Uma boa estreia

O jogo não foi lá essas coisas, mas poucos vascaínos devem ter ficados insatisfeitos com a vitória do Vasco por 4 a 1 sobre o Madureira. A instabilidade do time, evidente em alguns momentos da partida, pode ser justificada por um monte de razões. E ainda assim, conseguimos ter a melhor estreia do campeonato e não apenas entre os grandes.

O gol de Riascos, antes dos 10 minutos de bola rolando, fez a torcida imaginar que a vitória seria moleza. Mas não foi exatamente isso o que vimos no restante do primeiro tempo. Tenha sido um relaxamento pela vantagem no placar, o calor inclemente na Colina ou mesmo a falta de ritmo natural em um primeiro jogo de temporada, o Vasco permitiu que o tricolor suburbano passasse a ter um controle maior da partida. O meio de campo pensado pelo Jorginho, sem um volante de combate, não funcionou. Nem conseguíamos impedir que o Madura tocasse a bola no nosso campo, nem tivemos uma melhora visível na saída de bola, o que nos fazia apelar para as bolas longas.

Numa dessas, Luan errou um lançamento e sofremos o contra-ataque. Na sequência, cometemos uma falta que culminou no gol de empate do Madureira, numa cabeçada que encontrou Martín Silva plantado embaixo das traves.

Até o intervalo não conseguimos mudar o panorama do jogo. Ofensivamente, não tínhamos muita objetividade e defensivamente ainda cedíamos muitos espaços. As coisas só mudaram com a mexida que Jorginho fez no time: Mateus Vital, muito tímido e sem conseguir ajudar o Nenê na criação, deu lugar ao Yago Pikachu. A entrada do lateral numa posição no meio de campo não chegou a fazer o Vasco virar uma máquina, mas equilibrou o time. Com o estreante ajudando a fechar os espaços pela direita, Madson cresceu de produção. E, não só isso, Yago também teve mais presença ofensiva que o garoto Mateus. Tanto que foi dele o passe para Luan acertar um belo cruzamento para Andrezinho desempatar, logo aos três minutos da etapa final.

Com o time mais organizado no meio, o Madureira não teve as mesmas oportunidades do primeiro tempo e aos poucos fomos marcando os gols. O terceiro saiu após pênalti sofrido por Madson e cobrado com a categoria habitual de Nenê. O quarto, já nos acréscimos, foi marcado novamente por Riascos, que só precisou empurrar para a rede após receber passe açucarado do Eder Luis.

Para uma estreia, podemos dizer que a partida foi boa, principalmente pelo segundo tempo, bem mais controlado que o primeiro. Jorginho terá até a próxima quinta-feira, quando pegamos o América, para avaliar se precisa ou não repensar seu time. Pelo desempenho da equipe antes e depois do intervalo, dois ou três jogadores não justificaram suas presenças entre os titulares.

As atuações…

Martin Silva – quase não teve trabalho e poderia ter ao menos disputado a bola no lande do gol do Madura. Mas ainda tem crédito.

Madson – no primeiro tempo pouco apareceu no apoio e não chegou a fazer muita diferença na marcação. No segundo tempo, a entrada do Pokemon lhe deu mais liberdade para aparecer no ataque, quando sofreu o pênalti que nos garantiu o terceiro gol.

Luan – compensou o erro na saída de bola que acabou originando o gol adversário acertando um belo cruzamento para o segundo gol vascaíno.

Rodrigo – na etapa inicial teve problemas com os atacantes tricolores, muito por conta da frouxidão no combate no meio de campo. Teve a vida facilitada na etapa final, quando o time melhorou na marcação. Quase marcou de cabeça no primeiro tempo, mas estava em posição irregular.

Julio Cesar – uma partida regular, aparecendo tanto na defesa quanto no apoio sem muito brilhantismo. Cansou no segundo tempo e foi substituído por Bruno Gallo, que ajudou a fechar mais a meiuca.

