Operação no Mineirão

Há algumas rodadas, qualquer empate fora de casa contra qualquer adversário seria motivo de alívio para qualquer vascaíno.  Hoje, porém, é difícil não sentir no ponto conquistado no Mineirão contra o tradicional Cruzeiro um gosto de frustração. Isso porque a verdade é uma só: se o Vasco não tivesse sido levado à mesa de operações pela completamente equivocada arbitragem do Sr. Thiago Duarte Peixoto ontem, o 2 a 2 do placar poderia ter números mais favoráveis para nós.

Não que a total falta de critérios do Sr. Duarte Peixoto seja a única fonte de nossas frustrações, mesmo que se possa dizer que seus erros influenciaram bastante o resultado do jogo. Colocar exclusivamente no juiz a culpa por não termos vencido seria fechar os olhos para nossas próprias falhas, que infelizmente, aconteceram em maior número do que seria aceitável para um time que não pode mais errar no campeonato.

Os gols que sofremos são a cara da nossa campanha. Falta de experiência, falhas técnicas, marcação frouxa…os erros responsáveis pela grande maioria das nossas 16 derrotas no Brasileiro apareceram nos dois gols cruzeirenses. No primeiro, depois de termos aberto o placar com Rafael Silva, não conseguimos segurar a vantagem nem por três minutos após uma sequência de falhas inaceitável. Desatenção da zaga, afobação do Jordi ao sair com a bola, desatenção do Nenê (que não dominou a bola) e o chute mortal. No segundo gol, assistimos o Cruzeiro girar a bola, sem que a marcação estivesse em cima, culminando no bote errado do Luan e gol do Alisson (que, vale mencionar, não comemorou o gol).

Fosse o Vasco de algumas rodadas, teríamos mais uma derrota na conta. Mas esse Vasco é outro, é um time que luta e não esmorece tão facilmente. No segundo tempo o time correu mais, encurtou os espaços e, mesmo sem conseguir ameaçar muito o gol cruzeirense, dominou o jogo. As coisas mudaram com a substituição do Nenê por Andrezinho, que entrou muito bem, que jogando de forma mais simples, conseguiu nos levar ao ataque com mais eficiência. E foi com um cruzamento do próprio Andrezinho que conseguimos o empate, mais uma vez com Rafael Silva. Os 15 minutos finais do jogo foram tensos, com a Raposa tentando o desempate e partindo pra cima, mas conseguimos segurar a pressão.

O Vasco ainda precisa acertar sua marcação, criar mais jogadas e, principalmente, deixar de perder tantos gols. Mas de qualquer forma, já vemos outro Vasco, totalmente diferente daquele que se agarrou à lanterna como um afogado abraça uma âncora. Esse Vasco, o de agora, que luta e supera suas limitações com muita raça, não merece ser rebaixado. E a cada partida nos mostra que vai fazer de tudo para evitar que isso aconteça.

As atuações….

Jordi – com pelo menos três grandes defesas, seria um dos heróis do jogo se não tivesse falhado feio no primeiro gol, entregando a bola na fogueira para Nenê de maneira completamente desnecessária.

Madson – se esforçou para ajudar tanto no apoio quanto na defesa, mas como sempre teve sua atuação comprometida por ceder muitos espaços na sua lateral e não conseguir passar nem perto de acertar um cruzamento.

Luan – como o Jordi, teve sua bela atuação – cortando uma quantidade absurda de bolas nos ataques cruzeirenses – comprometida por um vacilo que nos custou um gol. Foi muito infeliz na tentativa de cortar a bola que Alisson empurrou para a rede, no segundo gol do Cruzeiro.

Rodrigo – não esteve no nível do seu companheiro de zaga, mas também se esforçou bastante.

Julio Cesar – discreto no apoio, ao menos não viu sua lateral ser um convite aos adversários como Madson.

Serginho – novamente como único volante de combate, restringiu-se à marcação e cometeu faltas demais. Saiu para entrada de Renato Kayzer quando Jorginho partiu para o tudo ou nada. E o garoto não amarelou: participou o quanto pode do jogo, mostrando personalidade.

Bruno Gallo – ocupou bem os espaços, evitando que a esquerda do time ficasse tão exposta como o lado oposto. Mas apareceu menos na criação que do que nos últimos jogos.

Julio dos Santos – quando não está em dia de acertar bons passes em profundidade, não consegue justificar sua presença em campo, já que marcando é de uma lentidão impressionante e basta o adversário dar um tapa na bola para driblá-lo. Nosso pior momento na partida foi quando o Cruzeiro, ainda no primeiro tempo, fez o que quis pela esquerda do seu ataque, justamente o lado em que o paraguaio deveria cobrir as subidas do Madson. Acabou expulso infantilmente, mas numa mostra total de falta de critério do juiz.

