Mais que merecido

Joinville, Icasa, Santa Cruz, Boa Esporte e Atlético-GO. Nenhum desses times conseguiu perder para o Ceará, na sua sequência de cinco jogos sem vitórias. De todos esses, apenas o Joinville está acima do Vasco na tabela. Um deles, o Icasa, inclusive está no Z4. Mas já faz algum tempo que uma das nossas manias é ressuscitar defuntos e ontem não poderia ser diferente: Ceará 2 x 0, com o Vasco reacendendo as chances do Vozão subir para a elite ano que vem.

Mas dessa vez nós ajudamos muito o adversário. Da armação do time ao aparente descompromisso dos jogadores, o resultado não poderia ser outro. A derrota acabou sendo mais que merecida, mas justa, já que nosso anfitrião acabou marcado seus gols meio que por acaso (o primeiro em lance irregular e o segundo numa cobrança de falta com um desvio providencial).

Joel Santana, que não tem conseguido fazer o time render nem com os esquemas manjados que usa desde que conseguia ter algum resultado como treinador, resolveu inventar um esquema com três zagueiros que não tinha como dar certo. Isso porque, além de Anderson Salles – o zagueiro que ele tinha à disposição para completar o esquema – ainda estar completamente sem ritmo de jogo depois de meses inativo, o 3-5-2 – ou ainda, o 3-6-1, já que Kléber era o único atacante no time titular – de ontem é uma formação que depende de muito treinamento para funcionar. E, como era de se esperar, não funcionou.

O Vasco ainda manteve mais posse de bola e perdeu alguns gols feitos, como sempre, até sofrer os dois gols. Mas depois disso e principalmente na volta do intervalo, a apatia e falta de disposição para buscar o resultado eram evidentes. E como as substituições do Natalino foram tão efetivas quanto seu esquema inicial de jogo, não chegamos a criar qualquer chance de mudar o cenário da partida. No final das contas, mesmo que o Ceará tenha contado com a incompetência de um bandeirinha e com a sorte para marcar seus gols, o mérito pelo resultado acabou sendo confirmado pela quantidade de oportunidades que criaram na etapa final. Se algumas delas entrassem, poderíamos ter passado mais um vexame de proporções avaianas nesse campeonato.

Nossa sorte é que a tabela acabou nos favorecendo e poderemos garantir a vaga em casa, em duas partidas contra equipes da parte debaixo da tabela, uma delas inclusive já rebaixada. Com o futebol apresentado pela equipe comandado por Joel, é bom saber que contaremos com a força da torcida e com a fragilidade dos adversários.

As atuações…

Martín Silva – nada podia fazer no lance do primeiro gol. No segundo, a cobrança de falta teve um desvio, mas há quem ache que, ainda assim, era uma bola defensável. Tenho minhas dúvidas.

Luan – dos três zagueiros, foi o que mais vacilou: no primeiro gol, deveria estar marcando o jogador que finalizou. No segundo tempo, quase permitiu que o Ceará ampliasse.

Rodrigo – ficou na sobra e não deu mole para o ataque alvinegro, travando um duelo em especial com o atacante Bill, contra quem se saiu melhor na maioria dos lances. Quase marcou um gol de cabeça no segundo tempo.

Anderson Salles – fora de ritmo, acabou cedendo alguns espaços na parte do campo que deveria cobrir. Ainda assim se saiu melhor que o Luan, principalmente no combate direto. Acabou sendo sacado no intervalo, dando lugar ao Rafael Silva, que puxando pela memória, só foi citado uma vez pelo narrador da partida após sua entrada em campo. E foi porque não alcançou uma bola tocada para ele.

Carlos Cesar – ontem, quando em teoria teria mais liberdade para apoiar, foi mais tímido que no jogo contra o ABC. De efetivo, apenas um bom cruzamento na etapa final.

Aranda – foi tão mal que os únicos feitos dignos de nota na sua atuação foram o desvio da bola no segundo gol (que bateu na cabeça do volante) e o amarelo que levou e o deixará fora da próxima partida.

Guiñazu – imagino o desespero do gringo, que sempre se doa ao máximo em todo jogo, ao ver a moleza dos seus companheiros. Ontem, além de se desdobrar na marcação, foi visto até no ataque, as vezes tabelando e até finalizando.

