Não venceu porque não quis

Em um jogo em que Nenê perdeu pênalti e chegou a tropeçar na bola e que Martín Silva bateu roupa em um chute do adversário, poderíamos atribuir ao sobrenatural – ou algum tipo de macumba – um tropeço do Vasco. Mas não queiram se enganar, amigos: se ficamos apenas no empate em 1 a 1 com o Volta Redonda a culpa é única e exclusiva do time. A impressão que tivemos foi que, se não vencemos, foi porque não quisemos.

Não querendo tirar os méritos do acertadinho Voltaço, que como disse ontem faz por merecer estar onde está na classificação, os erros do Vasco foram muitos e, de um modo geral, coletivos. Quase todos têm sua cota de responsabilidade no resultado, que nos fez perder a liderança na tabela.

A começar por Jorginho, que se viu obrigado a mudar o time e fez escolhas que não deram certo. Tá certo que poucos poderiam imaginar que Bruno Gallo conseguiria se sair pior que Julio dos Santos, mas suas poucas atuações nesse Estadual deixaram tanto a desejar que não seria a coisa mais inacreditável do mundo se ele não fosse bem na partida. Se o elenco vascaíno não grassa por ter muitas opções de qualidade, nosso treinador poderia ter escolhido um substituto para o meia paraguaio que não obrigasse o Andrezinho a ser deslocado para um lado do campo com o qual não está acostumado, o que prejudicou bastante sua atuação. Jorginho pelo menos corrigiu o erro rapidamente, tirando Gallo aos 33 minutos da primeira etapa. A entrada do Yago Pikachu trouxe mais equilíbrio ao time, que passou a dominar as ações em campo. E a jogada que nos fez abrir o placar se iniciou com o próprio Pikachu, que deu belo passe para a entrada de Madson, que encontrou Nenê invadindo a área para marcar.

Se Jorginho procurou compensar o equívoco de escalar o Gallo e deixar o Pokemon no banco (ainda poderíamos citar a entrada do Barbio no segundo tempo como outro erro do técnico, mas aí ele não tinha muito o que fazer. Caio Monteiro não estava bem e o cabeleira era a única opção entre os reservas), o time pecou pela falta de vontade em grande parte do jogo. No primeiro tempo, talvez pelo calor, talvez por não esperar que o Voltaço fizesse uma marcação tão adiantada, o Vasco permitiu ser dominado pelo adversário, não conseguindo transpor seus defensores e sendo presa fácil para os contra-ataques. Como já disse, as coisas melhoraram com a entrada do Pikachu e continuamos bem até uns 15 minutos da etapa final. Mas depois disso o time pareceu sentar sobre a vantagem mínima no placar e passou a cozinhar o jogo demais, exagerando nos passes laterais e deixando que o Volta Redonda voltasse a gostar do jogo.

O aparente desinteresse da equipe vascaína teve como punição o empate. Após lançamento na área em cobrança de falta, a defesa cochila e o atacante adversário entra livre para escorar a bola para a rede, sem chances para Martín. O Vasco ainda teve cerca de 20 minutos para tentar marcar seu segundo gol, mas o Volta Redonda se segurou, contando com a ajuda do nosso ataque, que não conseguiu criar quase nada ao longo de toda a partida.

É a terceira partida seguida na qual o Vasco não tem uma boa atuação. Ontem, pra piorar, não apresentou nem a postura aguerrida que teve nos dois clássicos, dando a impressão de que achava que poderia ganhar a partida assim que desejasse. Só que faltou acertar isso com os outros 11 jogadores em campo, que não tinham nada com isso e também estão na briga pelo campeonato.

Perdemos a liderança, mas isso não significa que estamos fora da briga pela Taça Guanabara. Mesmo que o Fluzim, atual líder do turno, consiga vencer o Volta Redonda na próxima rodada, ainda dependemos unicamente das nossas forças para levar o turno e chegar com vantagem à semifinal. Mas para que isso aconteça, o time precisa reconhecer que o desempenho do time caiu, e muito. Se formos para a rodada final dependendo de uma vitória sobre os flores, o Vasco não poderá repetir a postura que apresentou hoje.

