Dessas ironias do futebol….

O clássico de ontem entre Vasco e Botafogo foi um daqueles jogos no qual a ironia inerente ao futebol se mostra em sua plenitude. Mesmo tendo tido uma atuação bem inferior se comparado com o empate contra o mesmo alvinegro no primeiro turno do Estadual (e talvez a pior apresentação do time em todo campeonato), dessa vez não ficamos no empate. Foi um 1 a 0 sofrido e, porque não dizer, talvez nem merecido. Mas assim é o esporte: a eficiência nem sempre vem acompanhada com a qualidade.

Falo em eficiência porque isso, não se pode negar, nós tivemos. Enquanto o Botafogo parecia ter uns quatro ou cinco jogadores a mais em campo – dada a lentidão dos nossos jogadores – e pressionou boa parte dos 90 minutos, o Vasco compensou a pouca criatividade com a precisão que nosso adversário não teve. Tanto que resolvemos a partida na nossa primeira finalização, com a bela jogada com Nenê e arremate de Thalles, aos 25 minutos da etapa inicial.

A cachorrada passou o jogo inteiro rondando a nossa área e isolando a bola, não conseguindo sequer dar muito trabalho ao jovem Jordi. Mesmo com o Vasco errando muitos passes e com seus veteranos parecendo trotar diante da molecada alvinegra, o Botafogo só teve três chances reais de gol: uma no primeiro tempo, com a bola indo às redes mas numa jogada em impedimento; as outras duas em cabeçadas na etapa final, uma carimbando o travessão e outra indo para fora.

No final das contas, a incapacidade do ataque botafoguense foi decisiva numa partida em que o Vasco deu chances ao adversário como poucas vezes no campeonato. A vitória foi importantíssima para nos deixar ainda mais tranquilos na liderança e também para aumentar a moral para o próximo clássico, contra a mulambada já na quarta que vem.

Mas convém lembrar: o Framengo jogará pressionado e precisando muito mais do resultado que o Vasco. Se repetirmos a fraca atuação que tivemos ontem, podemos acabar sendo surpreendidos por um adversário em baixa, o que não consegue fazer há mais de um ano. E nesse caso, não será nem um pouco legal ver a ironia do futebol mudar de lado e agir contra nós.

As atuações…

Jordi – mostrou que os possíveis receios da torcida não se justificavam, tendo uma atuação segura e correspondendo sempre que foi preciso.

Madson – terrível defensivamente, nulo no apoio. Depois de errar uma tonelada de passes e correr o tempo todo sem qualquer objetividade, sentiu câimbras no fim do jogo deu lugar ao Yago Pikachu, que não teve oportunidade de fazer nada além de se preocupar com a defesa.

Luan – sofreu com os espaços deixados pelo meio de campo, mas se saiu bem na maioria dos lances.

Rodrigo – uma sucessão de equívocos que quase colocou a vitória em risco.

Julio Cesar – se não chegou a comprometer, da mesma maneira não chegou a se destacar em momento nenhum da partida.

Marcelo Mattos – carregando piano todo jogo, Mattos mais uma vez surpreendeu positivamente. Marcou junto, cobriu os espaços como pôde e muitas das vezes conseguir fazer a parte dele e a do Rúlio dos Santos no combate pelo meio.

Julio dos Santos – acertou um bom lançamento em profundidade para o Madson ainda no primeiro tempo. Depois disso, nada além do futebol paraguaio de sempre. Saiu para a entrada do Bruno Gallo, que conseguiu o feito de manter o nível de atuação do titular.

Andrezinho – mais uma vez ditou o ritmo na meiuca, levando o time pra frente e ajudando na marcação o quanto pôde. Perdeu a melhor chance que tivemos para ampliar, após o próprio Andrezinho puxar um contra-ataque e receber de Nenê.

Nenê – com sempre, não precisa ser o melhor em campo durante os 90 minutos para provar o é decisivo: foi dele o lindo passe para Thalles marcar o gol da vitória.

