Pra tirar a dúvida

Duvida
Seguindo nessa interminável primeira fase do Estadual, o Vasco encara hoje o Friburguense, que se não chega a ser um adversário daqueles que podemos dizer “puxa, um jogo complicado pra variar!”, pelo menos é um dos melhores colocados no grupo B.

Sendo realista, não, nem isso chega a trazer um interesse extra para a partida. Já classificados para a próxima fase e sendo obrigado a jogar com um monte de times inclassificáveis, alguns torcedores devem precisar mesmo de uma motivação adicional para sair correndo dos seus afazeres e ir ao estádio ou se plantar diante da TV para assistir um jogo como esse.

Mas para o torcedor que precisar MESMO de um incentivo, podemos dizer que será curioso ver o Vasco atuar com uma escalação bastante diferente da que vem sido utilizada. Jorginho aproveitou a classificação antecipada e a suspensão do Nenê para mudar o time praticamente todo. Do camisa 6 em diante, teremos uma equipe completamente formada por reservas.

A questão é: se os titulares não têm empolgado tanto a torcida, porque seus suplentes o fariam? Talvez porque, tirando um ou dois dos titulares fora da partida de hoje, qualquer um dos reservas de hoje poderiam ter a titularidade (eu colocaria o Madson também como um titular passível de ir pro banco, mas como ele começará jogando, tiro ele dessa conta). Conferir se algum reserva terá uma atuação que justifique um novo olhar do treinador já é um motivo para assistirmos o jogo.

Senão vejamos…Se depois do tempo enorme parado o Henrique conseguir ser minimamente efetivo no ataque, já não poderia pleitear o lugar do Julio Cesar? Ou o Bruno Gallo, que para muitos já deveria ser titular, não terá capacidade para apresentar um futebol melhor que o Julio dos Santos? Quem não adoraria ver os garotos Andrey e Mateus se saírem bem e passarem a, pelo menos, terem mais chances futuramente? Sobre o ataque, nem precisamos comentar. Riascos e Jorge Henrique poderiam ir pro banco numa troca com qualquer outro sujeito que esteja no elenco.

Isso tudo seria muito bonito, se não dependesse não apenas do desempenho dos reservas, mas também da decisão do Jorginho. Por mais que se diga que a partida hoje servirá como um teste para jogadores que não vêm atuando, nada nas atitudes do treinador evidencia que ele pensará em mudar sua equipe titular, mesmo que apliquemos uma sonara goleada e ainda demos um baile sobre o Friburguense. De qualquer forma, o jogo servirá para nos tirar a dúvida: a permanência de uns e outros no time é apenas uma prova da cabeça dura do nosso treinador ou seus reservas diretos realmente tão piores que alguns titulares?

VascoXMadura

Vasco X Friburguense

Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Henrique; Bruno Gallo, Andrey, Mateus Vital e Yago Pikachu; Eder Luis e Thalles.

Afonso; Ronaldo, Cadão, Diego Guerra e Flavinho; Bidú, Vitinho, Jorge Luiz e Gleison; Romulo e Maycon.

Técnico: Jorginho.

Técnico: Gerson Andreotti.

Estádio: São Januário. Data: 25/02/2016. Horário: 19h. Arbitragem: Leandro Newley Ferreira Belota. Auxiliares: Daniel de Oliveira Alves Pereira e Thiago Rosa de Oliveira.

O SporTV transmite ao vivo para todo o Brasil. O canal PFC transmite para seus assinantes em todo país .

***

A novela da renovação com a Caixa continua e as últimas notícias, infelizmente, não parecem muito boas. Gerson Bordignon, superintendente de marketing do banco, não está otimista com um fechamento rápido da renovação. A negociação parece ter chegado a um impasse e, nas próprias palavras do executivo, é “impossível saber se vai dar certo”.

A Caixa ofereceu R$ 9 e depois R$ 12, 5 milhões até o fim do ano. A diretoria vascaína queria um aumento, mas não aceita menos que os R$ 15 milhões pagos em 2015. Nenhuma das partes parece muito disposta a ceder. Mas como eu havia comentado há algum tempo, o problema é a falta de argumentos que temos para exigir tais valores: se aceitamos uma quantia disputando a Série A, como exigir a mesma grana estando numa competição com uma visibilidade menor.

