Triste classificação

 Bernardo pode não ter ajudado muito o time na partida entre Vasco e Rio Branco-AC. Mas mesmo não tendo sido muito efetivo, foi ele quem acabou sintetizando a maneira como nos classificamos para a segunda fase da Copa do Brasil. Entre as testemunhas do triste espetáculo de ontem na Colina, não deve haver um que não concorde com o problemático jogador vascaíno: o jogo foi de chorar.

Foi mais uma daquelas partidas em que o Vasco frustra completamente as minhas – começo a reconhecer – otimistas expectativas. Como disse ontem, não via razão para deixarmos de nos preocupar com a semifinal de domingo, já que, qualquer que fosse o time que Doriva colocasse em campo, tínhamos não apenas obrigação de nos classificar, mas também de conseguir a classificação goleando.

Mas não foi isso que vimos ontem. E nem poderia ser com Nei, Douglas Silva, Lucas, Bernardo e outros do mesmo nível. O que tivemos foi outra apresentação padrão do Vasco 2015: sem articulação, disperso, trocando passes de lado e dependendo de ligações diretas para fazer qualquer coisa.

O jogo foi tão ruim que os primeiros 45 minutos teve apenas um lance digno de nota. E foi justamente o gol do Rio Branco, que não tinha nada a perder e, não se restringindo à retranca, conseguiu marcar um belo gol aos 42 minutos.

No segundo tempo as coisas melhoraram um pouco. Rafael Silva nem voltou do intervalo e seu substituto, Yago, teve um dos seus lampejos e empatou a partida logo no primeiro minuto da etapa final. Doriva conseguiu acertar a marcação e a equipe acreana passou a ter menos espaços.

Dominamos amplamente a partida até marcarmos o segundo gol, de Thalles, que aproveitou uma sobra após chute de Cley de fora da área. Mas bastou virarmos o placar para o Vasco voltar a ceder espaços. O Rio Branco voltou a gostar do jogo, mas não conseguia levar perigo ao Martín Silva. E como o adversário não conseguia criar as jogadas, nossa defesa resolveu deu uma ajudinha: num lance em que tínhamos nada menos que SETE jogadores defendendo, ficamos trocando passinhos laterais na frente da área até Douglas Silva perder a bola e Kinho, o mesmo que marcou o gol no jogo de ida, empatar novamente a partida.

O Rio Branco só precisava de mais um gol para se classificar, mas nem isso chegou a trazer mais emoção ao jogo, que era tão ruim que em alguns momentos a torcida devia estar desejando mais o apito final que a vaga para a próxima fase.

Mas antes do fim, dois acontecimento mudaram rumo da partida: primeiro, em mais uma mostra de descontrole emocional, Bernardo começa a chorar copiosamente após ser xingado por parte da torcida. Matheus Índio entrou em seu lugar e coincidentemente iniciou a jogada do terceiro gol, passando a bola para Cley, que se livrou de dois marcadores, foi à linha de fundo e centrou na medida para Thalles marcar seu segundo gol na noite, aos 33 minutos. Novamente em vantagem no placar, o terceiro gol do Vasco tornou a já muito difícil classificação do Rio Branco em algo impossível.

Apesar de alguns breves momentos que reviveram o trauma do Baraúnas, a classificação não foi tão problemática, muito mais pelas limitações do adversário – que, vale citar, nem foi tão mal assim – que pelos nossos méritos, que foram escassos diante do desafio que o Rio Branco nos proporcionou. Mesmo sendo um time misto (e não um time reserva, o que é ainda mais preocupante), a classificação para a próxima fase não parece ser motivo para maiores comemorações. Estamos na segunda fase, mas jogamos um futebol muito triste.

As atuações…

Martín Silva – quase não teve trabalho. Nos gols, as falhas foram mais da defesa que suas.

 Nei – subiu apenas umas duas vezes ao ataque e errou os cruzamentos. O resto do tempo cobriu a lateral contra um time que praticamente não atacou.

Anderson Salles – mesmo contra um time tão limitado, vacilou nos dois gols: no primeiro, perdeu na velocidade e no corpo para o atacante adversário. No segundo, com a bola nos pés na frente da área, preferiu tocar de lado ao invés de espanar e acabar com o perigo.

