Crise chegando

Na entrada do time, Luan parecia prever o que aconteceria. Foto (detalhe): www.vasco.com.br

Na entrada do time, Luan parecia prever o que aconteceria. Foto (detalhe): http://www.vasco.com.br

Jogamos sempre para vencer. Ninguém joga para empatar. Empate é circunstância do jogo, faz parte do futebol. Tem que avaliar a performance da equipe, e a performance da equipe foi boa. Ponto!”

“Vou falar pela décima vez. O time teve volume de jogo, criou as oportunidades, mas tem o goleiro lá, tem o pênalti e o goleiro pega… O time criou mas, de fato, a bola não entrou, e vamos trabalhar em cima disso. Tem que ser mais eficiente na hora da definição. É isso.

Futebol mudou. Não tem mais facilidades. Cuiabá tem organização. Essa superioridade não existe mais no futebol.

Doriva

A gente não tá deixando de tentar. O goleiro deles fez boas defesas. Conseguimos a classificação, independente de jogar bem” –  Marcinho.

A gente tá criando. Quando sair, vão sair todos os gols” – Anderson Salles.

Futebol a gente tem que lidar com isso. Um dia é heroi, outro é vilão” – Rafael Silva.

Temos que comemorar porque mesmo com o empate conseguimos a classificação na Copa do Brasil” – Thalles.

Está difícil de explicar, a equipe está criando algumas oportunidades, mas a bola está teimando não entrar” – Madson.

Vamos dar valor à classificação. Foi um jogo difícil (…) Criamos chances, mas infelizmente a bola não entrou” – Serginho.

A torcida tem o direito de fazer o que quiser, mas não concordo com as vaias. Tivemos chances de fazer gols. Desperdiçamos um pênalti. O importante é que não estamos perdendo” – Yago.

O discurso afinado de todos, a irritação com a imprensa e com as vaias da torcida, as desculpas já utilizadas em outras situações semelhantes, a insistência em mostrar que o importante foi a classificação e a incapacidade de explicar o que está acontecendo com o time evidenciam o que aconteceu no empate com o Cuiabá (o quarto em uma sequência na qual não conseguimos sequer marcar gols em três): outra exibição na qual não conseguimos superar a limitação ofensiva da equipe, mesmo jogando contra um adversário menos qualificado. E ontem, mesmo tendo um pênalti a nosso favor.

E, ainda que seja inegável que dominamos amplamente a partida, corremos o risco de rever uma eliminação à la Baraúnas: o goleiro dele fez algumas defesas – nenhuma tão espetacular quanto estão tentando nos convencer, mesmo no pênalti displicentemente cobrado pelo Luan – mas o lance mais perigoso acabou sendo do Cuiabá e em um momento da partida no qual dificilmente teríamos tempo para reagir.

O problema é que desde a final do Estadual, o time parece ter relaxado e vem perdendo gradualmente suas principais características. Os adversários já conseguem anular nossas jogadas pela direita, os gols de bola parada já não acontecem e mesmo nossa defesa tem dado uns vacilos inaceitáveis, que só não nos causaram maiores problemas por conta do brilho individual de Martin Silva e da incapacidade dos nossos últimos adversários. No momento, nos resta a valorização da posse de bola. O que não adianta de muita coisa, se raramente conseguimos criar jogadas e quando as criamos, nossos atacantes finalizam mal.

Ficar tenso não resolve o problema. O que resolve é trabalhar mais: Doriva precisa descobrir alternativas para o time – que não seja seu “kit alteração” com Bernardo-Marcinho-Yago – e os jogadores precisam desesperadamente treinar finalizações, cruzamentos e, em alguns casos, até domínio de bola. Contar que chegue algum reforço que vá resolver nossa situação não adianta. É preciso fazer os que já estão aí rendam mais. Ou, pelo menos, rendam o que renderam na fase final do Estadual.

E é bom que Doriva e seus comandados consigam melhorar o mais rápido possível. A reação deles e a da torcida após mais um empate sem gols parecem ser um prenúncio de crise. E isso é o que de pior pode acontecer no momento.

As atuações…

Martín Silva – praticamente não trabalhou, mas acabou garantindo a classificação no finzinho da partida, evitando um gol do Cuiabá que seria fatal com uma grande defesa. Madson – continua sendo bastante acionado no apoio, mas tem errado tudo o que tenta. E tem dado vários vacilos na parte defensiva, entregando bolas que se tornam contra-ataques perigosos.

Luan – se dispôs a sair da defesa para bater um pênalti e acabou fazendo uma das cobranças mais displicentes da história recente de São Januário.

Anderson Salles – não chegou a comprometer porque o adversário não se dispôs a criar muitos problemas. Mas se enrolou um pouco em uns dois ou três contragolpes na metade final do segundo tempo. A única falta que cobrou ficou na barreira.

Christianno – o mistério de Tostines: Christianno tem ajudado mais o time ou o time a sua volta piorou tanto que ele parece ter melhorado? O fato é que nas duas últimas partidas, aquele que vinha se mostrando um dos piores laterais esquerdos da história vascaína tem conseguido se destacar positivamente (em relação ao time de um modo geral, que fique claro). Parece ter gastado todos os acertos de cruzamentos na partida contra o Figueira, mas pelo menos mostrou alguma eficiência no apoio. Julio Cesar fez sua estreia entrando em seu lugar no final do jogo, mas não chegou a ser notado.

Guiñazu – segue sendo o mais regular do time, fazendo o que lhe cabe com a eficiência de sempre. Com o time tentando pressionar, até tentou fazer suas graças na frente.

Serginho – também é regular, mas nos erros de passe. Pelo menos não vacilou tanto no combate e na cobertura.

Julio dos Santos – boas inversões de bola e alguns bons passes em jogadas pela direita. Mas como na maioria das vezes, parece que poderia se esforçar um pouco mais em campo.

Dagoberto – tenta articular jogadas no meio, mas cada vez mais parece deixar claro que seu lugar ideal é mesmo mais próximo da área. Sem isso desperdiçamos quem, no atual elenco, tem o melhor poder de finalização. Como de costume, quando cansou foi substituído pelo Marcinho, que, igualmente como de costume, não acrescentou quase nada à equipe.