E ao que tudo indica, Bordignon seguirá a lógica. Citando-o novamente, “não existe gosto ou preferência. A gente vê o que o cara tem para entregar e daí patrocina”. E não há como discutir: em 2016, o Vasco terá menos a entregar do que entregou em 2015.

Nesse impasse, há duas possibilidades. Ou o Vasco aceita os valores oferecidos pela Caixa ou a renovação não acontecerá. Lembrar o tamanho da nossa torcida é bonito e um argumento mais que justo para quem é vascaíno. Já para um executivo de marketing, o que importa é a quantidade de vezes que sua marca aparecerá na mídia. E quanto a isso não há discussão: disputar a Série B nos renderá menos espaço na cobertura esportiva. Sem falar no fato de termos uma diretoria que vive às turras com a imprensa de um modo geral.

Se a Caixa realmente não aceitar aumentar o patrocínio, que a diretoria engula seu orgulho e não abra mão da renovação. Isso seria péssimo, não apenas porque será muito complicado arrumar outro patrocínio master que ofereça um valor como o oferecido, mas também porque seria um mico gigantesco ter mantido a marca em nosso uniforme por todo esse tempo sem um contrato em vigor. Isso acontecendo, teríamos apenas feito propaganda gratuita para o banco.

***

Lembrando a todos que o segundo turno do Prêmio Top Blog já começou e esse humilde bloguinho precisa mais que nunca da ajuda de vocês para ganhar essa taça. Para dar aquela moral ao Blog, basta votar – o maior número de vezes possível – clicando no banner que está aí na lateral direita da página ou clicar aqui.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

15 Comentários

Arquivado em Adversários, Notícias, Patrocínios, Pré-jogo

15 Respostas para “Pra tirar a dúvida

  1. Germano

    Independente se serão 15 milhões ou 12,5 milhões e meio, o que realmente não entendo é o Vasco estampar a marca da caixa de graça!! Já foram quanto tempo de publicidade gratuita?? Eu particularmente duvido que o Vasco vá renovar, nunca gostei de patrocínio estatal, mas não sou burro de não perceber o tamanho do nosso prejuízo e o problema que isso vai nos acarretar. Mas seria um prato cheio de desculpa pra essa diretoria vender outra vez mais o discurso vazio e incompetente de falta de $$ pra ter time campeão. Como eles, assim como MUV, já provaram que o que menos importa é o Vasco, caberá ao torcedor uma vez mais lamentar…. Não vejo nenhuma lógica, alguém “promover um impasse absurdo” na renovação, por conta de 2,5 milhões, ao mesmo tempo que faz publicidade gratuita!! Isso, na minha opinião, além de contra senso é burrice mesmo… E se observarmos e lembrarmos de Habib’s, marca Vasco da Gama, amo rio, veremos que Eurico nunca se preocupou com patrocínio de verdade pro Vasco…

    Finalizando, me desculpem os colegas vascaínos, mas esse Jorginho é MUITO FRACO!!! FRAQUÍSSIMO, aliás, como nosso elenco também o é!! Elenco de segunda divisão e olhe lá!!! Se não começar voando, teremos problemas!!

  2. Marcus Dantas

    Jorginho se mostrou um bom treinador, porém existe no Vasco o mando dos empresários que na minha opinião é a unica justificativa para permanência de J. dos Santos, Riasco e J. Henrique.
    Quanto ao contrato o charuteiro só pode esta brincando além de esta na serie B ele proíbe a impressa de entrar em S. Janu quase todos os dias.

    • JC Barbosa

      Será que um treinador que aceita empresários influenciando sua escalação é mesmo um bom treinador?

      De qq forma, não creio em influência de empresários nesse caso.

  3. alex-es

    Eu aposto na segunda hipótese.

