Superioridade inútil

Na mão do juiz, o melhor jogador da partida (Foto: www.vasco.com)

Na mão do juiz, o melhor jogador da partida (Foto: http://www.vasco.com).

Como tem acontecido com uma frequência muito além do aceitável, tivemos mais um clássico dos milhões no qual as polêmicas serão mais comentadas que o futebol. Até porque, pelo que Vasco e Framengo apresentaram no empate sem gols de ontem, realmente há pouco para se falar. A partida foi tão carente de atrativos futebolísticos que podemos afirmar com toda certeza que a melhor atuação do jogo foi do cartão amarelo, que apareceu mais que qualquer jogador e que foi um marcador implacável para o cartão vermelho, que mesmo tendo diversas chances para mostrar um bom desempenho, não conseguiu sequer aparecer em campo.

Mas falando da partida em si, o que vimos foram dois times muito limitados, incapazes de criarem e dependentes de ligações diretas. Tanto Vasco como a mulambada têm volantes demais e criatividade de menos, o que faz ambos utilizarem as mesmas armas: jogadas com velocidade pelas laterais. São equipes previsíveis, e com isso, facilitam o trabalho das defesas.

Teoricamente, os mulambos deveriam ter alguma vantagem, já que têm a mesma base do ano passado e possuem jogadores um pouco mais técnicos, principalmente no meio. Porém, o que vimos foi um Vasco que buscou a superação na base da disposição, o que deu resultado. Marcávamos melhor e tínhamos maior posse de bola.

Mas as coisas mudaram logo aos 10 minutos, depois da primeira pixotada da arbitragem: o volante Jonas acerta um golpe de boxe tailandês em Gilberto, tirando-lhe sangue do rosto e o Sr. João Baptista de Arruda mostrou pusilanimidade, amarelando tanto quanto o cartão que deu ao mulambo, ao invés de expulsá-lo.

Uma situação como essa evidentemente acirra o ânimo dos jogadores e Vanderlei Luxemburgo, vendo que outra falta não seria perdoada, trocou o volante pelo meia Everton. O resultado? A covardia do Sr. Arruda acabou consertando a covardia do treinador rubro-negro na escalação. O Vasco continuou com mais posse de bola, mas a mulambada se tornou mais perigosa nos contra-ataques, o que os levou a ter as melhores chances no primeiro tempo (tirando uma cabeçada mortal de Julio dos Santos, que não foi as redes por intermédio de uma defesa incrível de Paulo Vitor, de longe o melhor jogador do adversário).

No segundo tempo, Doriva tirou Yago e colocou Rafael Silva no ataque. O posicionamento da defesa melhorou um pouco, e o corredor que tínhamos na direita foi razoavelmente fechado. Com isso, ampliamos o domínio da partida e a mulambada passou a depender ainda mais dos contragolpes, nessa etapa do jogo, mais raros. Por outro lado, o Framengo continuou distribuindo pontapés em campo, obrigando o juizinho a praticamente ter uma lesão por esforço repetitivo de tanto tirar o amarelo do bolso. O Vasco também levou suas advertências, mas na comparação, nossos jogadores levaram cartões em lances indiscutivelmente menos violentos que os praticados pela mulambada. Pelo menos outro jogador rubro-negro merecia a expulsão: Marcelo Cirino acertou uma solada proposital na canela de Guiñazu e ficou por isso mesmo. O único lance em que um vascaíno mereceria ir para o chuveiro mais cedo foi um empurrão sem sentido dado pelo Dagoberto no zagueiro Bressan, não visto pelo Sr. Arruda e ignorado pelo bandeirinha.

O Vasco passou boa parte do segundo tempo no campo adversário, mas a falta de criatividade do nosso meio de campo – não resolvido com as entradas de Dagol e Bernardo – tornou nosso predomínio inútil. Ainda tivemos uma chance clara de abrir o placar em uma das subidas de Madson ao apoio, mas a finalização chinfrim do Bernardo, fraca e em cima do goleiro, manteve o placar inalterado até o apito final.

