Voltamos à programação normal

Muitos torcedores estão colocando a derrota do Vasco para o Goiás por 3 a 0 na conta da realmente constrangedora atuação do juiz Luiz Flávio de Oliveira. Mas temo dizer que é querer se enganar achar que as coisas seriam diferentes se a arbitragem não tomasse as decisões que tomou durante o jogo. O que vimos ontem foi a repetição de um roteiro mais que conhecido da torcida, cujo final nada feliz é uma infeliz rotina nesse Brasileirão.

Aos que podem contestar minha opinião, vale lembrar o que realmente aconteceu no jogo: sofremos um gol com quatro minutos de bola rolando, numa jogada que poderia ser facilmente evitada; o segundo gol, oriundo de um pênalti cometido de forma desnecessária após um jogador famoso por suas pixotadas perder uma disputa de bola e puxar a camisa do adversário, não pode ser creditado a um erro de arbitragem se a penalidade realmente aconteceu (se poucos juízes – e ainda menos auxiliares – marcariam o lance, é outra história). Quando tivemos um jogador expulso de forma completamente equivocada, o erro capital do Sr. Oliveira, já estávamos perdendo na bola por 2 a 0 e no psicológico de goleada.

Numa situação como essa, dizer que poderíamos reagir se o Jorge Henrique não tivesse levado injustamente um vermelho aos 19 minutos da primeira etapa não é ver a realidade da partida. Mesmo com ele em campo, estávamos mais longe de diminuir a diferença que o Goiás estava de marcar o terceiro. Com 11 em campo, fizemos apenas duas finalizações, as duas em cabeçadas feitas por zagueiros, sem qualquer perigo para o gol goiano. É óbvio que as coisas seriam menos complicadas sem a expulsão, mas achar que isso mudaria o cenário do jogo é ignorar o óbvio: o Goiás foi muito mais eficiente e competente que o Vasco.

Nossa situação ficou mais ainda complicada na competição, mas analisando friamente, essa derrota não é motivo para quem acreditava que temos forças para escapar do rebaixamento antes do início da partida deixe de confiar. Imaginar que passaríamos o returno inteiro sem nenhuma derrota é um delírio, e continuamos precisando das mesmas 10 vitórias que precisávamos antes. Quem escolheu acreditar já se agarrava às chances matemáticas desde o fim do primeiro turno.

Resta ao Jorginho fazer com que o elenco esqueça essa volta à programação normal de goleadas sofridas no Brasileirão e motivar o time para a decisão da vaga na Copa do Brasil contra a mulambada. No Brasileiro as coisas vão de mal a pior e uma eliminação na outra disputa, depois de termos vencido a primeira partida, servirá apenas para piorar o clima para a equipe e para torcida. E isso definitivamente não pode acontecer.

As atuações

Martin Silva – sem culpa nos gols, ainda evitou que saíssemos do Serra Dourada com uma goleada maior.

Madson – depois da boa apresentação contra a mulambada, voltou a ser uma nulidade no apoio.

Rodrigo – o dono do time, no alto dos seus quase 35 anos, ainda não aprendeu que reclamar com o juiz pode render um amarelo. Levou o primeiro ao discutir com o árbitro e acabou expulso quando levou o segundo ao cometer um pênalti.

Anderson Salles – no lance do primeiro gol, ao invés de se antecipar na jogada, deixou que um Zé Love sem ritmo e com uma barriga de cerveja acertasse uma bicicleta numa bola que vinha praticamente num balãozinho.

Christianno – o pênalti que cometeu é uma clara demonstração da sua incapacidade como jogador profissional.

Guiñazú – foi várias vezes envolvido pelo bom toque de bola do adversário. Acabou dando lugar ao Jhon Cley quando Jorginho tentou colocar o time pra frente. E o garoto não conseguiu ser nada efetivo nessa tarefa.

Serginho – foi o melhor do time ao lado do Martín Silva. E isso já mostra o nível da apresentação do Vasco no Serra Dourada.

Julio dos Santos – taticamente não foi dos piores, já que mesmo em um dia ruim para o Madson, a lateral direita nem foi tão utilizada pelo adversário. Por outro lado, ajudando na criação foi nulo. Lucas entrou em seu lugar no fim da partida e nem encostou na bola.

Nenê – se o time mantivesse seu esquema por mais de 20 minutos, poderia ter sido mais efetivo. Com 10 em campo, acabou não conseguindo criar nada.

Jorge Henrique – estava nervoso por conta do placar e certamente poderia ter evitado a caminhada em direção do sujeito que o agrediu com uma voadora. Mas nada disso justifica sua expulsão.

Riascos – se com gente ao seu lado já fica complicado pro lado dele, isolado na frente as coisas se tornam impossíveis. Brigou com os zagueiros, com a bola e até com o gramado, mas não conseguiu fazer nada além disso. Herrera o substituiu e continuamos com um atacante isolado, mas esse nem brigar brigou.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

65 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

65 Respostas para “Voltamos à programação normal

  1. ODILON C SILVA = RJ

    Tá muito complicado, lamentável, que só foram se preocupar agora, agora vai ser correria e sufoco.

  2. Aposto que se o Vasco eliminar o Flamengo na quarta o Dotô pede pra sair alegando motivos de saúde. Aí o Vasco cai e ele e os defensores dele ainda vai poder dizer que não foi com ele no comando.