  4. BJ

    Nove milhões eu achei pouco para o que representa o Vasco. Se eu fosse o Eurico aceitaria esses 12,5 milhões e fecharia o negócio. Em tempos de crise não encontraremos outro patrocínio à altura mesmo. Melhor aceitar esse valor e ano que vem, após retornar para a primeira divisão, tentar valores maiores.
    Eurico provavelmente está contando com o dinheiro da negociação dos direitos da TV fechada com o EI e por isso está se dando ao luxo de fazer jogo duro com a Caixa. Mas se tanto escolher pode acabar ficando sem nenhum.

  5. Gilberto SOARES SC

    Independente da importância do jogo, sempre estamos querendo ver o vascão jogando, talvez para quem vai no estádio, tendo que pagar ingresso, seja melhor escolher jogos com mais importância. Mas se todos pensarem assim, o estádio vai ficar vazio. Mas quem está em casa, eu duvido que consiga deixar de assistir o jogo. Com relação ao patrocínio, o vasco já deveria ter aceitado o valor, oferecido pela caixa, pois só mesmo uma empresa pública vai asseitar vincular sua marca ao Dr Eurico Miranda. Nem preciso explicar os motivos. Já uma empresa privada, idônea, vai ser difícil.

  6. Fabio

    Quanto à Caixa, melhor aceitar os R$ 12,5 milhões e quem sabe, estudar o contrato e diminuir o espaço que eles tem na camisa. Além do nome “Caixa”, eles tem o “X” na omoplata e no short. Nos tempos atuais de grave crise econômica, perder esse patrocinador e tentar conseguir um de uma empresa privada pode demorar uma eternidade. Além da possibilidade de fazerem um negócio da China (os das “arábias”) e conseguirmos um patrocinador que paga menos ainda que a Caixa.

    No mais, a verdade é essa mesmo que vc colocou: a empresa está seguindo a lógica do mercado. Nossos jogos estarão praticamente fora da grade da tv aberta depois do estadual (salvo a Copa do Brasil, se avançarmos) e jogaremos em dias e horários esdrúxulos. Quarta à noite e domingo à tarde estamos fora.

    Não sei se me perdi na história: no final do ano passado ainda faltava ao Vasco receber uma parcela da Caixa. No final das contas, recebeu ou não recebeu? O Vasco no final faz propaganda gratuita para eles.

    Para fechar: foi no mínimo muito estranho a empresa que fabrica o Guaravita alegar dificuldades financeiras e patrocinar uma equipe no futebol dos EUA, conforme veiculado.

  7. emerson

    Sobre o texto excelente JC, o jogo contra friburguense na realidade acho desnecessário jogar com time reserva pois não estamos cheios de campeonatos para jogar entendo tenque da um descanso para os titulares e tals… mas isso tenque acontece quando jogamos duas competições ou mais o que não seria o caso de agora estamos disputando uma competição apenas desnecessário isso…. alias vai testa o que contra uma equipe fraca igual todas as outras do carioca? para min isso não tem pé nem cabeça…. colocaria os caras para jogar pega mais entrosamento ainda e mais ritmo de jogo, pq ja cansei de ve equipes fracas ( que e o caso da nossa que e mediana para fraca) ganharem jogos pq simplesmente conhecem cada movimento de seu companheiro tem um entrosamento ótimo…Não concordo em uma coisa com vc JC, Andrey e Kayser não concordo nem com a subida deles inexperientes ainda sei que e a hora de testa-los da ritmo da experiência aos garotos pois essa e a oportunidade deles pegarem experiência com o pessoal de cima mas o que eu vi de jogos deles não me agrado lento demais para meias e atacantes e no futebol moderno não da para ser lento desse jeito Kayzer pelo amor de deus não ganha de uma lesma em velocidade pegue os jogo dele no BR e veja o cara perdeu para um zagueiro de 2 metros pesando 200 quilos alias perde em velocidade para qualquer um tinha que faze um trabalho voltado para ganhar velocidade e arrancada urgente e pet tb não e tão lento mas ta beim perto e todos nos sabemos atacante hoje em dia lento não da para nada pois num contra-ataque rápido vai faze o que toca a bola para trás? Sei que vai parece loucura o que vou falar JC mas entre os mlk e Riascos ficaria com Riascos fácil… e rápido incomoda a zaga chuta (errado maioria das vezes mas chuta) corre para la e para cá todo tempo e o principal tem arranque e velocidade… sei que parece loucura mas sejamos realistas no momento ele e beim melhor que os mlks… meu ataque seria thalles na frente e riascos vindo de trás.