Douglas – seu “estilo cadenciado” já não engana: Douglas, com aquela pança que parece não parar de crescer, não corre em campo, apenas trota. De útil na partida de ontem, apenas um belo passe que deixou Kleber na cara do gol. É muito pouco para quem é titular absoluto e pretenso “maestro” da equipe. Saiu, não muito satisfeito, no segundo tempo para a entrada do Edmílson, que não podia fazer nada sem receber uma única bola sequer em condição de finalizar.

Maxí Rodriguez – o uruguaio já sofre tendo que jogar mais a frente do que deveria. Fazer isso em um esquema diferente e sem o tempo de treino necessário o prejudicou ainda mais. Volta e meia se embolava com Diego Renan e pouco conseguiu fazer. Acabou sendo substituído pelo colombiano Montoya, que trouxe outra nacionalidade para o time, mas nada de diferente na armação de jogadas.

Diego Renan – um pouco mais de consistência no apoio que nas últimas partidas, o que foi desperdiçado pela bagunça que o novo esquema provocou no time. Ele e Maxi (e depois Montoya) estavam disputando um espaço na mesma faixa do campo.

Kléber – não adianta nada correr muito, dar combate na frente e fazer declarações contundentes após resultados ruins se sempre peca na hora de fazer o trabalho pelo qual é pago. Depois de receber uma bola açucarada do Douglas, Kleber perdeu uma chance claríssima quando o placar ainda estava 1 a 0.

***

banner

A loja oficial do Vasco, a Gigante da Colina, está promovendo o Mês dos Fanáticos, que traz sempre produtos licenciados em oferta. Clica aí e confira as promoções.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG.

Anúncios

42 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

42 Respostas para “Mais que merecido

  1. Amador

    Vai começar mais um show de horror!!!

  2. Roberto Coutinho

    Falai JC,vc acredita no comentário do Odilon C Silva,só rindo kkkkkkkkkk

  3. Juvenal

    Boa noite JC e galera: Já que não foi possivel renovar a presidencia, temos que renovar o elenco e o técnico tambem para 2015, pois do contrario, sei não……..
    Assim como Ceará nos deu o troco no sabado, amanhã vamos ter que dar o troca no Vila, que nos venceu no turno como lanterna. UM ABSURDO!
    O duro é que nossos jogadores se acham tranquilos na 3ª posição e porisso não se esforçam mais. Até o momento que outros times nos ultrapassarem, aí eu quero ver se esse pessoal acorda!
    De qualquer jeito vamos torcer para o Vascão se classificar já amanhã visto que – só teoricamente – esse vai ser o adversario mais fraco por ja estar rebaixado, enquanto Icasa ainda luta para escapar e em Floripa ninguem sabe o que pode acontecer.

  4. ODILON C SILVA - RJ

    A boa notícia é, Eurico Miranda confirmou que assim que assumir o controle do VASCAO ele vai pagar os três milhões. Palavras do próprio Eurico Miranda, assim que assumir o clube, eu vou pagar os três milhões que devo ao clube. Bacana isso, belo exemplo .

  5. ZE VASCAINO - CENTRO - RJ

    Amanhã se DEUS quiser estarei em São Januário apoiando meu VASCO, vamos ganhar amanhã, daremos um grande passo para conquistar essa vaga. Todos vascaínos num só coração, todos unidos pelo VASCAO, vamos levar nosso VASCO nosso colo, vamos colocar nosso VASCO acima de tudo.

  6. Helielson-Teresina/PI

    Time sem alma, mesmo perdendo não esboça reação. O time se arrasta em campo, os jogadores são ruins o esquema é ruim, e aí quando se misturam dá no que dá… nova derrota. Tem que mudar, tudo tem que mudar.

  7. Bubanno

    Do Vasco presta apenas o Martin Silva, Guinazu e o Thales, o resto pode mandar para a mulambada, cachorrada e flor.

  8. Caloteiro

    Tomara que este ano termine logo… Não aguento mais assistir aos jogos do Vasco com esse time terrivelmente ruim. Zica 2014, sai de retooooooo!!!

  9. Thayse-CRVG-MT

    Cara o time do Vasco é muito horroroso, isso não era nem para ser chamado de time do Vasco, está manchando o historia mais bonita de um clube brasileiro. Lamentável! Isso é horrivel!