Douglas Silva – não foi visto na zaga no lance do primeiro gol e não dominou uma bola simples que recebeu, originando o segundo gol do Rio Branco.

Henrique – foi discreto, subindo algumas vezes ao ataque e não comprometendo na defesa. O que já é muito mais do que o Khrysthyannow consegue fazer.

Guiñazu – bem de um modo geral, mas foi um dos que preferiram ficar tocando a bola na frente da área no lance do segundo gol adversário.

Lucas – também vacilou no lance do segundo gol. Fora isso, deu alguns chutes horrorosos no ataque.

Bernardo – chorou e saiu. Matheus Índio entrou em seu lugar e pelo menos iniciou a jogada do terceiro gol vascaíno.

Jhon Cley – é outro muito criticado, mas ontem participou dos três gols: deu o passe em profundidade para Yago marcar o dele, Thalles marcou seu primeiro na sobra de um chute de Cley de fora da área e fez uma grande jogada no terceiro gol. Mesmo assim saiu para a entrada do Montoya, que só entrou pra perder o gol mais feito do jogo.

Rafael Silva – mostrou emprenho e mobilidade. Mas efetividade, que é bom, nada. Yago o substituiu no intervalo e podemos resumir sua atuação toda em um minuto, quando marcou o gol de empate em uma arrancada e, aos trancos e barrancos, fez o gol (com ajuda do zagueiro adversário)

Thalles – figura nula no primeiro tempo, fez a diferença no segundo, marcando dois gols nas duas bolas que teve em condições de marcar.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG.

Anúncios

45 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

45 Respostas para “Triste classificação

  1. ODILON C SILVA - RJ

    O YAGO Ê UM BOM VALOR, ASSIM COMO O THALLES, ASSIM COMO O LUAN.

  2. Paulo Jordão - Dourados (MS)

    conheço vascaínos fãs do Eurico que estão totalmente contra os comentários do Juninho Pernambucano em jogos do Vasco. Principalmente contra os mulambentos. essas teorias da conspiração são ridículas. coisa do século passado. Os euriquetes ficam enfurecidos quando alguem ousa desafiar o doutor…calma gente, o Juninho honrou e muito nossa camisa… não merece esse tipo de tratamento, concordam?

    • Claudio

      Não concordo, depois que o Juninho foi trabalhar na Globofla, ele mudou para pior. Parece que tem uma claúsula no contrato em que ele NÃO PODE ELOGIAR OU DEFENDER O VASCO. Repare que ele sempre elogia a mulambada em seus jogos que comenta.

    • Juvenal

      Eu acho que Juninho no campo foi um colosso mas não funciona como comentarista. Da mesma forma como Dinamite só foi bom em campo e como presidente não funcionou

      • Diogo

        Acho ele um ótimo comentarista, sabe analisar o jogo e tal. E na maioria das vezes acho ele isento nos comentários.

  3. Chico

    Fala galera!!!

    Eai JC, blz?!

    Vi esta matéria (http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/pombo-sem-asa/post/de-pentacampeao-ao-imperador-confira-selecao-dos-jogadores-sem-clube.html) e notei que três jogadores poderiam ser aproveitados no Vasco (diante da situação que vivemos…)…

    Minha opinião:
    – Junior Cesar
    – Gilberto Silva
    – Diguinho

    Eai?!

    Abs

    • JC Barbosa

      Acho que o Junior Cesar seria aproveitável. Gilberto Silva, com 38 anos e sem conseguir renovar com o América-MG, não me parece ser opção. Já o Diguinho, pra mim, não seria opção nunca.

  4. vinicius leal

    JC, o que você achou da declaração do Gilberto apos o jogo de domingo ?

      • vinicius leal

        A declaração pro reporter da ESPN, em que ele não sabia que o flamengo jogava pelo empate ( isso depois da partida) e depois disse (sobre o jogo de domingo 19/04) ” A gente ganha…”
        Fiquei feliz por não ter dado repercussão !

