O final possível

happyNoticiam que a novela da renovação do patrocínio entre a Caixa Econômica Federal e o Vasco terá um fim em breve. O contrato deve ser assinado na próxima sexta, dia 8 de abril.

Final feliz? Talvez.

Pelo que diz a matéria, o valor deve ser mesmo metade do pago ano passado, ou seja, R$ 7,5 milhões por ano. Para compensar a diminuição do patrocínio, a marca da Caixa terá uma exposição menor, ficando apenas na parte mais privilegiada da camisa do time.

Como o Vasco já vinha desde o início de 2016 exibindo o logo da CEF sem um contrato em vigor, a solução não chega a ser ruim. Mas é preciso analisar a história toda, que a meu ver remonta ao momento da renovação do contrato de 2014.

Naquela época, a renovação também foi demorada e o clube também passou um tempo, à guisa de boa vontade, expondo a marca do banco sem ter um contrato em vigência. A decisão de manter a exposição do logo foi da gestão anterior e foi seguida pela atual, a responsável pelas tratativas para a renovação.

Á época, a diretoria do Vasco achou grande negócio renovar o patrocínio para 2015 pelos mesmos valores pagos em 2014, mesmo sabendo que no primeiro ano de contrato o Vasco disputou a Série B e que ofereceria uma exposição bem maior para a marca da Caixa estando na elite em 2015. Ou seja, quando tínhamos argumentos para pleitear um aumento de valores, não o fizemos. E o patrocinador se deu muito melhor, já que pagou o mesmo e recebeu muito mais (ainda mais se contarmos com a exposição pelo título estadual e a briga contra o rebaixamento).

Era evidente que a queda para a Série B faria a Caixa rever os valores do patrocínio. E aí, a intransigência da diretoria prejudicou o clube. A primeira oferta do Banco, abaixo dos R$ 10 milhões/ano, chegou a ser aumentada para cerca de R$ 12 milhões pelo mesmo período. Mas a diretoria recusou os valores e firmou posição na manutenção dos valores de 2015. Nessa briga a corda rompeu do lado mais fraco, ou seja, do que precisa de grana e não teria como oferecer o mesmo retorno que oferecia antes. A Caixa diminuiu ainda mais os valores e até aventou-se que o Vasco teria desistido da renovação com a empresa.

Diante disso, renovar por R$ 7,5 milhões não é a pior das notícias. Mas também não é nem de longe o ideal, já que a atual gestão jogou no lixo a oportunidade de fechar por R$ 12 milhões. Diminuir os espaços de exposição para a marca não chega a compensar, já que esses ativos dificilmente serão negociados sem a inclusão da marca na parte mais nobre do uniforme no pacote. Melhor seria procurar outro patrocinador master que levasse todos os espaços utilizados pela CEF hoje, pagando mais que o valor pelo qual o Vasco deve assinar o contrato. Mas com a crise e uma diretoria que nunca se notabilizou por conseguir patrocínios vantajosos, é difícil não encarar a renovação com a Caixa como uma solução aceitável. Até porque, se ela não acontecesse, o clube teria feito propaganda gratuita para o banco por três meses.

A novela pode até chegar ao fim nessa sexta. Mas o Vasco dificilmente terá um final feliz. Teremos que nos contentar com o final possível.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

21 Comentários

Arquivado em Notícias, Patrocínios

21 Respostas para “O final possível

  1. O valor real do produto (CRVG) é muito maior do que o preço obtido (R$9 milhões? R$7.5 milhões?). Mas, levando-se em conta o conceito euriquísta do “vendedor” e as circunstâncias econômicas atuais, até que a quantia obtida (ou a ser obtida) não é tão mal assim. Esperamos que o montante realmente obtido seja utilizado consciente e inteligentemente em benefício do Vasco, para fazê-lo retornar ao pedestal que jamais deveria ter perdido.Ave Cezar!