Nenê – outra partida em que seus erros se sobressaíram. Se por um lado ele fez algumas boas jogadas, por outro foi ele quem não conseguiu dominar a bola que originou o primeiro gol cruzeirense e perdeu um gol dos mais feitos da partida, isolando a bola quando estava na cara do goleiro Fábio. Andrezinho entrou em seu lugar e, mesmo demorando alguns minutos para entrar no ritmo frenético da partida, mudou a cara do time, que deixou de apenas trocar passes na intermediária adversárias e passou a fazer jogadas mais agudas. Foi dele o cruzamento para Rafael Silva marcar o gol de empate.

Rafael Silva – compensa suas evidentes limitações com um empenho impressionante dentro de campo. Correu o tempo todo, caiu pelos dois lados no ataque, ajudou na marcação e, de quebra, mostrou mais uma vez sua estrela ao garantir o empate marcando os dois gols.

Herrera – deu o passe – meio errado, é verdade – para o primeiro gol do Vasco e quando conseguiu passar por dois jogadores e sairia na cara do gol, foi derrubado em um lance que qualquer juiz sério expulsaria um zagueiro que já tinha um amarelo. Mas fora isso, passou a maioria do tempo perdido em campo, não encontrando um posicionamento que lhe tornasse mais útil ao time. Deu lugar ao Thalles, que pouco acrescentou ao time.

***

É claro que não podemos falar sobre o empate de ontem sem citar os vários erros de arbitragem que prejudicaram o Vasco. Tanto que, como já disse, poderíamos ter vencido não fosse o time tão severamente operado.

O primeiro e talvez mais grave erro do Sr. Duarte Peixoto foi ter arregado em expulsar o zagueiro Bruno Rodrigo. Ele já tinha um amarelo, derrubou Herrera por trás, quando o atacante ia sozinho em direção ao gol e o juiz não fez o que deveria fazer. Na sequência, Mano Menezes fez o que o árbitro não teve peito para fazer: tirou o zagueiro de campo, substituindo-o. Vale dizer que a essa altura o jogo ainda estava empatado e o Cruzeiro teria muito mais dificuldades para conseguir a virada.

O segundo erro foi um pênalti não marcado a favor do Vasco, quando o volante Williams claramente dá um tapa na bola, dentro da sua área, nas fuças do apitador.

O terceiro pode não ser um erro, mas mostra a total falta de critérios do sujeito de camisa amarela: o mesmo juiz que não deu um segundo amarelo para um zagueiro por parar uma jogada que poderia terminar em gol não titubeou em fazer o mesmo com Julio dos Santos, não por cometer alguma falta, mas por chutar uma bola pra longe no final do jogo.

Se há uma equipe nesse campeonato que não precisa ser prejudicado pela arbitragem é o Vasco. Ainda assim, não é o que temos visto acontecer nesse Brasileiro. Me pergunto onde está o tal “respeito” que os defensores da atual gestão tanto falam que voltou ao clube, agora que temos um presidente que “manda” na CBF e nos bastidores do futebol em geral. Pelo visto, esse respeito só vale mesmo para jogos do Estadual.

***

Não se esqueçam: o Blog da Fuzarca está participando do Top Blog 2015 e precisa do voto de vocês para levar esse caneco!  Cada leitor pode votar mais de uma vez, então não se acanhem em clicar aqui ou no banner na coluna à esquerda da página todos os dias (mais de uma vez, se possível)….

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

63 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

63 Respostas para “Operação no Mineirão

  1. Pingback: Outra vez o apito | Blog da Fuzarca

  2. Beto

    JC, audiências de alguns jogos na praça Rio de Janeiro, incluindo Cruzeiro X Vasco….

    http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/estreia-de-guerrero-no-flamengo-tem-recorde-de-audiencia-no-rj_28688.html

    28 pontos para Inter X Flamengo 22hrs

    Audiência da estreia mais badalada dos últimos tempo por esse mídia do Rio de Janeiro (Guerrero) horas e mais horas de promoção do evento, com uma torcida que acredita na diretoria do seu clube no momento.

    Enquanto isso, o Vasco numa situação de calamidade no campeonato, no pior momento de sua história, com 15 anos de dificuldades e com uma diretoria que não agrada a maioria de sua torcida

    26 pontos para Cruzeiro X Vasco 22hrs

    http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-corinthians-globo-bate-recorde-de-audiencia-no-brasileirao_29074.html

    São esses os números que justificam 210 milhões de reais de diferença em três anos? Em condições minimamente equilibradas o Vasco não perde com grande diferença para o Flamengo. Até numa situação totalmente desfavorável como a atual os números não são tão distantes, apenas em um ou outro jogo. Só mais recentemente, com a subida na tabela, os números de audiência do Flamengo melhoraram de forma mais forte aos domingos, só agora. Ou seja, depende da campanha e vale pra todos os clubes.
    http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/no-g4-flamengo-volta-ter-alta-na-audiencia-do-rio-de-janeiro_29055.html
    27 pontos num domingo é uma audiência muito alta, normalmente audiência é mais alta nas noites de quarta, o “horário nobre”.

