Qual é o problema com o Maxi?

Até os 48 mintuos do segundo tempo do empate entre Vasco e Bragantino, eu sabia exatamente o que escreveria no post de hoje: faria uma brincadeira com a Umbro, perguntando se as novas camisas eram confeccionadas com ferro. Isso explicaria o peso da nossa armadura, que fez com que os jogadores que a vestem esquecessem das suas – nem tão grandes – qualidades e de tudo o que é treinado e conversado com o técnico.

Claro que isso não explicaria as diversas atuações abaixo da crítica que tivemos nessa Série B, o que nos levaria à conclusão de que não é a vestimenta que atrapalha nosso elenco, e sim a responsabilidade de atuar em um clube como o Vasco. Podem ter certeza de que se fossem em clubes menores, Marlons, Douglas Silvas, Diegos Renans e outros ainda menos cotados estariam todos jogando bem e sendo pretendidos pelas grandes equipes do país. Para, assim que fossem contratados, voltarem a amarelar e jogar mal.

Essa amarelância explicaria a irregularidade dos sujeitos que atualmente usam a cruz de malta no peito. Depois de uma boa partida contra o Joinville, a maioria voltou a jogar mal contra o Bragantino, errando passes em demasia e se deixando anular pela marcação do Bragantino. A vacilada da defesa no primeiro gol adversário numa bola área – lance que nem tem nos dado tanto problema ultimamente – facilitou as coisas para o time paulista, que se fechou ainda mais enquanto esperava uma chance no contra-ataque. O que demorou um pouco, mas acabou acontecendo no segundo tempo, com o Braga abrindo 2 a 0 e praticamente garantindo a vitória.

Mas foi justamente o segundo gol sofrido pelo Vasco que motivou a mudança no jogo. Quando Douglas se contundiu ainda no primeiro tempo, Montya entrou no time; No intervalo, quem entrou no lugar do Dakson foi Lucas Crispim; Foi preciso que o Bragantino abrisse dois gols de diferença para Marcelo Salles (provavelmente por ordem do Joel, que estava na sala da presidência assistindo o jogo) colocar Maxi Rodriguez em campo. E depois de um começo onde pecou pelo individualismo, o uruguaio acabou sendo responsável direto pelo empate vascaíno no apagar das luzes. Vieram dos seus pés, já nos acréscimos, os passes que resultaram nos gols que evitaram mais um vexame completo em São Januário.

O inexplicável não aproveitamento do Maxi entre os titulares é o que me fez mudar o tema dessa resenha. Nas poucas vezes em que foi titular, Maxi sempre foi substituido, algumas vezes sendo o melhor em campo. Quando está no banco, raramente é a primeira opção numa substituição. O uruguaio é, no mínimo, tão lutador quanto qualquer um dos nosso jogadores ofensivos. E nos seus melhores dias, sempre faz a diferença positivamente, exatamente como ontem. Ainda assim é preterido pelo Joel.

Depois dessa partida, ficou claro que Maxi Rodriguez tem algum problema. Agora a torcida precisa saber se o problema é DO jogador ou COM O jogador. E quem precisa explicar os motivos pelos quais Daksons, Crispins e até Jhon Clays da vida tenham mais chances que o uruguaio é o Natalino.

As atuações…

Martin Silva – pode parecer uma opinião meio rigorosa da minha parte, mas achei que Martin poderia estar melhor colocado no lance do primeiro gol. No segundo, o goleiro não podia fazer nada. No mais, não teve muito trabalho.

Diego Renan – depois da boa partida na última rodada, voltou a dar muitos espaços na sua lateral (vaciloi no lance do segundo gol, que saiu pela direita) e não conseguiui ser efetivo no apoio.

Rodrigo – não era ele quem estava marcando o atacante que marcou o primeiro gol e no segundo não pode fazer muita coisa. Quando pôde trabalhar, foi bem.

Douglas Silva – permitiu a antecipação do atacante que marcou o segundo gol, mas compensou marcando o gol de empate aos 48 do segundo tempo.

Marlon – até tentou apoiar, mas acertando dois cruzamentos na partida anterior, era óbvio que nessa não acertaria nenhum. Defensivamente também deixou muitos espaços pela esquerda.