  2. Fabio

    Falaram em R$ 9 milhões. Que seja R$ 7,5 milhões, o que importa é que houve perda de receita e um “rebaixamento institucional”, como eles bem gostam de dizer. O fato é que a empresa fez o papel dela. E como vc bem falou, quando estivemos na série A, disputamos a final do estadual, campeões e lutamos contra o rebaixamento tivemos grande exposição e a diretoria não pleiteou aumento. E com a econômica patinando, com empresas demitindo e cortando gastos, encontrar um patrocinador privado disposto a investir em publicidade em camisa vai ser uma tarefa difícil.

    Ouvi uma notícia no rádio que o clube estaria ajudando a reformar o estádio do são Cristóvão. Não temos nem pra gente, que dirá para os outros? Tem explicação?

  3. Leon da Cruz

    Em matéria veiculada hoje, JC, fala-se em 9 milhões. Como parece ter confirmação de nosso VP de marketing, deve proceder. Ele também diz que a exposição no uniforme não diminuirá e, como esperado, o Vasco não será compensado pelos meses que fez propaganda gratuita.

    Diante do cenário (que se tornou, na verdade, um beco sem saída), os 9 milhões não são lá mau negócio. Mas, em uma análise mais ampla, poderíamos ter saído muito melhor. Além do erro estratégico que remonta às negociações do ano passado (erro inúmeras vezes apontado por você, JC), houve o erro, neste ano, da demora nessas negociações (demora que era muito mais favorável ao banco do que ao Vasco). Resultado: poderíamos já ter recebido algumas parcelas, sem qualquer tipo de perda, pois os valores finais do contrato não demonstram evolução desde o início das negociações.

    Mas, obviamente, nada disso é surpresa, vindo de Eurico Miranda e seus asseclas. Como todos sabemos, Eurico é incompetente e ultrapassado. Um péssimo homem de negócios (falido, como mostra sua vida pessoal). Eurico deve ter imaginado que convenceria uma empresa gigantesca como o banco em questão com meia dúzia de bravatas, falácias e sua típica arrogância. Coitados de nós, que torcemos pelo Vasco.

    Como eu já disse em outra ocasião, dada a total incompetência da atual diretoria, Eurico teria aceito até mesmo dois sacolés, se o banco decidisse oferecer só isso. Mas é muito curioso ver o VP de marketing tentando tirar o da diretoria da reta : “se disséssemos “não”, haveria uma fila de clubes atrás desses 9 milhões”. O leitor sem paciência para papo furado poderia imediatamente perguntar: “o que o c* tem a ver com as calças?” Não tem nada a ver, caro leitor, quando se trata de um c* limpinho. O fato de outros clubes irem atrás daquilo que não é interessante ao Vasco não pode transformar essa coisa, por si só, interessante ao Vasco. Mas o problema é que o c* em questão tá todo cagado. Quando isso acontece, as calças ficam todas sujas. Ao dizer aquilo, o VP de marketing tinha provavelmente em mente o interesse de clubes como o Florminense em assinar com o referido banco. Se o Vasco não aceitasse, poderia ver um rival ficar com os 9 milhões. Mas por que isso é um problema para o Vasco? É porque o Vasco não tem alternativas. Está literalmente na merda.

  4. Paulo Araujo

    “Melhor seria procurar outro patrocinador master que levasse todos os espaços utilizados pela CEF hoje, pagando mais que o valor pelo qual o Vasco deve assinar o contrato.”…
    Caro, JC, você “comemorou” algo importante, ontem, e “bebeu demais”…?
    Ou a REALIDADE está TÃO RUIM (PT, FERJ, CBF, Eurico, etc…), que você está se permitindo “devaneios otimistas”…?
    Com exceção dos casaquildos, que são MENTIROSOS e OPORTUNISTAS, TODO O RESTO DO MUNDO sabe que a PÉSSIMA IMAGEM e TOTAL FALTA DE CREDIBILIDADE do ARCAICO presidente MENTIROSO, FANFARRÃO, DITADOR, TRUCULENTO e COMPROVADAMENTE INCOMPETENTE, manterão os patrocinadores e investidores A QUILÔMETROS de São Januário.
    No Vasco casaquildo, os RARÍSSIMOS e ESPERTALHÕES (como Habibs e MRV) patrocinadores que aparecem (DE OITO EM OITO ANOS) “disputam” um “leilão diferente”: o “leilão do QUEM DÁ MENOS”…!!!

