Pé no chão e bola na rede

Sobre a estreia do Vasco no Brasileiro de 2016, fico com as palavras do treinador Jorginho na entrevista coletiva pós-jogo:

Mais do que uma vitória de 4 a 0, foi a postura da equipe, a organização tática, cada jogador se mantendo compromissado com o objetivo do grupo. Em momento algum a gente viu a equipe desestabilizada. A gente viu uma equipe querendo, jogando, sendo protagonista, com vontade, organização, lutando por cada bola, cada palmo dentro de campo.

Resumindo as palavras do técnico, golear o Sampaio Corrêa não foi o principal motivo para a torcida comemorar. E, diante da fragilidade do adversário, nem deveria ser mesmo. O mais importante foi ver um time que entrou em campo com vontade de vencer, que se empenhou ao máximo e que não deixou ao seu óbvio favoritismo a função de ganhar a partida. O Vasco ontem jogou como deve jogar sempre: aliando sua técnica superior à seriedade quando a bola rolou.

O que o Gigante fez ontem foi uma prova de respeito, ao adversário, à competição, à sua torcida e também à camisa que cada um dos jogadores estava vestindo. A exaltação do Jorginho à postura da sua equipe faz todo sentido. Foi a ausência dessa atitude que nos complicou durante toda a campanha de 2014. Pelo que vimos ontem, a história com Nenê e companhia será completamente diferente.

Vale dizer que o Sampaio Corrêa foi valente. Diante da sua torcida, o time maranhense não se contentou em fazer como a maioria absoluta das equipes que confrontam um clube grande e tentou fazer um jogo de igual para igual.  E talvez esse tenha sido o seu maior erro. Se tivessem optado pela retranca, talvez não sofressem tantos gols. Os donos da casa sofreram duplamente ao fazer essa escolha, já que nas poucas vezes que chegaram com perigo acabaram parando na nossa zaga ou no nosso goleiro e ainda deixaram espaços demais para que nosso ataque funcionasse sem muita resistência. A ousadia do Sampaio Corrêa teve o alto preço dos quatro gols (que poderiam ser cinco ou seis,  no barato).

Mas fez bem Jorginho em exaltar principalmente a postura da equipe. Oponentes como o de ontem, que não têm medo de atacar o grande favorito da competição, serão uma raridade. E quando o Vasco não encontrar a facilidade que teve ontem, será preciso demonstrar ainda mais empenho que o apresentado contra o Sampaio Corrêa. Tendo isso em mente – e aparentemente isso já está incutido na cabeça dos nossos jogadores – já teremos meio caminho andado para conquistar as vitórias. É mantendo o pé no chão que faremos a bola chegar nos gols adversários.

As atuações…

Martin Silva – mesmo com a superioridade vascaína na partida, foi obrigado a fazer uma ou outra boa defesa.

Madson – até cruzamento acertou ontem – vá lá, foi apenas um e a finalização do Nenê foi nas mãos do goleiro Mas já é pra se comemorar – mas deu umas vaciladas defensivamente.

Jomar – mal teve tempo para jogar e saiu com um corte no quengo. Rafael Vaz entrou em seu lugar e depois de um começo meio enrolado, não teve muitos problemas com o ataque adversário.

Rodrigo – mesmo correndo o risco de dar uma trombada com força na trave – o que acabou acontecendo – se atirou na bola para evitar um gol do Sampaio Corrêa. E isso quando já vencíamos por 3 a 0! Diante de tal mostra de comprometimento, nem precisamos falar mais sobre sua atuação. Faltando alguns minutos para o fim do jogo, o quase esquecido Aislan entrou em seu lugar e no tempo que esteve em campo não conseguiu cometer nenhuma bizarrice.

Julio Cesar – teve uma atuação mediana, mas deu excelente passe em profundidade para o Andrezinho, iniciando a jogada do terceiro gol.

Marcelo Mattos – se enrolou um pouco com os avanços do adversário. Melhorou no segundo tempo.

Julio dos Santos – os melhores momentos ofensivos do Sampaio Corrêa aconteceram com o paraguaio em campo. Talvez ele melhorasse junto com o time no segundo tempo, mas não teve tempo. Yago Pikachu o substituiu ainda no intervalo e apareceu mais no ataque que na defesa. Infelizmente o pokemón paraense não evoluiu o bastante para marcar gols. Mas foi quase: teve duas boas chances e uma delas caprichosamente bateu na trave.

