Hora de reconhecer os erros

Se Jorginho teve realmente tempo para pensar sobre como montar o time do Vasco, como falei no pré-jogo de ontem, resta à torcida desejar que ele não tenha mais longos períodos sem partidas. Se a intenção do treinador era melhorar o time com a alteração que fez, tudo o que ele conseguiu foi fazer sua equipe ter sua pior atuação na competição. E se vencemos o Volta Redonda por 2 a 0, certamente não foi por conta do que Jorginho fez ou deixou de fazer.

Para nosso técnico, a entrada de Eder Luis no lugar do Mateus Vital seria a solução para que o Vasco melhorasse. Na prática, tivemos um meio de campo ainda menos operante na criação e mais exposto aos contra-ataques. E contra um adversário que teve como seu maior mérito reconhecer seus limites, armar uma marcação eficiente e esperar os contragolpes, era claro que teríamos problemas.

A maior posse de bola no campo adversários que conseguimos manter no início do jogo não se converteu em chances de gol. Com Nenê bem marcado e numa noite pouco inspirada, ter três atacantes em campo não adiantou nada. A partida acontecia basicamente na intermediária do Voltaço, com o Vasco incapaz de superar o bloqueio adversário. A sonolenta partida só mudou um pouco de figura pouco antes do intervalo, primeiro em um contra-ataque perigoso do Volta Redonda e na sequência, com uma cabeçada do Eder Luis após um escanteio, com ambas as bolas carimbando a trave.

Jorginho deve ter visto que a invenção dos três atacantes não tinha dado certo e fez a alteração padrão: a entrada de Yago Pikachu no lugar do irrelevante Jorgenrique fez o time voltar ao 4-4-2 e acabou trazendo mais equilíbrio à equipe. Mas o melhor momento do Vasco na partida acabou acontecendo por acidente, com a saída de Eder Luis – que sentiu a perna – e a entrada do Thalles entrou em seu lugar. O garoto entrou querendo provar que 2015 não se repetirá e precisou de poucos minutos para levar mais trabalho à defesa do Volta Redonda do que todos os outros atacantes do Vasco juntos. Logo na sua primeira tentativa de finalização, cabeceou uma bola no corpo de um zagueiro e o bandeirinha equivocadamente assinalou um penal. E com Nenê em campo, pênalti é gol: 1 a 0 Vasco.

Ainda pressionamos por mais um tempinho, mas a desvantagem no placar fez o Voltaço partir pra cima e, o que é pior, conseguir nos pressionar. O que vimos nos 20 minutos finais da partida foi Martin Silva se tornar o melhor jogador do Vasco em campo, fazendo pelo menos duas grandes defesas. Mas nosso adversário pagou o preço por se abrir e tentar o empate, ironicamente sofrendo um gol de contra-ataque, sua melhor arma: depois de perder uma bola no nosso campo, Thalles desceu em velocidade, deu um belo passe para Nenê que avançou e rolou na medida para o próprio Thalles só empurrar para a rede e dar números finais à partida.

Mantivemos os 100% de aproveitamento, mas não há como negar que a vitória teve muito pouco a ver com desempenho do time. A penalidade inventada, além de nos permitir abrir o placar, foi a razão para o Volta Redonda abandonar seu esquema defensivo e nos permitiu marcar o segundo gol, evitando o que seria uma vitória sem qualquer mérito. Mesmo já conhecendo bem seus jogadores e tendo um elenco mais entrosado que a maioria dos rivais, Jorginho não consegue fazer com que o Vasco jogue bem e, pior ainda, o time parece piorar a cada rodada. Domingo que vem teremos um clássico e a rivalidade não permite que façamos prognósticos garantidos. Mas para evitar que paguemos mico diante da mulambada em nossa própria casa, nosso treinador precisará reconhecer o que tem feito de equivocado. Jorginho tem agora três dias para isso.

As atuações…

Martín Silva – se deu umas vaciladas nos dois primeiros jogos, compensou plenamente nessa partida: não fosse pode duas ou três grandes defesas, dificilmente teríamos vencido o jogo.

Madson – a entrada de Eder Luis no time não chegou a fazer diferença e o lateral mais uma vez não conseguiu fazer a diferença no primeiro tempo. No segundo, acabou se machucando e saindo antes de ter uma participação mais efetiva. Bruno Gallo o substituiu e se limitou ao combate (e não fez o suficiente, já que passamos a tomar calor do Voltaço após a sua entrada).

