Drama e êxtase

Uma final não é apenas mais uma partida entre tantas em um campeonato. Toda final é um momento que supera e redime qualquer competição.

O estádio lotado não tem apenas torcedores, mas testemunhas de um acontecimento histórico, uma pequena epopeia repleta de drama e êxtase. Mas apenas um lado tem o que comemorar ao apito final. E, geralmente, o vencedor é quem passa por essa montanha-russa de emoções sem fraquejar.

A final entre Vasco e Botafogo foi assim. E ambos se provaram merecedores protagonistas do último ato desse Estadual. No maior palco do esporte brasileiro, fizeram das finais um espetáculo à altura de suas tradições, se não pela técnica ou pela plasticidade do futebol apresentado, pelas emoções que proporcionaram às suas torcidas.

Como todo drama, a final teve seus heróis. Alguns, óbvios como Martín Silva e Nenê, mas também heróis improváveis: quem poderia imaginar que um atacante com 1,67m de altura fosse marcar um gol de cabeça em um dos melhores goleiros do país? Ou que um zagueiro, quase dispensado no ano passado, entraria inesperadamente na segunda partida para marcar o gol do título?

Heróis inesperados podem ser um sinal de um elenco com opções ou – o que é mais provável – uma prova de que alguns jogadores têm estrela. Seja como for, na hora de decisão quem brilhou não foi a estrela solitária, mas sim a estrela do Jorginho e dos seus comandados. O que não significa que fomos campeões por obra do acaso; muito foi feito para o Vasco chegar onde chegou. O título é a coroação da competência de um trabalho traduzido numa invencibilidade de 25 partidas. Diante disso, não há como colocar qualquer mérito no acaso.

Vaz comemorando o gol do título (Foto: www.vasco.com.br)

Vaz comemorando o gol do título (Foto: http://www.vasco.com.br)

Somos bicampeões estaduais, repetindo um feito não conseguimos igualar por mais de 20 anos. E por mais que esteja na moda tentar diminuir a importância do Carioca, esse grupo do Vasco escreveu ontem um capítulo na história do clube que nunca será esquecido.

As atuações…

Martín Silva – não precisou fazer milagres, mas fez pelo menos duas daquelas grandes defesas que lhe garantem o mérito de ter sido um dos principais – talvez O principal – responsáveis pelo título.

Madson – sem a necessidade de atacar constantemente, se ateve mais à defesa e, ainda assim, falhou no lance do gol botafoguense. Para compensar, numa das poucas arrancadas que deu rumo ao ataque, acabou sofrendo a falta que originou o gol do título.

Luan – errou a maioria dos lançamentos e viradas de bolas que arriscou, mas vinha tendo uma atuação segura, se saindo bem no confronto direto e não tendo pudores ao apelar para os chutões quando necessário. Acabou sendo substituído no intervalo, lesionado. Rafael Vaz entrou em seu lugar e foi do inferno ao céu em questão de minutos: deixou o Leandrinho sozinho no lance do gol botafoguense para pouco depois marcar o gol do título. Fora isso, manteve o nível da segurança na zaga, mas foi melhor que Luan nas saídas de bola.

Rodrigo – não conseguiu evitar o cruzamento que terminou no gol alvinegro, mas manteve o bom nível das atuações em clássicos. Jogou com firmeza e dificilmente perde uma disputa no mano-a-mano.

Julio Cesar –também foi tímido no apoio e mesmo assim foi seu lado do campo o melhor caminho para o Botafogo chegar ao ataque.

Marcelo Mattos – incansável no combate, mas erra muitos passes. Em alguns momentos foi envolvido pelos meias botafoguenses.

Julio dos Santos – procurou ocupar os espaços no meio de campo e o fez bem. Mas poderia ser mais participativo na criação de jogadas. Sua única participação ofensiva com algum destaque foi em um corta-luz que deixou Riascos na cara do gol. Yago Pikachu entrou em seu lugar quando o jogo estava empatado, provavelmente para explorar os espaços que apareceriam contra um Botafogo que precisava desesperadamente de um gol. Não chegou a cumprir essa função e apesar do esforço, não manteve o nível do Julio na marcação pelo meio de campo.

Andrezinho – mais uma vez ditou o ritmo do Vasco, voltando para iniciar as jogadas e ajudando também na marcação. Participou dos melhores lances do time e ainda apareceu na frente para finalizar.

