Vencer ou vencer

Rafael-Silva-Vasco-1260x710Os adeptos do euriquismo podem negar de pés juntos e jurar que São Januário se mudou para o País das Maravilhas, mas a verdade é uma só: qualquer resultado diferente de uma vitória hoje, sobre o Cruzeiro, instalará de vez a crise na Colina. Se a vice-lanterna, as seis rodadas sem vencer e as três derrotas consecutivas não são o bastante, mais uma derrota em casa será um golpe forte demais para os devotos mais xiitas do Dotô.

Não que “crise” ou a terceira derrota seguida na Colina sejam sinônimo para desistência ou mesmo de cabeças rolando na comissão técnica. Mas desperdiçar mais pontos na competição – já foram 15 em 18 possíveis – vai nos deixar ainda mais distantes da 16ª colocação, primeira posição fora do Z4 e que já não alcançaremos nessa rodada. Ainda há muita água pra rolar nesse Brasileirão, mas mesmo que isso seja um motivo para não entrarmos em desespero, negar que é extremamente preocupante ter esse desempenho chegando a quase 1/4 do campeonato é fugir da realidade.

E como nada mais deu certo depois do título estadual, Doriva vem testando novas formações e jogadores que não tinham tido muitas chances. As mudanças não deram muito certo até agora, mas o treinador viu alguma evolução no time na última rodada e, mesmo que tenhamos perdido a partida para o Furacão, o time se comportou melhor que nas duas derrotas anteriores, para Ponte e Galo. Mas é aí que fica a dúvida: se Doriva viu o time melhor num 4-4-2, jogando fora de casa contra o líder da competição, por que fazer agora a que parece ser a mudança mais radical na sua equipe?

Nosso treinador havia abdicado do terceiro atacante na Arena da Baixada, mas jogou de forma ofensiva, com dois meias e dois atacantes. Hoje, Doriva resolve sacar mais um atacante, trocando-o por mais um volante. Resumindo, a formação de hoje, jogando em casa contra o Cruzeiro é mais defensiva que a utilizada contra o Atlético-PR. Algo que não parece se justificar sob qualquer ponto de vista: tivemos menos cuidados com a defesa contra um ataque mais positivo e teremos menos força ofensiva contra uma defesa mais fraca.

Não que seja o número de atacantes ou de volantes que definam se um time é mais ou menos ofensivo. Com mais homens no meio de campo, congestionamos o setor e podemos recuperar a bola mais rápido, evitando os ataques cruzeirenses e tendo mais chances de contra-atacar. Mas para essa ideia funcionar, precisaremos de velocidade – que na escalação de hoje se resumirá ao Madson e suas subidas ineficientes – ou de bons passes em profundidade. Será que Jhon Cley e o Primo do Messi conseguirão fazer a bola chegar ao solitário Gilberto?

É óbvio que ninguém pode garantir que o Madson não acertará um cruzamento ou que os dois meias não conseguirão armar jogadas ou mesmo chegar próximo à área para finalizar. Mas contra um Cruzeiro que ainda não embalou na competição, talvez fosse melhor arriscar um pouco mais para conseguirmos marcar gols, nosso problema mais grave no momento. A formação do Doriva pode dar certo, claro. Mas o esquema com três volantes eminentemente de marcação me parece muito mais apropriado para os jogos fora de São Januário.

Campeonato Brasileiro 2015

Vasco x Cruzeiro

Charles, Madson, Luan, Rodrigo, Julio Cesar; Diguinho, Guiñazu, Jackson Caucaia, Jhon Cley e Emanuel Biancucchi; Gilberto.

Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Pará; Charles, Willians, Allano e Marquinhos; Willian e Leandro Damião.

Técnico: Doriva.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: São Januário. Data: 13/06/2015. Horário: 21h. Arbitragem: Leandro Vuaden (RS). Auxiliares: Marcelo Barison (RS)e Jose Javel Silveira (RS).