Na coletiva pós-jogo, Doriva se disse satisfeito com a apresentação do time e que “o caminho é esse. Mesmo tendo sido melhor em quase todo jogo, é difícil concordar com nosso treinador. Se estamos no caminho certo, também é óbvio que estamos muito distante de chegar onde precisamos. Ter o domínio da partida e não converter esse domínio em gols é inútil e se nosso treinador não encontrar um jeito da equipe ser mais eficiente na parte ofensiva, seremos fatalmente eliminados. Na próxima partida não temos outra opção além de marcarmos gols. E isso significa que a bola tem que ficar mais tempo dentro da rede mulamba e menos tempo passando inocuamente nos pés dos nossos jogadores.

As atuações…

Martín Silva – mesmo sendo um clássico, não foi muito exigido, tendo contado mãos com a sorte (e as finalizações ruins da mulambada) que com sua habilidade. Digno de nota, apenas uma saída do gol, ainda no primeiro tempo, para bloquear finalização de Cirino.

Madson – segue sendo a grande opção ofensiva, até porque o vazio de ideias do nosso meio de campo nos reduz às jogadas pelas laterais. O dia que aumentar o nível de acerto dos seus cruzamentos, poderá ser um dos melhores do país no apoio (porque defensivamente depende em demasia de uma cobertura eficiente). Ontem, só acertou um cruzamento, miseravelmente desperdiçado por Bernardo.  Luan – mostrou que já tem maturidade para não fraquejar em um clássico, se saindo bem na maioria dos lances. E quando deu uma vacilada, já no final do jogo, permitindo que Cirino o ultrapassasse e iniciasse um contragolpe que poderia ser mortal, fez o correto: uma falta necessária, mas não desclassificante. Levou o amarelo por isso.

Rodrigo – um dos líderes em campo, agrega muito com sua experiência em um jogo contra um adversário famoso por tentar pressionar a arbitragem. Cometeu apenas uma falha digna de nota, justo quando estava no ataque: tentou cabecear uma bola na área mulamba, mas zagueirou no lance e armou um dos contra-ataques mais perigosos do adversário no jogo.
Christianno – continua sendo o jogador mais regular do time, não tendo feito uma boa partida sequer no Estadual. Ontem até foi mais presente no apoio, o que não adiantou nada, já que não consegue acertar o último passe nunca.

Guiñazu – ontem foi um “capitão-capitão”, não permitindo que a mulambada gritasse sozinha com o árbitro. Jogando, foi praticamente um terceiro zagueiro, se saindo bem no combate e, incrível, jogando com lealdade (pelo menos na comparação com o que fez o adversário). Tanto que na partida de ontem foi mais vitima que agressor, levando um pisão na canela digno de vermelho. Que obviamente não foi dado.

Serginho – outro ponto fraco do time. Mesmo que não seja uma negação no combate direto, é fraco ao ocupar os espaços (no primeiro tempo não conseguiu em momento algum cobrir as subidas do Madson) e erra uma quantidade de passes inaceitável.

Júlio dos Santos – foi mais atuante na marcação que ajudando a criação. Mas poderia ter saído consagrado da partida marcando um gol, o que não aconteceu por conta de um milagre do goleiro mulambo, que salvou espetacularmente uma cabeçada do paraguaio no primeiro tempo. Deu lugar ao Bernardo, que se não fez nenhuma besteira que justificasse uma expulsão, conseguiu perder o que seria a bola do jogo, ao receber um cruzamento na medida de Madson e finalizar fraco e em cima de Paulo Vitor.

Marcinho – não justificou seu súbito retorno ao time titular, mostrando a mesma ineficiência de sempre na criação de jogadas. Antes de ser substituído, chegou a apanhar da bola em alguns momentos. Dagoberto, que entrou em seu lugar, também mostrou uma natural falta de ritmo e acabou se destacando por outra falta: essa, uma agressão gratuita e desnecessária sobre o zagueiro Bressan.

Yago – podemos chamá-lo de “ponta anticlímax”: quando parece que fará alguma coisa decente, iniciando boas jogadas pelo lado do campo, sempre estraga o lance tentando um drible a mais, errando o último passe ou afunilando a jogada com um corte desnecessário para o meio. Foi substituído ainda no intervalo por Rafael Silva, que entrou melhor e incomodou muito mais a zaga framenga. Quase marcou um gol, também evitado pelo outro milagres do goleiro mulambo.