Guiñazu – o melhor do time, chegou a ser em alguns momentos o jogador a iniciar as jogadas de ataque. Nos acertos de passe, fez inveja a todos os armadores que passaram pelo time ontem.

Pedro Ken – procurou se movimentar muito, dando opções para receber passes. Mesmo não deixando de lado o combate, ajudou na criação de jogadas.

Dakson – vagalumeou, como sempre: se foi bem na partida passada, nessa foi uma nulidade. Saiu no intervalo para a entrada do Lucas Crispim, que deu outra dinâmica ao meio de campo, ajudando o Vasco a pressionar durante todo o segundo tempo. Acreditou até o fim, tanto que marcou seu gol aos 46 do segundo tempo.

Douglas – se machucou ainda no primeiro tempo e foi substituído. Mas pelo que chegou a fazer em campo, se não entrasse ninguém em seu lugar talvez não fizesse diferença. Montoya o substituiu e pouco conseguiu fazer além de correr. Mas como são raras as chances que o colombiano tem para jogar, sempre terá a falta de ritmo como desculpa para as jogadas que não consegue concluir. No lance do segundo gol tomou uma caneta desmoralizante.

Thalles – tentou ajudar o time, alternando jogadas pelos lados do campo e penetrações pelo meio. Mas sua atuação só ficou marcada pela subida fora de tempo que permitiu o cabeceio do adversário que marcou o primeiro gol do Bragantino.

Edmilson – foi completamente anulado pela marcação adversária, não mostrando mobilidade para ser útil no ataque. Demorou a ser substituído por Maxi Rodriguez, que demorou para engrenar na partida, mas quando o fez, foi decisivo: colocou Crispim na cara do gol para marcar o primeiro e acertou o lançamento para Douglas Silva empatar a partida. Não há nada que justifique as poucas chances que tem no time.

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG.

Anúncios

28 Comentários

Arquivado em Atuações, Resenhas, Vídeos

28 Respostas para “Qual é o problema com o Maxi?

  1. Wanderson DS

    E continuaremos sem saber qual é o problema do Maxi… ultimo treino e o Joel inventa de colocar FABRÍCIO… 3 volantes contra a toda poderosa vice-lanterna! Crispim no ataque tudo bem ao lado do Kléber, mas parece que eles acham q o Maxi é atacante e não tem vaga no meio PQP!!!!

    http://www.supervasco.com/noticias/boas-opcoes-fabricio-e-lucas-crispim-sao-testados-por-joel-208078.html

  2. Mais uma vez ,de novo e de novo e sempre assim
    falou q vai valer alguma coisa já era
    não ganhamos de jeito nenhum
    que deus abençoei o vasco

  3. Washington-DF

    “Essa amarelância explicaria a irregularidade dos sujeitos que atualmente usam a cruz de malta no peito.” Exatamente isso aliado a ruindade de alguns jogadores. Marlon, Douglas, D. Renan, Biteco, Fabricio, Diogo Silva, Edmilson, Dakson etc… quando terminar o campeonato quero vê-los bem longe de São Januário.

  4. TOMAS COSTA

    Bom dia galera !

    Essa questão do Maxi Rodrigues realmente é no mínimo estranha, dizem que o problema é físico, que ele não aguenta jogar os 90 min. e quando entra no início da partida fica abaixo fisicamente dos outros.
    Eu quero acreditar que até pode ser isso, mas não da pra entender como é que um jogador jovem, que ja está no vasco há meses e que não teve nenhuma contusão não consegue se condicionar fisicamente. O problema é da preparação física anterior ? Se for isso, espero que coloquem o gringo logo em forma para que possa nos ajudar nessa via crúcis, pois ele é o único do elenco capaz de fazer uma jogada individual e mudar o panorama da partida.

    Agora é fato que a ascensão do vasco a série A é incerta, apesar do baixo nível dos concorrentes vide ultima rodada com todos os quatro perdendo pontos, é bom lembrarmos que são cinco times que brigam e com essa campanha medíocre do vasco em que nunca sabemos como o time vai se comportar, ou seja estamos sujeitos a chuva e trovoadas e não melhorar e engrenar, continuando nessa batida , corremos sim sérios riscos de não subirmos.