Luan ­– quaisquer pontos positivos que pudesse ter tido foram apagados por uma expulsão boba, no fim do jogo e que desfalca a equipe justo em um clássico.

Rodrigo – dentro dos padrões, com um pouco mais de dificuldades que o normal quando o Volta Redonda partiu pra cima.

Julio Cesar – tímido no apoio, só foi visto no ataque no primeiro tempo. Na defesa, fez um arroz com feijão quase sem tempero. A impressão que JC dá em alguns momentos é daqueles jogadores em fim de carreira, que estão sempre satisfeitos independente do resultado em campo.

Julio dos Santos – mais presente nessa partida, mas ainda não justifica sua escalação. Lento e displicente, perdeu mais de uma bola perigosa para o ataque adversário.

Andrezinho – com menos um jogador no meio de campo, acabou se preocupando mais com a marcação. Com a entrada do Pikachu, deveria ter sido mais presente na criação de jogadas e não foi.

Nenê – ao longo do jogo, prendeu demais a bola, voltou a exagerar nas tentativas de lances de efeito e errou uma penca de passes. Mas como sempre fez o que se espera dele: marcou o seu terceiro gol de pênalti na competição e deu a assistência para o segundo gol.

Eder Luis – não fez nada de muito prático, mas ainda assim se saiu muito melhor que o titular Jorge Henrique, se apresentando mais para o jogo. Perdeu um gol incrível no primeiro tempo, cabeceando uma bola na trave com o goleiro já vendido. No segundo tempo sentiu e acabou saindo antes dos 10 minutos, dando lugar ao Thalles, que precisou de 40 minutos em campo para ser o melhor atacante do time: finalizou mais que os outros três juntos e participou dos lances dos dois gols (marcando o segundo).

Jorge Henrique – outro que não consegue mostrar em campo as razões de receber tanta confiança do treinador. Mais uma vez foi substituído pelo Yago Pikachu, que não conseguiu trazer mais segurança ao meio de campo e pareceu afoito demais para conseguir ajudar ofensivamente.

Riascos – jogou o que joga sempre, dessa vez, sem marcar gols. Ou seja, foi muito fraco.

***

Lembrando a todos que o segundo turno do Prêmio Top Blog já começou e esse humilde bloguinho precisa mais que nunca da ajuda de vocês para ganhar essa taça. Para dar aquela moral ao Blog, basta votar – o maior número de vezes possível – clicando no banner que está aí na lateral direita da página ou clicar aqui.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

39 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

39 Respostas para “Hora de reconhecer os erros

  1. Pingback: Voltar ao topo e recuperar a confiança. | Blog da Fuzarca

  2. ODILON C SILVA = CENTRO - RJ

    Graças a DEUS que o maracanã tá fechado, já pensou se o maracanã estivesse aberto, esse jogo mando de campo vascaino com 18 mil pessoas em São Janaurio, jogo de volta no maracanã mando de campo do flamerda, com ate 70 mil pessoas, e o pior de tudo, com apenas o direito de 10% de torcedores vascainos no maracana, só 10% de vascainos podendo entrar no maracanã, estão fritando o VASCO, parabéns turma de esporte da RÁDIO TUPI……………Dessa forma o VASCO vai se apequenando, vai perdendo expressão de torcida, vai registrando os menores públicos das rodadas, vai registrando as menores médias de públicos das competições………….Com esse modelo de fazer clássicos em São Januario, depois jogos de volta com fludido e flamerda sendo mandante no maracanã, o VASCO vai sempre ficar atrás de fludido e flamerda em campeonato carioca e brasileiro, já no carioca do ano passado Eurico miranda conseguiu ficar atrás do fludido em média de público, no brasileiro do ano passado Eurico miranda foi o decimo quarto em média de público, isso porque jogou algumas partidas no maracanã, se não jogasse, seria o decimo oitavo……………….Pior é a velha teoria que algusn usam para o VASCO jogar grandes jogose clássicos em São Januario, que o Santos joga na Vila Belmiro, porque o VASCO não pode jogar em São Jnaurio, o Santos é um clube do interior, o santos é a quarta torcida paulista, o Santos geralmente é o sexto em média de público no campeonato paulista, nos campeonato brasileiro o Santos sempre vem abaixo dos quinze primeiros em público, assim querem o VASCO……………Agora tem gente que nada disso sente, se conformam, vibrarm apenas por jogarem em casa………..pra eles torcida do Vasco é qualquer publicozinho mesmo, agora sabemos que temos uma grande torcida, essa torcida para alguns não é interessante aparecer……….