Rafael Silva – esforçado como sempre, mas incapaz de finalizar com precisão. Yago entrou em seu lugar e deu novo ânimo ao ataque no segundo tempo. Fez boas jogadas pela esquerda e sofreu o penal desperdiçado por Luan.

Thalles ­– entrou como centroavante, mas se posiciona mal, ficando longe demais da área. Perdeu alguns rebotes do goleiro por não chegar a tempo na bola (perder um pouco de peso pode torná-lo mais ágil). Na sua melhor chance – um chute de virada que obrigou o goleiro adversário a fazer o que seria sua melhor defesa – o lance foi invalidado por ter cometido falta em seu marcador.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG. E os usuários do Gmail também podem incluir a página do blog no Google Plus.

Anúncios

84 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

84 Respostas para “Crise chegando

  1. ODILON C SILVA = RJ

    TÁ FODA EM SÃO JANU…………………………

  2. Fred Nascimento

    Euricão bateu firme no peito e, claro, não deixou o Doriva ir pro Grêmio. Porra, a cada dia mais orgulhoso do meu Vasco. O RESPEITO VOLTOU!!!

    OBS: quero ver só o que os reclamões de plantão vão falar. O Doriva é nosso, pois o Vasco agora tem comando!

  3. Alexandre Lima

    Crise?
    Só porque o Vasco empatou com o Goiás em casa e empatou com o Figueirense fora de casa? Dois jogos?

    Passo…

    • JC Barbosa

      Não falei que o Vasco está em crise. Falei que ela está se aproximando. E não são apenas “dois jogos”. Vamos recapitular:

      O Vasco não vence há quatro jogos.

      Desses quatro jogos, dois foram com um time da Série C e dois foram contra times que dificilmente ficarão na metade de cima da tabela do Brasileirão. Um deles, aliás, é franco favorito ao rebaixamento.

      Nesses quatro jogos, marcamos apenas um gol. E de falta, nos acréscimos.

      Nos quatro jogos, o time ou jogou mal ou muito mal.

      No quarto jogo sem vitórias e sem gols, empatamos com um time da Série C dentro de São Januário.

      As vaias da torcida nessa partida mostram que a paciência com o time está acabando.

      Nesse meio tempo, o time que precisa muito do reforço de um meia armador, contratou outro volante.

      E na próxima rodada jogaremos contra o time reserva do Inter. Por melhor que o grupo colorado seja bom, uma nova partida sem vitória vai irritar ainda mais a torcida.

      E, pra terminar, uma derrota pode levar o Vasco à zona de rebaixamento.

      Se vc acha que isso tudo não significa que uma crise pode acontecer, ok.

  4. Juvenal

    C O E L H O
    Essa parece ser a peça chave na atual “crise” do Vasco.
    Porisso tá na hora de ter uma conversa sériia com Ele, pois a Pascoa ja passou faz tempo e Ele insiste em deixar OvOs em São Janu.
    Essa foi para descontrair o triste ambiente da tradicional e atualissima praga da Falta de Pontaria

  5. JOAO BOBÃO = TIJUCA = RJ

    OLÉ,LÉ LÉ,OLÁ,LÁ,LÁ………….CAUCAIA VEM AÍ………..O BICHO VAI PEGAR, OLÉ,LÉ,LÈ,OlÁLÁ,LÁ……………CAUCAIA VEM AI O BICHO VAI PEGAR. EU QUERO CAUCAIA.

  6. Creio que não será difícil para o o Doríva aceitar a oferta do Grêmio. Se não, vejamos:
    1) Ele não era a preferência do Vasco. Digo, dessa Administração que aí está.
    2)O Grêmio, certamente, terá oferecido um salário melhor. Provavelmente no mínimo uns Cr$50.000,00 a mais
    3)Possivelmente terá um plantel melhor do que o do Vasco ou terá condições de conseguir reforços mais técnicos, que o ajudarão a compor o time com menos dificuldades.
    4)Estará em um ambiente menos conturbado e ditatorial, onde poderá trabalhar com mais calma e autonomia.

    Mas espero que se lembre de que, apesar de tudo, aqui conseguiu um título que lhe está abrindo as portas do mercado profissional, e onde tem uma ajuda bastante significativa para recuperação dos jogadores lesionados, além de outras facilidades técnicas modernas. Aguardemos.

  7. O Julio Santos tem uma técnica incrivel, é uma pena que ele em campo pareça ja ter uns 140 anos, sendo bondoso.

  8. Hugo

    JC, estao tentando levar o o Doriva, o que você acha disso?

    • JC Barbosa

      O Grêmio está no direito dele. Até pq fizemos a mesma coisa com a Ponte.

      Eu até diria que a situação não é complicada pq o Doriva só sairá do Vasco agora se quiser. Mas, exatamente pela forma como ele chegou ao clube, fica complicado afirmar que é impossível.

  9. Hugo

    JC, estão tentando levar o Doriva, orquestra você acha disso?

  10. Nicodemus

    Como diria o saudoso Cazuza em uma de suas músicas… “A noite nunca tem fim. Pq será que a gente é assim?”

    Tais versos cabem perfeitamente aos pessimistas de plantão que só veem escuridão para o Vasco. E se o Vasco está em crise, o que falar dos mulambos, que perderam pra time reserva, suaram pra empatar com o Sport em casa e já estão namorando a zona da degola? O que falar do Flor, que acabou de ser goleado e demitiu o treinador? O que falar do pobre canil, que está na segunda divisão? O Vasco é a grande força do futebol do Rio esse ano, e isso vocês não veem. Pq será que a gente é assim?

    • JC Barbosa

      Pq será que todo defensor da atual diretoria adora exemplos e ignora os problemas do time.

      O fato dos outros times do Rio estarem mal faz o Vasco marcar mais gols? Acertar mais cruzamentos? Ter uma melhor articulação de jogadas.
      Fla e Flu estarem mal nos faz estar numa posição melhor na tabela? Nem na frente do segundo estamos!