  10. Thayse-CRVG-MT

    Timeco horroso esse do Vasco. Não adianta muito JC só colocar culpa no técnico e não reconhecer que os jogadores são ruins. Colocar culpa no técnico é fácil queria ver o Guardiola no lugar do Joel com esse elenco. Nem leite sai dessa pedra…

  11. Saudações aos meus amigos vascainos … realmente e muito triste ver esse time do vasco jogar … em pensar que ja tive muitas alegrias com esse time como : brasileiro 97,2000 , libertadores 98 , mercosul 2000 e outros e hoje vejo essa porcaria de time em campo esse bando de vagabundo dentro de campo que nao estao nem ai pro time e pra torcida realmente e lamentavel meu Deus quando isso vai para ??

  12. bom dia jc

    estava eu lendo o seu texto no vasco espresso e conclui que não é um esquema com tres volantes que deixa um time muito defensivo, e sim a incapacidade dos nossos volantes sairem rapidos com a bola.

    eu tenho um irmão que é gremista e estava observando o time do felipão que joga com tres volantes e esta brigando por vaga na libertadores( e olha que coincidencia felipe bastos como titular). O vasco não tem jogadores para jogar com tres volantes. os msm são muito pesados e lentos. O ideal para o vasco e o famoso 4-4-2 onde nesse esquema o time conseguiu fazer seus melhores jogos. Não me lembro do vasco jogar bem em nenhum dos jogos com tres volantes.

    O joel quendo fez sua reestreia armou o time como todo mundo gostaria que o vasco jogasse, mas depois ele voltou a ser o joel santana como todo mundo conhece.

    o time do vasco não é feio. O treinador que faz o time jogar feio. Mal escalado e substituiçoes equivocadas . Antes da chegada do Kleber e do max rodrigues o vasco conseguiu emplacar uma sequencia de 4 vitorias seguidas

    uma opiniao sua. Vc acha que o guto ferreira seria uma boa para o vasco ano que vem? digo isso pq não é um treinador que não esta em muito visto no cenário do futebol atual

    • JC Barbosa

      Cara, além de não ter uma grande experiências em clubes grandes, o Guto Ferreira mandou mal comandando o Figueira na Série A esse ano. Além disso, duvido que ele saia da Ponte depois de ter feito o que fez com o time.

      De qualquer forma, não vejo a menor chance do Eurico demitir o Joel agora. Além de ter sido indicado pelo próprio Eurico pra assumir o time, o próximo presidente deve considerar o péssimo trabalho feito pelo Natalino na Série B culpa única e exclusiva do elenco. Acho difícil que o Joel não permaneça por todo o Carioca, e mais: só sairá se o Vasco fizer uma campanha muito ruim.

  13. Wesley (cach.itap.)

    J.C. , no final 2009 , lembro ter lido algo VC escreveu dizendo que não seria um ano pra esquecer, mas se lembrar sempre para que nunca se repetisse , é foda , não só repetiu como foi pior . Agora eu digo que esse ano de 2014 no Vasco é para esquecer ,definitivamente, não houve um suspiro de alegria durante todo o ano , e ainda termina pior do que iniciou.

    Eurico APESAR de você … , sou Vasco sempre.