Gilberto – sofreu desde o começo da partida, primeiro sendo alvo de um chute de kickbox que poderia ter lhe deixado cego (mas apenas tirou sangue do seu rosto) e depois com a ínfima quantidade de bolas que recebe do nosso meio campo. Mas, como sempre, lutou muito e procurou o jogo durante os 90 minutos. 

***

Falo mais sobre o jogo de ontem na minha coluna de hoje no Vasco Expresso. Cliquem e confiram.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG.

Anúncios

36 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

36 Respostas para “Superioridade inútil

  1. Leon da Cruz

    E o respeito, ó…

  2. TOMAS COSTA

    Da série “TEORIA DA CONSPIRAÇÃO”

    Ontem assistindo o linha de passe da ESPN fiquei surpreso com os enfáticos comentários do Mauro Cesar sobre mais uma garfada que o Vasco tomou contra os mulambos. Ele foi cirúrgico no que falou e ainda citou o blog do companheiro de canal que também sentou a pua no soprador de apito e elencou diversos erros de arbitragens contra o nosso time. Mas o bom mesmo foi a cara do Juca “dentes amarelos” e do Trajano “Bozo”, olhando para ele com um ar de reprovação de dar nojo, inclusive o Mauro ontem até deixou bem claro que esse história do Eurico nada tem a ver, mas aí no final como não podia deixar de ser, aproveitou a declaração do Fred enganador flozinha para alfinetar o do charuto e com o apoio dos demais.

    Eu até entendo que o Eurico é uma figura repugnante, digno de receber diversas acusações por todo tipo de coisa, só acho que deveriam seárar as coisas. O caso das declarações do Fred flozinha por exemplo, ele não tinha a menor razão de reclamar da forma que foi, fazendo ilações que o Vasco estaria sendo beneficiado, portanto errou e muito o atacante tricolete, e isso poucos da imprensa ressaltaram. Ele poderia sim até reclamar do lance que foi expulso, mas daí insinuar que estaria havendo armações contra os flozinhas já é demais. Inclusive a imprensa já faz campanha para que ele não seja punido pelo tribunal. mas afinal se você acusa alguém , você tem que provar, portanto independente de qualquer coisa, acho que o Fred deveria sim ser punido, pois fez acusações sérias que o Vasco estaria sendo favorecido pelos árbitros.

    Agora é claro se ele for punido, aí a culpa é do Eurico como sempre e vai voltar toda a história. Mas as pessoas tem que entender que democracia não pode ser confundida com libertinagem, não se pode sair por aí acusando sem ter provas, e aí sim cabe punições.

  3. BJ

    Rodrigo Nunes de Sá será o arbitro do jogo de domingo. O mesmo arbitro do primeiro jogo da decisão do ano passado. Aquele que não viu penalti no Everton Costa e que o expulsou deixando a mulambada com um a mais durante quase todo segundo tempo.

    JC vc fará algum post sobre isso?

    SV

  4. Adriano

    Boa noite JC , mas um belo post. Jogo poderia ser outro caso o Jonas tivesse sido expulso. Luxemburgo nao perdeu a viagem e o sacou logo em seguida, colocando Everton e dando mais opçoes ao time. E fato que o Doriva tera que trabalhar as opçoes que podem definir a partida, pois sabe que nao pode pensar em outro resultado que nao seja a vitoria. Para quarta testaria essas opçoes, como a defesa esta relativamente bem, poderia poupar toda a zaga e ir a campo com Charles, Nei, Aislan(A. Salles), D. Silva, Henrique; Lucas, Sandro Silva, Julio, Dagoberto, Thalles e Gilberto. Para ver como se saem em campo, mesmo o adversario nao sendo parametro pra nada. No segundo tempo tira o Gilberto, Julio e Dagoberto para descansarem para o proximo jogo. Precisamos CRIAR E DEFINIR EM GOLS as oportunidades que tivermos . Ta mais do que na hora de acabar com essa palhaçada de Flamidia.

  5. ODILON SILVA = RJ

    Só lamento essa sequencia de ausência de vitorias sobre o flamerda, cade a gang euriquista, será que estão satisfeitos, antes reclamavam de tudo. Nos juniores voltaram a perder para o flamerda, dessa vez com INDIO, MOSQUITO, e outros mais que juravam serem grandes craques, que não podiam ser dispensados. Cinco jogos contra o flamerda, três jogos pelos profissionais, dois jogos pelos juniores, o máximo que conseguimos foi um empate.É assim que o respeito voltou, é essa a honra de ser vascaino……………VOLTA VASCO………..VOLTA EURICO………..VASCO VOLTOU PORRA…………O RESPEITO TAMBÉM………….