      • JC Barbosa

        Primeiro, ele mostrou não conhecer o regulamento – igual a um monte de outros jogadores – e depois mostrou que conhece o poder do Vasco.

  5. Juvenal

    O que vimos ontem foi maxima motivação dos acreanos por poderem voltar a jogar no Rio. Isso para eles representava o maximo!
    O Vasco, ao contrario, teve motivação minima, esperando um jogo facil e se acomodando em campo para ir levando, e no final deu até sufoco!
    Dois lances bizarros do jogo de ontem:
    – o choro do Bernardo.
    – o locutor da Sportv transmitindo o jogo em São Januario e na metade do tempo fazia propaganda dos 2 jogos do campeonato paulista que iria transmitir domingo a tarde.Que absurdo – será que algum vascaino se interessa pelo campeonato paulista.? essa foi de lascar! A filial da Glomengo prefere transmitir as finais do paulista ao vivo (*por evidentes razões comerciais) do que as finais do carioca.
    Tomara que domingo possamos quebrar esse tabu e ganhar o jogo. Seria a maior felicidade para todos os vascainos.

  6. Caloteiro

    O Jonh Clay e ruim demais…

  7. Thayse

    Esqueci de te falar. Ganhou, mas O time foi horrorosoooooooo!!!

  8. Thayse

    Se fosse voce não poria mais post quando o Vasco fosse jogar com time mixto ou reserva, porque no Vasco tudo pode acontecer como já aconteceu em outras ocasiões.

  9. Paulo Sergio de Araujo

    Só um pequeno “reparo”: o Yago, o nosso William Barbio II, não fez o gol. Depois de, literalmente, tropeçar nas próprias pernas, deu um chute BISONHO, que, se não fosse desviado pelo zagueiro adversário, seria uma bola “mansamente atrasada para o goleiro do Rio Branco”. Nosso gol de empate, na realidade, foi do zagueiro acreano.

    • Leon da Cruz

      Concordo. Foi gol contra. Chute horrendo. Mas nada que surpreenda. Para o Yago conseguir fazer gol tem que ser alguma coisa parecida com aquilo.

      • JC Barbosa

        Vc e o Paulo podem detestar o Yago. Mas isso não faz do gol que ele fez, contra. E não foi.

        E nem todo gol do Yago tem que ser parecido com aquilo:

      • Leon da Cruz

        JC, não é que eu deteste o Yago. Apenas penso que ele ainda não tem qualquer condição de ser titular do Vasco. E continuo pensando isto mesmo que se diga que ele é o melhor atacante disponível no elenco atualmente, juntamente com o Gilberto. Creio que você, com sua sensatez, não negaria isso. Agora, eu também tenho dúvidas se Yago terá algum dia condições de ser titular do Vasco. O problema dele não parece ser apenas de maturidade, mas de deficiência de formação de base. Como o Montoya, por exemplo, que inegavelmente é um cara que tem habilidade, sabe bater na bola com alguma categoria, mas simplesmente não consegue jogar bem porque tem uma série de deficiências de formação. Pode ser que ambos superem isso? Pode, mas pelo que vimos até agora, tenho séria dúvidas.

        Quanto ao gol, continuo achando que foi contra. Para mim, gol contra é aquele que acontece com a contribuição decisiva de um jogador do próprio time que sofre o gol. O chute do Yago não entraria nem na Lua, com gravidade próxima de zero. Não me importa se a Fifa recomenda que o gol seja sempre validado para aquele que chuta a bola em direção ao gol, independentemente do que acontece após o chute.

        Por fim, a melhor explicação para o gol do vídeo que você postou, dado o que temos visto do Yago, é a de que foi sorte de principiante. Tenho certeza de que você irá concordar comigo…

      • JC Barbosa

        Bom, se não considerarmos o que a FIFA classifica o que é ou o que deixa de ser gol contra, aí não há mesmo o que discutir.

        Sobre o Yago ser titular, nunca falei que ele tem condição de ser. Mas esse é o caso de um monte de jogadores do atual elenco do Vasco: são titulares sem ter condições. Pra mim, o único titular que teria condições de manter indiscutivelmente a posição em um elenco à altura do Vasco seria o Martín Silva. Nem Madson, Gilberto, Rodrigo ou Guiñazu.