Nenê – foi o Nenê de sempre. Sofreu com a marcação, recebeu uma penca de faltas, reclamou do juiz, perdeu algumas bolas bobas e pouco fez em campo. Isso até achar que está na hora de resolver a partida e ser decisivo: saiu dos pés do camisa 10 o cruzamento para Rafael Vaz marcar o gol do título.

Jorge Henrique – se recebesse o salário de acordo com as funções que faz em campo, seria o mais bem pago do elenco: cobre o lateral até a linha de fundo, dá o combate no meio de campo e, quando sobra algum tempo, é visto até no ataque! Jogue bem – como ontem, quando fez algumas boas jogadas no ataque no primeiro tempo – ou mal, é impressionante seu comprometimento com as tais “funções táticas”.

Riascos – teve apenas uma chance clara para marcar, mas chutou fraquinho após corta-luz do Rúlio dos Santos. Se não tentasse sempre driblar todos os jogadores que encontra pela frente e colaborasse mais com passes no ataque, seria mais eficiente. Saiu no fim do jogo para a entrada do Diguinho, que só tinha mesmo uma função em campo: correr como um louco e ajudar a fechar o meio de campo.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

38 Comentários

Arquivado em Atuações, História, Resenhas, Títulos, Vídeos

38 Respostas para “Drama e êxtase

  1. jota - ES

    Além desses timecos cariocas – fla, flu, bota – que estamos cansados de meter a lenha, nessas 25 partidas nas quais o Vasco se mantém invicto jogamos contra Palmeiras, Corinthians… não me lembro se tem mais algum “figurão” aí que “papamos”…
    SV

  2. adamor ribeiro

    Boa Noite J.C.Somos BI, e não tem pra ninguém.Esse negocio de dizer que o campeonato carioca não vale nada.Não vale pra quem não ganha.Pra mim vale muito,comemorei muito.mesmo. abraço

  3. Thebar Augusto Guedes

    O Bi campeonato mais do que merecido com cara de Tri, sim com cara de Tri mesmo. Vasco Gigantão da Colina é sem sombra de dúvida o rei do Rio, é o time que eles não conseguiram bater.

    A campanha me enche de orgulho pelo fato de ter sido de forma invicta, não que tenhamos apresentado um futebol de encher os olhos, mas, eles não nos venceram e isso é relativamente raro, nossa sexta vez desde 1923.

    Jorzinho tem meu respeito e conseguiram reerguer o Vasco pelo menos por enquanto a nível carioca, recuperou até o que a gente achava que não tinha solução e o déspota de plantão tem uma qualidade que é a de não mandar embora treinador por qualquer derrota ou fracasso em um campeonato, isso nos custou caro com a insistência no Roth, mas nos dará muitos frutos se deixarem essa comissão técnica trabalhar até o fim do ano que vem.

    Tenho fé que com mais uns reforços pontuais e consequentemente com um banco mais qualificado disputaremos essa Copa do Brasil pra chegar nas finais e ganhando voltaremos, se Deus quiser e com muito trabalho, para a Série A por cima, qualificado para libertadores, esse é meu sonho para o restante da temporada.

    Com os pagamentos em dia e qualificando o elenco o Vasco tem tudo para fazer desse ano um ano inesquecível pois por mais que tenhamos nossa restrição contra essa diretoria – e com razão, diga-se de passagem – dá pra perceber que esses jogadores sentem orgulho de vestir essa camisa, eles estão unidos, o grupo está feliz em jogar no Vasco e isso passa pra torcida.

    CASACA, CASACA……..

  4. BRUNO SILVEIRA

    PARABÉNS VASCÃO ! Não fosse a roubalheira em 2014, em favor dos molambos desclassificados, hoje seríamos TRI !

    Cornetei muito a dupla Rúlio dos Santos e Jorge Henrique mas hoje os absolvo dos pecados cometidos na temporada, principalmente JH pelo gol
    e luta nos 2 jogos da final. Valeu !

    PARABÉNS A DUPLA JORZINHO que soube manter o time unido e coeso na sua maneira de jogar. Conseguiu transformar os Seniors em um time cascudo, de excelente preparo físico – salve comissão técnica – que,
    apesar de muitas vezes não jogar bem, estão 25 jogos invictos.

    Agora é olho vivo para não repetir 2015 : deitaram nos louros do Carioca e caímos para a Segundona. XÔ, COISA RUIM !!!

    Tão bom como nosso BI foi ver os molambos eliminados torcerem para o Foguinho e saírem com o rabo entre as pernas. Não há dinheiro que pague !!!
    E a luta continua. Vamos atrás da Copa do Brasil e da famigerada Série B.