    Outro rival:

    http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/esquecido-pela-tv-palmeiras-registra-sua-maior-audiencia-no-brasileiro_29002.html

    Corinthians X Fluminense 23 pontos 22hrs

    Acho que as audiências mostram que essa pirâmide de divisão de contas de TV deve ser achatada e as diferenças diminuídas. É o que acho mais justo, pra todos.

    Mas se o time for rebaixado, a negociação, até para o Brasileiro de 2019 (negociação que começa bem antes, claro), quando se encerrará esse contrato atual, já ficará mais difícil.

  3. Luiz Afonso

    Caro JC, em relação às suas análises sobre as atuações do Luan e do Jordi: PERFEITAS!

    Cara, o que passou pela cabeça do Jordi para fazer aquela reposição totalmente equivocada, na fogueira? Logo ele que faz cera a cada defesa e estando o Vasco a frente no marcador! Mas, como você ressaltou, ele se redimiu no decorrer da partida. O mesmo vale em relação ao Luan, como você já frisou.

    Ah sim, ainda bem que eu queimei a minha língua (Graças a Deus!) e o Andrezinho jogou bem (sendo importante na criatividade e armação das jogadas) e até correu!!! Maravilha!!

    Nenê caiu de produção, mas continua sendo o cérebro desse nosso time. Para mim, titular absoluto.

    E, cá pra nós, que drible sensacional o do Rafael Silva!! Quarta ele estava inspirado!

    Discordo somente em relação ao Júlio dos Santos. Para mim ele tem feito boas partidas, ao menos no critério de colocar a bola ao chão e clarear a jogada, e quarta ele foi prejudicado duas vezes já que o primeiro cartão amarelo que ele tomou foi por ter reclamado, corretamente, que o juiz não deu o segundo cartão para o zagueiro do Cruzeiro! E o segundo cartão que ele tomou PQP (“excelente” o critério da arbitragem!)…

    Saudações

  4. paulo eduardo

    Julio, pq não tem a janelinha de resposta quando vc comenta? Ficava melhor, pois ficava junto.
    Bom, te respondendo: Eu não acho que ele jogou mal, eu acho que ele JOGA MAL. Acho ele uma temeridade na zaga. Mas já vi que ele tem fã clube cativo na torcida. Eu só lamento. Eu vi o jogo e claro que vi as várias desarmadas dele. Mas acho que ele erra em fundamentos básicos e parece que fica sempre nervoso e sendo assim, inevitavelmente, aparecem as pixotadas…
    Tomara que eu queime a língua e ele faça só jogão. Mas prepare o exordil neste domingão!!!

  5. Lucas Ottoni

    Nem vou comentar os absurdos cometidos pela arbitragem, pq isso já foi mais do que destacado pelo JC. Mas, pessoalmente, eu achei muito ruim o resultado no Mineirão, principalmente pelo bom jogo que fizemos e pela situação em que nos encontramos no campeonato. Era jogo para ganhar. E o empate acabou sendo muito frustrante. O Vasco precisa de uma vasta sequência de vitórias (assim como fez a mulambada até ontem… kkkk), e quando vemos que a vitória sobre o Cruzeiro era mais do que possível e nós não conseguimos, o sentimento é pra lá de amargo. Repetindo: era pra ter ganho aquele jogo. Se o Vasco estivesse em 8º ou 9º na tabela, um empate com a Raposa no Mineirão teria sido muito bom, ótimo resultado. Mas continuamos enterrados no calvário. Não podemos comemorar empate, principalmente num jogo em que poderíamos ter saído com os três pontos. Se tivéssemos tomado sufoco o tempo inteiro, aí sim. Melhor um ponto do que nenhum. Mas não foi o caso. Tínhamos condições de vencer e TÍNHAMOS QUE VENCER.

    E fiquei decepcionado com o desespero do Jorginho gritando e implorando pro juiz encerrar a partida. Ele deveria era ter pedido mais acréscimos para tentarmos a vitória. Só as vitórias nos interessam daqui pra frente. Empate é de pouquíssima valia pra nós. E ver a nossa torcida lá no Mineirão feliz e comemorando empate após o apito final tbm me doeu na alma. Nos apequenamos mesmo. Infelizmente.

  6. Silvano

    A reação começa, mas eu sempre soube que o time iria engrenar. A diretoria fez as contratações corretas e tbm sabia que iríamos reagir. Demorou um pouco mais do q o esperado, mas domingo deveremos ganhar do Sport e vamos começar a ver a porta de saída do Z4 se aproximar. E aí, para os q sempre duvidaram, valerá (só pra variar) a máxima do Dr. Eurico: COMIGO, O VASCO NÃO CAI.