  3. Juvenal

    Criticar ou acreditar?
    Acho que não adianta mais criticasr.
    Temos que acreditar e torcer – apesar de ser aparentemente uma Missão Impossivel.
    Só existe uma saída para reverter isso: FAZER GOLs e NÃO levar gols.
    Todo resto é conversa fiada sem nada de concreto.

  4. carlos

    Bom dia JC.
    Não tenho MAIS como criticar o time, então vou comentar sobre nosso novo “treinador”.
    Achei boa a contratação do Jorginho e achei péssimo seu trabalho no jogo contra o time do goias. Vamos aos questionamentos:
    1) Tirar o Riasco para colocar o maluco do Herrera – não acrescentou em nada e nem acrescentaria, poucas vezes vi um jogador tão ruim igual ao argentino.
    2) O time voltou do intervalo pior do que saiu – deveria ter feito pelo menos alteração que não deixa-se o Riasco tão só.
    3) Manter o Julio dos Santos quase o jogo todo – o cara é o ganso do SP com 90 anos.
    4) Gastar a última substituição com o Lucas?
    5) O mais importante – manter o Cristiano como titular?
    6) Se é para manter os mesmos jogadores, a mesma postura e os mesmos que erram todo o jogo, não precisaria mudar de técnico, ficaríamos com o Doriva.

    No mais, não achei pênalti em nenhum dos dois lances e foi injusta a expulsão, porém, nada disso alteraria a derrota diante de um bando que é esse time do vasco.
    Para quem viu o jogo do framerda ontem, três pênaltis e nada do juiz dar. REFORÇANDO 3 PÊNALTIS CLAROS, um parecia FUTEBOL AMERICANO.

    QUAL SERÁ O GESTO DO “DOTO” AGORA, PARA MOSTRAR QUE O RESPEITO VOLTOU?

  5. Mauricio

    Sinceramente JC,
    Ou acontece uma mudança drástica, ou vamos cair. Falam que nosso problema é o ataque, mas se não fizermos nenhum gol, e também não tomarmos, todos os nossos jogos seriam zero a zero. Enquanto não tocar em alguns “intocáveis”, nada vai mudar. Para a copa do brasil eu manteria o mesmo time para o próximo jogo contra a mulambada, mas para o brasileirão tiraria Rodrigo, Cristiano, Guinazu, Serginho e madson…. Rodrigo só marca bem pivô tipo guerreiro e fred…pega alguém de velocidade fica perdido…. nossos laterais são nulos no ataque e na defesa… iria de Henrique (por que Julio Cesar não dá) e Jean Patrik(por que Nei não dá)… nosso volantes são “Marcadores” e tomamos sempre 3 gols por partida….quem sabe colocando dois volantes “não marcadores”, pelo menos fazemos um gol (como no jogo do inter que o Lucas garantiu o empate) . Outro que me irrita absurdamente é o Júlio Dos Santos, que joga de calça jeans molhada….prefiro o primo do messi (pelo menos fez um gol que garantiu nossa vitória contra o Avai). Ainda subiria da base o Cosendey, Evander e Kayser para ser opção….. mas dúvido que algum técnico vai ter peito de mudar o time dessa maneira.

    • JC Barbosa

      Vai tirar eles e colocar quem?

      Pro Christianno, por mais absurdo que possa parecer, não há substituto. O Julio Cesar é a encarnação do ex-jogador em atividade. Os garotos que poderiam jogar na lateral ou vivem contundidos ou conseguem o feito de serem menos competentes que o titular.

      Nei não pode ser opção para nada, nunca.

      Lucas fez aquele gol contra o Inter? Ok. Mas de resto, nem marca bem e não ajuda nem um pouco na criação.

      O Julio dos Santos poderia ser substituído pelo irmão do primo do Messi. Mas o cara sumiu, não teve mais chances nem com o Roth. No lugar dele pode entrar o Andrezinho, se esse voltar a praticar futebol.

      Os garotos que ainda estão na base não serão utilizados. O Euriquinho já havia dito que eles não estão prontos. E alguns, inclusive, já estão perdendo espaços para novos juniores que foram contratados nessa gestão (pois é….).

      • Claudinei

        JC, tu podes até ter razão em tudo e não duvido que na prática isso seja a verdade, mas não dá para manter o time com esses caras. Simplesmente não dá. Por uma partida poderíamos trocar tudo. O time que está jogando já entra perdendo.

      • JC Barbosa

        Eu sei e concordo que muitos desses sequer deveriam ter sido contratados. Mas em alguns casos, trocá-los faria o impossível acontecer: entrarem jogadores ainda piores.

      • carlos

        No lugar do cristiano colocaria o Salles ou Jomar(improvisados). Lembra do Jomar que era meia marcador e jogou na esquerda?

  6. Nilton Júnior

    Bom dia irmãos!

    Gol de bicicleta de Zé Love…
    Zé Love recebe sozinho na meia-lua e só não faz pq não passa de um sortudo obtuso…
    Bola na trave…
    Camisa 10 goiano recebendo um balão da zaga sozinho a ponto de matar no peito e chutar para milagre de Martin Silva…
    Atacante saindo na cara de Martin Silva e chutando lentamente a milímetros do gol…
    Rock Balboa goiano perdendo um gol embaixo das traves após cruzamento preciso…

    Nenhuma chance clara de gol para o Vasco.. e eu digo nenhuma do verbo inexistente, valor nulo..

    Irmãos…
    Será que dá pra botar na conta da arbitragem mesmo??