    VASCÃO SEMPRE !!!
    SDV.

    • jota - ES

      Existe campeão moral? Na minha opinião não. O árbitro pode errar? Pode. Mas eu acho que em 2014 não foi erro, foi sacanagem. O juizinho sequer teve coragem de colocar na súmula o verdadeiro autor do gol, que estava impedido. Colocou na súmula o cara que não tocou na bola, mas que não estava impedido.
      Seríamos tri, mas o que importa é saber que a torcida fla-flu era toda botafoguense. Fomos bi para choramingo de mulambos, flores, e evidente, botafoguenses.
      VASCO – O TIME A SER BATIDO.
      SV

  5. Bryan Covelli

    VALEU VASCAO!Linda a festa no maraca.O grito de casaca sendo cantado pela torcida e jogadores ao mesmo tempo sem ensaio e sem combinaçao foi algo de arrepiar.
    Entretanto,nao vi o Globo Esporte mostrar e nem tocou no assunto.Agora se fosse a torcida mulamba,seria o assunto principal do programa.

  6. Alexandre Lima

    É sensacional ver o grito de “CASACA!” no Maracanã!!!
    Time e torcida gritando juntos!

    Arrepia!

  7. LUCAS

    Não me lembro nas últimas décadas, o Vasco ostentando uma invencibilidade tão grande (levando em consideração os meses). Mais um motivo pra esse grupo entrar na história, se não pelo primor técnico, mas pelo empenho e comprometimento.

  8. Luiz Afonso

    O título invicto é para ser bem comemorado mesmo! Temos agora seis títulos invictos, e a urubuzada cinco. Passamos eles para vice. A mídia ainda não se deu conta…

    Sou chato mesmo, mas a foto da primeira página do globo é uma sacanagem. Não aparece nada da camisa do Vasco, muito menos de qualquer patrocinador. Parece mania de perseguição… Vou fazer tratamento… rs

    JC, meu amigo! Qual foi o passe que o Marcelo Mattos errou!?!? O cara jogou muito ontem! Sinceramente, não vi esses erros de passe que você comentou!!

    Julio dos Santos cobria bem os espaços pelo nosso lado direito, mas começou a perder facilmente na corrida para os atacantes do botafogo. O Pikachu não tem a mesma experiência, mas evitou essas subidas da cachorrada, conseguindo acompanhar os adversários e evitar que chegassem a linha de fundo.

    Gostei quando disseram que o Rafael Vaz poderia tentar a sorte como centroavante! Ele realmente deu umas vaciladas na zaga, mas compensou tudo com o gol do título! Obrigado Vaz!!

    Perfeita tua definição do Riascos!!

    San Martin, hoje, é o maior ídolo do Vasco entre a garotada!!

    Nenê e Andrezinho, fundamentais, com toques de classe!

    Rodrigo fala muito, mas sabe jogar também. Difícil passar pelo cara, mesmo com seus 35 anos.

    Jorge Henrique casou bem com Júlio César.

    Madson, fundamental quando buscou a falta e o título!!

    Luan, a quem eu sempre falei que é apenas um bom zagueiro, mostrou, pelo menos nessa competição, que ele é mais isso.

    Jorzinho!! Esses dois sabem montar um time!!

    Valeu galera!

    INVICTO É MUITO MAIS GOSTOSO!!

    Saudações.