  6. Tomás Costa

    Vocês viram as manchetes dos jornalecos esportivos do Rio ???

    Mengão sai na vantagem, melhor pro menção, e por aí foi.

    Agora imagina aí se o que aconteceu ontem foss3 ao contrário, quais seriam as manchetes ????

    Tudo muito estranho no maraca !!
    Vasco foi beneficiado !!
    Quem manda no Rio é o Eurico !!
    E por aí seriam as manchetes de hoje. Depois ainda dizem que os mulambos não contam com a complacência dá mídia.

  7. ODILON SILVA = RJ

    Faltou algo, faltou algo mais, faltou fazer melhor, ora, ora, ora, faltou qualidade, falta competência, falta talento, time bom,bonito, barato, sempre é assim, dá a sensação que vai, da a sensação que vai acertar, mais na hora h, alguma coisa parece está amputado, o nome disso é deficiência técnica. O jogo em Manaus o culpado foi o SANDRO SILVA, o jogo da chuva o culpado foi a poça de água, esse agora quem foi o culpado pelo time não sair de campo com a vitoria? Foi a a falta de gols, a falta de categoria na hora de fazer os gols, a falta de objetividade na hora das conclusões, a falta de talento na hora das conclusões, a falta de poder de fogo, deixamos de ganhar por carência de recursos. Time bom,bonito,barato, é assim mesmo, sempre falta algo, sempre dá a sensação que dessa vez vai, mais sempre engana, sempre frustra, sempre fica devendo. Futebol para prosperar, para brilhar, para triunfar, precisa de investimento, precisa pagar bem, precisa de boa vontade, uma vez ou outra, uma vez aqui, outra vez ali, aparece um time bom,bonito, barato, que brilhar, consegue fazer sucesso, mais isso é uma vez ou outra.

  8. Chico

    Fala JC,

    Cara, só vi o primeiro tempo do jogo e depois tive que viajar…

    To começando a me incomodar com esse jejum de vitórias sobre o Framengo… afff..

    Quero levantar dois pontos para discussão:

    1. Lendo as análises do jogo, pesquei uma declaração do Luxa sobre a nebulosa relação entre o presidente da FERJ e o Dotô Eurico, vejam: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2015/04/luxemburgo-promete-conversa-com-jonas-e-afirma-arbitro-nao-foi-bem.html

    Com isso, remeto ao lema “o respeito voltou”… como??? Já de cara o treinador vê como “lance normal de jogo” um chute na cara e se o Jonas tivesse sido (merecidamente) expulso, já iriam dizer que a FERJ tá beneficiando o Vasco… brincadeira…

    2. JC, discordo de vc com relação ao nosso técnico…

    Acho que ele tá tirando leite de pedra, meu caro… Imagine esse time na mão do “papai Joel” ou do Adilson???

    Acho que o Doriva avaliou o que tem e esqueceu um pouco a tradição e viu que o elenco é fraco e que não tem como jogar de igual pra igual… E sabendo que não temos um “camisa 10”, o jeito é esse mesmo, cozinhar a partida tocando a bola de um lado pro outro e contando com as jogadas aéreas… Credito a nossa vaga na semifinal ao Doriva.

    É isso!

    Boa semana e SV

    • JC Barbosa

      O fato de ser melhor que o Joel ou o Adilson não torna o Doriva um técnico perfeito. Ele dá sua vaciladas também.

      • Marcio

        JC,
        eu gosto muito do trabalho do Doriva, concordo com o Chico.
        Ta tirando leite de pedra!
        E mais ele tenta ganhar o jogo não tem medo isso é o Vasco!
        As vezes não dá certo, claro, mas é o melhor treinador do Vasco desde o Ricardo Gomes na minha humilde opinião!