  7. carlos henrique

    JC independente do momento do time e fugindo um pouco do seu post, é hora de mobilizar os grandes jogadores que passaram pelo clube a fazer uma reunião com os jogadores, seja motivacional ou qualquer coisa, meu amigo a hora é agora tem que haver uma grande atitude por parte da torcida do vasco mas precisamos de pessoas que como eu a muito tempo não tem uma segunda feira feliz por uma vitória no fds.
    você concorda ?

    • JC Barbosa

      Talvez ajudasse. Mas fala aí um grande jogador que 1) não tenha dívidas com o clube 2) se dê bem com o Dotô. Só o senador mesmo.

  8. Jefferson

    JC, estamos mal até de torcida! É incrível, todas as pessoas que defendem esse Chrysthyannow só vêem o começo da jogada! Ele engana muito bem: toca, passa correndo, recebe e quando chega pra cruzar as pessoas não percebem: em 100% das jogadas ele chuta nas pernas de alguém, numa das vezes q conto nos dedos onde ele chegou a cruzar, cruzou pra um zagueiro ou meteu o chutão sem direção, (naquele q o Júlio dos Santos mal conseguiu desviar contra a mulambada). Vascaínos, olhem o final da jogada desse cara!!!!!

  9. Claudinei

    Infelizmente deu pra bola! Se eu mandasse alguma coisa, daria a conta para a maioria dos jogadores, colocaria a base para jogar e prepararia com calma uma equipe para a série B. Vá que os meninos façam mais que os velhinhos. Ah! Continuo torcendo, como torceria para os meninos da base também.

  10. Alexandre Vieira

    O pênalti marcado pelo bandeira foi algo tão absurdo que nem vale comentários. Você disse que foi pênalti só pq o lance envolveu um jogador que você detesta (e que nem é tão ruim). Aquilo foi um escândalo. E eu me pergunto: pq esses caras só marcam esse tipo de lance quando é contra o Vasco??? O tempo todo é isso. O Dr. Eurico precisa tomar providências e colocar esse juizinho horroroso na geladeira!

    E discordo totalmente de você: é claro que o pênalti inexistente (o jogador goiano continuou no lance, em clara vantagem, e pediu até escanteio, quando foi agraciado pelo bandeira com um pênalti que até ele mesmo ficou surpreso! Pode isso, Arnaldo???) foi DECISIVO para o resultado final da partida. Até ali o jogo estava 1 a 0, mas com equilíbrio entre os dois times. Acho que você deveria defender mais o Vasco. Eu, no seu lugar, estaria hoje crucificando esse juizinho péssimo aqui neste espaço! Pois foi ele o responsável pela nossa derrota, decretando-a diretamente já no primeiro tempo.

    Mas, como sempre, daremos a volta por cima. Se o apito não prejudicar, vamos despachar a mulambada na quarta-feira e seguir adiante na Copa do Brasil. Permanecer na Série A e buscar uma vaguinha na Liberta via Copa do Brasil é mais que possível, plausível até, eu diria. Basta ser vascaíno e acreditar. Estou com o Vasco e o Dr. Eurico até o fim. EU ESCOLHI ACREDITAR!

    • JC Barbosa

      Que sua paixão pelo Dotô o faz considerar o Christiano um jogador “não tão ruim” todos já sabemos. Agora, podemos catalogar ente os sintomas da sua incapacitação mental o esquecimento das regras do futebol. Se um jogador sofre uma falta e continua a jogada, isso não quer dizer que falta não existiu. E o Christianno, aquele acéfalo que só é defendido por quem defende a diretoria que nos faz passar a vergonha de estar a SEIS PONTOS do penúltimo colocado do campeonato, PUXOU A CAMISA DO ADVERSÁRIO! Isso é falta, amiguinho. E como foi dentro da área, foi pênalti. Não tem o que discutir. Se há um complô contra o Vasco, mais um motivo para execrar a imbecilidade do lateral símbolo da atual gestão. Ele não deveria dar motivo para que a arbitragem prejudicasse o time.

      Mas para quem se preocupa apenas em defender seu presidente-ídolo, é muito mais fácil culpar a arbitragem. Deve ser por conta dos erros dos juízes que perdemos 12 em 20 jogos, né? O certo é crucificar as arbitragens, não quem monta o time ruim que temos, nem quem contratou o Roth e o manteve por tanto tempo. Isso é que é defender o Vasco.

      E é até contraditório: vc espera que o Dotô tome alguma providência contra o juiz, como se ele tivesse MUITA influência na CBF, mas fala que “todo o tempo” somos prejudicados. Grande influência, hein? E, vamos apostar uma coisa? O juiz da partida estará normalmente apitando jogos na rodada que vem e não pegará geladeira nenhuma. Se isso acontecer, vc deixa de aparecer por aqui para defender tudo o que faz a diretoria, inclusive justificar os erros que ela comete. Aceita?

      • Cpereira

        JC,
        Não vou entrar no mérito do seu comentário pois não quero entrar nessa polêmica relativa à política. Mas não considero o lance como pênalti. Aliás, fazendo uma analogia com o agarra agarra, braço nas constas, etc, nem sempre esse tipo de lance é considerado faltoso. Futebol é jogo de contato. O contato, qualquer que seja ele, é aí entendo tb que segurar na camisa de outro jogador, só deve ser considerado faltoso se ocasiona um desequilíbrio ou queda ou desvantagem para o jogador. Sinceramente, não vi isso. E a prova mais clara que tal segurada na camisa não ocasionou desvantagem para o atacante, foi que nem mesmo ele reclamou. Nem mesmo ele considerou faltoso o lance. Não concordo com a penalidade. Fosse assim toda a vez que alguém encostasse o braço no outro jogador deveria ser falta também. Abs grande.