  9. ODILON C SILVA ; CENTRO ; RJ

    Não tem como não parabenizar os jogadores pela dedicação,pela superação,pelo respeito pela camisa que carraga a cruz de malta no peito, e pelo bom futebol tecnicamente falando em alguns momentos exibido, essa moçada não tem reclamação por falta de comprometimento…………………….Alias essa vem sendo a tônica nos últimos anos desse clube, jogadores se doando em campo, lutando, total respeito pelo clube, pela torcida, tirando o maluquinho do BERNADO, não tivedmos problemas com jogadores…………………….Se não fosse aquela safadeza da arbitragem na final contra o flamerda em 2014, hoje o VASCÃO seria TRI CAMPEAO CARIOCA, mas infelizmente garfaram escandalosamente o VASCO naquela final contra o flamerda………………Ano passado o RAFAEL SILVA fez o gol do campeonato,depois não fizeram questão da permanência desse jogador, agora outro RAFAEL fez o gol do campeonato, alias esse jogador vem fazendo seus golzinhos, será que vão fazer questão de sua permanência………………….Depois tem gente que faz tudo para afastar o VASCO e os vascainos do maracanã, depois tem gente que prega o afastamento do VASCO edos vascainos do maracanã, inacreditável existem pessoas que não sente emoção, não sente alegria em vê um maracanã entupido de vascaínos………………….Cerca de vinte anos atrás uma ala impressa anti VASCO criou essa maldade, essa crueldade deafastar o VASCO e os vascainos do maracanã, eles odeiam essa ídeia do VASCO ter dos estádios para jogar, São Janu para jogos médios, maraca para grandes jogos, isso é muita expressão de força, então uma ala covarde da impressa faz de tudo para afastar os vascainos do maracanã, basta vê que quase não se elogiaram a festa vascaina, o comparecimento forte dos vasca[inos no maracanã, a luta por ingresso, os ingressos esgotados, essas coisas quase não foi divulgado dramaticamente, foi divulgado superficialmente, agora se fosse torcida do fludido, do flamerda, aí ja viu, serai aquele estardalhaço…………….Tudo porque querem afastar os vascainos do maracanã, no maracanã o clube mostra força, torcida forte é expressão de grandeza, se aproveitando que EURICO MIRANDA inventou essa traição de afastar o VASCO do maracanã, alguns passaram apoiar essa péssima ídeia…………….Ainda foram mais alêm, ainda deram como exemplo o Santos, eles falam o seguinte, se Santos faz final na VILA BELMIRO, porque o VASCO não pode fazer grandes jogos e finais em São Januario, ontem o Santos jogou a final do PAULISTÃO na VILA BELMIRO com 16 mil pessoas, assim querem o VASCO, assim que alguns querem o VASCO, com públicos pequenos, baixas médias de públicos nas competições, pra piorar, ainda tem gente dentro do próprio VASCO que apoia essa ídeias…………..Onde tinha gente morrendo de raiva porque o maracanã estava entupido de vascainos,, pra eles a torcida vascaina não pode ir no maracanã, pra eles a torcida vascaina não é quente, não tem graça, não é fánatica, alguns procuravam disfarçar a insatisfação do VASCO jogar com o maracanã lotado de vascainos, estavam se roendo de raiva………………..Agora só esperamos que os erros do ano passado não voltem acontecer, ganhamos um grande campeonato, mais um competição fraca tecnicamente, ano passado pensaram que estava tudo maravilha, o VASCO acabou rebaixado, agora já tem gente dizendo que esse time é mil maravilhas técnicamente, vai devagar, campeonato brasileiro tem outro espirito, outro estilo, então vamos vê o procedimento d alguns, só esperamos quew os mesmos erros não se repitam…………….Agora esperar passar a ressaca das comemarações, depois arregaçar as mangas da camisa, vem pedreira por aí, campeonato da segundona é longo e duro, vem ralação por aí……………VASCÃO CAMPEÃO, ja teve gente exagerando nas exibições, quero vê coloocar a cara na segundona, aparecer na hora do acmpeonato ganho, isso é mole, quero vê colocar a cara na segundona, aí que vamos vê quem é realmente vascaíno………………..VASCÃO CAMPEÃO…………NORTE,SUL,NORTE,SUL, A IMENSA TORCIDA TÁ FELIZ DA GAMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  10. Muito Feliz , Bi-Campeao Invicto ganhando de Todos em cima de Framengo , Fluminense e Botafogo show de bola , agora e pensar na Copa do Brasil e na Serie B.Saudaçoes Vascainas.

  11. Eduardo Mello Felix da Silva

    Você disse que o time estava maduro. E estava certo. O time aguentou até o fim. O Botafogo pecou por ter um elenco limitado, se tivesse atacantes melhores poderia ter vencido a partida. O taça na minha opinião deve ser “cortada ao meio” e uma das metades ser doada ao Martin Silva. Mas como dizem por aí, todo grande time começa por um grande goleiro…
    Esse estadual foi legal, melhor que o do último ano. E valeu pelo título de forma invicta, nunca imaginei que nos tempos atuais algum time poderia ser campeão invicto!

  12. Valério

    Vimos ontem a facilidade que é ganhar um campeonatinho desse, não sei porque o Vaso demorou tanto para ganhar o carioca…
    Mesmo assim, meus parabéns!!!

    • Thiago Braga

      Boa Tarde a todos!
      Valerio nosso Vasco limitado, porém valente e dedicado q fez as coisas melhorarem…..Nunca q com os Abedis, marcelinhos, Robsons Luiz, Irmaos Luiz e outros outros e outros nos seriamos novamente bi campeões, como nao fomos em 11anos q se passaram…….Vasco Neles!