Andrezinho – depois de um primeiro tempo entre o discreto e o apagado, a melhoria defensiva do time no segundo tempo deram mais liberdade para Andrezinho, fazendo aparecer seu futebol. Participou diretamente da jogada dos dois últimos gols: em um, fez bela jogada dentro da área colocando Nenê na cara do gol; no último, foi dele o lançamento para o Riascos, inciando a jogada.

Nenê – uma atuação irrepreensível do camisa 10: uma assistência, três gols e outras tantas boas chances impedidas pelo goleiro adversário.

Jorge Henrique – pode-se reclamar do sujeito o quanto for, mas não se pode negar que seu empenho na marcação de saída de bola desobriga o Nenê dessa função, dando mais liberdade para quem tem melhores condições técnicas para definir as jogadas.

Riascos se acertasse 25% do que tenta fazer, o Vasco teria o dobro de gols no ano. Mas por ontem, mesmo tendo o colombiano estragado pelo menos uns dois contra-ataques que seriam mortais, não se pode falar mal do atacante: marcou o primeiro gol, fez uma bela assistência para o segundo e teve participação direta no quarto.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

34 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

34 Respostas para “Pé no chão e bola na rede

  1. ZE VASCAINO -RJ

    Começamos bem, nosso Vasco vai recuperar sua vaga na elite do futebol brasileiro, vamos sair dessa situação, meu Vasco não merece isso, avante Vasco.

  2. ODILON C SILVA - RJ

    O VASCO foi campeão de público e renda do último campeonato carioca, tudo consequências porque jogou em grandes estádios, com grandes públicos, bem ao contrário de antigamente quando não faziam isso, dessa vez Eurico Miranda não foi o quarto em média de público, não perdeu pro fludido em média de publico, como esse clube sofre nas mãos do euriquismo, caminhamos passos de tartaruga………………Parece que o RIASCO foi embora, não é nenhum craque fora série, ma teve seus bons momentos, mandou bem em agumas partidas, vai levar boas recordações do VASCÃO e dos vascainos……….O ruim disso tudo, que o VASCO não pode ficar sendo vitrine para jogadores procurando espaço, o VASCO não podeser assim………………..Nosso VASCO tá na segundona, nosso VASCO vai disputar segunda divisão do brasileiro, ora os euriqquista não falavam que com EURICO MIRANDA o VASCO jamais seria rebaixado, não era esse o papo, isso é golpeeeeeeeeeeeeeeeee

  3. Thebar Augusto Guedes

    R I A S C O S

    Riascos quer ficar no Rio de Janeiro e tenho lá minhas dúvidas que não vai conseguir, não sei, mas desconfio que o caso Jorginho vai pesar agora contra nós no sentido da renovação do Riascos e acho que hoje, Riascos tem vaga no ataque titular de qualquer equipe do Rio de Janeiro, cairia como uma luva.

    Seria bom pra nós, – até porque não vejo nenhuma especulação para um atacante melhor – que o dotô tentasse dar uma melhorada na proposta ou então que trouxesse de uma vez por todas um atacante de nível Vasco, porque Leandrão não dá e Talles ainda não é “cara”.

    Incrível como o Riascos deu a volta por cima, se bem que Carioca e Série B só são mesmo parâmetros se o jogador arrasar, Riascos foi muito bem apenas no Carioca e ganhou a simpatia de nossa torcida pela sua audácia contra a mulambada.

    Se for embora e se der bem em outra equipe vai ser mais um jogador que ressuscitamos e nos deixou, demos moral, cancha ao renegado e na hora em que ele realmente está fazendo valer a pena ele se vai, espero que não seja para nossos fregueses aqui do Rio, seria um castigo para o Vasco.

    JorZInho fizeram um trabalho até comovente com o renegado, ele veio desacreditado e foi horroroso no Brasileiro, quem não lembra daquele jogo contra o SP em que ele desperdiçou vários gols na cara do Ceni?? Insistiram com ele, Jorginho cansou de dizer que não iria desistir dele mesmo com a torcida que não tinha mais paciência vaiando ele durante os jogos.

    Mesmo que venha um jogador de nossas tradições para o ataque eu gostaria muito que o contrato dele fosse renovado por mais um ano, gostaria de vê-lo nessa retomada com nossa camisa.

  4. Manza

    A permanência de Riascos no Vasco é valorização garantida do jogador. A volta ao Cruzeiro, contra a vontade é risco certo!!! Pouco inteligente essa Diretoria do Cruzeiro

  5. Ulisses Pinheiro

    Pois é, Riasco já era! Agora é correr atrás de outro atacante o mais rápido possível. Leandro ou Thales de titular vai ser dureza!