  14. ODILON C SILVA - RJ

    Essa atual diretoria vai dando adeus, uma diretoria que teve falhas clamorosas na parte administrativa, falhas gritantes na parte administrativa, não podia abandonar o ginásio, não podia abandonar a piscina do clube, erraram na inscrição do jogador JEFERSON, falharam em outras inscrições de jogadores, erraram em não contratar um bom goleiro no ano passado. Agora essa atual diretoria também teve acertos , virtudes, o VASCAO foi campeão da TAÇA BRASIL, foi vice campeão brasileiro, decidiu taças guanabaras, decidiu campeonatos cariocas, participou de uma libertadores, participou de uma sul-americana, ficou 50 rodadas no G4,. VASCAO e CUrintia passou ser a maior rivalidade do futebol brasileirinho, VASCAO X CUrintia pela libertadores protagonizaram o jogão do ano, batendo recordes positivo de audiência da REDE GLOBO. VASCAO eliminou o flamerda três vezes , VASCAO ficou três anos consecutivos na frente do flamerda em campeonatos brasileiros, esse ano para impedir o VASCAO de ser campeão carioca, o flamerda precisou de ajuda, precisaram garfarem o VASCAO. Quase que o VASCAO foi campeão brasileiro em cima do flamerda. VASCAO voltou ter jogador convocado para seleção brasileira. VASCAO passou ter grandes empresas estampadas em sua camisa, hoje a grande impressa que patrocina os grandes clubes do futebol brasileiro, também patrocina o VASCAO. VASCAO passou ter credibilidade, passou ter sua marca valorizada, sua imagem forte. VASCAO passou ter um grande quadro social, VASCAO passou ser um clube de paz, humilde, cativador, simpático. VASCAO voltou ter jogadores convocados pra seleção brasileira. A torcida vascaína voltou forte nos estádios, a vascainidade ficou mais forte, a torcida vascaína bateu vários recordes positivos de públicos, jogos do VASCAO no maracanã, engenhao, várias vezes a torcida vascaína foi a maioria. Agora mesmo esse jogo do VASCAO x ABC, registrou um dos maiores públicos desse ano do futebol brasileiro,, esse jogo registrou público maior que qualquer jogo do CURINTIA, esse jogo do VASCAO contra o ABC, registrou público maior que vários jogos do flamerda, encheu mais até, que o jogo flamerda x atlético mineiro pela COPA BRASIL. VASCAO passou ter lojas em todos os shoppings, materiais esportivos do VASCAO passaram ser muito vendidos. VASCAO fku campeão mundial de areia. História vascaíno passou ser muito divulgada, essa diretoria foi a diretoria que mais divulgou a história vascaína, fizeram a camisa anti-racismo, hoje as pessoas sabem muito mais só ré a história vascaína. Essa diretoria teve erros, principalmente erros administrativos,.mais teve acertos, o futebol vascaíno teve bons momentos, coisas boas aconteceram.

    • ARTUR RICARDO - TERESÓPOLIS-RJ

      Pode até ser, amigo. Mas não existe justificativa para o injustificável. Não existe desculpa para o indesculpável. O que esse cara, que um dia eu o considerável meu ídolo e que teve um dia em que esperei quase 2 horas para tirar uma foto com ele e meu filho, recén-nascido, e que hoje tem 14 anos e por muito esforço é torcedor do vasco. Nunca perdoarei este cara e me recuso a falar o nome dele. A acompanho o VASCO desde de 1975, que eu tinha 5 anos de idade nunca vi um ser vivo abaixado, acabrunhado, achatado, aperreado, oprimido, rebaixado, submisso e vexado (palavras que achei no dicionário) como este.
      SDV sempre!

  15. Washington (DF)

    “bom saber que contaremos com a força da torcida e com a fragilidade dos adversários.” Com a forca da nossa torcida sim, mas com a fragilidade do nosso adversário não, quer dizer a logica seria isso mesmo mas o Vasco com esse time horroroso tem o prazer de se complicar quando joga com adversários que estão no Z4, foi assim no 1o turno com quase todos.

  16. Fala, JC. Os caras estão visivelmente de sacanagem. Concordo com vc, deixa o Martin, o Guina, os garotos, o Rodrigo, o Pedro Khen, e reza. Ano que vem vai ser foda. Parece loucura, mas temos que pensar como time pequeno: jogar no conjunto, com aplicação tática e raça. Manter jogadores com compromisso com o grupo e com um treinador inteligente. Só que o óbvio (raça e aplicação tática) e o necessário (treinador inteligente) são muito raros hoje em dia. Resta a fé… SV

  17. Juvenal

    JC – espero que essa apregoada fragilidade dos nosso próximos adversários funcione dessa vez a nosso favor, pois no turno perdemos do lanterna Vila Nova e empatamos com o Icasa.
    Mas a razão de todo esse descompromisso por parte de nossos jogadores em campo o |Lucas Otoni explicou bem.
    Portanto jogar em casa ou fora já não faz mais diferença para nossos jogadores. Só resta torcer que o Vasco – finalmente – suba e que venha 2015.