  13. CABELUDO

    Partidaça do Martin Silva!

  14. Gustavo P.

    Grande conquista esse bicampeonato invicto! Em determinado momento eu duvidei que conseguiríamos, mas esse time é muito tranquilo e mesmo na adversidade soube buscar o resultado. Martin Silva é um monstro, Andrezinho cresceu muito no campeonato e Nenê, mesmo dando aquela enrolada básica, foi muito importante para o time. Contrariando muitos por aqui, acho que o Rafael Vaz jogou mais nesse início de ano do que nos outros dois em que esteve no Vasco. Acho que ele serve pra ser reserva sim, e não faz feio como volante também. Agora, o time tem que curar logo a ressaca de hoje pra não perder a invencibilidade na quarta pela Copa do Brasil. E que venham novas contratações, precisaremos muito!

  15. Flavinho

    Se não estou enganado esse Vasco só ganha titulo na sorte…

  16. José Luis

    Vamos comemorar mas…… vamos contratar !!!!!
    Lateral esquerda, dois volantes, e dois atacantes, pelo menos.

  17. BJ

    Parabens Vascão por mais um título! Bicampeão carioca (2015-2016). Tricampeão moral!
    Quarta já teremos um desafio contra o CRB pela Copa do Brasil. E no sabado começa nossa saga rumo a Serie A.

  18. Pingback: Tricampeão! | Vasco Expresso

  19. Gilberto SOARES SC

    Parabéns ao nosso time que honrou a armadura vascaína, sempre gostei de campeonatos estaduais, pois rola muita rivalidade e é necessário, para que os times pequenos possam sobreviver. Não da pra dizer que o campeonato não tem graça, a prova disso são os 60 mil presentes no maracanã.

  20. Juvenal

    Bicampeão estadual – mais um titulo para a coleção do Gigante da Colina.
    Esse papo de que o Carioca não vale mais nada é pura invenção dos invejosos da midia. Foram eles que inventaram com um chute competamente fora de que hoje o Jorginho iria embarcar para BH.
    Para mim o maior responsvel por essa conquista foi o Jorginho e ouso afirmar de que se ele tivesse chegado antes ao Vasco nosso time não seria rebaixado.
    Agora é continuar a luta na COBRA e na Segundona.
    Força Vascão – contra tudo e contra todos

  21. Washington

    Parabens Vascão pelo merecido titulo e por nos dar essa alegria.

  22. Murillo Santiago

    Teve resquícios de crueldade pra mim essa conquista, mas ainda acho o Rafael Vaz horroroso e metido a craque e torço pro Riascos voltar logo pro Cruzeiro.
    Enquanto isso, vamos que vamos que o ano só começou e começou be,!

    • carlos

      Rafael Vaz fez o gol beleza, mas errou tudo na marcação, a sorte foi que Rodrigo tem jogado muito.
      Repare que o Vaz, em muitos momentos, estava mal colocado. Queria saber porque o Jomar nem tem a mesma oportunidade.

  23. Leon da Cruz

    Parabéns ao Vascão por mais esse bicampeonato e invicto! Enchendo nossos adversários de inveja…

    Parabéns aos jogadores, ao Jorginho e à diretoria que, embora participando de um campeonato esvaziado, fizeram jus à história do clube: não importa o que está sendo disputado, quando o Vasco está em campo, sempre entra para vencer.

    Por fim, dois comentários breves: (1) Nenê como craque do campeonato é uma piada. Martin Silva era muito mais merecedor. (2) Tá na hora de algum treinador perceber que o Vaz não é zagueiro (função na qual costuma ser tenebroso). Vaz pode dar um bom meia ou simplesmente um centroavante matador.

    • Paulo Araujo

      Concordo com você, Leon, em seus dois comentários. Nenê, apesar de “decisivo” em algumas partidas, não teve a regularidade de “San Martin” (como o define o blogueiro). Quanto ao Rafael Vaz, várias vezes comentei que gostaria de vê-lo jogando como segundo volante; mas não acho má ideia sua sugestão de experimentá-lo como centroavante.
      Mas acho que o Rafael Vaz é um dos que nos deixará no meio do ano, quando acaba seu contrato. O problema é que o presidente FANFARRÃO e INCOMPETENTE não gosta do empresário do jogador. E, como já sabemos, o TRUCULENTO DITADOR toma decisões de acordo com seus INTERESSES E HUMORES PESSOAIS, e não de acordo com aquilo que seria o melhor PARA O CLUBE. Sempre foi assim.