      Mas é compreensível. Se para o presidente ser melhor que os combalidos times do Rio é o que conta, pq seus defensores não pensariam da mesma forma? E se somos melhores que “um time que namora a zona de degola” e outro “que foi goleado e demitiu o treinador” (e ainda assim está na nossa frente), não há qualquer motivo para críticas. E quem critica, é “pessimista”.

      Depois, quando falam que tem gente que se contenta com muito pouco, reclamam.

  11. gláucio

    sério, eu fico ABISMADO com o pessimismo de muitos aqui que se dizem vascaínos. o time foi campeão carioca após 12 anos e eu não vi o menor entusiasmo de vocês. foi aquele tipo de comemoração assim: “pô, legal, fomos campeões. agora é esperar o fracasso no brasileiro pra batermos no time e na diretoria”. Kceta! q espécie de torcedores somos nós, eu vos pergunto? vocês sabem quantos jogos nós perdemos após o estadual? NENHUM. vocês sabem há quantos jogos o vasco está sem perder??? pesquisem, amigos. e a coisa mais comum no mundo do futebol é haver um relaxamento natural do time após uma conquista tão importante. o vasco irá lutar lá em cima nesse brasileiro. sou um eterno otimista, ao contrário de muitos aqui.

    e as notícias boas ninguém comenta! após a revitalização do ginásio, o projeto de resgate do nosso parque aquático já está para sair do papel. a pousada do almirante pra garotada está prestes a ser inaugurada, o imbróglio com a Caixa (graças a competência e agilidade da diretoria) foi resolvido… mas eu só vejo vocês aqui com panoramas sombrios e pessimistas sobre o time, sobre o clube, sobre o dr eurico miranda, etc… será q não veem que o Vasco desse ano mudou para MUITO MELHOR em relação ao q foi nos últimos anos? é deprimente ver tanto pessimismo aqui. já estão até falando em crise (!!!??), com menos de 1 mês da nosso título estadual. pode isso, arnaldo???

  12. Leon da Cruz

    A mim, o desempenho do time não está surpreendendo. Com exceção das finais do estadual, o padrão do time foi esse mesmo que estamos vendo. No estadual, também penamos para vencer times medíocres e, para alguns, chegamos até a perder. Mesmo nas finais, fomos muito ajudados pelo desempenho pífio da mulambada e pela inoperância do Botafogo.

    Mas o Doriva não deve ter percebido isto somente agora (ou, não deveria). É, então, uma incógnita saber por que ele tem criado tão poucas opções de mudança nas peças e na tática do time. Talvez seja limitação dele mesmo. Talvez seja interferência do Senhor Supremo das Fanfarronices. Talvez (o que eu mais acredito) seja limitação do elenco. Afinal, quando o técnico dá chance para alguém que não vem jogando, como o Thalles, vejam no que dá…

  13. brad nascimento

    Nossa defesa vai acabar sendo vazada no brasileiro principalmente quando pegar times mais fortes, mas o duro é o vasco não conseguir marcar um golzinho contra goias , figueirense e no cuiaba em dois jogos fazer um gol de falta .Realmente temos que preocupar.Mas o pior é ver o time jogando diferente do carioca não pressionando o adversario, jogando dessa forma infelizmente logo logo estaremos na zona de rebaixamento. O proximo jogo é pra ganhar , se não ganhar dos reservas do inter vai ganhar de quem, até o atletico-PR ganhou de 3×0.

  14. ODILON C SILVA = RJ

    A euricada agora tá feliz da vida, a gangue euriquista agora é totalmente conveniente com tudo, ou se cagam de medo do SADDAM MIRANDA, ou estão comendo juntinho. Antes ficavam de plantão xigando o DOUGLAS, agora aturam Serginho, Julio dos santos, Marcinho, o DOUGLAS pelo menos fazia gols, coloca os colegas na cara do gol, sabia bater penalidades, sabia bater faltas, sabia chutar,fazia de jogadas de efeitos, e agora, que coisa horrorosa…………………Outra porcaria de público, apenas 1300 presentes, uma lástima, um jogo sem motivação, as 22:oo, em plena crise finaceira da galera, deveriam colocar esse joga custando 10 reais,pelo menos teriamos 8, 10 mil pessoas em São Jnaurio,como colocaram os ingressos custando 30 reais, apenas 1300 presentes, muito fraco, decepcionante……………………Olha,a antiga diretoria deixou a desejar, vacilou muito,etc….mais jamais jagavam para menos de cinco mil pessoas, se tem uma coisa boa da antiga diretoria, era bons públicos em jogos do VASCO, era uma constante jogos do VASCO na antiga diretoria registrar boas médias de públicos, nesse quesito antiga diretoria era forte, as vezes o VASCO batia ate recordes e mais recordes positivos de públicos. Vale lembrar que o VASCO é torcida, torcida é o amior patrimônio vascaino, torcida vascaina é importante, mesmo que alguns não achem…………….Enquanto isso coisas estranhas acontecem nas entranhas do futebol amador vascaino, contratações e emprestimos nebulosos, idas e vindas de jogadores não muito convenientes, o problema que agora não existe aquela fiscalização toda, o negôcio agora é meio escondido, por debaixo dos panos, com apoio e aprovação de alguns.

  15. Gustavo P.

    Eu lamento porque não acho o time tão ruim como todos falam, mas é fato que uma derrota no sábado ou até mesmo outro empate, podem gerar crise no clube. Já falei aqui outras vezes, gosto do Doriva. Agora, ele precisa pensar mais nas substituições. Por que Marcinho e não John Cley? Por que não tira o Julio dos Santos no segundo tempo já que sempre cansa? Por que não avança o Dagoberto pro ataque pelo menos em um jogo pra ver seu rendimento? O Doriva precisa fazer diferente.
    O cenário do jogo de sábado é dos piores. Quem acompanha mesmo o time e vai a São Januário sabe o que estou falando. Time pressionado, torcida pegando no pé, Inter com time reserva vindo jogar sem cobranças….. Que eu queime a língua, mas….
    Luan ridículo ontem com aquela cobrança irresponsável. Ele e todo o time precisam baixar a bola e descer do salto.