    Quem viver, verá. Pois o time é bom e a confiança voltou. Ninguém nos segura. E quanto à Sibéria… Os q duvidaram da reação e da diretoria é que deveriam passar umas férias lá. Na geladeira… kkkkk. EU ESCOLHI ACREDITAR!!!

  7. ODILON C SILVA = RJ

    O time melhorou jogando no 4-4-2-passou mostrar mais consistência em campo, deixou de ser um time vulnerável pra sofrer goleadas, parece ser a melhor maneira desse time jogar, faltam jogos duros, se vai fugir da degola é outra conversa, agora melhoramos em campo, pena que isso aconteceu um pouco tarde……………………Esse jogador RAFAEL SILVA não é nenhum ROMÁRIO, DINAMITE, EDMUNDO, mas esse rapaz já merece um carinho especial da galera vascaina, vem honrando a camisa vascaina, vem jogando com respeito, vem marcando gols importantes, vem correspondendo, merece um tratamento especial…………………….Agora vamos para o maraca domingo, vamos apoiar ate o fim, é muito importante a presença da torcida vascaina domingo no maracana, pra melhorar nossa média de público na competição, o VASCÃO é o gigante, não pode ser o menor em nada, muito menos em média de público……………….Aproveitar pedir para corja euriquista, para esses bandos de politiqueiros improdutivos, aprem de destruir o clube, parem de xingar, criticar ceagmente o DINAMITE, EDMUNDO, JUNINHO, eles são patrimônios do VASCO, eles são idólos do VASCO, já deram grandes vitórias e conquistas para o VASCO……………Tó pedindo isso, porque tem uns e outros por aí, que ficam xingando o DINAMITE, JUNINHO, EDMUNDO, eles estão destruindo o patrimônio do clube, dando altos prejuizos para o clube, tudo em nome de um euriquismo ultrapassado, chato, nojento.

    • Lucas Ottoni

      Seu mestre Dinamite, como jogador foi e é ídolo do Vasco. Mas como dirigente, é da mesma estirpe do sr. Eurico Miranda, que você tanto critica. O Dinamite dirigente e o Eurico são farinha do mesmo saco. Ambos altamente lesivos ao Vasco. Incompetência, nepostismo, transparência zero e falta de responsabilidade com as finanças do clube. São as marcas registradas de ambos. O que difere os dois é que o Eurico gosta de aparecer nas vitórias com suas folclóricas bravatas. Já o Dinamite dirigente prefere se esconder da torcida e da imprensa para não dar satisfações sobre sua incompetência, frouxidão e omissão. Fez isso durante toda a sua (péssima) gestão. Acho que seria legal você entender isso. Abraço.

    • Claudinei

      Cara: mais um que concorda comigo. Sempre disse que o vasco tem de jogar no 4-4-2. Quando não se têm peças melhores, esse é o melhor sistema.

  8. ZÉ VASCAINO - CENTRO - RJ

    To sofrendo pra caralho, tó sendo sacaniado pra caralho, só resta um pouco de esperança, isso que é o tal de respeito porra, parem de saca nagem com ess clube, com sua torcida, cambada de canalhas.

  9. Beto

    Ótima análise, JC.
    O Luan, de fato, falhou no gol e me irritou profundamente, mas depois jogou uma partidaça, interceptando com eficácia muitas jogadas.
    Jordi não pode sair jogando uma bola daquela pra frente da área e pra um jogador marcado e cercado por adversários, nem que fosse o Messi. Alí não pode fazer aquilo, mesmo que o Nenê tenha pedido.
    Estou gostando (dentre da realidade desse Vasco atual) das atuações do Bruno Gallo. Andrezinho entrou muito bem na partida e acho que pode ser o titular no meio ao lado do Nenê. Nenê que precisa levar uma chamada séria, chega de firula. Há alguns jogos que ele está se excedendo no preciosismo e errando demais, perde bolas bobas (se pediu a bola pro Jordi errou feio demais também). Quando precisa ser eficaz ele erra nas conclusões. E meio campo ofensivo precisa fazer gol (e com a bola rolando), ele só faz de pênalti. Já teve umas 5, 6 oportunidades claras desde que começou a atuar e errou todas.
    O time, de modo geral, melhorou e espero que continue evoluindo. Se quiser sair dessa situação vergonhosa e catastrófica terá que melhorar ainda mais. Vendo esse início de reação ficam ainda mais evidentes os erros da diretoria. Nunca o Vasco poderia ter chegado ao ponto que chegou, tão atrás na tabela.

  10. Velho sábio

    Espero que o time melhore cada vez mais, mas o melhor de tudo isso é ver a postura do time mudou, provando que a contratação dos jogadores por parte da diretoria foi acertada, o que não estava dando certo e de acordo, era a questão dos jogadores não se encaixava na parte técnica e tática (acredito na má fase do jogador) que o técnico passava para eles ( a fase que o Vasco vinha passando era uma fase ruim dos próprios jogadores, não dos quem os contratou). Daqui pra gente veremos um Vasco mais brigador, mais envolvente e mais forte. Pra cima do Sport, rumo mais uma vitória.