  3. ODILON C SILVA = CENTRO - RJ

    Graças a DEUS que o maracanã tá fechado, já pensou se o maracanã estivesse aberto, esse jogo mando de campo vascaino com 18 mil pessoas em São Janaurio, jogo de volta no maracanã mando de campo do flamerda, com ate 70 mil pessoas, e o pior de tudo, com apenas o direito de 10% de torcedores vascainos no maracana, só 10% de vascainos podendo entrar no maracanã, estão fritando o VASCO, parabéns turma de esporte da RÁDIO TUPI……………Dessa forma o VASCO vai se apequenando, vai perdendo expressão de torcida, vai registrando os menores públicos das rodadas, vai registrando as menores médias de públicos das competições………….Com esse modelo de fazer clássicos em São Januario, depois jogos de volta com fludido e flamerda sendo mandante no maracanã, o VASCO vai sempre ficar atrás de fludido e flamerda em campeonato carioca e brasileiro, já no carioca do ano passado Eurico miranda conseguiu ficar atrás do fludido em média de público, no brasileiro do ano passado Eurico miranda foi o decimo quarto em média de público, isso porque jogou algumas partidas no maracanã, se não jogasse, seria o decimo oitavo……………….Pior é a velha teoria que algusn usam para o VASCO jogar grandes jogose clássicos em São Januario, que o Santos joga na Vila Belmiro, porque o VASCO não pode jogar em São Jnaurio, o Santos é um clube do interior, o santos é a quarta torcida paulista, o Santos geralmente é o sexto em média de público no campeonato paulista, nos campeonato brasileiro o Santos sempre vem abaixo dos quinze primeiros em público, assim querem o VASCO……………Agora tem gente que nada disso sente, se conformam, vibrarm apenas por jogarem em casa………..

  4. ZÉ VASCAINO = RJ

    Espero que não de mole para os caras dentro de São Janurio, aí vai ser foda, tanta questão para joga em São Januario, então vamos vencer bem…………..Depois da porra do rebaixamento, depois de vê o Corinthians campeão dentro de São Januario, espero que não façam outra merda braba, cadê a porra do respeito.

  5. Thebar Augusto Guedes

    Jorginho parece perdido?? Esse Jorginho é o mesmo que pegou um elenco perdido, morto, humilhado e sem confiança e ajeitou, tenho certeza absoluta que perdido ele não está, vamos dar crédito a ele galera. Eles tá vivendo o dia-a-dia, vendo os jogadores nos treinos, fazendo alguns testes etc, se não colocou o M. Mattos e o Diguinho pra marcar é porque ele entende que ainda não estão prontos e ele tá testando outras soluções, se ele não usar o Cariocão para testes ele vai testar quando? Agora com toda fragilidade defensiva ganhamos de três times que estão dando trabalho a outros.

    • JC Barbosa

      Olha, eu não tiro os méritos do Jorginho não. Mas é preciso tentar ver as coisas como elas são, de fato.

      O Jorginho teve uma base para o time completamente diferente da que tiveram Doriva e Roth. Vão dizer que não chegou ninguém depois da chegada do Jorginho, mas Nenê tinha jogado uma ou duas sob o comando do Roth. O Andrezinho, um pouco mais. Julio Cesar estava há mais tempo, mas só passou a ter ritmo de jogo com o Jorginho já no comando. A única peça que fez alguma diferença e que o Roth poderia ter utilizado e não utilizou foi o Bruno Gallo. E, vale lembrar, o Gallo virou titular, foi bem e depois voltou para o banco pelas mãos do mesmo Jorginho (e não voltou ao time até hoje, sendo preterido pelo Rúlio dos Santos).

      Não podemos esquecer que, diante do que o Vasco vinha apresentado, poucos treinadores não conseguiriam fazer um trabalho melhor que o Roth. E se QUASE escapar da degola deu uma moral para o Jorginho, serviu também para, infelizmente, nos fazer esquecer que o time deixou de ganhar vários pontos importantes – mesmo considerando os erros de arbitragem – porque o time não foi bem.