  16. Beto

    Mais uma vez acho que a diretoria vai errar na calibragem dos preços dos ingressos: http://www.vasco.com.br/site/noticia/detalhe/10653/informacoes-sobre-ingressos-para-vasco-x-internacional
    E o discurso do Estadual para vai o ralo.
    Lembrando que o Vasco teve o terceiro pior público da primeira rodada, provando que houve erro na ocasiao. Espero que, dessa vez, sj encha e a diretoria prove estar certa. Caso contrário, com esses preços e o futebol apresentado até aqui, teremos que ver o Vasco entre as piores média de público da série A.

    • Beto

      Complementando: com esses preços o público fica limitado, em grande parte, a quem tem possibilidade de pagar meia entrada.
      Digo isso observando o preço médio pago do jogo Vasco x Goiás que foi próximo de R$ 34,00. Ou seja, o preço médio ficou próximo da meia entrada mais barata, a de arquibancada. Acredito que o preço na casa de 40 e 80 já estaria no limite, 40 reais inteira muita gente que não tem acesso a meia ainda se dispõe a pagar, mas 60 fica mais puxado.

  17. Claudio

    A batata do Doriva está começando a assar.
    Se ele continuar insistindo com esses jogadores INÚTEIS tipo Marcinho, Bernardo e Yago (não tão inútil) e também INSISTIR NA BURRICE de colocar o Dagoberto como armador do time, ele terá sérios problemas de continuar como treinador do Vasco.
    Ele tem que colocar o John Clay, Emanuel Biancuchi ou o Índio no lugar do Dagoberto, e colocar o Dagoberto na sua REAL POSIÇÃO onde ele é perigoso pois finaliza muito bem, ou seja no lugar do Rafael Silva.
    Rafael Silva teve “estrela” na final do carioca, porém não passa de um bom reserva.
    Se o Doriva (Buriva) continuar trocando seis por meia dúzia, com os irritantes Marcinho e Bernardo, vou começar a pegar no pé dele nos jogos em São Janú.

    • alex-es

      Essa tese da insistência do Doriva não é correta, porque se assim fosse o Montoya estaria entrando até hoje e nem no banco tá ficando.
      O Doriva vem tentando de tudo para achar o time ideal inclusive mudando o Dagoberto de posição e com certeza pela observação dele nos treinos o que está aí é o menos pior.

      • JC Barbosa

        Não entendi. Pq o treinador não insistiu com um jogador isso significa que ele não insiste com nenhum?

        Marcinho jogou 19 dos 25 jogos oficiais do clube esse ano. Nas últimas 10 partidas, só não jogou em uma.
        Bernardo jogou 21 dos 25 jogos. Nas últimas 10 partidas, só não jogou uma.
        Yago jogou 17 dos 25 jogos. Nas últimas 10 partidas, jogou em seis.

        Quem acompanha com atenção os jogos do Vasco SABE que esses três são os reservas preferidos do Doriva. Uma penca de outros jogadores têm muito menos chances que eles, mesmo que eles não correspondam em campo.

    • Viu aí JC. O pessoal já quer o Adilson de Volta. Quem sabe o Renato Gaúcho, O Paulo Autuori ou o próprio Gaúcho. Né mole não. O cara foi campeão há algumas semanas atrás com um time limitadíssimo e os corneteiros ignaros do populacho já estão pondo as garras (gargantas) de fora. O treinador, até prova em contrário, é competente. Está junto dos atletas todos os dias. Conhece a condição e o rendimento de cada um e não sabe nada. Quem está de longe, sem acompanhar nada, sabe de tudo. É ruim hein. Difícil aturar.
      Pode me espinafrar Cláudio, mas não resisti ao desabafo.

      • alex-es

        Acho que é mais questão de falta de opção melhor do que insistência, teimosia e o Doriva, do atual elenco, já utilizou mais de 30 jogadores, ou seja, chances para os outros não faltaram.

      • JC Barbosa

        Já utilizou mais de 30? Pode até ser, já que tivemos dois amistosos e os jogos contra o Rio Branco-AC foram disputados com times reservas.

        Mas se realmente foram utilizados mais de 30, responda: quantos desses 30 jogaram mais de 2 vezes?

        Falta de opção? Aceitaria isso se os três de sempre estivessem arrebentando. Não é o caso. Aliás, nem os titulares estão.

        Agora, não há opções ao Marcinho? Jhon Cley, nas chances que teve, foi na pior das hipóteses, no mesmo nível. Mas na maioria das vezes foi bem melhor. E ele tem muito menos chances. O primo do Messi, nem estreou. Índio jogou uma partida. Diante do que tem apresentado, até o Montoya merecia mais algumas chances no lugar do Marcinho. Com o Bernardo é a mesma coisa: quase todos citados poderiam ter mais chances que ele.

        O Yago é tão superior ao Marquinho para esse não ter nem um terço das chances do primeiro? O Mosquito também não serve nunca nem como opção?

  18. Meus amigos Vascainos , que jogo foi esse , que coisa horrorosa , ta dificil ver jogo do Vasco e so Irritaçao, o Luan achando que ja e craque , nao sabe bater penalti uma displicencia que da do, o time no geral muito fraco , esses caras parecem que estao muito pesados , o Talles parece lutador de MMA , e o nosso tecnico pessimo pra substituir , tem que dar uma chance para o Mateus Indio, ele pelo menos e Meia de ligaçao, O julio Cesar tem que ser titular chega de Cristiano, ta dificil.Saudaçoes Vascainas.

  19. Tomás Costa

    QUEM PRECISA DE INIMIGO ??????

    É incrível como as pessoas deixam de lado a paixão pelo clube do coração em detrimento de um rancor, ou até simplesmente de ir pela cabeças dos outros, iguais a piolhos imundos que infestam a cabeça de muitos.

    Estou falando isso pq apesar de saber da deficiência técnica do nosso time, da limitação dos nosso plantel, acho que não vai ser com atitudes como a de muitos que dizem torcer pelo Vasco, que ajudará o time na dura sequência do brasileirão.