    • Leonardo niterói

      Também acredito que o Vaz teria mto mais sucesso como atacante! Afinal… ser pior que riscos é difícil.

      • Murillo Santiago

        A saída de bola do Vaz é temerosa, é de deixar o Fernando Diniz de cabelo em pé. O cara dá passe olhando pro lado que nem Ronaldinho e dificilmente acerta um assim. Acha que só porque é canhoto é o Gerson. Mas fez dois gols esse ano que apagam tudo isso.
        Vaz de centroavante agora!

  24. Paulo Araujo

    “E por mais que esteja na moda tentar diminuir a importância do Carioca, esse grupo do Vasco escreveu ontem um capítulo na história do clube que nunca será esquecido.”
    Comecei com o pedaço de seu texto, JC, para reafirmar que sou um dos que mais “lembra”, à todos, o quanto está DIMINUÍDA (pelos interesses PESSOAIS e pela INCOMPETÊNCIA dos dirigentes da federação de VÁRZEA e dos clubes; principalmente o nosso) esta competição estadual. Competição que, quando era “municipal” (ou seja, antes da “atuação” dos “caixas d’água” que a ARREBENTARAM), era a MAIS CHARMOSA e uma das duas mais “importantes” (REALMENTE) do Brasil.
    Não me “entusiasmei” com o RESULTADO ÓBVIO da competição “pré-configurada” para o nosso título. Não me “esqueci” que, enquanto nosso time estava “pronto” (desde o ano passado), ainda estavam “em formação” os times dos dois clubes com melhores elencos (a dupla “favorita da mídia”), mas desinteressados da competição, porque estavam “em guerra” com a federação de VÁRZEA (“guerra” em que estávamos do lado ERRADO, nos “esquecendo” o quanto esta federação de VÁRZEA NOS ROUBOU recentemente; quando nosso presidente não era o “amiguinho do rubinho”; que, movido por INTERESSES MESQUINHOS, agia nos bastidores para evitar o êxito do Dinamite). Não “esqueci” o quanto estava mutilado nosso adversário na final, no começo do ano; que mesmo “ressuscitado” pelo Mestre Ricardo Gomes, não teria “material humano” e EXPERIÊNCIA para “ameaçar” nossa conquista. Não “esqueci” que, mesmo assim, eles tiveram atuações (SEMPRE que nos enfrentaram) melhores do que as nossas, como ontem. Não esqueci que, “organizada” pela federação de VÁRZEA, não havia NENHUM estádio de grande porte disponível para a disputa dos clássicos. Só São Januário (com sua capacidade pouco superior a 20.000 torcedores) estava “disponível” para os “grandes jogos”; ou seja, dos “grandes”, só o Vasco “jogou em casa” neste campeonato; o que é uma vantagem inquestionável. Não me esqueci que foram RARÍSSIMAS as partidas em que tivemos boas atuações e fomos realmente superiores ao adversário. Ganhar deste time PATÉTICO da mulambada (que está, para variar, “pagando micos” na Copa do Brasil, contra adversários RIDÍCULOS), só “impressiona” a quem NÃO TEM A MÍNIMA NOÇÃO DA GRANDEZA DO CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA e gosta de “embarcar” nas CORTINAS DE FUMAÇA casaquildas.
    É claro que também torci. É claro que ficará “registrado na história”, principalmente, o título INVICTO e o bicampeonato. É claro que é bom ser campeão de qualquer competição. Mas é preciso, PARA NÃO REPETIRMOS A GRANDE MERDA DO ANO PASSADO, ENXERGAR o REAL TAMANHO da competição em que tivemos êxito.
    Acabou o “devaneio”, o “delírio”. Acabou a “moleza”…! Até o fim do ano, NÃO JOGAREMOS MAIS NOS DOMINGOS…!!! Acabou o tempo de “sacanearmos” os torcedores dos maiores rivais. A partir de agora, eles é que ficarão “nos lembrando” que jogaremos às “Terças, Sextas e Sábados”. Nossa TRISTE realidade, após a “pequena satisfação do título do PEQUENO torneio estadual”, é o INFERNO DA SÉRIE B…! Pela TERCEIRA VEZ, EM OITO ANOS (em DUAS, por INCOMPETÊNCIA E MAIOR RESPONSABILIDADE da atual diretoria)…!
    Não adianta ficar “sonhando com Copa do Brasil”, porque se não melhorarmos nossas atuações, em breve daremos “tchau” a esta competição. Alguma dúvida..???
    Ainda bem que nosso treinador é LÚCIDO, e já reconheceu que o time precisa de REFORÇOS, para disputar título da Copa do Brasil e o “retorno ao grupo dos 20 melhores” na COMPLICADA (principalmente para um time ENVELHECIDO como o nosso) Série B; nosso PRINCIPAL (e de REAL IMPORTÂNCIA) “objetivo”, neste 2016.
    Respeito quem está “entusiasmado” com o título conquistado ontem. Mas não é o meu caso. Continuo PREOCUPADO com o que vem pela frente (as competições MUITO MAIS IMPORTANTES E DIFÍCEIS) e com a possibilidade de nos ILUDIRMOS, NOVAMENTE, com nossa “invencibilidade” e um título desta competição RIDÍCULA, conquistado com “atuações meia-boca”; como aconteceu no ano passado.