O Sportv transmite para seus assinantes de todo o Brasil (exceto RJ). O PFC transmite para todo o Brasil para seus assinantes e no sistema pay-per-view.

***

Levantamento do Lance aponta que, do fim do Estadual pra cá, QUINZE jogadores do elenco foram embora.

O mais estarrecedor: entre esses todos, apenas TRÊS – Montoya, Marquinhos do Sul e Lorran – não chegaram à Colina esse ano, seja por contratações, devolução de empréstimo ou reintegração de elenco.

Os que foram emprestados, mesmo tendo mostrado que não tem serventia imediata nem no nosso limitado elenco, ainda podem ser aproveitados. Mas há casos de jogadores que chegaram, não fizeram nada pelo clube (ou praticamente nada) além de receberem salários e simplesmente irão embora. Incluindo nesse caso um dos motivos de maior orgulho das euriquetes, o Mosquito, que voltou, jogou uma partida e não interessa mais ao clube.

Os devotos podem continuar achando a “responsável” política de contratações da diretoria é muito boa. Mas ainda fica a pergunta: é boa pra quem?

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

25 Comentários

Arquivado em Adversários, Notícias, Pré-jogo, Transferências

25 Respostas para “Vencer ou vencer

  1. Carlos Couto

    Acho que para o Vasco é perder ou perder infelizmente.

  2. Hugo

    Claro que o elenco não é pra disputar o título, mas não é, com certeza, tão inferior assim. O Doriva, sem dúvida, está sendo o melhor técnico que vi no Vasco após Ricardo Gomes. Diria até que em termos de tática e leitura de jogo, é um dos mais modernos e inteligentes do Brasil atualmente.
    Então, como explicar esse baixíssimo desempenho? Primeiramente, devemos lembrar que futebol, está longe de ser uma ciência exata, é totalmente imprevisível. Além disso, é principalmente, como na vida de todos nós, em algum momento, acontece de nada dar certo, sem razão aparente. Isso passa! Força Vascão!

  3. Thiago

    O dotô Eurico voltou tão eficiente que já quer o vasco rebaixado no primeiro turno.

    Rexpeito Volto, PONTIS.

  4. Diogo

    É perdemos mais uma de forma vexatória… continuo esperando pelo respeito voltar… somos piada de todos!

  5. Milena Maia

    É… A crise chegou de vez! Até qdo, sr Eurico?!

  6. Juvenal

    JC – seu titulo realmente diz tudo e quase dispensa comentarios.
    Hoje não temos outra alternativa. Portanto o jeito é torcer no estadio ou na telinha. Tomara que hoje venha a primeira vitória do Brasileirão e a segunda encima do Luxa este ano. Seria pra lá de ótimo.

  7. carlos

    JC. Vc. não acha que se for para tirar um atacante, o pior no momento não é o Gilberto? Este, não é o grande responsável por perder vários gols? Ou será que o Doriva viu que o Gilberto não toca para seus companheiros, para facilitar deixou-o sozinho?

  8. Adriano Rocha

    Sinceramente acho que ele deveria por 11 zagueiros pra ver se assim não perdemos o jogo. Meu Deus esta muito complicado esse Vasco não acredito no que vejo mais uma vez , meu clube vai acabar virando uma lenda e nada mais .

  9. oliveira

    Eu discordo da sua opiniao a respeito de ser mais audacioso neste jogo. Ele fez isso contra o Atletico MG e todos viram q o Vasco nao tem um elenco pra combater um time mais qualificado de frente (o Cruzeiro e’ o campeao brasileiro e participou da Libertadores). Infelizmente, temos q reconhecer a fraqueza do nosso elenco e usar um forte bloqueio para nao dar chances p Cruzeiro massacrar a gente em casa. Se sairmos com o empate, sera um ponto e fara melhor p o astral da equipe do que perder feio e aumentar a pressao.

    JC, op vc acha do Luan ser convocado p o Pan? Deixaria ele ir ou diria p CBF nao?