As atuações…

Martín Silva – contou com a sorte logo no começo da partida, quando o Volta Redonda perdeu uma chance incrível. Fez uma ou outra boa defesa e no gol não poderia fazer nada.

Madson – acertou o passe (mais ou menos) para o gol do Nenê, mas tirando isso, uma partida desastrosa: teve umas outras três ou quatro jogadas idênticas a do gol e desperdiçou errando o passe decisivo. Além disso foi uma baba defensivamente, inclusive no lance do gol de empate, quando ficou apenas olhando a subida do atacante adversário para concluir com a sua habitual cara de parvo.

Luan – Foi bem nas bolas alçadas à área e não chegou a comprometer.

Rodrigo – no primeiro tempo foi esculachado logo no primeiro contra-ataque adversário, quase caindo sozinho em uma jogada que não terminou com o Volta Redonda abrindo o placar por pura sorte. No lance do empate se preocupou mais em segurar um atacante que já estava sendo seguro pelo Marcelo Mattos e acabou se estabacando. E estando no chão, nada poderia fazer para evitar que o Voltaço marcasse.

Julio Cesar – não deixa sua lateral se transformar na avenida que volta e meia a direita se torna e tentou apoiar o quanto pôde.

Marcelo Mattos – no começo da partida avançou mais do que deveria e deixou o meio de campo vulnerável aos contragolpes do Volta Redonda. Tentou valorizar a posse de bola fazendo boas inversões de jogo.

Bruno Gallo – teve sua chance como titular e conseguiu ser substituído aos 33 minutos do primeiro tempo (e isso porque o Jorginho costuma demorar muito para mexer no time). Uma lástima completa, não conseguindo nem fechar os espaços com competência e menos ainda ajudar na criação. A entrada de Yago Pikachu no seu lugar já seria boa só por devolver Andrezinho para a esquerda, mas o Pokemon paraense fez mais que isso: iniciou a jogada do gol vascaíno com um belo passe para Madson e foi boa opção ofensiva, descolando inclusive uma penalidade para nós, infelizmente desperdiçada pelo Nenê. Não chegou a ser uma atuação maravilhosa, mas que justificaria plenamente pelo menos a disputa da titularidade com o Madson, coisa que o Jorginho não parece muito disposto a fazer.

Andrezinho – nos dois primeiros terços da etapa inicial não conseguiu fazer muita coisa, deslocado para a direita e tendo que compensar a inoperância do Gallo na marcação. Com a entrada do Pikachu voltou para a esquerda e passou a ser o mais lúcido na criação de jogadas.

Nenê – até marcar o gol no primeiro tempo, tinha sido uma figura apagadíssima. Depois do gol, só voltou a aparecer perdendo seu primeiro pênalti com a camisa do Vasco.

Caio Monteiro – não correspondeu às expectativas na sua primeira chance como titular. Teve uma atuação pra lá de discreta. Foi substituído por William Barbio, que só entrou para nos lembrar das razões pelas quais vive sendo emprestado para outros times.

Thalles – não chegou a receber boas bolas em condições de finalizar e foi muito marcado. Mas não se escondeu da partida e tentou criar alternativas no ataque.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

24 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

24 Respostas para “Não venceu porque não quis

  1. Parece absurdo, mas realmente estou preocupado com a não renovação do empréstimo com o Riasco. Não acredito que o Vasco será capaz de trazer algum atacante para série b, pois até alguns nomes medianos como Hernane, o Kieza entre outros, estavam caro para o Vasco. Na atual conjuntura vai ser sofrível apenas com o Thalles e o Caio Monteiro encarar a Série B. Ta sendo levantada a hipotese que o rendimento caiu em virtude da queda da produção do Nene, mas por coincidência, não tivemos o Riascos justamente nestes jogos. Com este ataque, vamos passar sufoco!

  2. ZE VASCAINO - RJ

    Meu Vasco não pode dá mole agora, depois de todo esforço, é hora de manter o ritmo, seria muito cruel dá mole agora……Sábado estaremos em Sao Januário firme e forte, força meu Vasco.