  11. RUICRUZ

    Pô! Não tem ninguém no VASCO que oriente esse menino Jordi ? A saída de bola que ele deu foi F@oda. O goleiro deve parar a jogada, respirar, prender, olhar, analisar o que vai fazer, ver o companheiro livre. Se não tiver, CHUTÃO PRA FRENTE. É exatamente isso que o Martín Silva faria.
    E a bola passou nos dedos dele. Pô !!! Qual é JORDI ?????

  12. RUICRUZ

    Gostei do time. Está jogando com a alma na chuteira. Não vi ninguém fazendo corpo mole, pelo menos não notei isso. Tem sim umas peças muito ruins. Pr exemplo esse “Rulio” dos Santos é lento toda vida. Até a minha vizinha de 120 Kg passa por ele de passagem e dando olé. Merecíamos ter vencido essa partida. Mas não tem nada não. A gente chega lá.

  13. Antonio

    Só erra quem tenta fazer alguma coisa. Luan e Jordi erraram em lances capitais, mas acertaram muito mais. Luan, principalmente, foi um gigante, ganhando vários elogios no narrador e do comentarista da Globo. Rafael Silva fez dois gols, correu, marcou, lutou, infernizou a vida dos zagueiros do Cruzeiro e ainda deu um drible desconcertante (2º tempo, linha de fundo, LD) que jogadores com limitação não saberiam fazer. Se fosse um jogador badalado este drible seria reprisado à exaustão nas TVs.
    Mais uma coisa: quando a torcida deles viu que o Vasco dominava o jogo passaram a …. cantar, incentivar, e foi só por isso que eles não entregaram o jogo.

  14. Carlos Queiroz

    Por um Vasco com mais Kayser’s e menos Riascos. O Vasco estava muito bem, mas na nossa condição não se pode admitir tomar uma virada em 20_minutos. Não tivemos tempo nem de aproveitar a vantagem no placar. Nenê estava muito mal, ele assumiu a função de cérebro, beleza, mas.não precisa querer ser o supercraque nem o herói, não é hora de vaidade é tempo de simplicidade e foco.

  15. Concordo com quase todas as suas avaliações, JC. Só discordo de quando fala do Kaiser: achei muito lento e errou todas as jogadas que tentou. Mas foi estreia como profissional, então precisamos ter paciência.

    Saudações Vascaínas

  16. MAURILIO MOURTHÉ DE SOUZA

    Não esqueçam de votar no blog, todo dia voto.

  17. MAURILIO MOURTHÉ DE SOUZA

    Oi Jc, tenho comentado muito no blog da fuzarca e pouco aqui, mas leio todos os post. Como já tinha falado há 1 ano, foi só tirar guina que é ex-jogador e cristiano que nem jogador é, que nosso time melhoraria, falta tirar Julio dos santos e já poderemos ter um time titular; não gosto do Luan tambem ,mas passa.. Acho que o empate contra o Joivile e derrotas para Coritiba e Figueira nos tiraram a série A do ano que vem; mas vamos torcer com emoção porque a razão nos fala contra.
    SV

  18. Depois de muito tempo consegui assistir um jogo bom do vasco, gostei, ou será que foi bom em comparação aos outros que foram muito ruins? Enfim pelo ao menos o time está se reencontrando e vejo o Jorginho enxergando coisas que Roth não queria enxergar, ainda acho que ele pode olhar um pouco mais para o lado direito do campo e vejo o Bruno Ferreira um pouco melhor ou um pouco pior como queiram que o Madson que parece jogar somente quando tem alguém disputando vaga com ele, e tbem vejo o Andrezinho como boa opção. Voltando ao jogo nossa defesa erra como sempre e falha como nunca por mais que no aspecto geral tenha ido bem conforme a avaliação do JC, em relação a arbitragem foi simplesmente ridícula porém está na média da arbitragem do campeonato agora vamos ter que ganhar jogos contra tudo e contra todos digo TODOS mesmo arbitragem, jogos fora de casa, times de G4 etc. Acho que ser continuarmos com essa pegada e os times de trás continuarem se embolando não vamos precisar de mais 9 vitórias talvez um pouco menos vai bastar porém o meu medo e chegar na ultima rodada jogando bem com desenpenho de G4 e faltar aqueles pontinhos que perdemos ( COXA FIGUEIRA E JOENVILE ), o fato temos que ganhar do Sport a qualquer custo e estragar mais uma vez a festa da mulambada.

  19. Juvenal

    Faltou pouco para a virada.
    O Vasco não se assustou nem com o Azulão, nem com a Arena 71 e foi pra cima para ganhar o jogo. E faltou muito pouco. O fato é que o time está melhjorando jogo a jogo.