      • JC Barbosa

        Não. Tocar no adversário não é falta. Agarrar o jogador – seja no corpo ou na camisa – é. Está na regra. Independente se causa ou não desequilíbrio no jogador. Estou falando que é pênalti por isso. Se nenhum juiz marcaria ou não, é outra história. O problema é que, ao puxar desnecessariamente a camisa do adversário, o Christianno correu o risco de ver a infração marcada. E não é pq nenhum agarra-agarra no mundo é marcado que ele deixa de ser falta. Apenas não é marcado.

    • Diogo

      A questão é que o sapudo do euvírus nem se mexeu p fazer nada!!! Já são dois dias do jogo e nenhuma declaração sobre a arbitragem, nada!!! Na verdade devia questionar a escolha do árbitro antes do jogo.. mas a besta quadrada do dotô, tá cagando e andando pro Vasco, não tem o mínimo poder p fazer algo e nem vontade! Vê se para de babar o ovo dele e vai fazer algo melhor!!!

      • Diogo

        Olha a declaração derrotista e conformista da diretoria:
        “O dirigente foi o único a atender a reportagem. O presidente Eurico Miranda se recusou a falar. Mas o silêncio de um combina com a resignação do outro, quando questionado a respeito da arbitragem na derrota de 3 a 0 para o Goiás, sábado passado. Em comum, o abatimento com a crise.

        – Reclamar da arbitragem para quê? Não vai trazer os pontos de volta. Não vai adiantar nada. Já basta o sofrimento que estamos vivendo – lamentou Moreira.”

        O euvírus mesmo nem quis falar!

    • Leon da Cruz

      Christianno “nem é tão ruim”… Esse sabe tudo de futebol…

      Sobre o doutor sapo fazer alguma coisa, nota-se que ele anda com muito respeito mesmo…

  11. Ulisses Pinheiro

    Confesso que torcer realmente é uma doença. Por pior é vergonhoso que seja este time, não consigo virar as costas e deixar de ver o jogo. É mais forte que eu. Por isso o lema certo não é eu escolhi acreditar, duvido que alguém acredite ainda! Mas o certo é: “eu não tenho escolha pois não consigo parar de torcer”. Mas acho que esta altura do campeonato, com a série b já bem desenhada, deveríamos aproveitar o resto do brasileiro para organizar o time para o ano que vem. Priorizar a copa do brasil. Assumindo a série B, tiraríamos o peso dos ombros e acho que jogaríamos até melhor!

  12. dudufullon

    Enquanto não profissionalizar a arbitragem, vai ser isso que já estamos acostumados, total falta de critério em muitos lances, mais do mesmo. Mas também não culpo o árbitro da partida de ontem. Como já disse, joguei a toalha desde a derrota para o Coxa, mas cumpro o meu papel como vascaíno apoiando o time, mesmo sabendo que esse é um papel similar ao do corno sabido que espera que a mulher mude, a mulher não muda e ele engana a si mesmo. Quando a fase é ruim, você compra um circo, um anão, um palhaço e um leão – o circo pega fogo, o anão cresce, o palhaço chora e o leão come a plateia. Esse é o retrato de nosso time de coração, a cara do caos. A lei de Murphy para o Vasco é coisa do passado, agora é a lei de Clarke que predomina. Acredito apenas que os urubulinos irão ser eliminados e vamos conquistar o tricampeonato do Dotô, mas sem taça e sem glória. Pior do que ser derrotado, ser lanterna, é ser alvo de chacota. Que vençamos na quarta. É o mínimo de respeito que devem ter com a torcida!

  13. Eu que fiz promessa de não assistir mais o Vasco nesse brasileiro dei uma mudada de canal de leve pra ver o resultado e pasmem:20 minutos 1º tempo e 2×0 Goiás. Vi algumas matérias sobre o jogo, inclusive o técnico falando que jogaram para não passar vexame, mas aí voltei ao meu lado racional novamente e comecei a concordar com o técnico. Nos outros rebaixamentos, sempre foi na última rodada, e queira ou não sempre com a esperança de escapar (Em 2013 mesmo só dependíamos de nós, apesar do 5×0 desastroso). Esse ano até essa esperança estão conseguindo me tirar, e realmente concordo com nosso técnico:joguem para evitar o vexame ao menos, honrem a camisa como disse o torcedor (apesar do Nenê ser dos menos culpados, se é que ele é culpado).

    Observando que mesmo o Joinville está esboçando uma reação…mas vamos dar tempo ao Jorginho. Ainda torço muito, mas sinceramente…

  14. natan-Vasco

    O charuteiro de 2001-2008 acabará por rebaixar o time e depois surgirá um novo “bob” com o apoio (e blindagem) da mérdia nazioca para tentar terminar o “serviço” de assassinato institucional que o “bob” anterior não conseguiu completar.

    Esperamos que essa coisa devastadora não se realize.

  15. Paulo

    Acho falha do goleiro o primeiro gol. Ele (goleiro) está no lance , ele vê ela vindo e no replay se percebe que pula atrasado em uma bola que não veio rápida.

    • Lucas Ottoni

      Tá louco. A falha claramente foi do Salles. É bê-a-bá do futebol: zagueiro que se preze não pode deixar o atacante tomar a frente da jogada e finalizar daquele jeito dentro da área. Martin nada pôde fazer.