      • Thebar Augusto Guedes

        Concordo com vc e ressalto que mesmo com Jorginho o time não tinha essa confiança toda afinal nem 3 gols conseguiu fazer em uma única partida, era um time que metia gol e se fechava, pouco arriscava e tinha uma tremenda falta de talento inacreditável no ataque, mas isso é falta de matéria prima e tb, é o seguinte parceiro, não dava mais pra dar chance pro azar o time quando metia um, ficava doido pro jogo acabar e raciocina comigo JC, talvez seja esse o motivo do Jorginho estar tentando novos arranjos, novas tentativas, afinal o time criava pouco com dois volantes e muitas vezes ele liberava o Serginho pra chegar um pouco mais e mesmo assim era uma sofrência só.

        Jorginho era o reinador nos 6 x 0 e ali naquele momento eu pensei que Jorginho tb não conseguiria dar conta e mesmo não sendo a contento ele deu a volta por cima, por isso ainda acredito nele, até pelo motivo tb que não temos grana para Muricy ou um técnico já vencedor.

      • JC Barbosa

        Eu não acho o trabalho do Jorginho ruim. Apenas acho que ficou fácil pra ele ter um trabalho considerado bom naquelas circunstâncias. Mas não se pode esquecer que, além do Roth sair, chegaram jogadores (ou ficaram finalmente prontos fisicamente) que fizeram a diferença.

  6. Fabio

    Na minha opinião tem dois caras que destoam do time (não que o elenco seja repleto de supra-sumos): Jorgenrique e Rúlio dos Santos. O primeiro não participa do jogo, não arma jogadas, não chuta a gol, é um peso morto e o segundo não dá para ser volante. Contra os pequenos até dá para o gasto apesar dos sustos que o time leva, mas contra o urubu ou qualquer outro grande que enfrentarmos neste campeonato será preocupante jogar sem um jogador de combate. Não sou fã de botinudos, mas faz falta um jogador que chegue em cima, marque mais firme e saiba roubar bolas, se não a bola vai estourar sempre na defesa ou vai depender sempre do Martim Silva para aliviar o sufoco. Se o adversário colocar alguém veloz vai deixar o Rúlio comendo poeira como o Guinazu comia ano passado. Não sei se o Bruno Galo teria essa característica, mas pelo menos é mais rápido e tem pique para acompanhar as jogadas.

  7. Luiz Afonso

    JC, que tal colocar um “curtir” ou “não curtir” nos comentários. Tem muitos deles que eu gostaria de dar uma moral e ficaria bem mais prático.

    Abraço.

  8. Luiz Afonso

    Confesso que os dois jogos que vi (não assisti ao primeiro) me deixaram bastante temerário. O time continua lento. Cadencia, o que às vezes é uma boa opção, porém não consegue dar velocidade a nenhuma jogada. E sair jogando sem dar chutão parece ser um prato feito para os adversários, porque tem sempre alguém entregando a rapadura…

    Concordo com quem disse que Luan não é desfalque. O cara volta e meia dá uma bobeira grande. Tem suas virtudes, mas creio que pode ser substituído sem qualquer problema.

    Falem o que quiser do Julio dos Santos, mas por incrível que pareça é o melhor passe do time e sabe proteger a bola. Mas, como todos no Vasco, tá sempre dando bobeira. Contra o framengo não dá para ele jogar na posição que vem jogando… Temos de encontrar um marcador de verdade… De preferência, que tenha velocidade.

    Concordo com muitos que disseram que o Andrezinho tem de jogar mais avançado. Seu futebol rende muito mais.

    Está faltando o essencial no esquema de jogo que o Jorginho pretende implantar: aproximação. Mas para isso você precisa de jogadores com bom preparo físico e velocidade, coisas que para o elenco envelhecido do Vasco é muito difícil aliar (nosso jogador mais rápido tem sérias dificuldades com o domínio da bola… e os mais técnicos estão com idade avançada…). Para tocar a bola você precisa sempre ter um companheiro se deslocando e aproximando para servir de opção, assim como ser rápido para o combate quando se perde a bola. Isso, raramente a gente vê no time. E assim, só conseguimos mesmo são passes laterais e para trás. No máximo, conseguimos fazer a bola rodar, mas raramente próximos a grande área adversária.

    Por fim: como é bom ver o Nenê batendo pênalti com tanta maestria!

    Saudações

  9. jota - ES

    “A penalidade inventada”, “…e o bandeirinha equivocadamente…” – vá em frente, JC, expõe nossos pecados, expõe pra todo mundo que fomos agraciados pela arbitragem…No Direito,ninguém é obrigado a produzir provas contra si. E vc o fez. Fod@-se não foi pênalti. Mas alardeá-lo…
    Fico pensando naquela bola que bateu na barriga, ou sei lá, virilha do Rodrigo, e o juiz óh, em nós.
    No mais, bom comentário.
    Vasco 2×1 mulambos.
    SV

  10. Time do Vasco irritante , Jorginho inventando esse Julio Lesma e o Jorge Manco Henrique esse cara corre mancando , da pena , o time todo muito desarrumado , contra a Mulambada tem que jogar mais bem mais , abre o Olho Jorginho.Saudaçoes Vascainas.