    Amanhã contra a lusa é mais um jogo que o vasco tem obrigação de vencer, afinal a pobre portuguesa está quase rebaixada e tem um time muito fraco, mas como é contra o vasco sabemos que vai ser jogo duro, e se vencermos vai ser com muito sofrimento.

    Espero que o Joel consiga escalar um time com os que melhores estão no momento, eu escalaria o seguinte :

    Jordi
    Carlos Cesar
    Rodrigo (que por sinal discordo do JC na análise, pois jogou muito mal)
    Douglas Silva
    Diego Renan
    Guina
    Pedro Ken
    Douglas
    Maxi Rodrigues
    Edmilson
    Kleber.

    Vc escalaria esse time JC, ou teria outra preferência ?

    Saudações Vascaínas !

  5. ODILON SILVA - RJ

    Alguns vascaínos querem saber, porque Eurico Miranda até então, ficava todo dia na secretaria de São Januário, agora não fica mais. Isso é fácil de explicar gente, simplesmente ele ficava todo dia levando fichas de sócios comprados por ele, para serem cadastrados na secretaria vascaína. Aquela presença constante dia a dia do Eurico Miranda em São Januário, era para fazer essa trambicada de cadastrar os votos comprados. A outra pergunta que não que calar? Quando Eurico Miranda vai indenizar o CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA, quando ele vai pagar os três milhões do clube ? A situação é o seguinte, a justiça recentemente condenou Eurico Miranda em pagar três milhões ao C.R.VASCO DA GAMA, ele precisa pagar o dinheiro do clube, vai pagar quando? Ta esperando o que para pagar? Pelo visto mais uma sujeira euriquista, mais um calote, mais um péssimo exemplo, até quando nos vamos aturar as peripécias desse sujeito, até quando os vascaínos serão refém disso, até quando suportaremos esse mal. FORA EURICO…….POR ELEIÇÕES LIMPAS EM SÃO JANUÁRIO, POR UM VASCAO DIREITO, PELOS BONS E PRODUTIVOS EXEMPLOS EM SÃO JANUÁRIO.

  6. Juvenal

    Valeu a torcida para os Nordestinos!!!!!!
    Finalmente saimos do Quarto e fomos para a 3ª Sala.
    É que os dois catarinenses perderam dos 2 nordestinos.

  7. Wanderson DS

    E a rodada ainda foi generosa com o VASCO… incrível como num campeonato tão medíocre, onde os “líderes” sempre tropeçam o VASCO ainda não ter assumido NENHUMA VEZ A LIDERANÇA em 27 RODADAS! Esses caras não tem vergonha na cara, e esses treineiros que vem e vão são os mesmos, insistem nos sanguessugas e não dão chances pra quem realmente tem vontade… Vasco vai subir muito pelo nível técnico fraquíssimo dos outros, do que merecimento desses mula mancas… apesar de todos os pesares esse elenco limitado é superior a todo os outros juntos e DEVERIA TER A OBRIGAÇÃO DE TÁ EM 1º E ABRINDO BOA VANTAGEM COMO EM 2009!

  8. carlos

    Não vi muita diferença entre o jogo com o Joinville e tantos outros com o jogo com o Braga. O time do vasco TEM PADRÃO DE JOGO, vejam:
    a) Sem vontade, sem alegria, sem raça;
    b) Tudo tem que passar pelo Douglas, sendo assim, não produzimos nada;
    c) Fica tocando a bola no meio campo sem efetividade;
    d) Douglas nunca é substituído,
    e) Rodrigo batedor de falta? kkkkkkkkkk
    f) Os gols saem, normalmente por acaso (o que não foi o caso ontem), não tem jogadas para os mesmos.

    JC concordo plenamente com o melhor em campo, GUINAZU, porra, esse cara dá gosto de ter no time. nesses dois jogos deu menos carrinho do que o normal sem abdicar da luta. A se metade do time tivesse a raça que esse cara tem.

    JC e o TJD sempre punindo “exemplarmente” o Coríntias, 1 jogo. Será que podemos acreditar em justiça?