  3. ODILON C SILVA - RJ

    Não adianta, o time é esse mesmo, o nível é esse mesmo,assim deve ser esse ano,e provavelmente nos anos seguintes, não esperem times repleto de estrelas do euriquismo, muito menos grandes investimentos, folhas de pagamento alta, deve ser assim mesmo, time de aluguel, jogadores procurando espaço…………………Chato foi o alto preço dos ingressos, 50 pratas é sacanagem…………..Dizem que vão renovar com a CAIXA ECONOMICA por menos, isso é um grande rebaixamento, isso é sinal que a marca e imagem vascaina desvalorizou com essa diretória atual, onde anda os reclamões de antes, isso seria respeito?…………………Também não adianta reclamar muito agora, o campeonato tá na reta final, só resta torcer pro VASCO voltar jogar bem, como mostrou em algumas partidas, não é hora de cair de rendimento, vem jogos decisivos por aí, estamos na torcida VASCÃO………….Não se iludam com jogos em São Jnaurio, se o flamerda e fludido estivessem bem, jogando no maracana, o VASCO estaria tomando banho de público e renda, estariamos sendo humilhados em média de público………………….O time erros na hora que tinha que errar, agora não pode errar mais, precisa atropelar o madura, para chegar forte contra o fludido em Manaus…………….VASCÃO NA VEIAAAAAAAAAAAAA

  4. BRUNO SILVEIRA

    E o Jorginho deve estra vibrando com a volta do Rúlio e Jorge Henrique. Que beleza ! Agora sim vamos, como sempre, mostrar nossa força jogando com 9. Está bem claro a visível queda de produção do time e olha que estamos disputando um campeonato de várzea, contra times ridículos.

    Na série B os times são muito melhores, mais aguerridos e lutando para terem acesso à série A. No ano passado fomos campeões Carioca e acabamos na segundona. Mostra bem como o Carioca é um tremendo “me engana que eu gosto” …

    Não estou desprezando a boa campanha que estamos fazendo desde a briosa tentativa de escapar da série B até hoje, mas há que se tentar alongar muito mais a perna de alta desta parábola para tentarmos o Bi estadual e um bom começo na segundona para que, quando a descendente chegar, e ela chegará, tenhamos gordura para queimar. …
    VASCÃO, SEMPRE !!!
    SDV.

  5. Leonardo Barros

    É…não ganhou porque não quis realmente…
    Uma coisa que me preocupa é a falta de nomes para reforços, até porque só veio o Pikachu, e não sei o porquê dele não ter pego a vaga do Madson ainda (que erra uma penca de passes e só acerta cruzamentos quando erra). Riascos parece que vai embora (nem é um primor de atacante, pra falar a verdade, mas…) e eu também ia perguntar do Éder Luiz (que cairia bem no lugar do Jorgenrique), mas ele parece estar machucado. O Carioca está bem encaminhado, até porque esse é um time que sente a derrota e busca se melhorar, o que no carioca já tá de bom gosto, mas pra uma maratona de jogos na série B eu já não sei se o elenco vai se sair tão bem assim (convenhamos que dps da campanha de 2013 na B, se conseguirem ser piores já é uma surpresa).

    No mais, acredito que vamos chegar em primeiro nessa Guanabara, mas tem que melhorar, porque as atuações nos dois últimos clássicos foi de testar o coração(e a paciência) de qqr vascaíno…

  6. Leon da Cruz

    Torcida Vascaína, não se iluda. O time atual do Vasco é fraquíssimo. Participando de um campeonato de baixíssimo nível, a gente se ilude por alguns momentos e passa a achar que tem um time de qualidade. Mas não. Nosso time tem Madson, J. dos Santos, Riascos e J. Henrique, que são todos péssimos. E tem, como muito meia boca, Rodrigo, Julio Cesar, M. Mattos, Andrezinho. As alterações no rendimento não são nenhuma surpresa. O time é simplesmente ruim.

    Mas, na verdade, nem sei bem se dá para dizer que o time caiu de rendimento. Joga mal há muito tempo (desde sempre, para ser preciso). É que o nível do campeonato gera distorções na avaliação do rendimento. No primeiro turno, por exemplo, o resultado mais justo para o jogo com o Voltaço teria sido o empate.

    No mais, achei que o Jorginho vacilou em tirar o Caio Monteiro. O garoto não vinha bem, é verdade. Mas o Jorginho sinceramente achava que o Barbio poderia fazer melhor? Pior, acabou dando uma queimada de leve no garoto, que pode ter abalada a sua confiança.