      • Chico

        Hehehe, tens razão… tá longe de ser um técnico perfeito… Mas, sobre as vaciladas… acredito que até o Mourinho e o Guardiola cometeriam enganos ao substituir o Rafael Silva pelo Yago… ou escalar o Lorran em detrimento do Cristianno… hahaha

        abs

  9. Juvenal

    A GRANDE DÚVIDA
    ontem no Maraca:
    1. o juiz esqueceu de trazer o cartão vermelho
    2. ele não teve coragem de mostrar o cartão vermelho
    3. ou será que tinha algum esquema montado para favorecer esse regulamento absurdo (de 2 empates).
    Achei inacreditavel o placar final do juiz: AMARELOS 10 x VERMELHOS 0
    Mas independentemente dos cartões, o fato é que os 2 times se equivaleram em campo com altos e baixos de cada lado, mas tambem um ou outro poderia ter vencido, não fosse a má pontaria de ambos. Portanto,o jeito é repetir a dose no domingo e O VASCO CAPRICHAR na pontaria. Só assim poderemos eliminar o outro.

  10. William

    O respeito voltou! SQN!

  11. Paulo Sergio de Araujo

    Sua coluna expressa fielmente o que foi o jogo.
    Nosso time é fraco, o treinador não parece capaz de fazê-lo jogar mais do que o fez ontem e só na base da superação, como visto, seremos capaz de “encarar” um adversário mais qualificado (mesmo que “nem tanto”).
    Quanto ao Yago, poderemos chamá-lo de William Barbio 2.

  12. BRUNO SILVEIRA

    Esse Dagoberto deve ser bipolar .. Qual é a tua, cara … Fica no estaleiro e quando volta faz uma babaquice daquelas ? Estamos em fase de decisão e você não tem mais idade para atitudes infantis. Só não foi expulso por sorte mas está arriscado a tomar uma suspensão desses tribunais esportivos por aí. SE MANCA !!! JOGA BOLA ! É PRA ISSO QUE VESTE A CAMISA DO VASCÃO !!!
    SDV.

  13. Caro JC. Até gostei do jogo. No meu entendimento jogamos bem melhor que eles na maior parte do tempo. Agora, novamente o roubo contra o Vasco. No mínimo uns três lances de expulsão e nenhuma aconteceu. Será que não existe um único árbitro vascaíno? São todos mulambos? Uma ou duas expulsões mudariam completamente o jogo. Tanto o de ontem como o próximo. A nossa vantagem é que o respeito voltou…
    Abraços.

  14. Iago Linhares

    JC belobtex como sempre, só discordo um pouco do fato de dizer que o jogo foi muito fraco tecnicamente. Não foi um primor de jogo mas foi, à meu ver, uma das partidas em que o vasco mais jogou alguma coisa. Serginho até deu algumas arrancadas, e as bolas eram tocadas até próximo da área adversária e quase sempre nossos jogadores sofriam um butinada. Para o próximo jogo a parada será bem mais difícil. Os jogadores velozes dele estarão com mais ritmo de jogo e isso pode ser um problema e sem contar que a arbitragem tende a ser próximo da de ontem. Acho que doriva poderia abrir mão de um dos seus volantes e segurar cristian, o que não é muito difícil, ai entrava com cley e outro meia, bernardo ou marcinho e na frente entrava com rafael silva, que dá muita movimentação, e Gilberto . O Que vc acha de uma escalaçao como esta?

  15. Beto

    JC, ótima análise.
    Acho que o Vasco foi um pouco melhor no segundo tempo pelas entradas do Rafael Silva e Dagoberto, muito melhores do que foram Yago e Marcinho na primeira etapa. E perfeita análise do Madson, é isso, ele vai bem demais na linha de fundo, tem velocidade, mas na hora do passe, peca demais. Isso pode ser melhorado também, acredito eu, com o treinador promovendo o entrosamento entre ele, que cruza, e os jogadores que chegam na área pra finalizar. Os jogadores que estão na área já tem que saber onde mais ou menos ele vai cruzar e ele, Madson, já tem que saber meio que o local onde o companheiro irá se posicionar e priorizar. Em alguns lances acho que esse entrosamento pode ajudar muito. Se o cara chega no fundo sem nem ter ideia onde vai cruzar e onde os companheiros estao piora o percentual de acerto.

  16. TOMAS COSTA

    Muito bom o texto JC, só não concordo muito com a cabeçada mortal do Julio, afinal pra ser “mortal”, a bola não teria que entrar ?? E a outra coisa é quanto a bola do Bernardo, nesse lance eu daria um desconto pro delinquente, afinal era uma bola difícil de pegar de primeira como ele fez, se fosse outro talvez nem acertaria o chute, poderia ser que se ele dominasse a bola, teria mais chances, mas aí a zaga chegaria, é um lance rápido que tem que ser decidido rapidamente, acho que ele fez o certo.