    No jogo de ontem pouco mais de mil gatos pingados foram a colina e em vez de apoiar , só vaiaram o time.

    Que o time é fraco, que não ta jogando um grande futebol, isso tudo é verdade, mas se for ao estádio tem é que apoiar do começo ao fim.

    Os mulambos jogaram no maraca e quase 40 mil compareceram, mesmo depois de uma derrota, e durante todo o jogo apoiaram, mesmo o time jogando mal. Resultado, o time foi na força da torcida e quase vence.

    Agora imagina aí, se não tivesse o Vasco sido campeão carioca, estaria um verdadeiro caos.

    Portanto, acho que não devemos ir na onda de um monte de mulambos, por muitas das vezes travestidos, que querem ver a desgraça do gigante.

    Se o time é fraco, ruim, não vai ser sem apoio que irá melhorar. Acho que principalmente a torcida do Rio, tem que ir a colina e apoiar incondicional mente o time, pois só assim poderemos ter bons resultados dentro de cada.

    Eu também gostaria, desejaria um time bom, que tivesse um super ataque, mas não temos, e se cairmos nessa de criarmos uma crise aonde “ainda” não existe, aí meu amigo, fica difícil.

    • JC Barbosa

      Só me pergunto pq vc não pregava esse apoio ao time nos anos anteriores.

      • Tomás Costa

        Cara em muitos momentos eu falei e falo sobre apoiar o TIME, isso não quer dizer que apoiando o tine dentro de campo, não possamos cobrar “das diretorias” , melhores condições para que o time possa melhorar.

        Eu já falei aqui muitas vezes, mas parece que você não quer entender, mas vamos lá, não sou a favor do Eurico, ao contrário, tenho até muitas reticências a figura nefasta do dirigente, que fala pelos cotovelos, que é truculento, que se envolveu em muitas coisas que não foram esclarecidas e tudo mais, mas, mas, mas, diferente de alguns sei separar bem as coisas e temos que ressaltar que em muitas coisas ele acerta.

        E completando a resposta a sua pergunta, vou lhe falar que quando o MAIOR ídolo do Vasco como jogador ganhou as eleições e tirou o Eurico do poder, eu vibrei muito cara, comemorei muito, achando que a partir daquele momento a nau vascaína iria navegar por águas tranquilas. Lefo engano meu e de muitos, infelizmente foi a catástrofe que todos nós presenciamos.

        Espero que definitivamente o amigo tenha a convicção que não sou nem euriquista e nem eurofóbico, e sim sou Vasco e como vascaíno quero sempre o melhor para o clube, independente de que esteja no comando.

      • JC Barbosa

        Não falei sobre seus comentários a respeito de diretoria A ou B. Falei, baseado em comentários seus de anos anteriores, que vc não apoiava O TIME, mesmo quando não falava da diretoria. Fazia críticas tão ou mais pesadas que as críticas feitas por outras pessoas ao time de hoje. Apenas isso.

  20. Caro JC, fico pensando o que é pior se o time do Vasco ou essa torcida paranoica, estressada, corneteira que não consegue nem 2.000 pessoas para assistir jogo do Campeão. Arre.

    • JC Barbosa

      Final de mês, noite fria, horário mais tarde (em meio de semana), jogo na TV aberta, partida muito mais interessante no sábado, em um horário mais aceitável. O público em SJ, na maioria dos casos, poderia ser maior. Mas ontem era até esperado um público pequeno. Não é molezinha sair à meia noite de São Januário. E para quem tinha que trabalhar no dia seguinte, o apelo do jogo na TV era maior mesmo.

      • Concordo contigo, mas quando eu morava em Copacabana também saía tarde de São Januário.

      • JC Barbosa

        Sem querer diminuir seu esforço: há ônibus para a Zona Sul passando na frente de SJ. Pra galera que precisa de trem, cruzar a ponte ou pegar Brasil/Dutra, é muito mais complicado depois de determinadas horas. Sem falar no problema crônico da violência no Rio.

        De busão, tendo que trabalhar de manhã, é bem mais tranquilo ir pra Copa. Em uma noite de azar, vc levaria no máximo uma hora pra chegar em casa. Concorda?

      • Diogo

        Já morei em copa e não era tão fácil, já fiquei mt tempo mofando no ponto e não passava um onibus p lá.. tendo q ir p rodoviária e de lá pegar outro p zona sul. De qualquer forma, é só mais um motivo p não ir no jogo

      • JC Barbosa

        Pois é, é mais um motivo. De qualquer forma, ainda assim, quem mora em Copa mofa muito menos e é bem mais raro o ônibus demorar.

      • Claudinei

        JC, não sou do Rio, por isso, raramente vou a SJ, Mas acho que foi um misto de várias coisas. Do que tu falas e do balde de água fria dado pela diretoria ao perdoar a dívida do Eu-Rico. Parabéns aos que foram!

  21. CARO JC. Somos campeões e parece que o povo esqueceu. Faz tão pouco tempo e já se esqueceram. O time é esse aí. Virão mais dois ou mais três e pronto. Tem gente querendo contratar um time inteiro. O time foi campeão e já virou uma m3r4@. Calma cambada. O Corinthians foi campeão brasileiro e da libertadores ganhando de 1a 0 e empatando de 0 a 0 ou 1 a 1. Não me lembro de grandes goleadas, grandes placares daquele time do Tite. O que era aquele Corinthians? Era um time extremamente forte no sistema defensivo. Eu acho que para um clube com as restrições financeiras que o Vasco tem, está muito bom. Já fomos campeões, coisa que não éramos havia 12 anos. Agora é isso aí. armar o time muito bem defensivamente e brigar por um ou dois gols. Nestes últimos dois empates, tivemos muitas chances de gol. Não fizemos, mas vamos fazer. Calma galera. Vamos dar respaldo ao Doriva que vem fazendo um bom trabalho ou vamos querer o Gaúcho de volta? O Adilson? Ou quem sabe o Paulo não sei do quê? Eu hein.
    Só pra lembrar: empatar 19 jogos em 0 a 0 e ganhar 19 jogos por 1 a 0 faz um campeão.
    Abraços.