        Pra terminar: Yago completou 20 anos no final de abril. Julgá-lo agora é, no mínimo, precipitação.

      • Leon da Cruz

        Concordo. Mas, cara, em nenhum momento disse que o Yago não pode se tornar um bom jogador (embora eu tenha minhas dúvidas, que parecem razoáveis, dado o nível do futebol que ele tem apresentado). Minha avaliação é sobre o presente. O cara é novo, mas é ruim. Muito ruim, aliás. Não dá para negar isso. Pode envelhecer e se tornar bom. Mas eu náo disse nada sobre isso.

  10. ODILON C SILVA - RJ

    Ainda bem o.pior não aconteceu, já pensou o VASCO perder para um time que treinou no aterro, seria muito cômico. Vamos para quarta partida contra o flamerda nesses cinco meses de EURIQUISMO. Aconteceram duas derrotas e um empate, como água mole em pedra dura, tanto bate quanto fura, quem sabe se dessa vez não vencemos o flamerda, estamos tentando. Saddam Miranda mudou a postura, cansou de pagar mico, cansou de bancar o comédia pastelão do flamerda, dessa vez SADDAM ta calado, esperando a boa, uma vez vencendo o flamerda, ai sim, SADDAM MIRANDA vai arrotar camarão, vai falar na primeira.pessoa. Quem sabe se dessa vez o time b.b.b.bom.bonito. barato. consegue vencer o flamerda, vamos torcer para as coisas darem certo, para o time todo esteja inspirado, para que o flamerda esteja numa tarde infeliz, precisamos vencer, outro fracasso diante do flamerda em pouco espaço de tempo, seria muito cruel para essa gigante, fiel, apaixonada torcida.

  11. brad nascimento

    É com esse arbitro sei não, alem de já ter ouvido que ele é flamenguista, vejam o que ele fez., https://www.youtube.com/watch?v=43ZnaEWWDzU, imagine o que ele é capaz.

  12. adamor ribeiro

    Boa noite J.C. Que partida horrível essa do Vasco,parecia pelada de final de semana,onde os caras jogam por jogar,sem nenhum compromisso.Os dois zagueiros de área,é uma piada,espero que o Rodrigo e o Luan não se machuque domingo,se não estamos ferrados.abraço

  13. Nilo

    Parece que para ser jogador profissional não precisa saber jogar, é só ter um bom empresário (agente).
    Os únicos que salvam são os estrangeiros Martin Silva e Guinhazu. Porque o Montoya não existe.
    Vamos pegar alguns jogadores do Rio Branco.

  14. Gustavo P.

    Não sei por que o Vasco não investe mais no Henrique. Longe de ser craque, mas vejo potencial nele e o clube deveria apostar mais. Yago é muito estabanado e não sabe chutar, Thalles deveria ser titular ao lado do Gilberto, sua posição de origem nas categorias de base era buscando jogo, não como pivô, homem de referência na área.

    O John Cley também dá pra investir, vai evoluir ainda. Algumas vezes acho ele estabanado, desconcentrado, mas isso vai acabar com mais experiência. Sinceramente, pra domingo ia de novo com o Marcinho pela experiência, porque jogo com a mulambada é sempre mais complicado.

    Sobre o Bernardo, falar o que? Contagem regressiva para ele ir embora do Vasco.

    Joguinho meia boca ontem, e a Glomulambo louca pra dar uma zebra, que não veio pra infelicidade deles.

  15. Diego

    O Henrique com um pouco mais de tempo p trabalhar pega essa vaga do bostiano fácil… Bernardo é uma bomba relógio ele não tem meio termo, mas a torcida tem que ter um pouco mais de paciência com os meninos da base,principalmente o thalles, o garoto tem talento, está começando melhor que o Kardec quando subiu para o profissional, e a torcida odiava o cara e hj se vê que ele é um bom atacante… Falando da diretoria…. Tem me surpreendido positivamente no quesito salários, não me lembro quando se pagava em dia em são janu, até mesmo no outro mandato do Dotô…. Abração JC…

    • Diogo

      Não vejo nada demais no Thales, é mt marra e pouco jogo..