Julio dos Santos – a desculpa para sua presença como primeiro volante era melhorar a saída de bola. Não foi o que aconteceu, e vimos o time apelar para as ligações diretas na maioria do tempo (e ainda deu uma entregada que quase proporcionou a virada do Madureira). Na marcação também nada justifica sua titularidade nessa posição.

Mateus Pet – o garoto teve uma atuação pra lá de discreta, não conseguindo ser efetivo em nenhum momento. Deu lugar ao Yago Pikachu ainda no intervalo e o estreante melhorou o time: ajudando a fechar o lado direito do meio de campo, Madson passou a ser uma opção ofensiva. Faltou uma maior efetividade ofensiva, apesar do Yago não ter se omitido no ataque.

Andrezinho – jogando mais recuado, o cover do Seu Jorge pouco fez no primeiro tempo. No segundo, precisou de apenas três minutos para marcar o segundo gol do Vasco, para depois voltar a discrição habitual.

Nenê – caçado em campo e sofrendo muitas faltas, não teve tantas oportunidades de brilhar. Mas nas poucas chances que teve, mostrou a razão da imensa confiança que a torcida deposita no seu futebol: deu o passe para o primeiro gol, marcou o terceiro e iniciou a jogada do quarto. Em muitos momentos exagerou nas jogadas individuais.

Jorge Henrique – errou tudo o que tentou. Saiu aos 30 do segundo tempo após bater cabeça com um zagueiro adversário. Eder Luis entrou em seu lugar e nos pouco mais de 15 minutos que teve em campo foi mais útil, dando o passe para Riascos marcar seu segundo gol.

Riascos – tem aquele problema insolúvel de incapacidade de lidar com objetos esféricos (o que atrapalha muito a vida de quem trabalha como jogador de futebol), mas mostrou faro de gol, iniciando e fechando a goleada.

***

Hoje também tem coluna minha no Vasco Expresso! Clica aí e dá uma conferida!

***

Lembrando a todos que o segundo turno do Prêmio Top Blog já começou e esse humilde bloguinho precisa mais que nunca da ajuda de vocês para ganhar essa taça. Para dar aquela moral ao Blog, basta votar – o maior número de vezes possível – clicando no banner que está aí na lateral direita da página ou clicar aqui.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

27 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

27 Respostas para “Uma boa estreia

  1. Pingback: Dia de golear | Blog da Fuzarca

  2. Beto

    Nenhuma categoria do sócio lançado hoje com direito a voto? É isso mesmo, JC? Não concordo com isso e tal fato, agora que parece consumado, me fez abandonar o PPV do futebol. E acho que fiz bem.
    É o que falei aqui, se morasse no Rio seria sócio única e exclusivamente na categoria que pudesse votar. Ou entao nao seria.
    Eles querem meu dinheiro, mas nao querem que eu decida a vida política do clube? Chance zero. Ou eu voto ou jamais seria sócio com esses dirigentes atuais. Coloco “seria” porque nao moro no Rio.
    Com uma diretoria competente (no meu julgamento) eu me tornaria sócio no plano de 15 reais, com essa gestao, nao.

  3. Vai ser anunciado hoje o novo programa de sócios do Clube. Não acha que seria interessante fazer um post sobre isso? Conclamando a adesão em massa; Essa é a única forma de fazermos um Vasco forte! Com a torcida participando dos rumos políticos do clube. Somos muito grandes para sermos representados por 2 mil pessoas. Vamos dar um basta nos mensalões! Se tivermos 100 mil sócios, o interesse da nossa massa será respeitado.

    SV.

    • Beto

      Marcelo, a torcida nao vai participar da vida política do clube. Não foi chamada pra isso.

      A notícia já divulgada anteriormente que o sócio pra ter direito a voto teria que pagar um valor três vezes maior que na época do Dinamite, só essa notícia já me fez largar o Premiere Pfc. Decepção total com o futebol e mais 15 anos de tristezas com o Vasco.

      Agora, com o lançamento do programa sem nenhuma divulgação de um plano com direito a voto, mesmo que fosse muito mais caro do que o que possibilitou uma adesão em massa nas datas limites da eleicao passada, tenho a certeza que fiz muito certo em cancelar o PPV. Definitivamente nao concordo com os rumos das coisas no futebol brasileiro e com os rumos dados ao Vasco.