  8. Claudinei

    Sobre o campeonato, esperemos a próxima fase.
    Sobre a renovação com a Caixa; todos éramos sabedores disso. Claro que a Caixa até pode adequador os valores aos do ano passado, mas o Vasco terá sim uma exposição menor na mídia no segundo semestre (vide Botafogo no ano passado – guardadas as devidas e enormes proporções). A saída é sim o “sócio torcedor”. Infelizmente o Vasco está se apequenando, talvez num futuro não tão distante retomemos o nosso lugar de direito – claro que com outros gestores.

  9. Geraldo Luiz

    Podem anotar: o Andrey é o melhor desta geração, e um dos poucos que o tal “treineiro” das divisões de base não conseguiu estragar……….

  10. Jacqueed

    Jc não sei se serve de argumento na renovação com a caixa. Mss se bem me lembro das outras duas vezes que caimos os jogos do VASCO aos sábados eram sempre transmitidos e na séria A isso nem sempre acontece. O que acha?

  11. Leon da Cruz

    JC, também penso que ver os reservas hoje é um bom incentivo. Mas não tenho esperanças de que, seja qual for o desempenho, o Jorginho fará alterações no time titular. Tenho a impressão de que o Jorginho está apenas admnistrando o grupo e dando algum ritmo aos reservas. Não sei quão cabeça dura é o Jorginho. Mas algo parece claro no seu modo de admnistrar o grupo: há uma hierarquia no elenco. Um fulano que vem participando pouco ou sequer entrando nos jogos (ex. Bruno Gallo e Andrey) não irá ganhar posição do dia para a noite. E Jorginho também tem se mostrado um treinador conservador: fazendo mudanças pequenas e pontuais no time; nada de trocar dois ou três jogadores de uma só vez.

    Mas, na verdade, nem tenho esperanças de que o desempenho do time hoje será animador, dada a quantidade de mudanças. É improvável que esses caras estejam entrosados, o que afetará o desempenho individual. Jorginho poderia ter mantido M. Mattos (que nem ritmo adquiriu ainda) e Andrezinho no meio, dando chance ao Pokemon na lateral direita. Algo assim seria mais próximo de um teste visando opções ao time titular.

    Sobre a Caixa, você já disse tudo naquele post anterior, JC. O problema foi 2015 e o planejamento da diretoria, digno de um filme dos Trapalhões. Agora não há muito o que fazer. Mas não se preocupe. Tenho certeza de que o Eurico irá renovar. Ele aceita até os 9 milhões. Na verdade, aceita até duas mariolas, se a Caixa mudar de ideia.

  12. Thebar Augusto Guedes

    Dois assuntos relevantes,
    Primeiro: JorZinho. Sobre o jogo de hoje olharei o jogo sob a ótica do individualismo, não espero do meio pra frente um entrosamento, primeiro que esse time nunca atuou junto e todos nós sabemos de não podemos desprezar a continuidade só ela trás resultados satisfatórios e segundo que a o fator psicológico para muitos jogadores que entrarão é de que “hoje é a minha grande oportunidade do ano de 2016″, para muitos esse jogo pode definir suas posteriores chances na equipe e isso atrapalhará o coletivo, pois quando a bola chegar…..para muitos será…”minha chance”, um drible a mais, uma investida a mais, tudo passando mais pelo individualismo do que o coletivo, geralmente nesse tipo de partida isso é uma constante.

    Marketing: Assisti pela primeira vez as semi finais da NLF e o SUPER BOWL 50, gostei, pois nunca tinha visto um jogo inteiro e gostei mesmo, entendi melhor as regras, o conceito e fiquei impressionado com o Marketing em volta do evento, cifras extraordinárias, sei que esse blog JC é sobre o Vasco e gostaria muito de sua visão, percepção, como profissional da área de tu és sobre o departamento de Marketing do Vasco e sobre o caminho do Marketing no futebol brasileiro como um todo.

    Abraços;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s