      Aliás, é por termos jogadores que não sabem o bê-a-bá do futebol (Salles, Aislan, Christiano, Herrera, Riascos, etc…) que estamos nessa situação caótica. Dá-lhe, Dotô!!!

  16. Como bem descreveu JC em seu comentário, infelizmente ontem presenciamos mais um capítulo da novela “O Rei dos Dez Respeitos”, cujo Diretor já conhecemos, em que o ainda pretenso time do Vasco não conseguiu avançar um centímetro sequer em direção à esperançosa porteira do curral da Z4. Derrota que nos pareceu mais fácil do que poderíamos esperar.E, até certo ponto,até a sorte, que ano passado algumas vezes nos ajudou, decidiu abandonar-nos, deixando-nos “a ver naus.” Pois os possantes navios não apareceram.
    A inicial injeção de animo, força e coragem que o Jorge (não simpatizo muito com a terminação inho) inicialmente aplicou aos jogadores, e que produziu algum efeito contra os urubulinos, ontem pareceu ter-se diluído e perdido seu efeito ante um golpe inicial de destreza mas também de sorte do inimigo, facilitado pela frágil marcação exercida por nosso zagueiro. E que a extrema fidelidade de um bandeirinha (ah! desculpem – assistente) às regras, e depois do juiz à apenas trechos dessas mesmas regras, completaram seu efeito destruidor.
    Seguimos, portanto, como de outras vezes, a nossa “via crucis” em busca de uma certa reação efetiva, que parece não chegar nunca, e que talvez nunca chegue; mesmo com a vinda de alguns valores aparentemente mais hábeis do que os que temos.
    E eu me pergunto: Até quando vamos continuar a ver as nossas já parcas esperanças se efetivarem; ou desfazerem-se totalmente? Rezem os que sabem; orem os que já aprenderam a orar, com fervor.
    E ponto e virgula.

  17. natan-Vasco

    A roubitragem global agindo novamente (mas não precisava).

  18. Wanderson DS

    VASCO afundado na LANTERNA a 6 PONTOS DO VICE-LANTERNA… cara é inadmissível a situação que o clube chegou… acho que nem o mais pessimista no começo do ano poderia imaginar tamanha situação VEXATÓRIA!!! IMPOSSÍVEL, acabou, não existe mais salvação… vai cair com várias rodadas de antecedência… mais um vergonhoso recorde negativo na conta do dotô e seus asseclas!!!

  19. Marcelo Silva

    A 6 pontos do penúltimo colocado… O time é ruim mas tbm não é pra tanto. Humilhante demais.

  20. Rapha

    Eu juro que assim que começou o jogo, eu achei que ganharíamos fácil! Até que começou um pesadelo, o juiz ajudou o pesadelo ficar pior ainda!
    Eu li um comentário que esse ano tá difícil pro Vasco!
    Esse ano???
    Ano passado série B
    Retrasado rebaixamento
    Pensando bem, esse ano pelo menos ganhamos o carioca e ainda temos chances de se segurar, poucas mas temos.

  21. Juvenal

    Inversão urgente dos indices
    Essa é a unica saída para o Vascão dar a tão esperada virada,
    ou seja:
    o Indice 8 (gols pro) tem que aumenta rapidamente
    o Indice 34(gols contra) tem que estagnar imediatamente
    A derrota de ontem seguiu mais uma vez o estranho Indice Inverso, em que levamos mais 3 e no 5ª jogo consecutivo não fizemos gol.
    Chega de tanto dominio, possse de bola, pase pra ca e pra la e muito rebolado, SEM OBJETIVO CONCRETO. Os atacantes vascainos tem que voltar a treinar o Beabá – quesitoo basico para qualquer jogador de de futebol – FAZER GOL e EVITAR GOL.,

  22. anne_RJ

    JC, Pior que ainda vamos sofrer muito esse resto de campeonato, tem que acabar logo esse ano. Tá dificil, cada jogo um sofrimento. O quê fizeram com meu Vasco?

  23. Carlos Queiroz

    Pra quem, só pq ganhou um jogo da mulambada, saiu alardeando que a meta era ser campeão do turno, tá aí a resposta da realidade. Pro Vasco ser campeão do turno falta, primeiro de tudo parar de perder de toda merda, que enfrenta, na boa dos confrontos diretos só vencemos o Avaí, Não em muito milagre, pra ver esse time reagir teríamos que ter um cara muito bom no meio que fizesse o time jogar (tipo conca no flu/09), um trio de atacantes onde um se entregasse para a marcação e soubesse jogar e fazer seus gols quando preciso, outro fosse rápido nas jogadas laterais e fizesse gols e assistências e outro matador puro (acreditaria com Euller, Romário e Jorge henrique) , dois volantes que roubassem bolas e soubessem articular, um lateral esquerdo que não atrapalhassem, dois zagueiros que espanassem tudo e fizessem seus gols qdo subissem nas bolas paradas, um lateral direito que não fizesse cara de choro toda vez que o time está em situação adversa, por fim um goleiro que segurasse a onda.
    No elenco do Vasco só vejo Martim Silva e Jorge Henrique, nas condições que citei, o resto não tem condição, então pra não perder o ano por completo, coloca o sub 20 no brasileiro e tenta ver até onde vai na copa do brasil, de repente se passarmos podemos pegar o Ceará no sorteio, e ai se passar já tá na semi final, não temos time pra ser campeão, mas é mais fácil acreditar nisso do que escapar do rebaixamento. Com mais 4 derrotas vai ser carimbado o descenso.
    Se Jorginho tiver pensando que com Madson, Rodrigo, Cristiano, Guinhazu, Serginho, Nenê, Dagoberto, Herrera e outros vai escapar, sinto informar, mas nem com muita oração. É isso e se não nos associarmos pra tirar essas merdas da diretoria nas eleições também não adianta só ficar reclamando não, a culpa também é muito nossa.