    • Beto

      Paulo, concordo com as preocupações sobre o time.
      JC correto também, concordo com a valorização do título, valeu demais o título, foi emoção e êxtase da nossa sofrida e apaixonada torcida. Jogo transmitido para boa parte do país, excelente. Mais uma final vencida contra um rival local. Torcida sensacional, tomou conta do Maracanã e só não foi maior porque existem os ingressos setorizados. Acho até justo esses setores reservados para cada uma das torcidas, só não venham botafoguenses falarem que o Maracanã estava 65 a 35, por exemplo, porque a torcida deles compareceu e que nao foi esse massacre todo. Se todos os ingressos estivessem em disputa seriam 95% de vascaínos, venderiam tudo no primeiro dia. Eles ficariam menores que torcida visitante quando vem ao Rio. E nenhum demérito deles, mérito da torcida do Vasco.
      Assim como outras torcidas também já teriam feito coisa parecida sem a setorização. A minha preocupação sobre setores mistos para torcida do Botafogo nao era procedente.

      Sobre o jogo em si, a qualidade do futebol apresentado (no jogo e ao longo do campeonato) é que me preocupo demais. Fraco esse time do Vasco quando tem que jogar, quando tem a bola e o adversário marca adiantado (na série B os adversários em SJ devem jogar recuados e teremos que mandar no jogo, tambem situacao que preocupa). Botafogo adiantou a marcação, apertou na frente e o time do Vasco foi incapaz de trocar 5 passes na maior parte do jogo. E o pior, nao tem jogadas de contra-ataque. Já no primeiro jogo o Vasco nao foi bem. O filme é sempre o mesmo, o adversário pressiona, surge o recuo para a zaga, ou para o Martin Silva, e tome chutão pra frente.
      Vi um time do Vasco muito aplicado no sistema defensivo, Jorge Henrique suando sangue pra ajudar na marcação, quase um auxiliar do Julio Cesar, vi o Marcelo Mattos jogando bem no desarme, o próprio Julio Cesar preciso na marcação na maioria dos momentos no lado esquerdo, ao contrário do primeiro jogo, onde acho que ele falhou muito, vi o Andrezinho um monstro, com superação na marcação, etc. Mas chega a ser assustadora a falta de qualidade pra jogar, pra trocar passes, pra sair jogando. O ataque nao existe, JH é mais defensor que atacante e Riascos é fraquíssimo, espero que não fique e libere a folha para uma nova contratação.

      E o Nenê? Nenê nao está bem, apesar de decisivo. O melhor do quarteto de frente é o Andrezinho, jogador que dá sequencia as jogadas, dos poucos ou único do time de nao perde bolas com maior frquencia. Nenê teve os melhores momentos dessas finais quando caiu pelos lados do campo, na direita, do lado da grande área adversária, alí acho que ele criou mais. A verdade é que acabou prejudicado pelo jogo praticamente exclusivamente defensivo do Jorginho nessas finais. Ou o jogo que o Vasco sabe fazer é só esse? Nenê recebeu muitas bolas de costas para o campo adversário com o time todo recuado e ou buscava cavar faltas cercado por dois três jogadores do rival ou perdia a bola. Esses faltas cavadas sao importantes sim, demais, ajudam o time a sair do sufoco, o problema é que a posse de bola do time está ruim. Time que joga atrás, pelo menos, repito, tem que ter contra-ataque, mas esses nao aconteciam. Joga atrás e nao tem saída rápida, aí fica complicado.

      Nenê nao foi o craque do campeonato nunca. Martin Silva e Andrezinho foram melhores que ele. Eu votaria no Martim Silva.