    Você reclamou das declarações do Doriva e falou que se quisermos ganhar a vaga teremos que ser mais eficientes na parte ofensiva, acho que então não teremos a vaga, pois a eficiência passa por qualidade técnica e isso nesse nosso meio de campo não existe, é incrível como os caras não conseguem desenvolver uma jogada sequer, os nossos dois volantes só correm e gritam de um lado para o outro, nem sequer acertam os passes, quiçá criar alguma jogada ou mesmo se projetar a frente para torna-se um elemento surpresa, o Julio é um bom jogador, más pouco mostra-se muito pouco produtivo, e o Marcinho ou o Cley até agora não sei o que fazem em campo. Sem falar que o nosso ataque só possui um jogador que é o Gilberto, os outros entram João, Mané, Severino e cia e de nada fazem, o Yago é brincadeira de criança, parece que ele tá jogando uma pelada no meio da rua dele.

    Acho que a chance que teríamos de melhorar seria o Dagoberto, mas ele tá MUITO fora de forma, e não vai ser até domingo que voltará a ser o Dagol conhecido de tempos atrás. Mas pelo menso já é um alento, e seria bom também se o Marcinho jogasse pelo menos um pouquinho, pelo menos como no início do campeonato que andou fazendo alguns gols e ajudando o ataque.

    Uma coisa pelo menos não podemos reclamar, da garra e determinação do time, isso eles tem de sobra, pena que nem só de transpiração vive o futebol.

    E o Juizão ???? Amarelou bonito, o Jonas era pra ter sido expulso e ter a prisão preventiva decretada ali mesmo dentro de campo, tinha que sair algemado, pois aquilo foi tentativa de homicídio. Imagina se é o Guina que metesse o pé daquele jeito ????? Aliás ressaltar aqui também a excelente partida do nosso capitão, é assim que queremos vê-lo jogando, sem dar muitos carrinhos e na bola. Até mesmo depois da tentativa de fratura exposta por conta do Cirino ele mantevesse calmo, achei que ele ia dar o troco , mas não foi muito tranquilo em campo.

    Já falei aqui e repito, acho que não temos time para vencer esse carioquinha, mas derepente com um pouco de sorte até que podemos conquistar a taça.

    Pra finalizar….E o campeonato não tinha que acabar ?????? E o Vasco não era o favorecido ??????

    Só falta dizer que o Juiz não expulsou os 3 dos mulambos por culpa do nefasto Eurico Miranda.

    Como bem disse um comentarista aqui, “estamos lidando com forças organizadas e muito inteligentes” que estão fazendo o joguinho do gato e rato e pelo visto tá dando certo.

  17. Murillo Santiago

    http://espn.uol.com.br/post/500583_arbitragem-desastrosa-estraga-o-classico-com-mais-um-erro-grosseiro-que-prejudica-o-vasco-contra-o-flamengo-o-sexto-desde-2010
    Até que enfim alguém que pôs os pingos nos is sem ser “vascaíno clubista chorão” como nós…
    Precisamos de mais incisão e menos de medo… O time ainda parece jogar com muito medo..
    Ja leu esta matéria?

  18. alex-es

    O Doriva vai ter que fazer algo diferente se não um novo empate classifica os sem telefone.
    Pra mim a escalação deverá ser:
    Martin Silva
    Madson – Luan – Rodrigo – Cristiano
    Serginho – Guinazu
    Julio dos Santos – Dagoberto
    Thalles e Gilberto

  19. PC

    JC, só teremos chances de vencer domingo se entrarmos em campo 11 contra 11. Com Yago no ataque é um a menos. Não dá ,ele não está pronto para jogar entre os profissionais. Já que o Vasco padece de jogar na ligação direta, entraria com o Thalles junto com o Gilberto no ataque. Pelo menos teremos força física contra os defensores do adversário. Acho que o Dagoberto tem que ficar como opção no segundo tempo, apesar de termos uma semana até o jogo, me parece muito fora de forma.
    SDV

  20. LUIS CLAUDIO

    E O LUXA NEM RECLAMOU? POR QUE SERÁ?
    Queria ver se o vasco distribuísse botinadas o jogo todo se a Imprensa não estivesse reclamando.
    Alguem sabe dizer o que o tal de Bandeira esta reclamando? Deve ser a falta da mesma naquele lugar. Ou tirar o foco.

