Mantendo a escrita

O7MF960Pelo terceiro ano seguido teremos o Joinville como adversário no Brasileiro. Essa história começou na Série B de 2014, passou pelo Brasileirão do ano passado e – infelizmente – continua nessa temporada. Nos quatro confrontos que tivemos com a equipe catarinense, tivemos uma vitória e um empate tanto em 2014 quanto em 2015. Ou seja, os caras não conseguiram nos vencer nem quando foram campeões da segundona, nem quando tínhamos um time preguiçoso e nem quanto tínhamos aquele arremedo de equipe que praticava o Rothbol. Se considerarmos todos as dez partidas disputadas entre as duas equipes, o Joinville nos venceu apenas uma vez, há mais de 32 anos.

Por essas e outras é que podemos ter confiança de que manteremos a escrita contra o Joinville hoje, mesmo jogando diante da sua torcida. Com uma campanha claudicante e muito mais próximo do rebaixamento do que ao acesso à elite, nosso adversário só tem mesmo um elemento a seu favor na partida de logo mais: a desesperada necessidade de vencer para não correr o risco de terminar a rodada no Z4 da competição.

Isso tudo, é claro, só terá alguma importância se o Vasco fizer por onde confirmar seu favoritismo. Time por time, talvez só precisássemos do Nenê e do Jordi para conseguir um bom resultado. Mas como o futebol vive de pregar peças em quem se deixa levar pelo “saltoaltismo”, convém jogarmos com seriedade e buscar a vitória durante os 90 minutos.

Jorginho não confirmou o time, mas uma das certezas é que Pikachu volta ao time. Mesmo recuperado, Madson não foi relacionado para o jogo e sequer viajou. Mas no resto, fica o mistério: qual formação Jorginho escolherá na partida de hoje?

Tudo leva a crer, e acredito que todo vascaíno esteja esperando isso, que com a volta do Andrezinho, Jorginho voltará ao 4-4-2 de sempre. Essa é a formação com a qual o time mais vezes atuou no ano e facilitaria as coisas. Mas nada impede que o treinador resolva mesclar o que já estava dando certo antes com algumas das alterações que foram feitas por conta dos desfalques. A entrada de outro atacante no time, por exemplo, teria sido um sucesso se esse atacante não fosse o Eder Luis e se Julio dos Santos tivesse condições de fazer minimamente bem as funções que Andrezinho tem no time.

Com dois atacantes abertos puxando as jogadas ofensivas, Nenê acaba tendo mais espaços para se aproximar da área e decidir as partidas. Na teoria,é lindo; o problema é que esse esquema depende de uma marcação ajustada para evitar contra-ataques e de uma transição rápida do meio para o ataque quando tomamos a bola. Sem Adrezinho, não tínhamos nada disso. E quando conseguíamos encaixar as jogadas, Chico Bento muito mais as desperdiçava que qualquer outra coisa.

Fosse eu o técnico – e falo isso sabendo que não tenho qualquer condição de discutir estratégias de jogo com o Jorginho – manteria o time com três atacantes, trocando o Eder Luis pelo Caio Monteiro; e tiraria o Julio dos Santos e colocaria o Andrezinho mais recuado,ajudando a dar o primeiro combate no meio de campo e fazendo a saída de bola.É talvez uma formação ousada demais,mas se pensarmos que jogamos dessa forma desde a segunda rodada sem ter suplentes à altura dos desfalques, valeria a pena arriscar.

Seja como for, descontando as sempre possíveis zebras, eu não apostaria em outro resultado além da vitória. O Joinville tem apenas uma vitória na competição (contra o ainda mais fraco Tupi) e ainda não venceu na sua Arena. Diante disso, podemos fazer o trocadilho infame com os talões de jogo do bicho e dizer que,no jogo de hoje, o que vale é a escrita.

Joinville X Vasco

Joinville X Vasco

Oliveira; Robertinho, Bruno Aguiar, Victor Oliveira e Júnior; Paulinho Dias, Naldo e Pereira; Everton Silva, Fernando Viana e Murilo (Heliardo).

Jordi, Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Júlio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Leandrão.

Técnico: Hemerson Maria.

Técnico: Jorginho.

Estádio: Arena Joinville. Data: 07/06/2016. Horário: 21h30. Arbitragem: Jailson Macedo Freitas. Auxiliares:Jose Carlos Oliveira dos Santos e Vitor Carmona Metestaine.

O Canal Premiere transmite para todo Brasil no sistema pay-per-view.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

23 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo

23 Respostas para “Mantendo a escrita

  1. Bryan Covelli

    Mais uma vitoria pra nossa alegria.A vitoria foi dedicada ao homem do charuto pelo seu niver.Interessante notar que todos no clube elogiam o homem do charuto como administrador e tambem pelo seu amor pelo clube,entretanto por aqui a maioria o trata com eufemismo.