  9. ODILON SILVA - RJ

    Os vascaínos relembram com saudades a década de 90 , quando o VASCAO brindava sua imensa torcida com grandes conquistas, tempo bom. Os vascaínos precisam compreender que naquela época o presidente era o grande ANTÓNIO SOARES CALÇADA, um grande administrador, um homem trabalhador, um exemplo de vascaíno, CALÇADA segurava o dinheiro do clube, não fazia farra com o dinheiro do clube, com CALÇADA de presidente o dinheiro do clube, era para as necessidades vascaína, para os compromissos do clube, CALÇADA não usava o clube para trampolim político,para ser deputado. Com ANTÓNIO SOARES CALÇADA de presidente, vários grandes empresários vascaínos ajudavam na sua administração, pessoas como SENDAS, OLAVO MONTEIRO, NECA, GOMES DA COSTA, AMADEU PINTO DA ROCHA, LUSO, JORGE SALGADO, entre outros grandes comerciantes com credibilidade, com visão empresarial, que ajudavam na administração do ANTÓNIO SOARES CALÇADA. Agora eram pessoas que não ficavam aparecendo, não ficavam jogando para galera, na administração.ministração do ANTÓNIO SOARES CALÇADA, tinha grandes diretores, tinha ALFEU PENA, TADEU MACEDO, DARCY PEIXOTO nos juniores, tinha JOSÉ LUÍS no basquete, tinha grandes dirigentes num todo, por isso o clube brilhava. Na admministração do ANTÓNIO CALÇADA, o clube era unido , tinha credibilidade, tinha união, tinha um forte quadro social, tinha a marca e a imavem forge,onsequentemente tinha dinheiro, tinha grandes times, as grandes conquistas aconteciam naturalmente. Depois vocês sabem o que aconteceu, Eurico Miranda foi eleito presidente, o clube entrou em declínio total o clube caiu num abismo triste, ficou sete anos sem patrocinador, assinou um contrato publicitÁrio de 28 mil por mês, apenas 800 associados, recordes negativos de públicos, marca e imagem destruídas, e todo aquele inferno astral que só Eurico Miranda fazia. Sem esquecer que Eurico Miranda herdou um clube do presidente CALÇADA, um clube forte, unido, com grande quadro social, com credibilidade, com patrocínio da NACIONAL BANK, tudo foi destruído na gestão euriquista
    ENTÃO ESSA COISA, NÃO PODE VOLTAR, SÓ MESMO ALGUÉM DESPROVIDO DE PRINCÍPIOS, ÉTICA, VASCAINIDADE PARA NÃO ENCHERGA ISSO.

  10. ODILON SILVA - RJ

    Vamos começar falando de coisas boas, 13 mil pessoas compareceram na colina, um bom público, se levar rm conta toda negatividade, toda problemática, foi um bom público, não jogamos para 500 pagantes, não jogamos para mil trezentos e vinte pagantes , como era normal na maldita era euriquista. Hoje podemos nos glórias que não jogamos para menos de cinco mil pessoas, bem ao contrário da maldita era euriquista, quando esse gigante clube batia recordes negativos de públicos,quando jogávamos para 300 pagantes, quando jogávamos para mil duzentos e vinte pessoas, quando jogávamos para oitocentos pagantes. Na maldita era euriquista era rotina, VASCAO x CURINTIA em São janu com 1360 pagantes, VASCAO X CUZEIRO 2170 pagantes,VASCAO x São Paulo com 3400 pagantes, hoje com toda problemática não falta apoio, não falta corpo presente em jogos do MACHAO DA GAMA. Para euriquista torcida não vale nada, para euriquista torcida é p que menos importa, até porque, eles foram alienados pelo Eurico Miranda assim, já que Eurico Miranda se colocava acima do clube, acima da torcida. Para o maldito EURIQUISMO, torcida vascaína é secundária, euriquista reclama de tudo, reclama que tem merda de gato nas sociais São Januário, reclama que a piscina ta suja, só não reclamam que o maldito EURIQUISMO sepultou a torcida vascaína, destruiu o sentimento vascaíno, infelizmente temos que conviver com essa praga…………………. Quando ao time vascaíno, não se pode deixar de destacar a luta, a garra do time, que lutou, procurou, milagrosamente conseguiu o empate no fim, o que não deixa de ser positivo, mais a maneira como o empate aconteceu, foi emocionante. Futebol tem uma dinâmica muito grande, o que ontem etapa bom, hoje derrepente precisa mudar, então procurar sempre a melhor formação técnica e tática. Voltamos oscilar, perdemos outra grande chance de subir na tabela, mais os concorrentes pela vaga também irão tropeçar, então evitar os tropeços, evitar as supressas desagradáveis, principalmente em São janu. Para uma torcida apaixonada, como a torcida vascaina, um simples gol do VASCAO , já é motivo de muita alegrias,de muita comemoração, ainda mais dois gols em cinco minutos, por isso a imensa torcida saiu feliz de São Januário, mais cinco minutos de jogo, sairia o terceiro gol, aí a galera morreria do coração. VASCAOOOOOO.