  10. Tomás Costa

    Eu ia até falar da contínua queda de braço dos “euriquista” e dos “odiosos do dotô”, mas deixa pra lá, não vale a pena.
    Espero que um dia a torcida do Vasco torne-se uníssona em relação as coisas do Vasco, tornado assim um Clube forte como tem que ser para combater o verdadeiro inimigo com fervor.

    É tudo muito triste ver a noosa própria torcida dividida, contribuindo mais ainda para o enfraquecimento do outrora gigante.

    Espero que as coisas mudem, independente de quem esteja no comando. Mas que isso ocorra o mais breve possível, pois corremos sérios riscos de se cairmos novamente, o Clube entre em uma derrocada sem fim e sem volta.

    Quanto ao jogo de hoje, o resumo é o seguinte : O problema não e a receita e sim os ingredientes.

    Infelizmente eu não acredito que era atual elenco do Vasco de hoje, possa vencer o Cruzeiro, ru espero que sim, vou torcer pra isso (ao contrário de outros), afinal é futebol e as vezes os mais fracos vencem os mais fortes.

  11. Leon da Cruz

    É, JC, não dá mesmo para entender. Desconfio do seguinte: ou o Doriva está completamente perdido, ou ele chegou à conclusão de que, com o elenco que tem, ele deve jogar, em primeiro lugar, para não perder. Até acho que a segunda opção não é descabida. Mas já está um pouco tarde para ela. Com a nossa situação no campeonato, precisamos muito de vitórias.

    De todo modo, acho que dá para ganhar hoje. O time do Cruzeiro ainda está se reestruturando e não é lá essas coisas.

  12. Thebar Augusto Guedes

    JC, Doriva tá com medo de sair atrás no placar, ele sabe que se tomarmos um gol de cara nesse jogo o emocional vai pro saco e pode ser um vexame creio eu. Ele quer tão somente se possível o 1 x 0 e de preferência levar o empate para o intervalo….Assim depois dos 15 do segundo ele vai arriscar mais com dois meias e dois atacantes. Se não tomar gol no primeiro tempo será essa a estratégia, pronto acho que traduzi para vc a escalação com três volantes.

    • alex-es

      Também acho isso ele vai começar o jogo cauteloso e ver no andamento da partida o que pode ser feito e se precisar colocar o time mais ofensivo com o Riascos no lugar do Diguinho ou Caucaia.

  13. BOM DIA JC
    o doriva rodou rodou rodou e voltou com o mesmo esquema tatico que montou no inicio do ano. Só que o problema não é o tres volantes e sim um dos tres volantes. Pq essa insistencia com diguinho? o cara errou tudo oq tinha que errar nos jogos contra o galo e ponte e m esmo assim insiste com ele, Pq não dar mais oportunidade ao Lucas? ta parecendo o caso do Cris.

  14. SNIPER

    Vamos ver se esta formação vai dar certo, espero que Jhon Cley e Emanuel Biancucchi resolvam o problema crônico de criação do time.

  15. Amado Peixoto

    Pois é JC, tbm não entendo. Apesar da derrota, o esquema da semana passada funcionou bem. Se tivesse sido um desastre, se tivéssemos passado sufoc e não tivessemos armado nenhuma jogada contra o atl pr, seria justificável uma nova mudança, afinal ele estaria tentando achar o time ideal pra jogar. Mas já que deu certo, em partes, podia manter o esquema.
    O Gilberto, com um outro atacante pra ajudar ele já tem produzido bem pouco. Se ficar isolado, ferrou!
    Pra mim, a impressão que dá é que o Doriva finalmente ve o tamanho do clube, com pressão de todo lado por resultados! Ir mal no carioca é uma coisa, ir mal no brasileiro é muito pior! No carioca, por pior que joguemos, o máximo que pode acontecer é ficar de fora das finais. No brasileiro, se jogar mal, cai pra série B! E ele parece meio perdido as vezes.
    Espero que a maré mude hj e o Vasco vença, com 3 volantes ou com 7 volantes, mas vença! Mas o melhor seria vencer jogando bem!
    Sv

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s