Jorge Henrique – difícil falar de um jogador que não faz nada em campo. Ficou tempo demais em campo, mas acabou cedendo o lugar para o Caio Monteiro, que entrou em um momento da partida em que o Vasco preocupava-se tanto em segurar o resultado que nem a velocidade do garoto nos contragolpes foi aproveitada.

Thalles – mostrou faro de artilheiro ao marcar o gol: se posicionou bem e deu apenas um tapa na bola após receber de Nenê antes do chute matador. No restante do jogo mostrou espírito de luta e foi visto até na área ajudando na defesa.

***

voteATENÇÃO:  Dia 31 de março acaba a votação d0 segundo turno do Prêmio Top Blog. Ou seja, vocês só têm mais TRÊS DIAS para continuar votando no Blog da Fuzarca e ajudar nosso humilde bloguinho a trazer esse caneco. Vocês podem votar – lembrando sempre que mais de uma vez – clicando no banner que está aí na lateral direita da página ou clicando aqui.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

19 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

19 Respostas para “Dessas ironias do futebol….

  1. jota - ES

    Jotacê, meu caro, embora eu seja um simples e humilde autodidata em português, já lhe dei uma aula, e vc concordou comigo.
    Em sua avaliação sobre o Andrezinho… cacildis… “pôde…”.
    Em sua avaliação sobre o Marcelo Mattos… cacildis… “pôde…”
    SV

  2. jota - ES

    Jotacê, meu caro, gostei da sua avaliação quanto ao Marcelo Mattos. Ontem eu opinei aqui que o Andrezinho e o Marcelo Mattos foram os melhores do Vasco, quando elogiei tb o Jordi. Hoje pela manhã, me frustei com a nota dada ao Marcelo Mattos: 4,0. “errou passes fáceis e encontrou dificuldades para marcar o meio de campo”. Para não me alongar, ratifico sua avaliação, acrescentando apenas que ele salvou um gol praticamente feito por não me lembro qual jogador do Botafogo.
    SV
    ________
    Em tempo: se vc puder/quiser me/nos colocar a par de quem é que dá essas notas, com seus respectivos comentários, eu, pelo menos, agradeceria. Pois não deve ser o pessoal de “A Tribuna”, jornal que assino e que é o mais lido no ES.
    SV

  3. Leonardo Couto

    Paulo Araújo, concordo em parte mas não acho que existe oba oba da torcida. Todos que escrevem no post (a começar pelo JC) reconhecem que o time jogou mal e se continuar assim vamos ter problema com a mulambada. Oba oba só se for do charuteiro. Aí concordo integralmente.

    • Paulo Araujo

      É exatamente este o problema, Leonardo.
      Esta arcaica diretoria, infelizmente, nada tem de “burra”. SE SERVE DO CLUBE (e NÃO “ao clube”) e vive desviando o foco de sua histórica e explícita INCOMPETÊNCIA.
      É INADMISSÍVEL o “festejado” plano de sócios que COSPE em nossa história de DEMOCRACIA E INCLUSÃO,IMPEDINDO o acesso a quem pretenda interferir no processo político do clube, com o claro objetivo de se perpetuar no poder.
      Em suma, esta “pasmaceira atual” (neste torneiozinho regional de MERDA), onde parece que “está tudo bem”, faz a maioria esquecer que logo estaremos disputando a MALDITA série B; onde esta patota casaquilda já nos colocou DUAS VEZES (pois em 2008, como em 2015, foi o truculento ditador nepotista que montou a BOSTA DE ELENCO que nos rebaixou pela primeira vez).
      É isso que mais incomoda: parecer que “está tudo bem”. NÃO…! NÃO ESTÁ…!!! Quem tem uma mínima noção da grandeza deste clube, que tinha uma linda história de GLÓRIAS E CONQUISTAS, enxerga com clareza e TRISTEZA o evidente APEQUENAMENTO sofrido pelo Vasco, desde que esta TRALHA casaquilda assumiu o poder no clube, no início deste século.