  18. Mario Gomes

    JC – Ao fim da “era” Adilson e início do “período” Natalino tive a impressão, e aqui citei, a respeito do que nós iriamos penar até o último jogo e, quem sabe, só conseguiríamos a série A com um bom resultado contra o Avaí. E, pelo que temos visto, não estava errado. A cada jogo é uma agonia, em cada partida mais uma incerteza, a cada 90 minutos um fiasco, a não ser quando nossa fada madrinha, Dona Sorte, nos consegue uma esmirrada vitória ou um empate salvador.
    O time continua sem esquema e sem disciplina tática, enfim, sem vontade de vencer. O meio campo não produz as jogadas necessárias para furar os bloqueios, talvez até porque os atacantes não se movimentam para onde necessário. Todos “querem”(?!) ajudar lá na frente mas, sem sentido tático; e a defesa, avançada, acaba sendo surpreendida pelo adversário. Está muito fácil para os adversários jogarem contra o Vasco no 4-4-2 ou 4-5-1.
    Vamos ficar esperando, confortavelmente (?!), no terceiro lugar do G-4 até que os da turma de baixo se destrocem entre si? E haja paciência!
    E agora pós ler a “entrevista” do Lucas Ottoni vamos precisar de mais e mais paciência. E reflexão.

  19. Wanderson DS

    é meu LUTO, infelizmente, “valeu a pena”… me poupei em ver outro show de horrores… quando fiquei sabendo que o Vasco tinha perdido e fui ver a escalação, vi que o nosso treineiro ultrapassado bateu todos os recordes de covardia, mediocridade e retranqueirismo que poderia fazer… 3 zagueiros, 2 volantes, só a ameba gladiadora no ataque… foi com toda a intenção de buscar mais um empate e tomou o castigo MERECIDO… cara que futuro negro é esse no Vasco heim?! Só vai subir porque os debaixo do g4 conseguem ser tão mais medíocres que esse Vasco cheio de sanguessugas, preguiçosos, sem vergonha na cara… INACREDITÁVEL… e o pior está por vir… a volta do Nefasto… se o fundo do poço parecia próximo, parece agora que vai levar mais 3 anos pra chegar!

  20. Lucas Soares

    Mais irritante que ver o time perdendo é ver o time perdendo porque não teve um mínimo de vontade… O jogo de ontem foi um teste de paciência para a torcida. Espero que próximo ano fiquem apenas os que pelo menos tem alguma disposição para jogar, porque a cota de quem finge já esgotou…

  21. brad nascimento

    Infelizmente os jogadores do vasco jogam parecendo estar ali por estar sem a menor vontade de vencer isso tem prejudicado e muito o clube.Tem alguma coisa que os desmotiva. Mesmo nesse marasmo todo ainda vão conseguir o acesso.Espero jogadores com vontade de vencer dentro de campo no ano que vem , se não vamos brigar pra não cair novamente.

  22. Triste, JC. Muito triste.
    Esse sem dúvida é o pior momento da história do nosso clube.
    Estamos penando num campeonato de segunda divisão, onde os adversários são ridículos, tendo como futuro uma administração que nos trouxe bem mais decepções do que alegrias, que em parte é responsável pela situação que estamos hoje…
    Não temos presente, e provavelmente, o futuro não nos reserva muitas alegrias.
    Pobre de nós, vascaínos.

  23. alex-es

    E o Joel nas entrevistas. “Poderíamos ter voltado com um ou DOIS pontos” kkkkkkkkkkkkk.
    E mais, “mudei o time no segundo tempo para jogarmos no contra ataque”, mais kkkkkkkkkkkkkk.

  24. Luiz

    Saudações vascaínas a todos, realmente a coisa ta muito mas muito feia mesmo, nem digo pelo acesso pois graças a incapacidade dos times abaixo na tabela iremos sim subir, o que entristece é ver o vasco se portar como um time pequeno, sem ambição, sem vontade de vencer, nosso brilhante treinador bancado pelo incompetente do bananite escala mal, substitui ainda pior, não tem padrão de jogo, não tem nada, esse time se tivesse na serie A seria lanterna sem duvida…Tem de mudar tudo e tem de mudar rapido, só não sei se a escolha pra mudança foi a correta…Pobre vasco que 2015 te aguarda???

  25. lucas

    JC, o que esperar no elenco do Vasco no ano que vem? Um reformulação geral? ou dá pra aproveitar alguns jogadores na série A, como Douglas, Kléber, Thalles, Luan, Martin Silva e Guinazu, fazendo deles a “espinha dorsal”?

    • JC Barbosa

      Lucas, Douglas e Kleber, mesmo que não tivessem contrato apenas até dezembro, não valeriam a pena. Por mim, é Martin, Guiña e alguns dos garotos. O resto pode ir embora.

