A vantagem que importa

vantagemComo todos devem se lembrar, foi na semifinal do Estadual de 2015 que iniciamos a série invicta de oito jogos sobre a mulambada. Hoje repete-se o cenário e basta ao Gigante manter a escrita recente para conseguir chegar às finais da competição.

E já que falamos em escrita, podemos dizer que mantemos uma também em disputas de semifinais contra a urubulândia. Nos últimos cinco anos, disputamos três semifinais contra eles e ganhamos todas: em 2012, quando o Estadual ainda tinha dois turnos, os tiramos das finais da Taça Guanabara e da Taça Rio e a já citada semifinal do Carioca do ano passado.

Mas escritas não valem de nada com a bola rolando e nem a vantagem de podermos empatar a partida de hoje deve ser levada em consideração. Jorginho e seus comandados devem entrar em campo pensando unicamente em vencer. Contar com tabus ou jogar com o regulamento debaixo do braço é pedir para correr riscos desnecessários.

Desnecessário porque, mesmo sabendo que a igualdade no placar nos favorece, temos plenas condições de vencer o clássico. A mulambada pode não estar mais em um momento tão ruim, mas mesmo que tenha conseguido uma sequência de vitórias (contra Boavista, Bangu e Confiança-SE), seus últimos jogos não foram exatamente o que se pode chamar de complicados. Por mais que o Vasco não venha mostrando um futebol excelente, não dá pra comparar o nível do nosso time com o dos últimos adversários do Framengo.

E talvez nem precisemos mostrar excelência para chegar à final. Se mostrarmos raça e disposição tática, temos tudo para sairmos de Manaus com a vaga. Contra o Fluzim já mostramos uma evolução com relação aos últimos jogos na Taça Guanabara e em um jogo eliminatório contra um dos nossos maiores rivais temos ainda mais razões para nos superar.

Como Diguinho substituirá Marcelo Mattos, nosso único desfalque, a forma do time jogar não mudará muito. A volta do Julio Cesar também é uma boa notícia – mesmo que Henrique não tenha ido mal nas chances que teve – já que traz mais experiência e segurança contra um adversário que explora bastante as jogadas pelos lados do campo.

De resto, é esperar que o Vasco entre pilhado em campo, mas que não caia na pilha. Entrar ligado e jogar com firmeza não é o mesmo que partir para a violência ou entrar em provocações, que certamente acontecerão. Não podemos esquecer que uma expulsão hoje significará um desfalque numa possível final. Esse recado, obviamente, tem como alvo principal o Rodrigo, que mais uma vez terá um confronto contra o Guerrero.

Não podemos esquecer que não tem essa de “campeonato à parte“. Não precisamos de mais pressão para um jogo que, a despeito de toda a rivalidade e tensão que envolve um confronto contra os mulambos, essa partida é apenas mais um passo em direção ao objetivo principal, que é a conquista do bicampeonato. Precisamos apenas de seriedade e concentração para conseguir a vaga, sem a necessidade de nos apegarmos à escrita. Até porque, já mostramos com a nossa campanha ao longo da competição que somos melhores que o Framengo. Essa é a única vantagem que deve ser levada em consideração hoje.

Vasco X Fla

Vasco X Flamengo

Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos.

Paulo Victor, Rodinei, César Martins, Wallace e Jorge; Cuéllar, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick; Marcelo Cirino e Guerrero.

Técnico: Jorginho.

Técnico: Muricy Ramalho.

Estádio: Arena da Amazônia. Data: 24/04/2016. Horário: 16h. Arbitragem: Leonardo Garcia Cavaleiro. Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises e Jackson Lourenço Massarra Dos Santos.

As redes Bandeirantes (RJ, MG, ES, DF, PE, BA, AL, RN, PB, SE, MA, PI, PA, AM, RO, RR, AP, AC e TO) e Globo (RJ, ES, TO, BA, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF) transmitem ao vivo. O canal PFC transmite para seus assinantes em todo país .