  4. ODILON C SILVA - CENTRO - RJ

    Quando ser trata de VASCÃO, ganhar sempre é bom, nada melhor que saber que o nosso VASCÃO ganhou, agora sem precipitação, sem pensar que t´tudo maravilha, que tá tudo muito bom, campeonato carioca não serve como exemplo para nada, olha o que aconteceu no ano passado, cansamos de avisar, mesmo assim pensaram que o t5ime dcampeão da carioca faria bonito no brasileiro, deu naquilo…………Ate porque gente, os times da segundona do brasileiro são chatos, campos pequenos, jogos no interior, adversários melhores que Tigre, Boavista, Madureira ,etc,……………… Então desde já, abram os olhos, pra voltar para primeirona, vai precisar reforçar o time, o VASCO tem um time e só, não tem grandes reservas, precisa investir em mais valores……………Parece que oficialmente o contrato com a CAIXA ECONOMICA encerrou, mesmo assim continuam extampando essa empressa na camisa vascaina, estão esperando que eles voltem atrás, só falta choramingar, se não fosse tantas trapalhadas, tantas exibições públicas cômicas, se as maiores atrações do VASCO fossem sua torcida, seus jogadores, e o próprio VASCO, com certeza esse contrato já teria sido renovado yhá muito tempo……………………..Nem tudo é maravilha, clube na segunda divisão, no momento sem patrocinador master, torcida não tem comparecendo, nos dias atuais podem votar para tudo nessa vida,ate podem votar no BBB, podem votar na A FAZENDA, só alguns associados que não podem votar nas eleições vascaina…………………Agora tomar cuidado com o flamerda, flamerda vai tentar resssuscitar contra o VASCÃO, flamenda vai tentar tirá o pé da merda contra o VASCÃO…………..Em ritmo de chocalate, outra vitória contra a cachorrada, garoto THALLES parece entrando em forma, tem tudo para ser um grande centroavante, THALLES – VASCÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  5. Juvenal

    No Jogo dos Compadres prevaleceu o velho ditado: o que vale é Boa no Filó. Não adianta jogar melhor e não fazer gol. Ainda bem que o Tales voltou a marcar, isso é muito bom para o Vascão. E como sempre o Nene foi decisivo. Mesmo assim ainda tem vascaino na seleção. Deixa isso pra la pois o nosso craque é muito mais importante para o Vasco do que para o Brasil.

  6. Thebar Augusto Guedes

    ALERTA LIGADO!!! fraca atuação contra o Boavista no segundo tempo e pífia atuação contra o Botafogo. Não pode entrar assim contra o FRA.

  7. Gustavo P.

    Jogamos realmente muito mal, a sorte é que o canil não tem ataque, é inoperante. Eles são aplicados na marcação, mas não produzem nada. Achei que você pegou leve com o Julio dos Santos. Ontem ele chegou ao nirvana das suas péssimas atuações. Jogamos com menos um, é o que posso resumir. Por que será que os técnicos sempre insistem com algum jogador que ninguém gosta? Gostei do Jordi, mas falta melhorar a saída de bola. Na quarta teremos uma pedreira, a mulambada querendo desesperadamente ganhar da gente pra sair da crise. Se o time entrar disperso como ontem, sei não….

  8. Gilberto SOARES SC

    Realmente valeu pelos três pontos, pois jogamos mal, mas quem ta jogando jogando mal mesmo é nossa torcida, no Rio é claro. Ja é o terceiro clássico em São Januário, e não conseguimos encher o estádio. O Vasco deveria levar alguns jogos, para outros estados, aproveitando para divulgar nosso programa de sócio torcedor.

    • Marco Aurélio

      Concordo plenamente com vc Gilberto. Quem é de fora do Rio (sou de Goiás) tem a impressão que os cariocas não gostam mais de ir ao estadio.