  11. ODILON SILVA - RJ

    POR ELEIÇÕES LIMPAS EM SÃO JANUÁRIO, POR UM VASCAO DIREITO, PELOS BONS E PRODUTIVOS EXEMPLOS EM SÃO JANUÁRIO.

  12. wagner

    O Thalles tbm subiu fora de tempo qndo estávamos no ataque. Seria o nosso gol de empate.

  13. “Agora a torcida precisa saber se o problema é DO jogador ou COM O jogador.” – Taí uma boa pergunta!

    Quanto ao Martin Silva achei exagero da sua parte (não vi falha na colocação e sim mérito do atacante. Com certeza se alguém falhou, não foi o nosso goleiro)

    E quem deu mole no 2o. gol não foi o Diego Renan, mas o Montoya.

    Quanto ao Dakson basta não ir bem numa partida, onde TODOS estavam mal no 1o. tempo, para a galera colocá-lo como última opção.

    Thales brigando com a bola. Parece que o garoto está sendo influenciado pelo Kléber e passar a bola tornou-se a última opção.

    Também preferia a entrada do Maxi desde o início. Iniciar o 2o. tempo sem ele em campo foi loucura do Natalino. Mas aí entra o questionamento que você fez.

    Nadando contra a corrente, gostei da entrada do Montoya porque mudou significativamente o modo de jogar do time. Passamos a imprimir mais velocidade, saindo do marasmo do 1o. tempo, o que é importante contra adversários retrancados.

    Aos 45 do 2o. tempo comentei com meu filho que tínhamos feito um bom segundo tempo, mas falhamos nas conclusões, o que torna tudo muito mais difícil. E ainda comentei que ainda dava tempo para pelo menos empatar. Em cinco minutos a Alemanha destruiu o Brasil.

    Para completar: ridículo o PC, técnico do Bragantino, reclamar do tempo de acréscimos, que para mim foi até pouco! A cada defesa o goleiro deles simulava uma contusão e pedia atendimento, demorando cerca de dois minutos para reiniciar a partida. (Ok, nem todas foram 2 min). Mas aí, os comentaristas se calam!

    A propósito: parabéns aos torcedores que foram a São Januário! Nota DEZ para eles!

    Saudações

  14. Marcos

    Eu só espero que se o Joel Santana tinha alguma dúvida de que o Maxi deve ser titular, ela tenha sido sanada ontem, não há explicação para que Jhon Clay e outros estejam na frente dele como opções.

  15. Paulo Sergio de Araujo

    Com “papai Joel”, a “emoção” e a IRRITAÇÃO serão inevitáveis.
    O Maxi Rodrigues não pode ser reserva do Dakson…! Sim…; uma vez ou outra, o Dakson faz algum gol. Mas não é por “qualidade técnica” e sim pela “lei das probabilidades”. Como o cara chuta para o gol TODAS AS BOLAS QUE RECEBE (mesmo que esteja “no meio de campo”), “alguma tem que entrar”. E “azar” de quem estava bem colocado para receber um passe (ou azar do time, que “perdeu” mais um ataque).
    O Lucas Crispim também tem que ser titular, por mais mobilidade e velocidade do ataque; que, invariavelmente, é “refém” das retrancas que sempre enfrentamos em casa.
    É melhor nos preocuparmos MAIS com a distância para o 5º colocado, do que para o líder desta MALDITA Série B.

  16. Juvenal

    Agora só falta torcer pro Mequinha do Nordeste hoje a noite porque então nos podemos finalmente sair do Quarto e passar para a Terceira Sala…
    O Avai perdeu em casa e nos empatamos no supersufoco.