  24. Adalberto

    Jc , seu relato eh bem condizente com um de alguém que já jogou a toalha , mas obviamente não vai admitir.

  25. Carlos Couto

    Nem vou comentar pois o Luiz Afonso já o fez por mim, essa coisa de conspiração realmente é coisa da minha cabeça. O Vasco não é perseguido e roubado descaradamente, é só impressão minha. Nãome lembro de ter visto um pênalti marcado com tanta veemência por um auxiliar, pasmem, pelo auxiliar. SDV

  26. BJ

    Aquele verme se orgulha de ter força nos bastidores e permite a escalação desse trio de arbitragem. O Vasco mereceu a derrota por ter jogado muito mal, não criamos nenhuma chance clara de gol e o goleiro deles não fez nenhuma defesa digna de nota. Porém é inegável que a arbitragem prejudicou o Vasco na expulsão do JH. Jogar com um a menos por 70 minutos é complicado.

    • JC Barbosa

      Perdendo por 2 a 0 é complicado até pra 11. Quantos jogos perdemos da mesma forma, sem sequer esboçar uma reação, para adversários até mais fracos que o Goiás, sem ter nenhuma expulsão?

      O que, claro, não justifica a absurda expulsão do Jorge Henrique. Mas também não justifica a derrota.

      • Diogo

        Independente de conseguirmos virar ou não o jogo com 11, o pior da expulsão vai ser não poder contar com o jogador no próximo jogo, isso se não tomar um gancho e perder vários jogos!

      • JC Barbosa

        Exato. Um erro que traz consequências até depois do jogo. E para o juizinho mequetrefe? Não vai pegar nada, claro.

      • Diogo

        Pois é JC.. deve ser uma das poucas profissões no mundo que o erro não acarreta nenhuma consequência para o profissional.. lamentável.. Enquanto não modernizarem a arbitragem igual o vôlei vem fazendo, vamos continuar tendo esses problemas.

  27. Elizeu Caxias - MA

    Sem palavras JC..time foi ridículo e o pior q os outros da parte de baixo da tabela estão ganhando e jogando muito melhor do que o Vasco..

  28. Gustavo P.

    Se não aparecer um técnico com coragem para barrar determinados jogadores essa história vai se repetir sempre. O Rodrigo não tem condições de ser titular, ele só se esforça em jogos de maior destaque, com muita mídia acompanhando e contra atacantes de maior nome. O Guinazu tem muita raça, mas não acerta nada, tem que ser opção de segundo tempo para segurar um resultado. O Julio dos Santos não me convence, é lento demais, não dá pra apostar nele quando precisamos correr atrás do placar. A pessoa que colocaram na lateral esquerda prefiro nem falar…..
    Resumindo, trocam os técnicos mas nenhum mexe de verdade no time…. Não faço ideia do que pode acontecer na quarta e, tirando o fato de ser a mulambada, não sei se essa classificação pode ser benéfica para o time.

  29. Amado Peixoto

    Tem coisa que não dá pra entender! Não fizemos uma partida primorosa contra o urubu, mas fizemos uma boa partida. Marcamos bem, não cedemos muito espaço e fizemos um bom jogo no geral. Ontem, parece que o time era completamente diferente do que jogou contra o urubu na quarta. Com 4 minutos tomamos um gol de um cara que so apareceu pro futebol pq jogava do lado do Neymar! Zé Love é horrivel, o que so torna mais duro o golpe!
    Agora, tentar erguer a cabeça pro jogo de quarta, que se perder pro urubu e for desclassificado, pode complicar ainda mais a nossa vida no brasileiro.
    E, como desgraça pouca é bobagem, teve “torcedor” invadindo campo pra cobrar o Nenê (jogador que não tem nem um mês de time ainda) e isso foi relatado na sumula! E o juiz, não satisfeito em expulsar de forma injusta o Jorge Henrique, ainda relatou na sumula que ele chutou o cara do Goiás.
    SV

    • Eduardo

      Mas se ele colocou na súmula a invasão, a culpa é do mandante do jogo (Goiás) que é o responsável pela organização da partida. O Vasco não tem culpa se o cara invadiu, não foi o vasco que oeganizou o jogo.

      • JC Barbosa

        No jogo contra o Atl-PR em 2013 também éramos visitantes. E pegamos um gancho do mesmo jeito…

      • Eduardo

        Creio que nesse caso foi pq houve briga entre as organizadas, uma invadindo o lado da outra. Já neste é diferente, o cara entrou no campo pq o mandante não teve o cuidado necessário.

      • JC Barbosa

        A questão é que lá também não éramos responsáveis pela segurança. O princípio da punição é para evitar que os torcedores não façam esse tipo de coisa. Assim, se um torcedor não quiser ver seu time punido, não invade o campo.

