O fantasma de Adilson

jorge-luiz

“Nós estamos pensando, as duas formações têm grandes possibilidades de acontecerem dentro daquilo que a gente viu do time do América-MG (…)”

“(…) temos que criar alternativas para os que vão iniciar e até mesmo se caso viermos a precisar dentro da partida, de um pouco mais de força, de velocidade.”

 “O Edmilson é um jogador experiente, (…) temos muita confiança nele”.

 “(…) É o que a gente espera desses jogadores, para que eles possam cumprir logicamente o que conversamos dentro daquilo que eles possam produzir dentro do jogo (…)” 

Se alguém dissesse que essas declarações foram feitas pelo Adilson Batista, ninguém estranharia. Mas elas foram ditas pelo treinador interino Jorge Luiz, que pelo visto, incorporou não apenas o estilo – ou a falta de – de trabalho como também a maneira de falar do ex-treinador vascaíno. E se o Vasco continuar sendo assombrado pelo fantasma do Adilson, teremos problemas contra o Coelho. Jogando em casa e sabendo que uma derrota o deixará fora do G4, o América Mineiro certamente nos dará muito mais trabalho que o ABC nos deu na última partida.

Talvez isso possa até ajudar. Se o América partir pra cima, correremos mais riscos – ainda mais com Diogo Silva no gol – mas também teremos mais espaços para jogar. E isso é melhor que encarar um adversário retrancado: como todos sabemos, os times sobre os quais paira o espírito “adilsoniano” são incapazes de superar ferrolhos defensivos.

Fazer mistério sobre a escalação e a possibilidade de por em campo três volantes (com a recuperação do Pedro Ken, o jogador pode voltar na vaga do Dakson) também é um sinal de que o interino e o time ainda são assombrados pelo fantasma do ex-técnico. O mais provável no entanto é que Jorge Luiz mantenha o esquema com dois armadores, como não poderia deixar de ser, a última formação testada pelo Adilson. Sem Kleber e Montoya, Maxi Rodriguez e Thalles devem formar o ataque, um esquema mais interessante para o segundo, que deve ficar mais próximo à área. A outra opção, a troca de Maxi por Edmilson, faria com que o Thalles jogasse pelos lados do campo, reduzindo suas oportunidades para finalizar.

O América está numa boa fase, não perde a três jogos, voltou ao G4 e tem o retorno de vários jogadores importantes para sua equipe. Sem falar que não passa por todos os problemas, dentro e fora de campo, que o Vasco passa. Mas não podemos nos preocupar com nada disso: com os resultados de ontem, só uma vitória nos garante uma posição entre os quatro primeiros e qualquer resultado diferente disso nos afastará mais da liderança. E pior, fará com que Joel faça sua estreia no time ainda mais afundado na crise. Para evitar que isso aconteça, os jogadores precisarão esquecer da presença espectral do Adilson e jogar mais bola do que têm jogado nos últimos tempos.

Campeonato Brasileiro 2014

América-MG x Vasco 

Fernando Leal, Pablo, Renato Santos, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Renan Oliveira, Mancini e Willians; Obina.

Diogo Silva, Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva, Marlon, Guiñazu, Aranda, Dakson, Douglas, Maxi Rodríguez e Thalles.

Técnico: Moacir Jr.

Técnico: Jorge Luiz (interino).

Estádio: Independência. Data: 06/09/2014. Horário: 16h10.  Árbitro:  Alinor Silva da Paixão (MT). Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Joadir Leite Pimenta (MT).

A Rede TV transmite para todo o Brasil (exceto MG). O Premiere transmite para seus assinantes em todo país e no sistema pay-per-view. 

***

Lembrem-se de curtir a fanpage do Blog da Fuzarca no Facebook e seguir o Blog da Fuzarca pelo twitter @jc_CRVG.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Adversários, Pré-jogo

8 Respostas para “O fantasma de Adilson

  1. JC e Galera – Gudi mornin mai frends. Uót iz done, iz done, Tradução: Bom dia, meus amigos. O q está feito, está feito. Mr. Joel é o novo “coach” (técnico). E esperamos q consiga manter o Vasco no G4 até o fim do campeonato. Como não há outra saída, temos que prestigia-lo, de modo q consiga:
    1. “fechar” a defesa;
    2. manter o time “acordado” desde o apito inicial do juiz até o apito final;
    3. manter os atacantes lá na frente, e conseguir q eles re-aprendam a chutar a gol, principalmente com as defesas fechadas