  20. Amado Peixoto

    Realmente, o apitador acabou prejudicando e muito o Vasco! Não dá pra colocar 100% da culpa nele, pq o time errou muito tbm. Mas com certeza se expulsa o zagueiro do cruzeiro, a estória seria outra! E o erro fica ainda mais claro quando o técnico adversário imediatamente tida o cara, igual foi naquele clássico que o açougueiro do flamengo deu uma entrada criminosa no Gilberto e o Luxa (se não me engano) tirou ele menos de 5 minutos depois. A fase é péssima e ainda aparece um cara desses pra ajudar a afundar o time (e ainda tem o meu sobrenome, mas graças a deus essa ameba não é meu parente!).
    Mas agora, não adianta reclamar os 2 pontos perdidos. É pensar no sport fim de semana, lotar o maraca e ganhar deles! Estão em péssima fase, o Diego Souza não joga e temos de vencer.
    SV

  21. Diogo

    Já comprei meu ingresso para domingo! Vamos lá galera lotar o Maraca!!!

  22. BRUNO SILVEIRA

    Esse Júlio dos Santos é um digno representante de produtos paraguaios. É um pereba de marca maior. Pamonha, devagar quase parando. Tenebroso !!! Deve ter rendido bons caraminguás para quem o contratou. Será que não tem ninguém para entrar no lugar dele ? Qualquer um ! Até o charuteiro de ceroula é melhor … Manda de volta. Propaganda enganosa!
    SDV

  23. JC, com a entrada de Renato Kayser no elenco principal para o fim da temporada, não seria interessante também testar os jovens Evander e Andrey no time? Não é possível que estes 3 não consigam rapidamente tirar pelo menos o Julio dos Santos e o Herrera do time ‘titular’.

  24. Claudinei

    Ótimo texto, JC. A mídia confunde sua indisposição ao Eu-rico; com uma seletiva indisposição em apontar os erros do apitador contra o Vasco. É assustadora a parcialidade da mídia. Quando apontam o erros, o fazem sem muito estardalhaço. Seria muito diferente se fosse com os times mais próximos a sua filosofia burra.

  25. Paulo Sergio de Araujo

    Além da saída de bola precipitada, do Jordi, achei que o chute era defensável.
    Por falhas na cobertura, ou não, assistimos ontem, mais uma “exibição” da “avenida Madson”.
    O único favorecimento que nos proporcionou o árbitro da Partida foi o CARTÃO VERMELHO do Júlio dos Santos. Porque, pelo menos na próxima partida, estaremos LIVRES do jogador “devagar-quase-parando”.
    Rafael Silva, o grande “mistério” cruzmaltino. Acho que daqui a 100 anos continuaremos sem saber se o queremos no ataque, ou não.
    Nossa “esperança”, além da atual mudança na postura da equipe, é que há muitos adversários (do meio opara baixo da tabela) jogando mal.
    Quanto à nova/VELHA diretoria AMADORA E INCOMPETENTE, não se iludam: se conseguirmos escapar deste novo rebaixamento, “ano que vem tem mais”. Porque o novo/VELHO presidente FANFARRÃO E SUPER-ULTRA-GIGA-MEGA INCOMPETENTE “se especializou” em travar lutas árduas contra rebaixamentos. Quem TEM MEMÓRIA E TORCE PELO CLUBE (e não por dirigente), infelizmente, sabe muito bem disso.
    A equipe do dirigente truculento e ditador, é “especializada” em REBAIXAR times de futebol. Depois de “prepararem o terreno” para rebaixar o Vasco em 2008 (montando uma MERDA de ELENCO, para variar, e deixando o clube SEM UM NÍQUEL EM CAIXA, para poder-se contratar algum jogador que fizesse alguma diferença), saíram para rebaixar o Olaria (que ATÉ HOJE não conseguiu ficar na primeira divisão do campeonato ESTADUAL DE VÁRZEA) e, depois, foram rebaixar o Bahia no brasileirão.
    Pois é, com esta turma “dirigindo” o nosso Vasco… ESTAMOS FUDIDOS…!!!

  26. Marco Aurélio

    Bom dia galera e JC! Ontem gostei muito do jogo que o Vasco fez fora aqueles 20 min. finais do primeiro tempo, onde tomamos dois gols por falhas individuais. No primeiro gol alem da fogueira que o Jordi colocou o Nenê a displicência dele foi fatal, displicência em alguns lances que são rotina dentro dos jogos…o 3 últimos na minha opinião ele não foi bem e perdendo muitas bolas por preciosismo ou displicência. Fisicamente tem sofrido nos jogos acho que está na hora de um descanso pra ele no banco pra voltar a jogar bem. Não tem como não ficar puto com a arbitragem de ontem, foram dois erros graves e que afetaram diretamente o andamento da partida…ou alguém acha que o cruzeiro com 1 a menos desde o primeiro tempo manteria a pressão que resultou no segundo gol apos espanada do Luan? E pênalti? Bem posicionado e de frente para o lance não tinha como não dar!! Fomos prejudicados ontem e esse 2 pontos vão nos fazer falta com certeza. Aquele penalti ontem se fosse contra o “curintia”, além de ser marcado ainda ia rolar uma expulsão do willians + mais um gancho de 6 jogos por atrapalhar o ataque do timão…kkkkkkkkkkkkkkk.
    Vamo vascão eu ainda acredito!!!!

