos!

***

Como já falei algumas vezes antes, Riascos não é nenhum fora de série. Mas a sua saída aumenta a necessidade de reforços: mesmo com a presença do colombiano no elenco, a chegada de um centroavante era necessária. E a volta do Leandrão, definitivamente, não é a solução para o nosso ataque (algo que o próprio Jorginho sabe, caso contrário, não teria liberado o jogador para o Boavista).

Então, diretoria? Quando chegam os reforços?

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

37 Comentários

Arquivado em Notícias, Reforços, Transferências