  5. Claudinei

    É inacreditável como fomos ao fundo do poço quanto à questão de patrocínios. Eu tenho certeza que o problema de não ter patrocinadores não é somente a questão econômica nacional, é o descrédito no presidente. Quem colocaria dinheiro em uma empresa gerida pelo deus-sol? Só eu que me filiei ao Gigante e os outros vascaínos que fizeram o mesmo.

    • Paulo Araujo

      “Quem colocaria dinheiro em uma empresa gerida pelo deus-sol?”…
      Caro Claudinei, imagino que, além dos “ingênuos” que são os “alvos” do ANTIDEMOCRÁTICO plano de “captação de colaboradores financeiros” (porque “sócio” de verdade tem PARTICIPAÇÃO ATIVA nas decisões de qualquer instituição), apenas “abnegados” como você não se “INCOMODARIAM” de FICAR SEM SABER, “PARA ONDE VAI” o seu “suado dinheirinho”.
      Porque não teremos “acesso” ao “destino” desta grana; que, em vez de IR PARA A RECUPERAÇÃO DO CLUBE (que esta mesma patota casaquilda continua DESTRUINDO, desde 2001), poderá servir para:
      (1) PAGAR os OITO MILHÕES do zé do taxi,
      (2) “REEMBOLSAR” os FINANCIADORES DO ASQUEROSO MENSALÃO, que recolocou “no trono” o ARCAICO e INCOMPETENTE dirigente DITADOR.
      (3) Com a ABSOLUTA FALTA DE TRANSPARÊNCIA deste ARCAICO E INCOMPETENTE presidente DITADOR e o pouco que se “conseguiu saber” na AUDITORIA DE 2009 (que os casaquildos conseguiram “DETONAR”, nos bastidores), entre outras “possibilidades indevidas”, esta “colaboração financeira de torcedores”, poderá servir, também, para COMPRAR um NOVO AUDI para o “feudo” que se julga DONO da instituição (porque se “papai e seus filhinhos” passam os dias em São Januário, de onde vem a “verba” que sustenta “famílias e bens”…?????????????????????).
      Parabéns por sua decisão de tentar ajudar. Exatamente pelo descrito acima, eu NÃO COLOCO UM ÚNICO CENTAVO NA INSTITUIÇÃO, enquanto estiver “sentado no trono” o PIOR PRESIDENTE DE TODA A NOSSA HISTÓRIA (que AO CONTRÁRIO do outro péssimo presidente, o Roberto Dinamite, recebeu, em 2001, um clube RICO E VENCEDOR e o “entregou” DESTRUÍDO EM TODOS OS SENTIDOS).

      • Claudinei

        Paulo: te entendo! Não posso ser sócio proprietário, pois teria muitas dificuldades para ir até o Rio. Moro no interior de SC e o meio de ajudar é o Gigante. Também não estou seguro se faço o correto, minha ideia foi de ajudar.

      • Paulo Araujo

        Amigo Claudinei, não estou te criticando. Gostaria de ter a sua “boa fé” e generosidade. Os “parabéns” foram sinceros. Grande abraço.

  6. ODILON C SILVA - RJ

    Parece que é isso mesmo, 30 milhões pro CURINTIA, 9 milhões pro Vasco, sem comentários…….VOLTA VASCO, VOLTA EURICO, VASCO VOLTOU, O RESPEITO TAMBÉM….

  7. ZE VASCAINO - RJ

    Meu Vasco merece o melhor, merece ym grande patrocinador, mão pode perder o patrocínio da caixa econômica, se isso acontecer vai ser duro. …Quero neu Vasco forte em todos os sentidos.

  8. jota - ES

    Jotacê, procede a informação de que o Vasco pode perder o RIASCOS? Não, não quero acreditar.
    SV

    • JC Barbosa

      Não podemos perder o que não é nosso: Riascos pertence ao Cruzeiro. E a diretoria não tem demonstrado muito interesse em mantê-lo na equipe após o fim do empréstimo.