  6. Paulo Araujo

    Curiosidade INCOMPREENSÍVEL: Porque nossa torcida dá tanta importância para a mulambada…????????????????????????
    Parece uma “virose” implantada pela MAIOR CORTINA DE FUMAÇA desta HORROROSA diretoria, que nos ARREBENTA desde 2001: com o tal do IMBECIL, RIDÍCULO, PATÉTICO “campeonato à parte”.
    Por favor, AQUI É VASCO DA GAMA…!!!

  7. Paulo Araujo

    Se jogarmos como ontem (e nossos adversários “também”), não teremos grandes dificuldades neste INACEITÁVEL, INDIGERÍVEL, terceiro “passeio” no INFERNO da Série B.
    Nosso maior adversário é… “nós mesmos”; como comprovado na avaliação (do blogueiro) das atuações do Martin Silva e do Riascos.

  8. Jonathas Thiago

    Grande atuação do Vascão, vamos com tudo nessa longa jornada de Série B e Copa do Brasil.

    Só mais uma coisa: graças a Deus que o Nenê não foi pro Galo no início do ano. Alguém aí sabe me informar até quando vai o contrato dele? Gostaria de vê-lo jogar uma série A na boa, com esse time entrosado e motivado.

    SV

  9. jota - ES

    A renda de Vasco e Sampaio ultrapassou os 800 mil reais. A dos mulambos contra o Sport não chegou a 160 mil.
    ________
    O gol do Rodrigo, contra o CRB… D+.
    SV

    • Thebar Augusto Guedes

      Pena, Jota, que a renda de mais de 800 mil foi toda para o Sampaio Correia.

      • jota - ES

        É, acho que tenho que beber menos e me inteirar mais dos regulamentos. Pena mesmo, meu caro, pois até então eu estava convicto de que a renda líquida seria dividida na proporção de 60% para o vencedor e 40% para o perdedor.
        E pena maior: se vc estiver certo – e acredito que esteja – o Vasco vai encher as burras desses times de menor expressão, pois eles têm torcida apaixonada e nós temos nome e torcida enorme por esse brasilzão, e quando esses times vierem a São Januário, com a renda 100% para o Vasco, seus torcedores não virão, e assim dificilmente conseguiremos rendas superiores à dos mulambos contra o pobre do Sport, descaradamente prejudicado pela arbitragem – não vi o jogo, apenas li sobre.
        SV

  10. jota - ES

    Engraçado. A imprensa diz que o Vasco vai sofrer muito com longas viagens. Será que se esquecem de que os demais cariocas jogarão em Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Recife, Goiânia… Afff!
    SV

  11. Gustavo P.

    Time se impôs o tempo todo, mesmo com o estádio cheio de torcedores do SC. Grande atuação, mostrando que os jogadores estão motivados mesmo jogando a série B. Já me deixa mais tranquilo, porque tudo o que pedi esse ano foi isso, nada de stress, nada de surpresas. Uma pena que não estamos na série A. A primeira rodada dos caras foi uma baba, até a mulambada ganhou. Tínhamos tudo para fazer boa campanha esse ano, enfim…
    Agora, mudando de assunto. O que vem a ser um quengo???? Ahahaha.
    Boa semana a todos.

  12. jota - ES

    Pô, Jotacê, hoje li seu post. Cinco crases nota dez, em que pese uma ser facultativa. Mas sendo facultativa, está correta. Pena que não posso cobrar nada por minhas aulas rsrs. Não quebrei minha promessa, fiquei apenas feliz.
    Falando sério: Jotacê, meu caro amigo irmão camarada, será que o meu “xodó” Riascos fica? Ele e o Nenê estão se entendendo e vão nos dar muitas alegrias.
    ________
    Um amigo flamerda me disse: “vcs estão invictos há vários jogos por um motivo muito simples: ninguém se machuca no Vasco”. Impressionante, é verdade. Mas vou arranjar um galho de arruda para que essa colocação de meu amigo mulambo não se transforme numa azaração.
    SV

    • Pior que é verdade mesmo rs. Pelo menos o tal do CAPPRES tá servindo p alguma coisa.

    • jota – ÉS Onde vc foi buscar essa azarac,ao? Do verbo? Interessante q azarar também e’ urubuzar, segundo o Aure’lio.. Que coincidência, nao e’? Ábrac,o.