  30. josé

    O Vasco está a 5 rodadas sem marcar um gol sequer, nem ao menos finalizar com perigo para o gol. Estamos a 9 pontos do primeiro clube fora do Z4, ou seja, mesmo ganhando os próximos 3 jogos não sairemos das últimas colocações. Perdemos em TODOS critérios de desempate. O time não mostra NENHUMA evolução. Continua sem criar, sem finalizar. Os laterais são uma nulidade na defesa e no ataque. Os outros adversários diretos na briga pelo rebaixamento tão mostrando capacidade de reação. O Vasco não mostrou em nenhum momento que tenha condições pra sair dessa catastrófica situação. Já tivemos 3 treinadores durante o campeonato e o time mostra pouca mudança. Sabe pq? Pq quase sempre jogam no limite, não falta raça, disposição, vontade. É apenas a limitação técnica de cada um. Não podem fazer mais do que estão fazendo. O Christianno e o Madson não erram cruzamentos pq querem, mas pq ñ sabem cruzar. O Riascos briga com a bola e quase sempre perde.
    Há tempos deixei de acreditar nesse time, nem tanto pelo jogadores, mas por quem contrata e comanda o Clube nesse momento. Em 8 anos não conseguiu sequer montar um time decente, mesmo vindo de uma época áurea, não seria agora vindo de uma administração catastrófica que faria diferente. O Vasco agoniza em meio a bravatas e uma torcida apática e displicente, que se contenta com uma vitória contra um rival tão fraco como o nosso. Parabéns pra quem votou espontaneamente para o Eurico, vcs ajudaram a destruir um Gigante de 117 anos.

    O time que foi o pioneiro na conquista da América e lutou por direitos de negros e operários. Hj luta pra não passar a MAIOR vergonha de sua história. CAIR COMO TIME PEQUENO, em último, sem chance de reagir, sendo humilhado e execrado por QUALQUER adversário.

  31. Thebar Augusto Guedes

    Jorginho, o jogo tem 90 minutos e não 10 minutos, porquê foi pra frente igual a não sei o quê? Porque não jogou com cautela, os caras botaram 3 atacantes, 2 deles leves em cima de nossa defesa é óbvio que o técnico deles achava que nós atacaríamos ansiosamente e jogaram no contra ataque. O VASCO É O SACO DE PANCADA DA SÉRIE A (OS NÚMEROS NÃO MENTEM) E A OBRIGAÇÃO DE VITÓRIA É DELES PORRA, PERDER PONTO PARA O VASCO HOJE DÁ DEMISSÃO DE TÉCNICO E TUDO MAIS, PORTANTO NÓS É QUE TEMOS QUE CHAMAR ELES E JOGAR NO CONTRA ATAQUE, O VASCO MOSTROU DESTEMPERO, ANSIEDADE, FALTA DE PREPARO PSICOLÓGICO NA ADVERSIDADE POR QUE VOLTOU A SE PERDER DEPOIS QUE TOMOU UM GOL, QUE NEM NA PELADA É ACEITÁVEL. JORGINHO PELO AMOR DE DEUS, QUE FILME VC ESTÁ VENDO?? O VASCO SÓ JOGOU BEM CONTRA O FRA PORQUE FICOU LÁ MARCANDO E JOGANDO NO ERRO, AÍ PORQUE VENCEU ACHOU QUE IA CHEGAR LÁ EM GOIÂNIA E ATROPELAR O GÓIÁS??? RESULTADO, COM 15 MINUTOS A GENTE JÁ TINHA IDO PRO SACO E AOS 19 O CAIXÃO FECHADO, LACRADO!!
    Jorginho errou, acreditou demais no time e foi pra dentro deles,
    todo mundo daqui pra frente vai jogar contra a gente assim, no nosso erro, portanto nesse momento temos que fazer aquilo que eles acham que não vamos fazer. Tirando o Fra na quarta que virá pra cima de qualquer maneira.

  32. Leon da Cruz

    JC, Salles disputa com Zé Love quem tem a maior barriga de cerveja.

    Sobre explicações para a derrota, recomendo fortemente a (re)leitura da entrevista de Euriquinho, em janeiro, ao site Globesporte sobre o planejamento do clube para as competições no ano. É muito esclarecedora. Muito mais do que os erros da arbitragem de ontem:

    http://www.netvasco.com.br/n/157864/euriquinho-fala-de-seu-trabalho-no-vasco-explica-politica-de-contratacoes-e-critica-gestores-profissionais

    Uma pérola inesquecível de Euriquinho: “vamos botar o jogador mediano para correr 10 vezes mais que o bom. Vamos ver se eles vão ganhar.”

    A resposta está na tabela. Ganharam.

    • Beto

      Perfeita lembrança, Leon. Esse time é ruim tecnicamente e fisicamente é mal preparado. Se tem uma coisa que o Vasco não faz nesse brasileiro é correr mais que alguém, ao contrário, é disparado o pior nesse aspecto na minha opinião. Até, também, claro, pela média de idade do time, que é alta, e pelo fato de termos jogadores chegando e vindos de longa inatividade.
      Um lance, ontem, demonstrou essa pouca movimentação (e aquilo não é porque o time já estava com um a menos). Riascos recebe uma bola na frente, é cercado por dois, por três, por quatro, por cinco e ninguém, NINGUÉM aparece, o time não avança e recua de forma compactada. Jogador sem a bola caga para o jogo, não é solidário com o companheiro, não se desloca para ser uma opção de passe. Fazem isso esporadicamente, mas o futebol da série A exige pariticipacao mais constante. A meu ver não fazem porque falta condicionamento físico. Em um campeonato longo, esse grupo não vai fazer isso jogando duas vezes por semana. Esse time não tem dinâmica de jogo de série A. Vai ter que se reinventar em busca da salvação.
      Pra encerrar: Algumas contratações de outros clubes chegam e já começam a fazer gols, no Vasco quem chega não resolve, exceção do Jorge Henrique, mas pela copa do brasil.