  27. Empate com gosto de derrota. Agora jogaremos contra as velas de macumba nas duas rodadas seguintes. O Sport está em decadência, não tanto quanto a queda dos flores, mas desses último times que enfrentamos (Galo, Macaca, Furacão e Raposa) é o que temos maiores chances de vencer, pelo momento que estamos vivendo no campeonato contrastando o que eles vivem. Mas na prática a história é outra. Se continuarmos jogando assim poderemos até ser rebaixados, mas teremos grandes chances de fazer uma final de Copa do Brasil.
    Vamos contar com a superstição que o Vasco vence todos os times velas de macumba! Nesse momento vale tudo!

  28. Certíssimo Julio, ontem vendo o jogo, seus comentários nos posts anteriores sobre o Nenê ficaram claros, sempre um toque a mais ou uma “graça” desnecessária que acaba atrapalhando sua jogada. Mas não podemos negar, acho que você mesmo citou também que o cara ta chamando jogo pra ele, não vi ele se esconder do jogo nenhuma vez, como muitos “10” que tem por aí…
    Outra melhora evidente no nosso time é pelos laterais, JC no lugar do Cristiano, que não sei quem foi que falou pra ele que ele era jogador profissional e o Madson, que com a entrada do Julio dos Santos, voltou a aparecer melhor no jogo.
    Andrezinho realmente entrou muito bem, vale testar ele jogando ali no meio e o Nenê um pouco mais adiantado… Vamos ver…
    Abraços e SV!!!

  29. Drika

    Não sei porque, mas acho esse Luan muito lento e as vezes falha e geralmente essa falha resulta em gol adversário. Depois o Vasco deveria investir no Anderson Martins que está encostado no Gambá paulista.

  30. Claudio S.

    Perguntinha :
    Pq o Alisson do Cruzeiro não comemorou o seu gol?

  31. Claudiane

    Juizão deu uma operado no Vasco. Temos que ficar de olho neles! Mas o Vasco fez uma ótima partida, uma porque se jogasse com essa intensidade não estaríamos nesse sufoco na zona do rebaixamento.

  32. Gosto do Nenê em campo, mais acho que ele tinha que jogar pelos lados, e colocar o Andrezinho e o Leandrão junto com ele.
    Ele fica meio perdido com Rafael “afobado” silva e “Erreira”.

    Julio dos Santos so deveria jogar nos jogos que o Madson atuasse bem, caso contrario ele é uma nulidade só.

  33. Kaveirinha

    Juiz mulambo ladrão Fdp!

  34. Helson

    Esse Luan é muito lento JC, dá cada Ratada. O Rodrigo não errou como o Luan que resultou no gos das marias.

  35. Bubanno-CRVG

    Renato Kaise me surpreendeu, jogou muito melhor que o tal Herrera que ganha um dos melhores salários no Vasco.

  36. Caloteiro

    Resumindo: Jordi, Nenê e Luan FDP, por causa deles o Vasco entregou o ouro. Quase nos complica ainda mais.

  37. Antônio

    Quando estávamos estacionados na lanterna, os erros de arbitragem não existiam contra nós. Repararam que foi só a gente se mover na tabela para que os sopradores de apito começassem a nos prejudicar. No jogo contra os burro negros do Paraná houve um pênalti escandaloso sobre o Rodrigo, pênalti esse que se convertido nos daria uma tranquilidade maior no placar. Ontem foi simplesmente bisonha, pra não dizer ridícula, mal intencionada e outros adjetivos a atuação do infeliz apitador. Enquanto os mulambos passaram a ter erros a seu favor e sobem rapidamente na tabela, nossa tentativa desesperada de fuga do rebaixamento é prejudicada por forças ocultas. Alô Respeito, cadê você eu vim aqui só pra te ver!

  38. PC

    JC, se observar o lance completo do primeiro gol do Cruzeiro, verás que o maior culpado foi o Nenê. Quando o Jordi defende ele levanta o braço pedindo a bola para puxar um contra-ataque. E ele não erra o domínio, ele tenta um toque de calcanhar, na entrada da área, cercado por tres jogadores. Viu que tava cercado, dava um chutão e estava resolvido, mas quis sair bonito, deu no que deu. A propósito, o Nenê não jogou nada!!!