      • jota - ES

        É o que eu digo: se o jogo fosse no Kléber Andrade, em Cariacica-ES, repetiríamos os 18 mil presentes do jogo contra o Boavista – isso sem contar com a galera que não conseguiria entrar. Se colocamos 18 mil contra o Boavista, imaginem contra o Botafogo… Mas não, em São Januário, parcos menos de 7 mil…
        Concorda, meu caro Jotacê?
        SV

      • Antonio Gomes

        Até concordo com vcs camaradas, mas por causa das obras das olimpíadas o rj tem ficado intransitável, ali nas redondezas de SJ então tá o próprio inferno. Acho que assim que o terrorismo urbano do Dudu Paes acabar os cariocas voltaremos lá

      • jota - ES

        Antonio Gomes, linda essa construção “…os cariocas voltaremos lá”. Vc acaba de acender mais uma luz nesse meu candelabro de tantas estrelas às vezes invisíveis a olho nu, de nossa amada Língua Portuguesa. Amei!
        SV

  9. Leon da Cruz

    Concordo, JC. Mas é preciso também dizer que o Botafogo poderia ter empatado o jogo se o juiz tivesse marcado aquele suposto pênalti (o que, convenhamos, não teria sido nada anormal). Portanto, não foi só eficiência nossa e deficiência do Bota. Tivemos também sorte. O time jogou muito mal.

    Sobre o Jordi, será que a atuação dele foi tão segura assim? Lembro de tê-lo visto caçando borboletas por umas duas vezes, espalmando bola para a frente da área, etc. E, como você mesmo disse, acabou não sendo muito exigido pelo ataque adversário. Mas não me entenda mal. Gosto do Jordi. Acho que tem futuro. Só não acho que está pronto.

  10. Paulo Araujo

    Estou “cagando e andando” para este torneio regional RIDÍCULO. Os adversários são RIDÍCULOS e até os maiores rivais tem merecido este mesmo termo: RIDÍCULOS.
    Me preocupa o “oba-oba” com a esperada liderança no carioquinha de VÁRZEA. Precisamos ENXERGAR que está tudo “encaminhado” para vencermos este campeonato RIDÍCULO; pois jogamos uma vez EM CASA contra os maiores adversários (todos MEIA-BOCA) e a outra em campo neutro; enquanto eles nos enfrentam uma vez EM NOSSA CASA em a outra em campo neutro. Vencer este fraquíssimo torneio é quase uma OBRIGAÇÃO, diante das vantagens que temos.
    E o “oba-oba” reinante me preocupa, porque já se aproximam as competições MUITO MAIS DIFÍCEIS: Copa do Brasil e brasileirão SÉRIE B (onde não encontraremos apenas adversários FRAQUÍSSIMOS, como no estadual).
    Tomara que esta MERDA de torneio regional DE VÁRZEA, não nos ILUDA TANTO, como no ano passado.
    Nosso time NÃO SERÁ REFORÇADO, porque a PÉSSIMA IMAGEM e TOTAL FALTA DE CREDIBILIDADE do presidente FANFARRÃO, MENTIROSO, NEPOTISTA E INCOMPETENTE continuará mantendo os patrocinadores e investidores a QUILÔMETROS de São Januário.
    Ou seja, continuaremos dependendo de Nenê, Andrezinho e Martin Silva. Se os salários não começarem a atrasar por falta de dinheiro, poderemos pensar em voltar para a Série A. Do contrário…, Deus nos livre e proteja!
    A quem me achar “pessimista”, eu sugiro uma conversa “com o espelho” sobre PROJEÇÕES REALISTAS.

  11. Paschoal

    O jogo foi chato. A declaração do JC (não o blogueiro mas o lateral) definiu bem: “clássico não se joga, clássico se vence”. E felizmente, para nós, foi o que aconteceu.

  12. Antonio Carlos Teles

    Ganhamos é o que importa para o nível da atuação. Só a que se destacar a atuação do Andrezinho. Jogou demais.

  13. BJ

    Atuação medíocre. A única explicação para tal espetáculo é que teremos um clássico contra a mulambada na quarta. Considerando a viagem pra Brasilia e o pouco tempo até o jogo eu não me surpreenderia se descobrisse que o time tirou o pé pra economizar folego pra quarta feira…. talvez seja só teoria da conspiração mas….
    Ponto positivo pro Thalles. Mostrou garra, vontade, finalização perfeita. Ponto positivo pro Andrezinho que fez a ligação do meio campo pro ataque com maestria.

  14. Claudinei

    Valeu pela vitória. Mas, às vezes tenho a impressão que o time vai desandar. Ainda bem que foi só impressão. Jogamos muito mal, é fato. Agora é jogar bem e ganhar da mulambada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s