É a lei do oeste

Após conseguir levar o modesto Audax-SP às finais do Paulistão esse ano (passando pelos “imbatíveis” marsupiais), o treinador Fernando Diniz virou o técnico da vez, mesmo não repetindo o feito do Doriva, que sagrou-se campeão paulista com o Ituano, em 2014. Não que a fama tenha vindo por acaso. Com táticas modernas, variação de jogadas, movimentação intensa e privilégio à posse de bola, Diniz e seu Audax mereceram a maioria dos elogios que receberam.

E o Oeste, adversário do Vasco hoje, foi o clube que contratou Fernando Diniz para comandar seu time no Brasileiro. Ter um oponente comandado por um treinador mais qualificado é motivo para preocupações? Claro. Mas pelo menos até o momento, a equipe do interior paulista não mostrou em campo qualidade bastante para ser considerada um perigo maior que a média dos nossos concorrentes.

A campanha com uma vitória, um empate e duas derrotas (uma delas em casa) garantiu ao Oeste uma modesta 15a colocação na tabela. Ou seja, mesmo que o clube de Itápolis tenha feito uma parceria com o Audax, trazendo não apenas seu treinador como também alguns jogadores, o arranjo parece não ainda trazer os frutos esperados. Se o problema é o pouco tempo que o grupo formado pelo Oeste teve para se acertar, o Vasco deve aproveitar essa possível falta de entrosamento de um grupo formado recentemente e explorar as deficiências do adversário.

Até porque, da nossa parte, não podemos reclamar da falta de conjunto. Desde a saída do Andrezinho estamos num 4-2-3-1 e o grupo já parece ter assimilado bem o que Jorginho pretende com essa formação. Mesmo levando em consideração que nossas vitórias têm acontecido em grande parte pelas atuações do Nenê, pode-se ver alguma evolução do time como um todo, principalmente nas jogadas ofensivas pela direita, com as subidas do Pikachu e do Eder Luis. O time tem criado bastante e se tivéssemos mais qualidade na hora da definição, teríamos aplicado mais goleadas no campeonato (contra o Bahia, por exemplo, marcamos quatro vezes, perdemos um pênalti e pelo menos três outros gols feitos foram desperdiçados). Se nossos jogadores colocarem o pé na forma e não tiverem os acessos de desatenção que tivemos no último jogo, uma vitória deve ser o resultado natural.

Mesmo que jogue em casa, o Oeste não deve se aventurar demais no ataque, adotando uma postura mais defensiva e aguardando os espaços para contragolpe. Nada muito diferente do que estamos já muito acostumados a ver na competição e quase uma regra em jogos entre favoritos e azarões: uma espécie de lei do oeste no futebol.

Oeste X Vasco

Oeste X Vasco

Felipe Alves; Francis, Rafael Rocha e Léo Bahia; Velicka, Danielzinho, Clébson e Mazinho; Maurinho, Ricardo Bueno e Léo Artur.

Jordi; Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos e Nenê; Eder Luis, Jorge Henrique e Thalles.

Técnico: Fernando Diniz.

Técnico: Jorginho.

Estádio: Arena Barueri. Data: 31/05/2016. Horário: 21h30. Arbitragem: Diego Almeida Real. Auxiliares: Alexandre A Pruinelli Kleiniche e Jose Eduardo Calza.

O SporTV transmite ao vivo para todo o Brasil (exceto SP). O Canal Premiere transmite para todo Brasil no sistema pay-per-view.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo, Vídeos

8 Respostas para “É a lei do oeste

  1. CABELUDO

    Eder Luis – a correria de sempre, mas sem qualquer efetividade… Péssimo jogador, erra todos os passes e jogadas que tenta… Horroroso!

  2. Lucas Ottoni

    Pode colocar esse empate na conta do Luan. Esse zagueiro que um monte de gente exalta, mas que dá suas pixotadas jogo sim, jogo tbm. É só prestar bastante atenção no lance do gol do Oeste, que veremos que mais uma das pixotadas do Luan iniciaram a jogada que deu o empate aos caras. Eu sempre disse: pintou proposta pelo Luan? Vende logo!!! Antes que alguém descubra que esse zagueiro não é a metade do que pintam!

    • JC Barbosa

      Pô… Pegando só as falhas, até o Messi é um lixo.

      • jota - ES

        Se nos apegarmos apenas às falhas, não sobra um meu irmão. (Inventei uma paródia aqui, Jotacê).
        Mas o Luan pixota? Pixota sim. E quem não? Gosto do Luan. É meu conterrâneo. É um grande zagueiro. Gosto do Rodrigo. Outro grande zagueiro. Mas o Rodrigo pixota? E como.
        Moral da história, com todo respeito e carinho para com o nobre vascaíno Lucas Ottoni, teríamos que vender logo os nossos dois zagueiros.
        Forte abraço, meu caro, e amanhã pra cima do Goiás.
        SV

  3. Juvenal

    Hoje let´s go west. Mas o West não joga em casa pois Barueri fica longe de Itapolis.
    Importante para o Vasco é trazer mais 3 pontos de Sampa.
    Essa idéia de convocar o Nene para a seleção só pode ser onda da Outra Midia, mas ela não nos engana, dessa vez inventou essa achando que o Vasco iria ficar contente em ter um jogador na seleção, mas de fato isso era prejudicar a boa campanha do Vasco na série B.

  4. ODILON C SILVA - RJ

    PRA CIMA……AVANTE VASCAO…..TAMOJUNTOVASCAO…..

  5. Gilberto SOARES SC

    Boa JC, excelente comentário, se mantermos a mesma seriedade, será mais uma vitória, e 32 jogos de invencibilidade.

  6. Silva

    A grande arma do Vasco está sendo sua humildade, sua concentração e seu respeito aos adversários e este jogo não será diferente. Foco é determinante no seu elenco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s