  4. biskoitinho

    O Advogado do Diabo… pelo menos por enquanto, sou contra sacar Julio dos Santos do time, porque ele é o único quem faz Madson jogar, não podemos desperdiçar esta ferramenta… Porém, concordo com todos que jogando como 1º homem de meio campo seja loucura, penso no Julio jogando mais adiantado ao lado de Nenê, tendo por volantes Diguinho pela direita e Galo pela esquerda…

    • JC Barbosa

      No domingo o Madson não jogou absolutamente nada no primeiro tempo, mesmo tendo o Rúlio em campo. Ele só passou a jogar quando o Pokemon entrou, ajudando a fechar a direita do meio de campo…

  5. Carlos Couto

    Engraçado, antes do Carioca começar o Madureira era tido como o melhor dos pequenos nas opinião de todos os analistas, agora até o próprio torcedor do Vasco diz que o Madureira é fraquíssimo, que não acerta 3 passes etc., vai entender…Até outro dia o Bruno Galo era exaltado por sua saída de bola, hoje disputa uma terceira vaga com o gandula de São Januário, vai entender… Lembro bem que a torcida dizia que o Éder Luis estava acabado, bichado, velho e por aí vai…O cara fez uma jogada de velocidade com passe para o gol, pronto, já é o titular absoluto, vai entender… Julio dos Santos também até outro dia era lento e errava passes em profusão, ninguém gostava dele, hoje continua lento e errando passes em profusão e todos continuam não gostando dele, só o Jorginho, talvez eu entenda isso… SDV

  6. jota - ES

    Jotacê, só para não passar em branco nesta noite calorenta do noroeste capixaba.
    – “…incapacidade de lidar com objetos esféricos…” bem colocado, estilisticamente falando. Com essa sua bela metáfora (acho que foi essa a figura de linguagem que vc usou), vc me fez deixar “escapulir” uma gostosa risada. Mas num comentário anterior, eu elegi o Riascos como o melhor jogador da partida. Segundo meu jornal de hoje, ele foi o melhor não só do Vasco, mas da rodada.
    No mais, beleza o seu post, inclusive por concordar comigo sobre o Jorge Henrique.
    SV

  7. ODILON C SILVA = SANTA TERESA = RJ

    Para insistir com o JULIO DOS SANTOS como cabeça de área, deveria colocar o RAFAEL VAZ, ganharia em marcação, ainda teria um jogador que costuma marcar gols…………………Boa vitória contra o fraco Madureira, ganhar sempre é bom, agora precisam conter o afoitamento, já tem gente comemorando, ano passado foi assim mesmo, viajaram pensando que o time que brilhou na CARIOCÃO ganharia o BRASILEIRÃO, deu no que deu, um humilhante rebaixamento, então menos, muito menos……………….Essa foi boa, boa não, essa foi de lascar, ano passado Eurico MIranda reclamava que os ingressos para os jogos do flamerda estavam caros demais, que o flamerda é um time popular não pode cobrar tão caros seus ingressos, agora SADDAM MIRANDA cobra 50 reais para um jogo contra o fraco Madureira que acaba de ser rebaixado para série D do brasileiro, ou tá de judiaria, ou tão de sacanagem, ou pensam mesmo que torcida vascaina não é popular, VASCO não é um clube popular………….Essa foi boa, essa vai para o livro das euricadas……………..

  8. Augusto

    Acredito q o Matheus mereça outras chances. Ainda tímido, mas mostrou refinamento no passe, pega bem na bola.
    Acredito q ele jogando como volante pela direita, gallo pelo meio (mais retido à marcação) e andrezinho pela esquerda, formariam uma trinca de volantes interessante. Será q o pikachu não encararia uma lateral esquerda?
    Bi carioca esse ano…

  9. Andre AAP

    Ola JC, boa tarde ! Parabens pela coluna !
    Qual seria sua escalacao com o elenco que o vasco tem hoje ?
    Para mim, a melhor opcao seria com: Martin, Madson, Luan, Rodrigo, J.Cesar, Diguinho, B.Gallo, Pikachu, Nenê, Éder Luis e Riascos…acho que seria uma boa deixar o andrezinho como opcao pra segundo tempo, pois com ele e o nene juntos no meio, o time perde o meio campo no final do segundo tempo.
    Obrigado !