  21. marcelo paes

    Cara, fazia um tempo que eu não via um jogo do Vasco e, olha, que pelada hein??
    Foi cada falta absurda, cada chute em que eu ficava esperando e me perguntando “bateu em alguém essa bola? foi escanteio ou tiro de meta? ele cruzou, chutou ou tentou um passe?”
    Os dois times são muito ruins e foi um 0 x 0 ridículo que pelo menos valeu pelas risadas das pixotadas de ambos os lados.

    p.s. sorte que a falta do cirino foi no guiñazu, pq se fosse em outro teria quebrado a perna do infeliz.

  22. Geraldo Albuquerque

    Como eu previ, mais uma vez fomos descaradamente ROUBADOS.
    Estamos lidando com “forças” organizadas e muito inteligentes.
    Mas convenhamos, a nossa negligência e omissão chega a ser patética. O Sr. João Batista de Arruda é ladrão conhecido e simplesmente aceitamos que este cidadão nos roubasse novamente, com o argumento de que ele apitou “bem” um jogo classificatório que não valia absolutamente nada.
    Queremos mesmo acabar com isso com comentários em blog’s??????
    Temos que ter uma ação muito, mas muito mais incisiva!!!!!!!
    Só me falta agora virem de Bassol ou M. L. Henrique……………

  23. Carlos Queiroz

    É, provavelmente não houve contato da diretoria, por um momento eu esqueci que a prioridade da nossa diretoria é repatriar as promessas e colocá-las pra jogar no SUB-20. Da baciada de reforços só Gilberto, Madson e, com alguma boa vontade, o Julio dos santos vingaram, o resto não agregou nada.

  24. Carlos Queiroz

    Bom dai JC. Muito bom texto, como sempre. No jogo de ontem me chamou atenção a quantidade de rebotes, defensivos e ofensivos, que não conseguimos ganhar, as vezes sequer disputamos a chamada 2ª bola. Cobramos faltas e escanteios no ataque e o rebote é sempre urubu que já engatilha o contragolpe com Everton, Gabriel e Cirino. Quando estamos na defesa também, rebatemos mas a bola sempre caí no pé do adversário, e a pressão volta, não conseguimos aproveitar pra armar o contragolpe. No mais só a lamentar a decadência do Bernardo, que em 2011 não perderia aquele gol (parecia seu gol contra as flores no brasileiro), o cara se conformar em ser reserva nesse Vasco é dose, se quisesse teria bola para ser titular, em 10 minutos em campo teve uma finalização e meteu uma bola no Gilberto, pena que, aos 24 anos, preferiu viver de lampejos e cair na farra.No mais o de sempre, Serginho fraco, Julio e Madson se entendendo, Cristiano uma nulidade absoluta, Yago inexplicavelmente títular, Rafael Silva, com todas suas limitações é um jogador menos ruim e com mais sorte. Vamos em frente.
    P.S. – O que o Diego Souza faz no Sport, nunca entendi essa parada, será que dispensando Cristiano, Victor Bolt, Romarinho, Aislan, Sandro Silva, Nei, Douglas Silva e quem mais coubesse na barca, não dava pra repatriá-lo, ou não tem jeito é bronca com o clube?

    • JC Barbosa

      O Vasco não tinha grana pra contratar o DS10 ano passado. O cara foi pro Sport e parece ter gostado. Renovou até o fim do ano e acho muito difícil a vinda dele.

      • Carlos Queiroz

        É, sem achar que o DS10 é um supercraque, triste é constatar que o cara prefere um centro de projeção bem menor que poderia ter no Vasco, deve ter outras benesses.

      • JC Barbosa

        Aí não dá pra afirmar. Quando ele se liberou na Ucrânia era o momento. Não tínhamos como. Agora, o cara deve estar recebendo em dia, deve ser o maior nome das últimas décadas do Sport…Nem sabemos se houve proposta do Vasco (e não deve ter havido, já que ele certamente está acima do teto estipulado e tem uma ligação muito forte com a imagem da diretoria anterior).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s