    • JC Barbosa

      1) “O time foi campeão e já virou uma merda” – não, o time não virou uma merda. O time está fazendo menos gols do que fazia (o que nunca foi muito), mas tirando isso, é o mesmo do Estadual. O problema é que o Estadual não é parâmetro pra nada.

      2) Acha mesmo que o fato do Vasco ter empatado com Goiás em casa e com Figueira fora dá margem para compararmos, sob qualquer aspecto, nosso time com os Gambás campeões em 2011?

      3) A defesa do Vasco se mostrou muito boa no Estadual, contra times, na sua maioria, muito abaixo do nível médio do Brasileiro (contando aí a dupla fra-fluzim). Pode ser que nossa defesa seja – e acredito que será – o ponto forte desse time. Mas nossa defesa ainda não passou por nenhum teste de fogo esse ano.

      4) O problema é fazer esse um ou dois gols.

      5) A bronca e a preocupação da galera não envolve, ou pelo menos esse não é o alvo principal, o treinador. Acredito que muitos gostem e ainda acreditem no potencia do Doriva. Mas por melhor que ele seja, ele não é milagreiro. Sem reforços, ele não poderá fazer muito mais coisa pelo time.

    • Claudinei

      O Vasco de 2011 era muito bom! Diria que era melhor que o Corinthians, Se não fossem alguns pontinhos retirados por interpretações pífias de árbitros poderíamos ter sido campeões.

  22. paulo

    Juleba, sabe do Jonh Cley ? Pq nem no banco estava? Machucado ele não está. Mas não é a primeira vez que isso acontece. Estranho… Seria a desculpa perfeita prá ficar insistindo no Marcinho… pqp!

    • paulo eduardo

      Dei azar de ter vindo junto do “otimista” campineiro e acho que por isso fiquei sem minha resposta… rs

      • JC Barbosa

        1) Não faço ideia do pq o Cley sequer fica no banco. Talvez seja medo do Doriva o colocar no jogo e ele ir melhor que o Marcinho.
        2) Não seja tão carente, Paulete.

  23. Beto

    Perfeita análise, JC. Jogo fraquíssimo e irritante.
    Alguns jogadores precisam evoluir para que o Vasco faça um campeonato com chances de não brigar contra o rebaixamento na série A e fica difícil ver evolução no jogo de ontem, ao contrário, parece que o time piorou.

  24. alex-es

    O Doriva está certo em ficar irritado, depois de ser campeão paulista, campeão carioca e classificar o time na Copa do Brasil o repórter vai, e só para provocar, pergunta pra ele se está com receio de ser demitido por conta dos empates!!!

    • JC Barbosa

      Não entendi….ser campeão paulista conta pra ele não ser demitido do Vasco? Então não deveríamos contar também sua demissão do Atl-PR depois de apenas oito jogos? Isso aconteceu depois do título.

      • alex-es

        A demissão depois de apenas oito jogos não deve ser levada em conta mesmo, pois foi precipitação e erro da diretoria do Atl-Pr, coisa dos nossos dirigentes e, com certeza, o fato de ser técnico de certa forma “inexperiente” pesou muito para a demissão.
        Prova do erro é que, após, o Doriva foi campeão estadual do Rio de Janeiro, assumindo um time que era considerado o pior dos grandes do rio, no ano seguinte depois de ser campeão paulista, os dois mais importantes campeonatos estaduais do Brasil, coisa que nenhum outro técnico conseguiu, sendo que atuando como técnico em três campeonatos (sendo um parcial) papou dois títulos.

      • JC Barbosa

        Entendi. O título é 100% de mérito do Doriva. Na demissão, ele é 100% inocente. Ok, questão de opinião.

        Eu só não entendi pq o trabalho nele em outro clube é motivo para não ser demitido no atual. Até pq, não dá pra comparar a estrutura do Ituano com a do Vasco, nem a forma como os adversários encaram um e outro (o que CERTAMENTE foi importante na conquista do Ituano).

  25. Claudinei

    Vamos aos FATOS: o vasco jogou duas partidas pelo Brasileirão: Goiás e Figueirense (2 pontos ganhos), jogará a terceira contra os RESERVAS do Inter; com todo o respeito que qualquer jogador deve ter; se me pedissem para fazer uma tabela ideal para o Vasco no início da competição, não pediria tabela diferente. Pergunto: não poderíamos estar melhor classificado na tabela do Brasileirão? Não deveríamos ter acumulado mais GORDURA?Pela copa do Brasil, jogamos contra equipes que estão fora das séries A e B. Pergunto: Não DEVERÍAMOS ter eliminado os jogos de volta?
    Esses são os fatos. Não jogamos ainda contra times que em teoria são melhores. Tomara que esteja errado, mas esses pontos nos farão falta…

    • Wanderson DS

      Não adianta cara… pros lobotomizados pela fumaça do Charuto que não conseguem (ou não querem) enxergar a realidade… pra eles tá tudo ótimo com essa campanha invicta enganosa…

  26. Teles - Botafoguense

    Estamos loucos para pegar o Vasco de novo…

    • JC Barbosa

      Na nossa defesa de título vcs terão essa chance. E quem sabe nos vençam. Esse ano, lamento, mas deu ruim. Só aumentamos a enorme diferença de vitórias sobre vcs.

      No Brasileiro, só ano que vem. Se vcs subirem, claro.

  27. Juvenal

    Presssentimento confirmado
    Eu estava pressentindo que iriamos ter mais OvOs em São Janu – e não deu outra.
    Os numeros do nosso ataque são inacreditaveis: 1 gol de falta em 360 minutos.Isso é coisa de louco!
    Como la na frente a coisa não funciona, podemos ter sérios problemas tambem la atras quando o Martin for para sua seleção.
    Realmente tá feia a coisa!
    O que o Doriva e alguns jogadores falaram após o jogo parece brincadeira de mau gosto. Nada a ver com a nossa realidade.