  39. Marcelo Silva

    O time deu uma encorpada. Pena que tarde demais! Acho que o Jordi peca pela inexperiência mas penso que tem potencial. Quem deu uma consistência ao meio campo foi o Bruno Gallo. Marca, tem bom passe. Acho que é o cara que equilibrou o time. Segundo tempo jogamos melhor. Concordo que se não fossem as falhas do árbitro, sairíamos com a vitória. Gostaria de ver o meio campo no domingo com Gallo, Rafael Vaz, Andrezinho e Nené. O jogo iria fluir mais facilmente na composição defesa/ataque. No lugar do Rodrigo (suspenso) vamos ter que ir de Jomar mesmo (não tem outro). E com Leandrão voltando, o time fica mais competitivo. Vamos pra cima de dois rubro negros na sequência. Bom presságio.
    SV.

  40. Gustavo P.

    Fomos muito prejudicados pela arbitragem, mas nem dá pra reclamar porque há um mês atrás o resultado de ontem seria uns 5 x 0 pras Marias. Então, prefiro falar das coisas boas. O time lutou muito, soube se impor no segundo tempo e alguns jogadores fizeram boa partida. Ao meu ver, Bruno Gallo e Luan (mesmo com a sua falha) jogaram muito ontem, sempre bem posicionados e com muita disposição. O Luan incansável na defesa, o Bruno Gallo sabe sair jogando, marca bem, movimenta o time, muito bom. Rafael Silva estava naqueles dias de talismã, dois gols importantíssimos. Continuo insistindo que o Guinazu não pode voltar ao time, só se for no lugar do Serginho, ou um ou outro). O Julio dos Santos deve ser da mesma igreja do Jorginho, é a única coisa que pode justificar a sua titularidade. O meio tem que ser com Nenê e Andrezinho.

    Poderíamos ter ganhado o jogo, mas não dá pra reclamar. Agora é descansar e partir com tudo pra cima do Sport domingo e que a torcida compareça com força para apoiar.

  41. Guilherme

    JC, você deixou de mencionar um fato importante do jogo, determinante até:

    O Vasco ganhava o jogo quando o Rodrigo quis dar uma de malandro, como sempre. Ao dominar a bola em um final de ataque cruzeirense, podia e devia ter chutado a bola para o ataque… Aí chutou pra lateral e sinalizou como se estivesse colocando a bola pra fora para atendimento de jogador adversário… Na minha opinião, não havia jogador do Cruzeiro pedindo atendimento e foi apenas uma “malandragem” para parar a bola e o time se arrumar… O cruzeiro não devolveu a bola e o time se perdeu na marcação reclamando a falta de FairPlay (que para mim não houve). Na sequência do lance, o time todo desarrumado recebe a saída de bola equivocada do Jordi e sofre o empate. Uma sequência de discussões e reclamações tirou totalmente a concentração da equipe (que estava focado) e tomamos a virada. Pra mim, o responsável pela perda de foco momentânea do time foi o Rodrigo.

    • JC Barbosa

      Não mencionei pq achei que o Rodrigo jogou a bola pra fora propositalmente. E também pq não acho que se possa exigir fair play do Cruzeiro ou qualquer outro time baseado na suposição de que isso é o correto. De qualquer forma, a bola saiu, voltou a jogo, o Jordi agarrou a bola e a repôs no fogo. Não acho que diante disso tudo dê pra culpar o jogador que colocou a bola pra fora, seja por erro, seja conscientemente.

      • Fernando

        Já é a segunda vez das Marias com esse lance do Fairplay. No ano do rebaixamento, teve lance em que eles devolveram a bola e pressionaram o jogador do Vasco, resultando no gol. A partir de agora, quedas de jogadores do Cruzeiro devem ser sumariamente ignoradas.

  42. BJ

    Criaram uma regra nova no futebol. “Toda vez que o jogador Williams cortar a bola com a mão dentro da área , se o adversário for o Clube de Regatas Vasco da Gama, não será marcada penalidade máxima.”
    Só uma regra dessas explica o fato que revimos ontem, em 2010 quando jogava no Fraguês uma mesma mãozada nos eliminou da semi finais da Taça Rio sepultando nossas chances de título. Espero que a de ontem não sepultem nossas chances de permanecer na série A e que os dois pontos perdidos não façam falta na 38° rodada.

  43. paulo eduardo

    Sei que é o que temos. Mas acho o Luan uma temeridade na zaga. E se agrava por ser jovem e ter conceitos básicos de defesa tão equivocados e bisonhos… Isso quando não parece uma total displicência ou “saco” para estar ali jogando bola (na verdade, achando que joga)!
    Acho que o Nenê sucumbiu a ruindade do time. Se compararmos as primeiras partidas com as duas últimas é visível a piora do desempenho.
    Ainda assim não teria sacado ele para a entrada do Andrezinho. Alguém já avisou ao distinto técnico que valeria a pena escalar o Emanuel Biancuchi, que seja uma vez ao menos….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s