    • Paulo Sergio de Araujo

      Os salários não estão atrasados porque só contrataram BARANGAS que ninguém quer. Os salário da BRARANGADA dos casaquildos deve ser uma “merreca insignificante”, mas, pelo que “produzem” (???), a maioria deveria ganhar salário mínimo.

  16. Antonio Carlos Teles

    Uma coisa que ninguém aqui ainda citou. O Anderson Salles não tem corpo, altura pra ser zagueiro, ontem o cara tirou ele no corpo fácil. O Doriva podia testar ele na vaga do Guinhazu ou Serginho, pois tem um bom chute de média distância.

  17. Diogo

    Vendo o jogo, reparei no mal posicionamento dos nossos jogadores, qnd ficamos tocando a bola na defesa, não aparece nenhum p buscar jogo, parece que se escondem. Não sabem se desmarcar ou ocupar os espaços vazios deixados pelo adversário, ficam colados nos marcadores… Que raiva que dá…

  18. Andres Hurtado

    JC, certamente o Henrique, não só pelo o que ele fez ontem, mas pelo o que ele fez em 2013, quando jogou e era titular e botou o Yotun no banco, até se machucar, deveria ter uma chance no time principal. O Doriva gosta do Christiano pela altura e pela força fisica. Mas é notavel a preguiça que o rapaz tem pra voltar pra marcar, todo lance na sua lateral ele esta atrasado. O Rodrigo a cada 2 descidas do adversario, 3 ele ta cobrindo este cidadão. O Lorran é bom jogador mas ainda não esta pronto, precisa de mais rodagem pela categoria de base e tranquilidade, só esta como segundo lateral do elenco pela convocação para o Sulamericano. O Henrique é a melhor opção, pelo menos ele levanta a cabeça pra cruzar e se duvidar só ontem acertou mais cruzamentos que o Christiano na temporada inteira.

  19. Wanderson DS

    Sinceramente não dá pra entender cabeça de jogador mesmo não, sabemos que nosso time titular já é limitado, ter um mistão tem a “desculpa” de falta de entrosamento e todo bla bla bla, mas sinceramente, no mínimo esses ditos “reservas” deveriam mostrar VONTADE, tomar 2 gols em pleno são januário, ver um time amador, onde até um dos seus “destaques” não pôde viajar ao Rio porque não foi liberado do seu segundo trabalho é demais pra minha cabeça!!!

    No mais tirando o show de horrores, a unica coisa boa foi ver o Henrique novamente tendo chances de jogar, é de longe o melhor lateral esquerdo que temos… até porque pra ser melhor que o Cristiano é só respirar que já tá valendo!!!!

  20. e J.C o time da dor no coraçao de ver em campo … sinseramente se continuar assim vamos cair novamente muito ruom … time sem sal. so sabe ficar tocando de lado e pra tras os laterais nao apoiam e nem defendem os zagueiros doi malucos . os atacantes de 100 chutes fazem um esse tal de yago e uma negaçao so sabe correr igual um maluco …

    cara da muita raiva desse time na boa !!!!

    SDV a Todos.!!!

  21. Claudinei

    Sabe aquela partida em que você vê que o time pequeno tem mais vontade de ganhar do que o time grande, pois foi o que vimos ontem. Confesso que torço para o Vasco em qualquer competição, mas em determinados momentos da partida deu vontade de torcer para o Rio Branco, tal a nossa falta de vontade de vencer. PRECISAMOS DE UM CARA NO MEIO CAMPO PARA ONTEM!
    Espero que no domingo a vontade de jogar volte! Para mim, além da ruindade, os caras não querem nada com o negócio. Duas coisas são necessárias para jogar bola: correr e saber chutar. Alguns “jogadores” do Vasco não fazem nenhuma nem outra.