  7. adamor ribeiro

    adamor ribeiro-am.Caro J.C. Boa noite,mais uma partida ruim do vasco.Nao gosto do Júlio nem do Jorge,mas ontemj vi que:Ruim com eles,pior com B.Galo,Thales,e Caio Monteiro.Espero que o Riasco se recupere totalmente,juntamente com o Eder Luiz,porque se formos depender desse ataque que jogou ontem,adeus carioca.abraço

  8. adamor ribeiro

    boa noite J.C. Mais uma partida ruim do vasco.Eu não gosto do J.dos Santos,nem do J.Henrrique,mas pelo que vi ontem posso dizer,ruim com eles, pior com o bruno galo, Thalles e Caio monteiro.Estou torcendo muito,pro Riasco se recuperar totalmente,e o E.Luiz,tbm, porque se fomos depender do Thalles e do caio monteiro, e do Bárbio,adeus campeonato carioca.Espero que o garoto caio,não seja mas um Yago,ou um Marquinho do Sul da vida,e que o Nenê dessa do salto,apesar de ser nosso melhor jpogador,nas últimas partidas,ele não foi bem.abrço

  9. oliveira

    Oque eu nao entendo e’ pq ele nao testa variacoes no esquema e promove a participacao de outros jogadores. Sera’ que nao dava pra por o Rodrigo no banco e por o Jomar pra jogar? E de comecar com o Pikachu na lateral inves do Madson?

    O jogo de ontem foi um desses jogos pra testar outros jogadores, e ele ate fez com Caio e Bruno, mas essa estrategia poderia ser mais utilizada pra aumentar o numero de possiveis titulares pra 16, ver se os outros jogadores vao render e dar mais chances pros jovens jogar.

  10. Maurilio Mourthé de Souza

    Oi Jc, o problema do Bruno, foi deslocar o Andrezinho para um setor que não estava acostumado fazendo a lentidão do meio; mas fora o Gol, não mudou nada,a nao ser o rendimento do Andrezinho;O grande problema do Vasco são as laterais, Madson não marca e apoia muito mal e Julio Cesar como não apoia nada tem um parecer defensivo melhor.
    Sem laterais , fica muito difícil, principalmente contra os pequenos
    Precisamos de segundo atacante, o garoto ainda tem muito a evoluir, e Eder Luiz parece que não joga mais.
    Barbio, eu profetizei,se ele entra o Vasco não ganha.
    Prefiro qualquer um a Julio dos Santos e Jorge Henrique mas Barbio é melhor jogar com 10.
    SV

  11. Gilberto SOARES SC

    É JC, realmente faltam opções no banco, que façam a diferença. No início do campeonato o time jogava com mais pegada, independente do adversário, hoje contra os pequenos, a vontade não é a mesma.

  12. Estou começado a ficar preocupado com esse time do Vasco.O time não vem bem desde o início da taça guanabara. Vale lembrar tambem que nessa taça guanabara, o time não fez mais de dois gols ainda. Se o time ja esta cansado com tres meses de temporada, imagina para o resto do ano?

    Eu achava que o time subiria para a serie a com os pés nas costas, mas depois de ver esses últimos jogos, um sinal vermelho tem que ser ligado

  13. Gean

    Somos invictos temos um time bom, a torcida não lota o estádio, os poucos que vão acham que são técnicos e se preocupam em vaiar os jogadores, em que lugar no mundo as vaias ajudaram algum jogador a render? Fico revoltado em ver o time precisando de apoio e aqueles torcedores acéfalos vaiando determinado jogador. Eu já vi e posso citar vários exemplos de jogadores ruins inclusive no Vasco na década de 90 ao qual com o apoio da torcida rendia muito, mas, infelizmente hoje no Rio a torcida na apoia as escolhas do técnico e fazem birra com seus jogadores.

    • JC Barbosa

      Cara, pelo menos nas transmissões não tenho ouvido vaias…a torcida, aliás, começou a cantar mais forte depois do gol de empate.

      Mas uma coisa é certa: o público presente aos jogos do Vasco no Rio têm sido decepcionante. Talvez melhore com o Gigante já valendo.