      • jota - ES

        Jotacê, vc se refere à diretoria do Vasco ou do Cruzeiro?
        SV

      • JC Barbosa

        A do Cruzeiro, a princípio, só se interessa em vender o jogador. A do Vasco só manterá o Riascos se conseguir prorrogar o empréstimo.

    • pedro aragão - VASSOURAS RJ

      É sério isso? Esse Riascos que todos vocês malhavam no ano passado agora virou prioridade indispensável, só pq fez uns golzinhos nesse Estadual mequetrefe? Putz, o Carioca ainda continua enganando o pessoal… Brincadeira… rs. Não bastasse o título seguido de rebaixamento em 2015. Vocês não aprendem mesmo, viu?

  9. Gustavo P.

    O respeito voltou………….

  10. Gilberto SOARES SC

    O mestre das negociações Eurico Miranda, disse que ainda está negociando, simplesmente porque é sempre ele, que tem que dar o resultado final, e a informação não foi divulgada por ele. Não fechar por R$12 milhões e fechar por R$7,5 é piada. Mas como ja comentei em outra oportunidade, não é fácil encontrar empresas idôneas que queiram associar sua marca, a marca Eurico Miranda, pois ele se acha mais importante que a instituição Vasco da Gama. Em sua gestão anterior, ficamos quase 7 anos sem um patrocínio na camisa. Até que fechou com a MRV, também não era grande coisa. Mas na atual circunstância , é um dinheiro bem vindo.

  11. ODILON C SILVA - RJ

    Dentro da mentalidade euriquista, isso é outro rebaixamento, isso é outra mostra do atraso euriquista, algo que só faz o VASCO expressar alguns anos de atraso, assim seria as reclamações de alguns servos euriquistas se isso fosse em outra gestão, como essa vergonha acontece com eles, eles acham normal, fazem vista grossa………Imaginem se uma porcaria dessa acontecesse em outra gestão?……….Sem falar que bem ou mal, esse bom patrocínio foi herdado de outra gestão, jamais nasceu na gestão euriquistas, pelo contrário, hoje a CAIXA ECONÔMICA faz de tudo para romper com o VASCO, só não toma uma atitude mais radical, talvez para não contrariar os milhões de corações vascaínos……………..Além do mais falar de patrocinador na gestão euriquista, torna um grande pesadelo, na outra vez ficamos anos e mais anos sem patrocinador, ainda cometeram o fundo do poço assinando aquele contrato de 28 mil por mês com HÁBIB`S, então falar de patrocínio em gestão euriquistas é isso mesmo…………..Melhor coisa é segurar esse patrocínio mesmo, caso contrário, vai ser pedreira para essa gente arrumar algo parecido………Agora o mais engraçado nisso tudo, essa diretoria é tão radical em suas decisões, tão dura em seus procedimentos, naturalmente jamais gosta de levar desvantagem, pra aceitar ganhar menos, na verdade estão fazendo tudo para não exibir o fracasso de perder esse patrocinador, querem encobrir esse fracasso, custe o que custar…………..Enquanto isso a imensa torcida vascaína assiste tudo triste, o gigante não é isso, não foi assim que esse clube se fez, não esse sentimento é mais forte……………Já faz alguns dias que não temos a chata entrevista coletivas, coletivas essas que não soma nada, muito menos uma imagem positiva, construtiva, cativadora, basta vê nossa dificuldade para conseguir cousa boa em termos de patrocínio…………Por falar nisso , falta menos de um mês pra começar a segundona do brasileiro, melhor preparar bem o elenco, vem dureza por aí………

  12. Fred Nascimento

    euricão disse que ainda está conversando com o banco. tirar qualquer conclusão antes do desfecho é precipitado (ou coisa de quem torce contra a gestão do dr eurico só pelo prazer de criticar depois). abço

    • JC Barbosa

      O comentário foi feito em cima do que está na reportagem. De qualquer forma, acreditar que o “euricão” conseguirá algo além dos R$ 7,5 milhões depois de inclusive ter feito peça publicitária com a camisa sem a marca da Caixa é coisa de quem torce por dirigente, não pelo Vasco.

      Mas façamos o seguinte: vc apostaria que o dotô conseguirá R$12 milhões (o maior valor oferecido e recusado pelo seu dirigente favorito)?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s