  2. Luiz Afonso

    Olha, o diferencial que eu vejo no William é um preparo físico muito acima da média. O cara tem um pulmão e uma velocidade impressionantes. Mas, como você disse, no último jogou ele mostrou muito mais vontade do que efetividade. Cometeu muitas faltas desnecessárias chegando atabalhoadamente na marcação. No entanto, lapidado pelo Jorginho e pelo Zinho, creio que ele será extremamente importante para o time.

    Saudações.

  3. Thebar Augusto Guedes

    JC,que filme vc tá vendo parceiro?? Rúlio dos Santos será barrado para entrada do William, acho que William hoje ganha de vez a posição, o garoto promete, marca bem e chega melhor no ataque que Rúlio, to confiante que Jorginho testará novamente o William começando o jogo com ele.

  4. Juvenal

    Boa noite JC
    antes de torcer por mais uma vitória, li seu artigo e concordo plenamente com vc no 7º parágrafo – faria o mesmo.
    Acho que o Jorginho deveria dar sempre mais chances aos moleques da base para eles adquirirem rodagem em campo.
    Pelo menos hoje ninguem vai ficar parado em campo porque o frio na maior cidade catarinense não permite.

  5. Dryelle

    Parabéns titio Doutor Eurico… Muitos anos de vida e saúde!

  6. carlos

    Olá JC. Sabe informar se a Tv Educativa transmite o jogo!

  7. Gilberto SOARES SC

    O que pode atrapalhar um pouco o Vasco por aqui, é o frio, que está chegando com tudo, mas vai esfriar muito mesmo segundo a previsão é a partir de quinta feira. Sempre procuro ir aos jogos do Vascão aqui em Santa Catarina, mas jogos no meio de semana é impossível ir, e contra o Avaí também vai ser no meio de semana, mas um jogo que não vou poder assistir infelizmente. Independente da escalação, temos todos esses motivos que JC, mencionou para acreditarmos na vitória.

  8. oliveira

    Olha JC, eu mudaria o time do meio campo pra frente nu, 4-2-3-1: Matos, Williams, Andre, Nene, Caio e Thalles. No segundo tempo, se precisar, tirava o Mattos e botava o Diguinho, botario o Leandrao no lugar do Thalles se ele estiver jogando mal, e colacaria o JH no lugar do Caio se ele estivesse jogando mal. Que tal?

    • JC Barbosa

      A diferença desse esquema para o que vinhamos jogando é que vc colocaria mais um volante eminentemente de marcação. É basicamente o contrário do que eu faria…rs

  9. Ramon

    Levando em consideração que o Jorge Henrique é tudo menos atacante a formação com mais um atacante não seria nada anormal. Seria o caso de recua-lo um pouco mais.

  10. LUIS CLAUDIO

    Eu tiraria o Julio dos Santos e deixaria o William, liberando mais o Andrezinho na criação sem ter que correr tanto para marcar,lembrando que ele vem de contusão.
    De resto é o que temos para hoje.

    • JC Barbosa

      Ainda prefiro o Marcelo Mattos ao William. Não vi essa bola toda que a galera viu no cara….

      • Também não. Eu queria ver o time com dois cabeças de área. O William e o Marcelo Mattos no meio. Acho que iria liberar mais o little André e Nene. Na frente Caio e Thalles. Queria ver essa formação para tirar algumas dúvidas….

      • Carlos Queiroz

        De repente ele nem tem mesmo essa bola, mas parece querer correr mais, dar mais trombada, deixa a impressão de querer jogo, de estar inteiro querendo mostrar serviço.
        JC e essa suposta proposta por Nenê, 30 MM pro Vasco o que vc acha?

      • JC Barbosa

        É como diz o Dotô: só vai rolar se o Nenê topar.

        Na prática, dificultaria nossa vida na Série B, mas não creio que a ponto de comprometer a volta para a elite. E a grana serviria para trazer alguns reforços.

      • Wanderson DS

        acho q só o fato do cara ter menos de 30 anos e ser uma “novidade”, empolgou parte da torcida, e também acho q ele deveria jogar, eu tô sempre dizendo q esse time precisa ir REJUVENESCENDO aos poucos em certas posições, esse bate-e-volta de terça e sábado toda semana é puxado pros “velhinhos da colina”…

      • Carlos Couto

        Nem eu. SDV

      • Ulisses Pinheiro

        Na minha opinião o William foi uma boa surpresa embora tenha cometido algumas pixotadas, o que é normal para um cara que acabou de entrar no time. Ainda acho que ele marca melhor e tem um passe melhor que o Marcelo Mattos, além de ter mais vigor físico. Com sua chegada não vejo motivo na titularidade do Julio dos Santos. Neste sentido eu concordo com você da entrada de mais um atacante, pois o Jorge Henrique pode recompor este meio de campo no lugar do Julio. Mas eu deixaria o Willian ao invés do Marcelo. Que a diretoria continue assim, trazendo pouco mais que possam ser titular. E nosso atacante???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s