      • O time é razoável mas é envelhecido. Quando chegas na meia hora final do jogo ta todo mundo morto. Sobre os ingressos, 50 reais e foda. Quando o Vasco veio jogar contra o boa vista aqui no ES, eu paguei 100 reais, pq sobrou algum dinheiro, se não eu ão tinha ido Pra finalizar uma pergunta: o que o Barbio ainda esta fazendo no Vasco?

      • Fabio

        Pela tv só ouvi algumas vaias ao Barbio, talvez por razões óbvias. O que esse cara ainda faz no clube? De resto, a torcida apoiou o time, inclusive gritou pelo Nenê mesmo este após perder o penalti.

        Pelos preços praticados, o público tem que ser esse mesmo. O cara que leva a família vai gastar por baixo 200 contos, somando ingressos, lanche e a extorsão dos flanelinhas. Contando que os jogos em casa tem sido muitos neste campeonato, se o torcedor resolver acompanhar os jogos vai faltar salário no fim do mês. E com o país nessa draga…

  14. Juvenal

    Boa tarde JC e galera
    Hoje antes de comentar li o artigo do JC e realmente fiquei um pouco assustado pois ontem não acompanhei o jogo. Nesse ritmo não vamos muito longe e ainda vem a COBRA por aí.
    Marcar um gol por jo é muito pouco e representa um risco enorme para levarmos o empate. Foi o que aconteceu nos 2 ultimos jogos. Parece até que nosso ataque se resum a Nene e quando ele não está bem em campo – como ontem – então a coisa fica feia. O penal perdido entra como erro humano que pode ocorrer a qualquer um.
    Podemos constatar que o Jorginho não foge a regra e tem tambem sua panelinha com o Paragua e o Jorgenrique entre eles. É uma pena!

  15. Fernando

    Habitual cara de parvo kkkkkkk esse madson realmente tem uma cara de chorão que é irritante.Eu daria uma chance para o pikachu,esse madson é só correria e pouca inteligência,muito afobado na hora de realizar as jogadas.Eu continuaria com o Caio monteiro também,jorge henrique é uma piada.Ah,e no lugar do julio dos sonos colocaria um cone,já que seu reserva imediato parece que ta de férias ainda,ta numa preguiça danada.

  16. BJ

    Eu discordei do Jorginho tirar o Caio. Mesmo com a atuação discreta do garoto, temos que levar em consideração que era a estreia dele como titular. Qualquer um ficaria nervoso.
    Colocar o Barbio foi grande erro. Não tinha jogado nenhuma vez no ano como titular e nunca esteve à altura de vestir nossa camisa. Jorginho poderia ter tentado colocar o Mateus Vital e manter o Caio em campo.
    Outra coisa claramente o esquema do Jorginho já está manjado, desde o jogo contra o Bangu o Vasco não vem jogando bem e só não perdeu graças a atuações individuais de Nene e Martin Silva.
    Jorginho precisa rever seus conceitos urgentemente! Não vou nem falar da entrada equivocada de Bruno Gallo no time.
    As finais estão aí e o time vem caindo de produção no momento decisivo.

    • Gleidson

      Você tocou no ponto chave: o esquema do jorginho já está manjado. Sou levado a acreditar que não apenas o time do Vasco vem jogando mal, mas que está sendo levado a jogar mal pelos nossos adversários…

      Falta variações táticas. Falta coragem de testar outros jogadores do elenco (e nem adianta falar que o time é fraco. O mesmo Bruno Galo que não jogou bem esse ano foi uma das peças chaves da subida de produção do time ano passado jogando de “primeiro volante”. Função exercida hoje pelo Marcelo Mattos e não pelo Rulio dos Santos).

      Ninguém é bobo (se bem que não podemos generalizar, já que nosso treinador parece querer contrariar a regra), ou o Vasco cria variações táticas, ou será um time previsível… Ou será que já é???

  17. José Luis

    Nos 3 últimos jogos, os adversários foram melhores. Temos que melhorar, e muito !!!! Jogando essa bolinha dos últimos 3 jogos, vamos tomar sufoco na segunda divisão.

  18. Wanderson DS

    Pior do que o empate e tudo que você já disse JC,é a certeza que o Jorginho nunca mais vai tirar Julio dos Sonos e Jorgenrique do time…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s