  11. jota - ES

    Jotacê, depois leio seu post.
    Mas li os comentários.
    Só queria alertar a praticamente todos aqueles que comentaram até agora, se lamentando por o Vasco ter jogado tão mal. Quero lembrar aos irmãos vascaínos aí, que tanto criticaram nossa atuação contra o Volta Redonda, que:
    – vencemos o América e ontem o América venceu o Resende;
    – vencemos o Madureira que neste momento está vencendo o Fluminense;
    – vencemos o Volta Redonda que venceu o Fluminense.
    Portanto, vamos acreditar.
    O menguin não vai levar essa não.
    Vamos lá, Vascão!
    SV

  12. Juvenal

    só pra complementar…
    Acho que o Paragua, o Eder e o Jorgenrique já deram o que tinham que dar e tem que ficar no banco ou ir pra barca. Jorginho – tire esses 3 do titular porque eles não tão com nada.
    Domingo vai ser uma prova de fogo para o Vaz. Aliás não só pra ele mas para o Jorginho e toda sua equipe. Então poderemos finalmente ver se o time está afim ou não ganhar algum campeonato.

  13. Juvenal

    QUE SUFOCO !
    Ataque – piorando de jogo a jogo, fez, 4,3,2 gols. Nessa tendencia domingo vamos ganhar de 1:0. Mas isso tá bom demais da conta.
    Nervosia – aumentando porque ontem 4 vascainos levaram amarelos e um até vermelho. Isso é uma vergonha.
    Se não fosse aquele penal cavado talvez teriamos novamente OvOs em São Janu, algo muito comum no ano passado. Mas em penal só dá ele.
    Depois foi aquele sufoco até o fim do jogo e até o Martin teve que operar alguns milagres. ainda nos descontos fizemos o segundo e acabou.

  14. Germano

    Boa tarde, permanecendo chato: mas assim como ano passado, Qto mais tempo o Jorginho tem para trabalhar, pior o desempenho do time. Será coincidência?? Eu chamaria de incompetência e teimosia. Verdade que ontem o tal rulio dos Santos tenha até jogado um dos seus melhores jogos. Porém se nos seus melhores jogos ele entrega a rapadura daquele jeito, nem me lembre dos piores jogos desse cara… Lento, dorminhoco, e entregador de rapadura. Fosse o volta redonda um time de segunda divisão e o resultado seria diferente. O Jorginho não tem inteligência, cacife e nem bagagem pra treinar o Vasco. Me desculpem os adoradores e odiadores de diretorias, mas esse Jorginho é um PÉSSIMO treinador, tem que mudar muito se quer ser campeão, e eu como vascaino é o que desejo, um Vasco campeão, se jogar bem, melhor ainda, mas nesse ritmo aí tá complicado. Ah mas temos 100%, mas isso em 3 rodadas não dizem quase nada. O time como disse o JC, tem piorado. E como estamos na segunda divisão, piorar o que era ruim é coisa para poucos!!! Abre o olho diretoria, precisamos de enxugar esse elenco q tem uns 6 jogadores q não servem pra NADA, e contratar pelo menos 3 nomes de jogadores profissionais, com idade média (abaixo de 30) e que sejam titulares!!!

    • Lucas Ottoni

      Beleza. E qual o nome você sugere, que esteja dentro das (pra lá de combalidas) possibilidades vascaínas? Quem é o treinador (que não seja péssimo) que irá resolver os nossos problemas e, ao mesmo tempo, aceitar aquilo que podemos pagar? Quem sabe o Guardiola não se encanta pelo Rio e resolve trocar as libras de Manchester pelo combo praias cariocas + calor saariano + zika vírus… e isso tudo recebendo em reais?