      • Mario Guglielmi

        Douglas, Kléber e alguns outros estão nos irritando sim, mas tenho medo de quem viria para o lugar deles, Abedi, Jefferson, Enrico? Melhor subir de vez Yago, Marquinhos, Guilherme, Renato, Bruno…

      • Washington (DF)

        Também concordo. Martin e Guina e os garotos. O resto tem que sair do Vasco urgente. Não aguento mais esse time.

      • Leon da Cruz

        Guiñazu? Sério? O cara faz o que em campo além de dar carrinhos e enfiar a porrada nos adversários? No time atual, ele se destaca porque é um dos poucos que jogam com disposição. Mas é só isso. E, para mim, é muito pouco para o Vasco. Guiñazu me dá saudades até do Nasa.

      • JC Barbosa

        Aí é questão de opinião, claro.

      • lucas

        Suponhamos que mandamos todos embora, ainda sim, qual jogador sabendo que Eurico Miranda e sua (má fama no meio futebolístico) é o presidente, quem teria coragem de vir para o Vasco? Seria temerário para o jogador… infelizmente é isso que vamos enfrentar !

      • Diogo

        também acho q é isso q o lucas falou que vai acontecer.. infelizmente, mas espero estar errado.

  26. Lucas Ottoni

    Três comentários:

    1 – Eu corto o meu cabelo no mesmo salão que o Joel Santana, em Copacabana. Há pouco mais de 1 semana, encontrei o Joel lá. Ele, sempre muito simpático, cumprimentou a todos. Eu aproveitei o gancho e logo perguntei: “Joel, porque o meu Vasco vem jogando tão mal?”. A resposta foi categórica: “Amigo, o Vasco hoje é um time formado por jogadores que não pertencem ao clube. É um time de aluguel. Metade do time, e eu estou falando dos principais jogadores, só tem contrato até o fim do ano e jogam esperando o ano acabar. Essa é a realidade. E alguns desses jogadores nem pagos pelo Vasco são. O cara joga no Vasco, mas recebe do Grêmio. Não há um vínculo, um comprometimento maior. Além disso, é um elenco rachado, tem jogador que quase não fala com outro (ele disse depois que há um grupinho dos gringos [Martín, Guina, Aranda, Montoya] e outro grupinho dos medalhões [Kléber, Douglas, Rodrigo, Edmílson]). O jeito é fazer o feijão-com-arroz pra subir logo, esperar esse ano acabar e começar tudo de novo no ano que vem”. Essa foi a resposta do Joel. Então, como esperar uma grande atuação, com raça e comprometimento, de um time desses? É até perda de tempo, JC, falar sobre atuações individuais desses caras. Como disse o Joel, nem há muito o que falar. É subir e esperar esse ano maldito acabar pra começar do zero (com o câncer no comando, infelizmente!).

    2 – Esse Aranda é ruim demais. É por isso que, mesmo longe de ser ótimo, o Pedro Ken faz uma enorme falta a esse time. O Ken, pelo menos, não erra tantos passes e marca melhor que o paraguaio. Espero que o Aranda só volte quando o Vasco já tiver decretado o acesso. Aí qualquer um pode jogar, que eu não tô nem aí. Que 2015 chegue logo (a merda é que o câncer voltou, difícil esquecer esse fato trágico).

    3 – Guiñazu, Rodrigo e Maxi Rodríguez. Esses parecem ser o únicos com algum comprometimento em campo. O Guina eu nem preciso falar, o Maxi ao menos pega a bola e tenta alguma coisa, e o Rodrigo sempre lutando e gritando lá atrás. Pois o resto do time não quer nada com nada. É o que parece. Aliás, o Joel sacar o Maxi pra entrar o Edmílson e deixar o irritante Kléber em campo só denota que também precisamos de um técnico pro ano que vem. TEM QUE MUDAR TUDO!

    • Wanderson DS

      não duvido que haja isso, mas bastaria o nosso ultrapassado treineiro colocar quem queira correr… era só pegar então a molecada da base que iriam fazer menos feio do q esse bando de sanguessugas malditos… escalar 3 zagueiros, 2 volantes cheio dos malditos emprestados que tão evacuando e caminhando com o clube que não vai vencer mesmo!!!

    • Juvenal

      Lucas – vc disse tudo e esclareceu o porque de tanta decepção por parte dos torcedores vascaínos. Valeu cara por todos esses esclarecimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s