  28. Sinceramente eu não sei pq o doriva barrou o Jhon Clay. Doriva estava colocando o garoto na posição que se destacou na base. Estava indo bem em alguns jogos e nos jogos que não jogou bem, barrou o menino. O Doriva teima em colocar o Dagoberto como meia para aproveitar o Rafael Silva no ataque, mas não esta dando certo. Da ate pra ele fazer uma trinca de atacantes com Rafael Silva, Gilberto e Dagoberto colocando o Jhon Clay no meio campo e guinazu e o Julio dos santos como volantes tirando o serginho. Mas e claro que isso é pedir demais

    • David

      Sua idéia de um esquema 4-3-3 seria muito válida se:
      1- Dagoberto tivesse o empenho tático e marcasse a saída de bola adversária.
      2- Os volantes não fossem lentos. Júlio dos Santos é tão lento que faz Guiñazu parecer Bale em velocidade.
      Assim continuaríamos com um meio de campo lento e um time descompactado.

  29. Diogo

    Já estou fazendo minhas contas rs
    Com o Vasco se especializando nos empates, podemos continuar nesse ritmo, só precisando vencer 4 jogos e o resto tudo empate! Pronto, 46 pontos, nós livramos do rebaixamento.. hahaha

  30. Diogo

    O JC falou bem e me irritou ontem a atitude do técnico. Lá vai ele substituir, e entra Marcinho… e Yago… q falta de criatividade!!! Será que é só isso q temos?! Então nem precisa trazer mais jogador pro banco. E como sempre os dois são uma total nulidade.
    Apesar do Yago ontem ter melhorado um pouco o jogo.
    De qq forma, não pode ficar nessa mesmice e falta de coragem.

  31. Carlos Queiroz

    Bom dia JC, toda quinta é isso trabalhar com sono depois de ficar acordado até tarde vendo esse combo vasco 2015, parecendo com as versões 2014,2013…2008,2005…
    Deve ser muito brochante ser um jovem meia nesse elenco do Vasco já que Doriva sempre espera que um jogador mais rodado vá exercer a posição, imagino o que não passa na cabeça de Matheus Indio, JhonClay, Evander, Guilherme Costa (que já vazou), vendo as opções por Bernardo, Marcinho e Dagoberto, e esse rodizio de ver quem é menos pior, tá duro de ver. Tentem outra coisa, Caucaia, Montoya como 10 centralizado, o primo do messi, qualquer merda pq estão muito ruins as opções do Doriva.
    E o Thalles, como se sabotou o garoto, de maio do ano passado para cá não me recordo de uma atuação média do rapaz, pensava que ele ia deslanchar na série B, inclusive se consagraria sendo campeão e artilheiro, porém nem ele nem o time ajudaram, fez um sulamericano bem meia boca e foi cortado do mundial, e assim a Jóia de milhões vai sair por qualquer centavo.
    Rafael Silva meu filho, depois do jogo de ontem fico certo que o seu gol contra o Botafogo no 2º jogo foi um ponto fora da curva, sorte de campeão. Que atacante ruim não ganha no mano a mano, não faz uma jogada individual nem dá um passe pra os companheiros.
    Cristiano começa apresentar algum futebol, o problema é pensar que é top foda da lateral esquerda.
    Yago – deixando o modo substituição inválida para substituição que pode render alguma coisa desde que as outras não sejam Marcinho e /ou Bernanrdo.
    No entanto seremos campões de tudo esse ano, assim falou o Doutor.
    Menos de 2 mil pra ver a pelada, deveriam ter vendido ingresso a 5 reais ou aberto os portões.
    JC assim como o “respeito voltou” os gols haverão de voltar.

  32. BJ

    Enquanto a diretoria estiver satisfeita com “as vitórias de 0x0” e não trouxer reforços a altura das competições que estamos disputando, assistiremos sempre esses jogos tenebrosos iguais ao de ontem.
    Ah e o Vasco contratou tal de Nikolas zagueiro. Acabo de ler no netvasco que o referido zagueiro vai jogar no Madureira (?!?!).

    JC vc sabe se o Vasco pagará o salario desse cara pra ele jogar no madura?

    • JC Barbosa

      Não sei e dificilmente saberemos. A transparência não é prioridade. Até pq quem apóia a atual gestão não se preocupa com isso.

      • BJ

        Como vc mesmo disse, aqueles que apoiam a gestão atual não vão se preocupar com isso.
        Então eu creio que essa tarefa de cobrar mais transparência deveria ser feita pela oposição. Mas vejo eles muito mal organizados e por isso a diretoria faz o que quer, dirigente não paga o que deve ao clube e assim vão se passando os três anos dessa administração.

    • Diogo

      Ainda tem esse fato, falei dessa contratação no outro post.. mas nem pensei na questão do salário.
      Mesmo q o Vasco não pague, p mim continua sendo uma grande estupidez ter contratado.

  33. Alan

    Não estou nem um pouco a vontade com essa carência ofensiva do nosso time, mas dizer que estamos a beira de uma crise? Isso é sério?

    Eu ainda acho que melhoramos muito o setor do meio campo nesses últimos jogos, carecendo apenas da finalização, que já é um problema que nos acompanha há tempos, apesar de concordar que passar 360 min dentro de um campo sem fazer gols já é um abuso da paciência de qualquer torcedor.

    Nossa defesa, continua seguindo firme e regular (futebol também é defesa), o que nos torna um time acima da média por aqui, já que a maioria carece de eficiência em todos os setores e ao menos temos um setor que é tido como referência.

    PS: é impressão minha ou nossos laterais revezaram em eficiência? A gente só pode ter um lateral bom por vez?

    • JC Barbosa

      Quatro jogos, quatro empates, um gol marcado, não conseguimos vencer um time da série C, nem dentro de São Januário.

      Doriva, um profissional que sempre mostrou ser ponderado e calmo começa a ficar nervoso nas entrevistas.

      O treinador não parece encontrar soluções para problemas recorrentes da equipe. E tudo o que tenta – e ele tenta inúmeras vezes as mesmas coisas sempre – tem dado errado. E, ainda assim, Doriva não busca alternativas.