      Espero que reforços sejam contratados, nao vejo nesse elenco um esboço de time que esteja sendo criado para disputar a série A 2017 com a força que o Vasco merece e sem sustos (estará um ano mais velho, time é lento). Nao acho cedo falarmos disso e nos preocuparmos, é na série B que se começa a criar uma estrutura de time pra série A do ano seguinte. Até porque Vasco nao tem e nao terá dinheiro. É de fundamental importancia a contratacao de dois atacantes bons. Um já pra série B. Diretoria precisa garimpar e quem saber achar um bom jogador e nao tao caro.

      A garotada da base também precisa assumir postos já que nao há dinheiro. E espero que nao decepcione. O Henrique mostrou qualidade ofensiva na lat. esquerda, o Evander entrou bem contra o Remo. O Estadual não foi usado pelo Jorginho pra essa garotada ser mais observada. Pode ter sido um vacilo. O Evander é muito jovem, é verdade, mas outros poderiam ser mais testados. O Caio Monteiro, contra o Remo, por exemplo, fez o gol, mas estava muito estabanado, achei o Evander mais lúcido, mas um jogo nao dá pra avaliar nada….

      Espero estar enganado, mas acho que esse time pode passar sufoco na série B. Repito, quero estar enganado e eles façam o que o Vasco tem o obrigação de fazer (que voce, JC, escreve na coluna de hoje), vencer com 10 pontos de diferença para o segundo e com várias rodadas de antecedência. Terei prazer em dizer que preocupação foo excessiva e que foi uma série B fácil.

      É isso, saudacoes vascaínas.

  25. Jonathan Magalhães

    JC respeitando Jorge Henrique.. Depois de tanto cornetar kkkkk

    Isso aí, a equipe é merecedora.. Cito alguns nomes fundamentais na conquista!

    1 – Jorginho
    2 – Nenê
    3 – Martín Silva
    4 – Andrezinho
    5 – Rodrigo
    6 – Luan
    7 – Riascos
    8 – JH

    #BICAMPEAO #CAMPEÃOINVICTO #VAAAASCOOOO

  26. Paulo Oliveira

    Vascaínos.

    BICAMPEÕES!!!!!

    Com requintes de crueldade: Além de campeões INVICTOS, não perdemos para ninguém neste Estadual.

    BI-CAMPEÃO!!!! BI-CAMPEÃO!!!! BI-CAMPEÃO!!!! BI-CAMPEÃO!!!! ….

    Só um detalha a mais: O Rafael Vaz merece ter o contrato renovado não pela partida de ontem, mas pelo bom jogador que ele é: Ótima saída de bola, bom no combate, etc… assim que evitar as suas dispersões é muito bom reforço.

    SAUDAÇÕES VASCAÍNAS.

  27. Fabio

    Sem meias palavras, o Vasco sobrou nesse campeonato. Tricoletes e urubulinos podem espernear, desvalorizar o campeonato à vontade. Dos 8 clássicos, 5 vitórias e 3 empates. Em uma cidade com 4 times grandes, manter uma invencibilidade dessas é muito difícil. O Botafogo fez um grande campeonato, a final foi digna e justa. Parabéns. Mas a campanha deles não foi brilhante como a nossa e a falta de uma vantagem mais contundente na final, a partida poderia ir para os penaltis e nos tirar o título numa “loteria”.

    Em 2015,os vascaínos mais conscientes sabiam que o time era mais limitado e não dispunha das peças que temos hoje. Porém, o título veio sem sustos, que acabou iludindo muita gente e deu no que deu no Brasileirão. Esse ano, com o time mais qualificado só pudemos soltar o grito de campeão ao final do jogo. E Nenê, mesmo apagado em alguns momentos, pode decidir a qualquer hora.

    Outra diferença fundamental: ano passado jogamos contra um time treinado pelo Renê Simões. Nesse ano jogamos contra o Ricardo Gomes.

    Não podemos nos esquecer também que o Andrezinho vem jogando muito bem. Se não é tão badalado como Nenê, vem sendo o motor do time. É visto na defesa, onde fez um desarme sensacional no início do 2o tempo, começa as jogadas e participa de lances no ataque.

    Que esse título não sirva de ilusão e que haja de fato contratações para qualificar ainda mais o plantel. Apesar dos adversários da série B não assustarem, o campeonato é longo, o time jogará em lugares mais afastados e em campos ruins. E tem a Copa do Brasil, que deveria ser focada. Seria uma volta triunfal à série A e de quebra, quem sabe, disputando Libertadores?

    A paródia da música do Botafogo foi muito boa: “… Fogo esse ano, meu amor…Fogo esse ano, você vai ser vice outra vez!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s