    4. dar ânimo à turma aproveitando o exemplo de ontem;
    5. conseguir q os atacantes retreinem alçar a bola sobre o goleiro adversário nas escapadas. Já observaram quantos gols já foram perdidos porq os jogadores insistem em chutar rasteiro?
    6. conseguir q o Germano treine melhor os goleiros nas saídas de bolas altas sobre o gol, principalmente na pequena área;
    7. apesar do Roberto estar querendo iniciar o Felipe a aprender a função de técnico, manter o Zé Luís como auxiliar porq ele conhece bem o plantel e poderá ser muito útil;
    8. “conseguir” a ajuda do “Pai Santana”. Vocês observaram os gols do Vasco, ontem? Não acham q foi muita sorte o q aconteceu? Relembremos: a) no primeiro gol o zagueiro do Vasco estava voltando e em posição de impedimento quando a rebatida, errada, da defesa do América transformou o gol em legal. b) no segundo gol o chute do zagueiro bateu no Thales e ficou a feição p/ o gol; c) no terceiro a bola ia em direção do goleiro do América mas desviou no corpo de um defensor e entrou.
    É muita SORTE, não é?
    Çanque u. E até a próxima.

  2. carlos

    É, achei que o nosso gol de empate estava irregular, mas fico feliz, o José Roberto Rato falou que estava, sendo assim, concluo que não estava.
    Conforme publicado no Supervasco, o ex apitador falou que só não estaria impedido se mudasse a trajetória da bola, da direita para esquerda, é o que aconteceu.
    Fico feliz porque para nós vascaínos “roubado NÃO é mais gostoso”.

  3. wagner

    Time jogou bem. Embora com as mesmas falhas defensivas e falta de pontaria. Apesar da chegada do “teacher” Joel. Acho que vamos melhorar.
    SV!!!

  4. ODILON SILVA - RJ

    Gostei do time hoje, jogou com garra, com vontade, se tivesse jogando assim, não teria perdido a vaga da COPA BRASIL para o ABC. Esse time do América jogando em casa é encardido, basta vê ,que ainda não havia sofrido gol jogando em casa VASCAO foi guerreiro, jogou bem, o elenco tem potencial, dessa vez não teve tanta falta de sorte, agora manter o time, esse KLÉBER tem que sentar no banco.desejo boa sorte para o JOEL SANTANA, mais se tivesse um pouco mais de paciência, esperasse o trabalho aparecer mais um pouco, deveria manter o JORGE LUÍS, o JORGE LUÍS deveria ser mantido como técnico. Agora blindar do time dessa politicada improdutiva de são Januário, fazer a cabeça da moçada, que essa pressão, toda essa demanda, é tudo política dos abutres, é tudo grupinhos tumultuado, azucricando pelo poder do Club, precisa abrir o olho, essa cambada joga sujo mesmo, quem compra votos e capaz de tudo, o Club vive na sola do pé desses improdutivos. Parabenizar a imensa torcida da cruz de malta, que marcou precensa forte nesse jogo. AGORA EU VOU CURTIR MEU SABADAO, FELIZ DA GAMA.

  5. Mario Guglielmi

    Nunca vou conseguir entender o Diogo Silva, mesmo sabendo que a culpa é de quem escala, que parece não se importar com a imensa massa dizendo ‘não’ ao “mão-de-alface”, será que todos nós estamos errados e só quem tá lá treinando ele durante a semana está certo? Será que o tal do Copetti é tão ruim assim que não seja melhor que o Diogo? Então pra que ele foi contratado? Nossa última esperança para reparar esse erro que nos assombra desde o ano passado, vejam só, é o Joel!

  6. ODILON SILVA - RJ

    Para variar, o goleiro voltou falhar outra vez. O time até está jogando com garra, mais outra falha do Diogo Silva.

  7. LEKO

    jc esse é o meu maior receio no jogo de hoje. O Jorge Luiz é o gasparzinho do Adilson, e vai manter o mesmo, time do ABC e da Goleada.Não tem norte o Jorge Luiz.Tem que fechar a defesa, não colocaria o Douglas, nunca se sabe o que pensa a CBF e STJD,max no meio e Rafael Silva no ataque com Thalles que está na hora de provar a que veio. Nosso time hoje joga sem comando. Vamos torcer mas para eles jogarem mal do que nós. O Diogo Silva jogou até bem mas não dá.
    E acho a vinda do Felipe como auxiliar do Joel um acerto, pois pode ensinar fundamentos a quem ganham muito e erra muito por isso, além de aprender a ser técnico. Serve também para apaziguar as chapas contra Joel. Vou ver o jogo meio desacreditado. Vão entrar pela avenida Marlon Abraços
    SDV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s