  10. É total fraqueza da cabeça do Jorginho em colocar o Julio de primeiro volante. Ele é lento e não tem poder de marcação, perdeu quase todas as disputas no meio de campo. E é injustificável o Bruno Galo no banco. Ele sim possui saída de bola e pelo menos o mínimo de marcação.

    Obs: O JC, finalmente parou de pegar no pé do Nenê. HAHAHA.

  11. Carlos

    O que vocês estão achando dos preços dos ingressos? Parece até que querem afastar o torcedor. Me parece briga política interna.

  12. Juvenal

    Positivo e Negativo
    Positivo = o Vasco estreou muito bem no Cariocão – e marcando 4 gols, algo praticamente impossivel no ano passado
    Negativo = Juiz Nota Zero. Alem de não dar amarealos e vermelhos (p.ex. pela maldade dos suburbanos na caça ao Nene), ele nem o penal viu e teve que consultar o bnadeirinha paa marcar. A Ferj em vez de se concentrar apen as na implicação com a dupla FlaFlu, deveria dar um jeito de melhorar a arbitragem.

  13. Gilvan Chaves slz MA

    Na minha humilde opinião não gostei do meio de campo com o Julio de primeiro volante. A justificativa pra colocarem ele de titular seria a uma “maior qualidade na saída de bola”, coisa que só o Jorginho consegue pensar e acreditar nisso. Ontem por varias vezes vi o Andrezinho vindo buscar o jogo e o Luan insistindo em lançamentos, viradas de bolas, quando o correto era sair jogando com o meio. Pra que esse meio campo der liga, precisa ter um jogador que realmente tenha pegada na marcação, coisa que o Julio não tem. Pra mim teria que entrar com o matos, em quanto o Diguinho estiver fora.

  14. Leon da Cruz

    Só vi duas coisas boas ontem. (1) A entrada do Pikachu, que, longe de ser brilhante, mostrou que pode ajudar o time com sua movimentação e verticalização de jogadas. (2) O último gol, resultado de uma jogada sensacional, que há muito não víamos no Vasco. Excelente lançamento, avanço e passe perfeitos, executados por Eder Luis, e a finalização precisa do Riascos (que, embora fácil, de cara para o gol, é para comemorar muito, em se tratando de Riascos).

    De resto, foi o mesmo time tenebroso do ano passado, com os mesmos erros e a impressionante capacidade de irritar a torcida. Não podemos esquecer que do outro lado estava um time com dificuldades para trocar três passes em sequência…

  15. Paulo Araujo

    Início de temporada…; calor infernal…; jogadores sem ritmo de competição…; varzeano campeonato “me engana que eu gosto”…
    Sinceramente…? Melhor seria nem fazer qualquer projeção.
    (Reconheço que “é DURA” sua vida de colunista, caro JC.)
    Mas, para variar, como “não assumidos masoquistas”, lá vamos nós “esquentar (ou CONTINUAR ESQUENTANDO) a mufa” com este “novo/VELHO” Vasco.
    Apesar da discreta participação, gostei mais do garoto Mateus Pet (mais habilidoso) do que do Pikachu (que, com “a bola nos pés”, me pareceu bem limitado), apesar da “aparente” (porque não podemos nos basear num único jogo) melhor aplicação tática do segundo.
    Gostei mais da velocidade do Eder Luís do que da esforçada, mas inútil, participação do Jorge Henrique.
    Não gostei das “entregadas” do Luan e do INEXPLICÁVEL Julio dos Santos; como também não gostei do mesmo Luan, MAIS UMA VEZ, assistir, “de perto”, jogadores adversários cabecearem “na cara de nosso goleiro” (apesar de concordar que “San Martin” deveria ter “atacado a bola”).
    Não gostei da “morosidade” e da MUITO POUCA criatividade de nosso time. Não gostei de continuar dependendo de “jogadas aéreas e bola parada”, para vencer uma partida contra TÃO LIMITADO adversário.
    Gostei MENOS AINDA, de constatar que teríamos enfrentado problemas na partida, se nosso TÃO LIMITADO adversário não fosse uma equipe tão PESADA E LENTA quanto a nossa.
    Enfim, não gostei de “desconfiar” que não teremos uma equipe com “posturas ofensiva e defensiva” decisivamente diferentes daquela do ano passado.
    Como é só o começo e nada podemos considerar como “definitivo”, é melhor nem lembrar que um provável sucesso nesta RIDÍCULA competição regional, pode “mascarar” dolorosas consequências nas MUITO MAIS IMPORTANTES competições, que teremos pela frente.