  17. Juvenal

    URUS SALVAM A PATRIA
    Ou é o Martin la tras ou é o Maxi la na frente.
    Ontem aconteceu um verdadeiro milagre em São Janu. E graças ao Maxi.
    Está na hora de acabar com alguma cegueira ou preconceito que está havendo na Comissão Técnica Vascaina em relação ao Maxi.
    Será que eles não enxergam que o Maxi é muito mais efetivo em campo do que o Douglas e o Kleber , que ja deram o que tinham que dar.

  18. Mario Gomes

    JC e Galera – É……minha gente. Está difícil engrenar. Foi preciso q o Pai Santana e seus auxiliares – D. Sorte e o Sobrenatural da Gama, entrassem em campo junto com o Maxi Rodriguez e organizassem as jogadas, minimizando o prejuízo. Pena q o Natalino dê-nos a impressão de q não está sintonizado com as boas qualidades do Maxi. Todos estão vendo as boas atuações dele; mas parece q o Natalino é o único q não está enxergando. Se o problema é físico, há meios de corrigi-lo; se técnico, também. O q não se pode aceitar é q ele só seja utilizado na hora do desespero. Até agora o Montoya não conseguiu provar q tem as qualidades q lhe foram atribuídas quando da sua contratação. Enquanto o Maxi já deu provas da sua capacidade técnica. Será q ainda não está na hora da Galera agir para q a situação seja corrigida? Ou vamos aguardar as últimas rodadas? Quando talvez seja muito tarde. Se há justificativas, q sejam elas explicadas. Enquanto isso vamos depender do Pai Santana e da Fada da Sorte? Que os bons ventos voltem a soprar nas velas da nau vascaína. E q o timoneiro Joel encontre o caminho mais seguro para lá chegarmos. É o q todos nós esperamos.

  19. Diego

    Concordo plenamente JC… Dakson é sempre assim,joga bem 1 jogo e 10 ruins …maxi é muito mais regular que ele… Marlon não dá… bota o lorran ou bota o Carlos César na direita e Diego Renan na esquerda….luan é do mesmo nivel do Douglas Silva no mínimo e tem que dar mais oportunidade p quem tá acostumado com a armadura desde a base…e o montoya reclama muito e faz pouco, muito latido p pouco cachorro…. Abração JC

  20. PC

    JC, gostaria de ver este time:

    Martin Silva
    Carlos Cesar
    Rodrigo
    Douglas Silva
    Diego Renan
    Guinazu
    Pedro Ken
    Crispin
    Maxi Rodriguez
    Kleber
    Thalles

    Douglas, Dakson e Montoya opções para segundo tempo.

  21. alex-es

    Alguém aí sabe dizer como conseguir uma camisa umbro sem patrocinador, como a da foto do post anterior?

  22. Gustavo P.

    Pra mim o Maxi Rodrigues tem que ser titular e Douglas e Dackson brigarem por posição. Marlon é o pior lateral esquerdo da história do Vasco, não tem condições. Montoia é um jogador medíocre, sem recursos, joga olhando pra baixo e não sabe se posicionar no meio campo. Não entendo esse amor todo da torcida por esse jogador de DVD.

    • Paulo Sergio de Araujo

      Amigo Gustavo, também não gosto do Marlon, mas, considerá-lo o PIOR lateral de nossa história, significa que você não assistiu os jogos do time, quando o Eurico era o presidente e montava aqueles “elencos maravilhosos”…

  23. Wanderson DS

    Os mesmos erros, a mesma história repetida pelo menos 12 VEZES NESSA MEDÍOCRE SÉRIE B… mais um empate pra conta… que beleza… e ainda saíram comemorando mais essa VERGONHA EM CASA!!!

    Incrível a INCAPACIDADE desse time em enfrentar um time mais fechado, e se ainda fosse esquadrões poderosos, com defesas intransponíveis tudo bem, mas são SEMPRE timecos ridículos da parte de baixo da tabela de UMA SEGUNDA DIVISÃO!!!

    Outra coisa incrível é ver sanguessugas lentos, pesados, serem titulares, enquanto Maxi Rodrigues, único jogador lúcido nesse elenco ser a TERCEIRA OPÇÃO DE MUDANÇA!!!! JÁ CANSEI DESSE FILME CHATO, REPETITIVO E IRRITANTE!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s