      E tem o adendo de que esse time é fraco demais, e nem o Guardiola daria jeito. É nítido que o Jorginho é o menos culpado pelo fato do time jogar mal. Ninguém constrói uma Ferrari última geração com peças de um Chevette 85. E além do mais, o momento é mesmo de fazer experimentações, mexer no time, testar formações para entrar tinindo na Série B. Ou você realmente leva esse Cariocão a sério? O pessoal tem muito pouca paciência. Três jogos apenas, e de uma bosta de competição que nem vale de nada. E nego já está cornetando. Eu quero é ver um time aplicado e disputando a Série B para subir sem maiores sustos. O Estadual que se exploda e sirva de testes para o Jorginho errar, acertar e, principalmente, preparar a equipe para o que realmente importa. Mas se tem torcedor que pensa diferente, ok. Um Estadual a mais ou a menos para quem já está todo borrado, que diferença faria?

      • Lucas – Concordo com vc em gênero, número e grau. Temos que ter paciencia e aguardar. Acho que o Jorginho merece confianca, e conhecedor do metíe e procura sempre passar confianca aos jogadores e levantar-lhes a moral, a auto estima. Vamos esperar, ga

      • Germano

        Lucas, blz, sua opinião, mas me responde: qual experimentação o Jorginho tem feito? Quais testes ele tem realizado?? Muito ao contrário, vejo ele insistindo e sendo teimoso com Júlio dos Santos. Ano passado qdo enfim ele foi suspenso e saiu do time o time teve uma melhora. Muito aquém dessa melhora q vc e outros vascaínos veem, até pq fomos rebaixados com um campanha bem aquém dessa que vcs veem tb. Mas blz, começa novo ano, e quem reaparece no time?? Rulio!!! Cadê as experiências, cadê os testes??? 3 jogos, 3 vezes Jorge Henrique rulio, é só não repetiu todas as escalações por suspensão. As alterações durante o jogo também sempre as mesmas?? Depois no fim do ano não adianta vir xingar pacientemente por não ter subido!!! Ou ficar elogiando pacientemente uma falsa boa campanha. Como tem feito do fim do ano passado pra k. Talvez vc já tenha se acostumado. Eu ainda odeio ver o Vasco jogar segunda divisão!!

  15. ODILON C SILVA - RJ

    Precisa melhorar principalmente o meio campo, poderia colocar o RAFAEL VAZ E O MARCELO MATOS COMO PRIMEIRO E SEGUNDO DO MEIO CAMPO, fortalwceria o meio campo e i ataque.

  16. Ernesto

    A realidade é uma só:

    1 – Nosso time continua fraquíssimo.

    2 – Nosso zagueiro Luan, sempre elogiado pela imprensa e especulado nos clubes mais fortes do país (e o Vasco deixou de ser um deles), continua sendo um jogador que não me convence. Não acho ele esse zagueiro todo. Aliás, nunca achei. O Luan é bem mediano e falha muito. Se vierem com uma boa oferta, eu venderia sem piscar.

    3 – Nosso grande reforço pra temporada é um cara que veio do Paysandu pra ser reserva do ex-jogador em atividade Jorge Henrique. O que mais posso falar? Estamos f#@@%$!

    4 – E lá vem a imprensa falar nos pênaltis pró-Vasco. O engraçado é que quando fomos prejudicados seguidamente pelas arbitragens no ano passado (o que ajudou diretamente a culminar em nosso rebaixamento), eu não vi a imprensa destacar com igual ênfase. A final do Carioca de 2014 então… Ihhhhh, já é algo distante, coisa de uns 50 anos atrás, que nem vale a pena comentar mais. Impressionante!

    5 – Foi-se o tempo em que o Estadual tinha charme, apelo, estádios lotados. Essa competição não engana mais ninguém. A única pessoa que a vê como prioridade absoluta, nós sabemos quem é. E não me admira que estejamos nessa situação, em absoluto.

    SV

    • Lucas Ottoni

      Penso exatamente o mesmo sobre o Luan. Está longe de ser esse zagueiro todo. E possui deficiências gritantes para um zagueiro que já é profissional há 4 anos. Se unir as qualidades à deficiências dele, é um zagueiro mediano. Nada além disso.

      E sobre o Estadual, também concordo. Por isso, temos de usá-lo como laboratório para preparar o time para a Série B (mais uma Série B, rotina infeliz).

    • Beto

      Eles vão conseguir piorar o que já não era bom. Esse time,um ano mais velho, e com vários ex-jogadores em atividade, não pode melhorar mesmo, ainda mais sem um atacante minimamente qualificado. O melhor do time, o Rafael Silva, saiu. O ataque do Vasco inexiste.