      • jota - ES

        Caro Mário Gomes, era quase meia noite quando postei o comentário. E foram vários. Acabava de chegar do barzinho e saboreava o primeiro de dois latões de Itaipava que trouxera. Grafei aquele “azaração” consciente de que não estava a cometer nenhum “pecado” contra a nossa Língua Portuguesa. Mas vc acendeu uma interrogação em meu cérebro. O dicionário que temos aqui não é o Aurélio, é o Houaiss. E está lá, dentre outras definições:
        – azaração: ato ou efeito de azarar.
        – azarar: agourar, URUBUZAR.
        Fico feliz por dois motivos:
        – pelo seu comentário, e
        – por eu ter acertado no termo escolhido.
        SV

  13. gláucio

    O Vasco hoje é o time da moda no Brasil. E ainda aparece gente pra falar mal da diretoria…

  14. Juvenal

    Começamos muito bem
    Que diferença dos jogos da ALMA
    Em AL os vermelhos refletiram a cor de sua camisa em campo querendo apenas violencia de sangue. Não queriam jogo UMA VERGONHA.
    Em MA, ao contrario, a.equipe da casa queria jogar e com isso deixou o Vasco jogar.
    O pior é que teremos que voltar ao Rei Pelé, enquanto no MA foi nosso unico jogo.
    Tomara que isso seja o inicio de uma longa caminhada vitoriosa..

  15. ODILON C SILVA - RJ

    EXCELENTE INÍCIO DESSA LONGA E DURA SEGUNDONA, ESSE JOGO FOI NUM GRANDE ESTÁDIO, ONDE.PODE SE PRATICAR O BOM FUTEBOL, AGORA O TIME NÃO VAI PEGAR MOLEZA, VAI TER JOGOS NO INTERIOR, VAMOS PEQUENOS, ADVERSÁRIOS VIRIS, TORCER PRO TIME NÃO SOFRER CONTUSÕES, DESFALQUES………Outro show da galera vascaína no Maranhão, o VASCAO.sempre teve uma das duas maiores do Brasil, essa dúvida quantos torcida vascaína, isso começou quando afastaram o Vasco do maracanã, longe do maracanã Vasco perdeu expressão de torcida forte no estádio, ficando sempre com péssimas médias de público, afastar o Vasco do maracanã foi uma grande trapalhada, traição, besteira , que fizeram na

  16. Gilberto SOARES SC

    Foi um ótimo jogo, com um excelente resultado. Temos um time de primeira divisão jogando a série B, mesmo porque como ja comentei, hoje no Brasil não temos nenhum time que seja o bicho papão, estão todos nivelados por baixo. Na série B temos que jogar com vontade, pegada, e com nosso nível técnico superior aos adversários, temos que botar a bola no chão, tocar a bola para fazer os adversários correrem atras de nós.

  17. Leon da Cruz

    É sempre bom ver o Vasco ganhar por 4×0, em qualquer situação. Foi um verdadeiro baile!

    Tomara que o time continue com o ritmo e a disciplina de ontem, que o Nenê mantenha aquela qualidade e que os adversários futuros sejam tão ruins e desorganizados taticamente quanto o Sampaio Corrêa.

    • jota - ES

      No meu entender, o Sampaio é um sério candidato a cair para a C. Vamos ter muito osso pra roer, meu caro Leon. Mas “no stress”: da mesma forma que vencemos a “pauleira” do CRB, vamos emplacar vitórias mais que suficientes para subirmos.
      SV

  18. Thebar Augusto Guedes

    Show de comentários, JORGINHO / JC.

    Vale ressaltar a alegria como esse elenco se porta, não me lembro de ter visto um grupo tão unido, vejo que a comissão técnica conseguiu fazer com que jogadores como Rúlio e Jorge Henrique, façam papéis exclusivamente táticos defensivos que não aparece para o torcedor, mas que são de suma importância ao padrão tático do time que vem dando vitórias sucessivas.

    Lugar da torcida na quarta-feira é em São Januário, lotando o estádio para retribuirmos o que esse time tem nos dado, afinal quarta é pelo nosso sonho de consumo para esse ano.

  19. BJ

    Bela estréia. O time jogou bem e mostrou comprometimento. É claro que o Sampaio deu muito espaço coisa que não teremos nos próximos jogos. A tendencia é enfrentarmos adversarios mais fechados, iguais ao CRB.

    Jorginho poderia testar novas substituições. Toda vez que sai JDS, entra pikachu que até dá mais movimentação no ataque mas perde muitos gols, ontem perdeu 2 cara a cara. Não seria a hora de testar mais vezes o Evander e o Mateus Vital? Ou quem sabe o pikachu no lugar do Madson que não vem jogando nada tbm.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s