***

Saiu o resultado do Prêmio Top Blog e entre milhares de concorrentes terminamos com um honroso 3º lugar. Mesmo sem conseguir o primeiro lugar, fica o agradecimento por todos os votos que os leitores desse humilde bloguinho nos deram. Valeu mesmo!

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

14 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo, Variedades

14 Respostas para “A vantagem que importa

  1. Caro JC,
    Raramente comento, mas sempre acho seus comentários extremamente pertinentes e sensatos. Tanto é que frequento sempre seu blog, desde as épocas do GE. À despeito do assunto do post, venho aqui para parabenizá-lo pela colocação no prêmio Top Blog. Imagino a quantidade imensa de concorrentes este espaço desbancou para conseguir esta excelente classificação. Me sinto feliz em ter ajudado tendo votado em quase todas as vezes que visitei a página. Continue com o ótimo trabalho. A imensa torcida agradece pelo seu empenho em prestar este serviço com tanto esmero. Se aceitar uma sugestão, um quadro do qual eu gostava bastante era o “vascaínos pelo mundo”, achava interessante ver nossa cruz sendo exibida nos quatro cantos do mundo. Iria curtir muito se voltasse. É isso aí, parabéns e saudações!

  2. jota - ES

    Se o Marcelo Matos estivesse em campo hoje, sei não… golearíamos esses mulambos. Gosto do Marcelo.
    SV

    • carlos

      Se tivéssemos um jogador na vaga do Jorge Henrique (inútil)? Se tivéssemos um técnico que não substituísse um lateral por um zagueiro (o Henrique estava no banco e vinha jogando)? A goleada era certa!

  3. jota - ES

    E para dizer que não falei de flores, e para dizer que hoje só zoei os mulambos, vamos lá: antes de palavras pluralizadas, o “a” nunca deve ser craseado.
    Ex.: “… sem a necessidade de nos apegarmos à escritas”. Sem crase, mano.
    ________
    Sem zoeira, meu caro Jotacê, o Vasco joga por dois empates… mas afinal, quais resultados nos darão o bi?
    SV

  4. jota - ES

    E o Riascos ainda fez o segundo gol. Não importa se a bola bateu no joelho desse horrível Wallace. O que importa foi o chute do Riascos, defendido parcialmente pelo Paulo Victor.
    O Vasco é o Barcelona do Brasil.
    SV

  5. jota - ES

    Eu sempre disse aqui que sou fã do Riascos. Não podemos perder esse cara, é a cara do Vasco. No primeiro gol, depois de dois dribles no César Martins, ele, o Riascos, no terceiro drible, deixou o dito cujo na lona. O gol me parecia tão fácil mas não foi. Aconteceu num chute de fora da área, certeiro, do Andrezinho, que está jogando muito.
    SV

  6. Julio

    JC, quando eliminamos a mulambada duas vezes seguidas no campeonato estadual foi em 2012 e não em 2011 como escrito no texto.um abraço!

  7. Wanderson DS

    Temo que o nosso sub-40 entre querendo segurar o empate… se já fazem isso com o jogo em andamento, principalmente no segundo tempo quando 90% cansa, e depois ter que correr atrás de um resultado vai ser difícil… a vantagem é que a mulambada tá tão freguês ultimamente que talvez nem precise correr tanto assim… mas torcemos que faça pelo menos um primeiro tempo bom e tentem abrir mais essa “vantagem”!

  8. Lima neto

    JC, a ultima vitória do flamengo em cima do Vasco não foi na semifinal do ano passado!! Foi na fase de grupos!!!

  9. BRUNO SILVEIRA

    Ô JORZINHO !!! A MULAMBADA VAI VIR COM TUDO !!! ABRA TEU OLHO!
    Se ficar de chutão pra garantir o empate vai tomar ferro … O time é de mulambo mas tem gente boa lá e se bobear … JÁ ERA .
    Rúlio dos Santos e Rorre Henrique !? … Hummm … sei não.
    VASCÃO SEMPRE,
    SDV.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s