      O professor Pardal, pensando ser o Guardiola, imaginou estar tendo sopro de genialidade na pré-temporada e vislumbrou o Rulio Lerdo dos Santos de primeiro volante. JÊNIO! Quem viu algumas entrevistas do Jorginho ano passado, após o término do campeonato brasileiro, e nao sabia o resultado final da competição, deve ter imaginado que o Vasco escapou do rebaixamento. Houve, inclusive da parte dele, uma super valorização da campanha do segundo turno. Não nos deixemos enganar, o time melhorou sim, é verdade, mas esteve longe de ser um time bom e consistente, se o fosse, não teria sido rebaixado.

      E o Eurico só vê como prioridade o Estadual porque sabe que ele nao tem competência pra fazer o Vasco ser campeão de outra coisa. Como presidente não ganhou nada além do Estadual e acaba de levar o clube para segunda divisão. Na verdade, ele não dá importância ao Estadual, trata-se de mera decisão política, já que o clube está em condição financeira vulnerável, situacão essa causada por ele próprio e pelo Dinamite, ambos incompetentes.

  17. Leon da Cruz

    JC, estive em São Januário ontem. O time do Vasco é um bando apático de pernas de pau. É um time que precisa dos protestos da torcida para cobrar uma falta ou escanteio com velocidade. Julio dos Santos é um pereba que não tem vaga nem em pelada da meia idade. Jorge Henrique é um ex-jogador. Arriscaria a dizer que Éder Luis está acabado para o futebol. O que ele tinha de bom, que era a arrancada e a velocidade, perdeu. O time atual do Vasco é totalmente dependente do talento do Martin Silva (que, sozinho, não ganha jogo) e dos lampejos do Nenê. Só que o Nenê joga umas 10 vezes menos do que pensa que joga. Ontem a torcida se irritou com ele em vários momentos.

    Quanto ao Jorginho, tenho a impressão de que ele está perdido e não sabe o que fazer para melhorar o desempenho do time. Dar uma de professor pardal não vai ajudar. Mas, na boa, convenhamos, com o elenco atual do Vasco, é uma tarefa duríssima para qualquer treinador.

    Temo pelo pior contra a mulambada.

  18. Wanderson DS

    A cada jogo o Jorginho tá se superando nas INVENCIONICES… se os caras já não jogam lá essas coisas em suas POSIÇÕES DE ORIGEM, ele agora quer reinventar a roda colocando todo os “velhinhos” da colina fora de posição… time tá uma bagunça, ninguém sabe o q faz, e dá-lhe depender apenas de Nenê e seus pênaltis… até quando??? Será que vai ser preciso passar vergonha logo contra a mulambada em pleno São Januário pra ele começar a fazer o óbvio??? (Aliás cadê o “uso da base” tão falado nesse inicio de ano??? MAIS UMA BRAVATA QUE VEM CAINDO POR TERRA)

  19. Com essa marcação, o urubu vai quebrar o tabu de freguês. E se marcar o Nenê acaba o time.

  20. Pois é, achei que o Nene tava cheio de palhaçadinha! Rulio dos Santos muito fraco, não da para confiar e pelo pouco que jogou o Thalles merece mais oportunidades! Agora esse Niltinho do Voltaço tem que ser observado. Muito bom jogador!

  21. oliveira

    Eu acho que o Thalles deveria ser aproveitado ao lado do Riascos. Se ele esta melhorando e fazendo oque lhe pedem, ele merece jogar no time, ainda mais que ele e’ prata de casa.

    O Rulio nao pode ser o nosso unico volante e eu tmbm acho que o Andrezinho esta sendo queimado jogando com uma funcao de defender, coisa que nao e’ dele. Enfim, ou o Jorginho aprende ou ele se fritara’ perdendo o “campeonato aparte” do doto.

  22. Gilvan Chaves slz MA

    Meio de campo lento do caramba. Só o Jorginho não enxerga o óbvio (ou finge), o Julio dos Santos não pode ser primeiro volante (nem titular). Atualmente o time vive de lampejos do Nenê, que ontem estava meio apagado, mas fez seu papel de jogador decisivo.
    Uma coisa é certa, se pegar um time mais qualificado e rápido, vai levar sapatada.
    Bota a porra de um volante de combate nesse meio aí, e tira essa íngua desse Julio dos Santos, pelo amor de Deus!!! Ele passa o jogo todo dando passe pro lado e miguelando na marcação.
    Essa parada de meio campo moderno sem volantes de marcação é coisa para times como Barça e Real, pois seus jogadores de meio são tecnicamente acima da média. Ou seja eles, tem a qualidade necessária para isso. No vasco isso não existe. Acorda Jorginho !!!
    Por favor para de paranoia e faça o óbvio, coloca um volante de marcação nesse time, tira o Jorge Henrique e deixa o Eder no lugar dele.