  22. BJ

    Ontem um time semi profissional conseguiu fazer 2 gols no Vasco dentro de SJ. Acho melhor demitir os “profissionais” que envergaram nossa armadura ontem, e contratar o Kinho, o Matão e outros. Pagariamos salários bem menores e teriamos mais profissionalismo em campo.
    Só algumas observações sobre o circo de horrores:

    Não vou elogiar o Jhon Cleyton pq ele não fez mais do que a obrigação em armar as jogadas dos 3 gols. Se ele fosse um camisa 10 de verdade, seria jogo pra uns 6 gols no mínimo. Além disso não adianta nada jogar bem contra um time quase amador e amarelar em jogos maiores.

    Henrique mesmo sendo discreto, já merece a vaga do Cristianno.

    Acho que Bernardo não jogará domingo pois não terá cabeça para isso. Por mim poderia nem jogar mais. Acho que ele poderia ser negociado com o PSG e se juntar à dupla de chorões Thiago Silva e David Luiz. Ou quem sabe jogar com Felipão no Grêmio. Poderia ir jogar tbm no Botachoro….

    Vamos ver o que acontecerá domingo…

    • JC Barbosa

      Ai é que tá: o Henrique foi discreto contra o mesmo time amador mas merece a vaga do Christianno. O Cley não merece elogios, mas sem ele, talvez nem nos classificássemos.

      Volto a dizer: o Cley não é, nem de longe, alguém com qualidade para vestir a 10 do Vasco. Mas diante do que temos tido em campo, ele é quem tem se saído melhor. Não vejo como ele perder a vaga para Bernardo, Marcinho ou Montoya. Ou vc acha que um desses três está em melhor momento?

      • BJ

        Dizer qual desses está melhor no momento é uma tarefa complicada… posso dizer qual é o menos pior? rsrsrs
        Se aparecesse um jogador que pelo menos não comprometesse como Henrique não comprometeu, eu tbm pediria a vaga dele no meio de campo. Pq o nível é muito baixo.
        Entre o Cleyton, Bernardo, Marcinho e Montoya eu prefiro jogar com um a menos, mudar o esquema tático e escalar outro jogador, ou subir um moleque da base, etc.
        Mas é claro que não daria tempo de fazer tais alterações pro jogo que já será no próximo domingo e o Cley, que está numa fase menos pior do que seus concorrentes, deveria ser escalado pro próximo jogo.
        Mas acho que o Doriva vai escalar o Marcinho no lugar dele.

      • JC Barbosa

        Voltando a falar: não acho que o Cley tenha condições de ser o 10 do Vasco. Mas no momento, não há outras opções. E aparentemente ninguém consegue lembrar dos gols que tiveram participação do cara. Esse ano, ele foi o meia que mais teve participação em lances importantes do time.

        Infelizmente essa é a realidade. É de dar saudades do Fumagali.

      • carlos

        Sou mais o Cley do que o Marcinho.

      • Paulo Oliveira

        O John Cley é o tipo de jogador jovem que precisa ter um tratamento diferenciado. É forte, habilidoso, tem visão de jogo. O que falta é ligá-lo em uma tomada 220v, e isto é um trabalho interno que se bem feito produzirá um belo jogador de futebol. Da parte dele, tem que se conscientizar que tem que ser o “Dánimim” do time, chamar a responsa, e tomar conta do jogo.

        Tudo isto vale para Matheus ( ex-Pet ), Andrey, Evander, Cosendey, Caio Monteiro, Alan Cardoso. Se bem trabalhados futuros brilhantes.

        Saudações Vascaínas.

      • Paulo Sergio de Araujo

        Concordo integralmente com as colocações do Paulo Oliveira.

  23. Iago Linhares

    Julio César, assim como eu vc acha que o henrique merecia mais chances com o doriva? Eu o considero um lateral muito melhor que lorran e cristiano.

    • Adriano Rocha

      Bato nesta tecla a muito tempo, o Henrique é muito melhor que os dois que estão jogando sempre e mais só jogou ontem porque o Lorran se machucou.

  24. carlos

    Vasco x fra – sai yago e entra rafael silva. vasco x RB – sai RS e entra Yago. Nada muda; muda nada.

    JC, melhor parte da avaliação “Bernardo – chorou e saiu”, rs……..

    Gostei do Henrique: pouco fez, mas fez mais que os anteriores juntos.
    Vou defender o Talles (igual ao Gilberto): como fazer gol se a bola não chega.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s