  16. Claudinei

    Vamos ver onde isso vai dar. Tomara que seja no título. O Julio é muito lento. Vamos Vascão. #FORA EU-RICO.

  17. Carlos Queiroz

    Só vi o primeiro tempo, e no pouco que vi, não gostei do meio de campo com Julio dos Santos, Mateus Pet e Andrezinho. O Mateus Pet nem é ruim, só acho que pra ser titular e começar a temporada e jogar na posição que ele está, com um primeiro volante que não dá combate em ninguém tinha que ter mais dinâmica. Não por acaso o Picachu parece ter melhorado o setor. Vamos em frente ano passado tínhamos Marcinho, Montoya e Bernardo nas primeiras rodadas. Esse tome não é o que acaba. Acho que não dá pra jogar clássicos com esse meio de campo, No final das contas vai acabar jogando com Diguinho e Gallo.

  18. Diego

    Perfeito JC… Pra começo tá bom…o ataque ano passado p fazer 4 gols nem contra o íbis conseguiria…. Gallo p min tem que entrar na vaga do Júlio, e o Éder tá pedindo passagem, bem mais objetivo que o Jorge Henrique, riascos tem que esperar mais p ver…quero ver fazer 2 gols em clássico… Acho o time do Vasco bom…na série B acredito que vamos passear… Se contratar um atacante bom que resolva lá na frente… Podemos até ganhar a copa do Brasil…

  19. Wanderson DS

    Sim vitória sempre é bom, mas com moderação… carioca nunca serviu de parâmetro pra nada… ainda mais o PRIMEIRO jogo da temporada… já vejo gente falando que o Riascos tem que ficar após o empréstimo, que o time vai ganhar tudo inclusive Copa do Brasil o caramba… acho q a lição do estadual passado tem que ser assimilada… o time tem muitas limitações ainda, e certas escolhas do Jorginho são INEXPLICÁVEIS… Julio dos Santos e Jorge Henrique principalmente, NADA que eles fizeram (ou deixaram de fazer) ano passado, justifica as titularidades dos mesmos, e depois do jogo de ontem só confirmaram isso!

    Riascos não me engana, é um dos jogadores mais BURROS que eu já vi envergando a camisa do VASCO, o cara pode ser gente boa, irreverente e é até esforçado, mas achar q isso é suficiente pra ser o centro-avante do VASCO é apequenar de vez o time!

  20. Hugo

    Você alcançou o número máximo de votos para esse projeto hoje. Você poderá votar novamen

  21. Marcos

    Acho que o Bruno Gallo deveria entrar no lugar do Julio dos Santos, o time estava meio sem pegado no primeiro tempo, ele poderia dar mais equilíbrio entre defesa e ataque.

  22. BJ

    Eu gostei do Mateus. Apesar de não ter tido tempo de mostrar muita coisa. Mostrou que tem visão de jogo ao dar duas enfiadas de bola pro Nenê e pro Jorge Henrique.
    Parece que marcar não é muito a praia dele e por isso o Jorginho o substituiu quando na verdade deveria substituir o Julio “empresarioescala” dos Santos.
    Mesmo com a substituindo o cara errado, Pikachu jogou melhor e além de fechar ali pela direita se arriscou no ataque.
    Otima estréia. Agora é encarar o America na quinta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s