      O elenco se reveza em dar as mesmas desculpas de sempre ou dizer que não sabe explicar o que houve.

      A torcida, que há duas semanas gritava é campeão, ontem vaiou o time.

      Sábado temos um jogo complicado. Jogaremos em casa contra um time reserva, mesmo sendo o time reserva de uma ótima equipe. Uma derrota pode nos deixar na zona de rebaixamento.

      “Crise” não é sinônimo de que o time deve ser desfeito, que o treinador deve ser demitido e que não temos mais qualquer esperança esse ano. Crise significa que o trabalho do grupo não consegue os resultados esperados por tempo demais e o descontentamento da torcida atinge um patamar muito alto. Eu acho sim que estamos a beira de um crise e que ela pode vir a acontecer dependendo do que acontecer na próxima rodada.

  34. Wanderson DS

    Como eu disse ontem tava com um mau pressentimento, algo parecido com as fatídicas eliminações para os portentosos Baraúnas, Gama, Xv de novembro… mas felizmente não aconteceu, passou perto, mas não foi… O problema é ver que o time a cada dia mostra a sua total LIMITAÇÃO, e o Doriva, apesar de não ter em mãos um elenco minimamente qualificado para a grandeza de um VASCO, tá começando a cair na teimosia, na panelinha de sempre, não mudar a forma de jogar, não mudar os JOGADORES nas alterações, sempre as mesmas trocas 6 por meia dúzia… sinceramente, se não conseguem fazer gols em times do nível de Goiás, Figueirense, Cuiabá, quando chegar os grandes clássicos nacionais o que vai acontecer?! Sábado agora nem conta tanto porque o Inter por causa da libertadores, deve vir com o time todo reserva, mas mesmo assim é perigoso, não duvido que o time reserva deles façam frente com a nossa “força máxima”… e ainda tem iludidos que ainda caem nas bravatas do nefasto dotô charuto achando que com esse time disputa mesmo os títulos!

    • Wanderson DS

      Ah e outra coisa, o Luan tá achando que é quem pra cobrar aquele pênalti todo blasé e displicente?! Tá certo que ele é um zagueiro técnico, mas não é nenhum Mauro Galvão pra já está com essa marra toda… Não gosto de zagueiro cobrador de pênalti, pior ainda quando faz um recuo ridículo como aquele… Prefiro ver um pênalti perdido onde o cara fecha o olho e manda um canudo pra fora do estádio do que aquele peidinho de moça na bola!

  35. Paulo Sergio de Araujo

    Nosso meio-campo é pesado e muito lento. Em muitos momentos dos jogos, a distância entre o trio de volantes e os atacantes é MUITO GRANDE; o que implica em atacarmos com apenas 3 jogadores, ou, no máximo 4, com a chegada de um dos laterais.
    Se continuarmos com o trio Guinãzu-Serginho-Júlio, a mobilidade da equipe continuará comprometida. Chega a dar SONO (e RAIVA) assistir as atuações da equipe (embora não estejam NADA DIFERENTE da MAIORIA dos jogos do FRAQUÍSSIMO regional vencido recentemente).
    Se o Doriva não encontrar outra forma de jogar (e “outros nomes”), a crise será INEVITÁVEL. Já ficamos profundamente irritados, só com o anúncio das substituições; pois parece que o Doriva SÓ TEM o Bernardo, o Marcinho e o Yago como opções (o último, como “conseguiu” permanecer EM PÉ durante o jogo, acabou tendo uma boa atuação).
    A nova/VELHA diretoria “berrar” que este time vai “disputar os títulos dos torneios nacionais”, com as “opções” (ou “FALTA DE”) disponíveis e do jeito que tem jogado, pode ser considerado como a “MAIOR BRAVATA do mês” (E apenas “do mês”; porque, como já sabemos, invariavelmente outras bravatas virão).

    • oliveira

      Comentarios validos. Agora, pq q o Doriva nao testa outra forma de jogar (3-5-2) ou poe outros jogadores p ver se eles serao utils (Indio, Emmanuel, etc..)? Especialmente em um jogo menos complicado como contra o Cuiaba? Q chato…

    • Beto

      Perfeita observação, poucos jogadores chegam dentro da área num cruzamento sem ser em um lance de bola parada, os meias não chegam, os volantes não se aproximam pra finalizar, time divido em compartimentos, time que “faz força” pra jogar.
      Time de jogadores pesados, também já havia comentado sobre isso, fica difícil escapar das marcações. Contra o Figueirense no primeiro tempo fiquei com a sensação que eles ficaram no limite físico pra ter uma movimentação melhor e tiveram, mas nenhum time joga 38 rodadas no limite físico como ainda consegue em semifinais e finaiS de um campeonato. Complicada demais a situação.

  36. Pablo

    JC, acho que já está na hora do Doriva promover algumas alterações na equipe… Acha que o Júlio César no lugar do Cristiano, Diguinho ou Lucas no Lugar do Serginho, Índio no lugar do Dagoberto no meio, e o ataque com Gilberto e Dagoberto, surtiria efeito? Abraço!

    • Rafael Lemes

      Melhor do que esta algum efeito teria. Eu mudaria pra domingo o Indio no lugar do Dagoberto. Abriria o Dagoberto na Esquerda, R.Silva na direita e o Gilberto mais dentro da area. Diguinho toma a vaga do Serginho qndo estiver bem fisicamente pq e mais jogador. Julio dos Santos que perderia vaga no time. Cristiano pode deixar, e um dos poucos que vem jogando alguma coisa.

  37. Erivelton

    Sinceramente eu não entendo a insistência em um jogador que em momento nenhum rendeu, é o caso do Marcinho. Insistem demais nele e não dão chance para jogadores que temos no elenco. Eu não suporto mais ver Marcinho em campo. Já passou da hora de mudar isso. Vai esperar tomar uma goleada do Atlético MG semana que vem pra ver que o time ta fraco?? Ou ate mesmo para o inter domingo??? Ou o Doriva é muito burro, ou Marcinho tem empresário fortíssimo.

  38. Carlos Alberto

    Não priemos cânico. “Camanducaia” vem aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s