  23. Thebar Augusto Guedes

    Bem, ainda confio no Jorginho, mas acho que se jogar abeto contra o Fla fatalmente teremos muitos problemas e sério risco de perder a partida.
    Creio que Jorginho deva fecha o meio.

  24. Marco Aurélio

    Bom dia JC e galera vascaína!

    Ainda não tinha assistido jogo do vascão esse ano…mas parece que não perdi nada, pq o nivel das apresentações se assemelham as do ano passado. O jorginho tentando inventar a roda escalou mal o time…temos um time titular muito envelhecido e lento, o que dificulta todas as recomposições para a defesa. A escalação do Julio dos Santos de primeiro volante é inaceitável visto que ele marca muito mal e só acerta passes laterais quando acerta. O Jorge Henrique nem marca nem ataca ou seja é peça inútil na partida…a “ausência” dele na partida e impressionante. Também acho q o Andrezinho jogar de segundo volante ta matando ele, pq não consegue ser efetivo na marcação e ainda perdemos a qualidade dele mais a frente. Para o jogo com a mulambada e colocar um volante de verdade e ver um substituto para o Jorge Henrique (se o Eder Luis não puder jogar nem sei quem por). Agora um constatação que venho tentando não ter mais ontem foi a ultima gota, o Talles mesmo que tenha feito o gol mostrou que é muito ruim…espero que ele me mostre o contrario.

  25. emerson

    Tudo beim começo “temporada” mas nada justifica o jogo de ontem time sonolento não mostro qualquer tipo de evolução pior parece que a cada partida estamos mais perdidos…. Esse julio e muito fraco pelo amor de deus, Eder luis ta longe dos seus dias de gloria ( si é que um dia teve ) o cara não sabe chuta uma bola meu deus so tem velocidade e nem isso tem como antigamente para min é um ex jogador… talles se não fosse a cara de um ex mulambo “Adriano” seria um baita de um jogador. Riascos por incrível que pareça ta longe de ser bom mas mostra evolução e esforço. Nossos volantes todos lennnnnntos demais não dão qualquer segurança a zaga….. ok os caras vieram fechados mas se não conseguirmos passa por eles em casa sera o o que faremos com um time melhor o que não e difícil?

  26. Diego

    Concordo plenamente JC… Jorginho parece perdido… Acho que um meio de campo com gallo, Marcelo Mattos , andrezinho e nenê, com ataque formado por Thales e Éder seria um time.mais justo… Qual sua opinião sobre o time que deveria ser titular? Abração

  27. Carlos Queiroz

    Parece que Jorginho tenta achar uma solução mirabolante. No meio do caminho abandonou talvez uma opção viável para o meio de campo que era o Rafael Vaz, que também tem bom passe, faz gols de cabeça e de falta, e é infinitamente mais rápido que Julio dos Santos. que jogando de primeiro volante perde a única coisa boa que tinha que era o entendimento com Madson pelo lado direito fazendo os lançamentos em profundidade. Não sei se jorginho vai querer tomar uma cacetada pra rever seu conceito, ou pior se, acontecer de ganhar, até por um acaso, vai achar que está bom. Muito do título do ano passado se deveu a luta de Serginho e Guinhazu no meio de campo, acho que estamos muito expostos. Vamos aguardar domingo. se o Thalles resolvesse pegar a 9 e ser titular seria muito bom, tomara que até a série B ele se encontre e possa fazer o que eu pensei que ele ia fazer em 2013, arrebentar naquele inferno e ser artilheiro com uns 20 gols. Jorginho parando de inventar a coisa melhora.

  28. BJ

    Jorginho está dando uma de professor pardal. Julio dos Santos é muito fraco. Nunca serviu pra ser volante. O time deu muitos espaços à boa equipe do Volta Redonda. Talvez seja o mais forte dos pequenos. Se não fosse pelo Martin e pelo penalti da Ferj, que abriu caminho da vitória, provavelmente o Voltaço venceria o jogo. E com justiça diga-se de passagem pq jogou muito mais que o Vasco no segundo tempo.
    Vamos ver contra a mulambada no domingo…
    Basta o jorginho escalar o time corretamente sem inventar roda. Tirar o Ruinlio dos Santos e o JH do time e escalar um volante de verdade pq nossa zaga está desprotegida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s