  33. Beleza então: o bandeira interpretou como normal a carga do atacante do Goiás no Christianno, que no lance pula em cima dele, mas achou aquele puxão suficiente para caracterizar a falta… Não faz sentido… Mas, é como você sempre diz: é uma questão de interpretação… Na minha, se aquilo foi pênalti, então foi falta antes no Christianno …

    A expulsão do Jorge Henrique fez com que o juizão decretasse de vez a nossa derrota e concluísse seu trabalho já no primeiro tempo, sem correr riscos.

    Quanto ao pênalti do Rodrigo, que fez com que o Vasco ficasse com 2 a menos e corresse o sério risco de outro vexame histórico, lembro que no primeiro tempo, depois de mais uma pixotada do Madson, o Love tirou o próprio Madson da disputa no alto com o mesmo tipo de carga que fez o Rodrigo, deixando o Erick na cara do gol que concluiu na trave. Percebe-se como o critério desse juiz paulista foi diferente ao longo do jogo. Este mesmo merda favoreceu descaradamente os Gambás, como sempre. E a cada absurdo ele vai sendo promovido, tal como aconteceu com o irmão!

    A política midiana segue a mesma: atenua-se os erros contra o Vasco e alardeia-se os pouquíssimos erros a favor do mesmo! E os juízes seguem tranquilões na tarefa de nos prejudicar!

    Mas, vai ver deve ser coisa da minha cabeça, afinal não existe armação no futebol! O fato do presidente da CBF não sair mais do país é apenas uma súbita mudança de postura dele! Não tem nada a ver com o fato de que provavelmente será preso por corrupção, caso pise em solo internacional!

    O time é ruim, claro, mas alguns detalhes de arbitragem têm atrapalhado bastante o decorrer de alguns jogos. Não enxergar isso também é ignorar os fatos! O Goiás realmente estava sendo mais eficiente e competente que o Vasco. Mas daí a dizer que assim permaneceria até o fim do jogo, não fossem os erros de arbitragem, é um exercício de futurologia!

    • Luiz Afonso

      JC, você havia me respondido no outro post. Eu recoloquei o mesmo comentário neste post porque ele estava mais atualizado.

      Só para ressaltar. Eu não disse, embora possa parecer, que o presidente da CBF quer prejudicar o Vasco, mesmo porque o Eurico tem buscado uma aproximação com a CBF. O que eu quis dizer é que esquemas de manipulação de resultados no futebol sempre existiram e continuam a existir. A quem interessa o rebaixamento do Vasco? Talvez ao mesmo grupo que tem interesse no título do curinthians e no não rebaixamento do framengo. Um grande na série B é primordial para o pay per view, e para nosso azar ficamos para trás nos doze primeiros jogos do primeiro turno, o que acho que fez selar nosso destino como garantia do time grande que terá que cair.

      O Vasco é o time com o maior número de cartões vermelhos. Mas isso se deve ao fato do nosso time ser o mais violento ou ao fato dos árbitros serem mais rigorosos com nossos jogadores? A facilidade com que se adverte jogadores do Vasco com cartões amarelos é coisa de outro mundo. O interessante é que o mesmo critério não vale para a equipe adversária. Você viu o jogo contra os mulambos pela Copa do Brasil? Reveja e tire suas conclusões!

      Saudações

  34. Jalson Dutra

    Bom dia vascaínos e parceiros no sofrimento com esse time.

    Jc uma situação que ninguém do Zap da Fuzarca entende é porque o ”Cristiano-show” nunca sai do time?
    Falhas atrás falhas e nenhum técnico saca ele do time, vejo uma situação parecida como era do Diogo Silva, só pode ter alguém ganhando com isso…

    De resto, o mesmo de sempre né, displicência e limitação técnica, mas com pouca vontade.

    Vamos juntos sofrendo até o final, eu escolhi acreditar.
    SDV.

    Quem tiver afim de participar do Zap da Fuzarca, chamae que adiciono lá Jalson 62-9118 9704.

  35. Wanderson DS

    Pra mim o rebaixamento foi decretado aos 4 minutos de jogo… tomar gol do ZÉ LOVE e de BICICLETA de forma tão estúpida é de time que merece ser rebaixado! Tá certo que a arbitragem foi tenebrosa, e só vai servir como muleta pra tentar iludir os mais iludidos… esse time já era! O que era MUITO DIFÍCIL ficou praticamente IMPOSSÍVEL!!! E o pior, já que esse bando de sem sangue, sem comprometimento querer completar a VERGONHA se jogar desse jeito (que é o normal deles) contra a mulambada e ser eliminado na Copa do Brasil, aí meu amigo a coisa desanda de vez e pode decretar falência total do clube!!! #EuEscolhiAceitar

  36. luiz henrique

    O primeiro ano da gestão Euriquiana vai terminar assim: campeão carioca (não serve pra nada), rebaixamento com a pior campanha dos pontos corridos, e eliminação da copa do Brasil com uma goleada dos mulambos. Lastimável…..

    • David

      Bem, tirando o estadual eu-rico está tentando imitar 2008. Só que dessa vez ele não vai poder transferir a culpa do rebaixamento para outro dirigente!

      • Zilio, eterno vascaíno

        Ele já está tentando transferir. O desempenho do Vasco HOJE é culpa de todos, menos dele, segundo o próprio Eurico. Dizem que estão acertando dívidas, pagando em dia, mas esqueceram da maior renda, o futebol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s