Ambiente caótico

chaosEsquecendo um pouco nosso caótico futebol, vamos falar um pouco do ainda mais caótico ambiente político vascaíno. O último motivo de polêmica foi o adiamento das eleições. O pleito, que aconteceria no próximo dia 6, acontecerá talvez em novembro, se mais nada acontecer na bagunça que são as internas sãojuarianas (e há uma nova reunião da Junta Deliberativa hoje que pode mudar tudo de novo).

Há os que são a favor do adiamento e há os que são contra. Os que são contra, mais uma vez unidos por um objetivo comum, são Eurico Miranda e Roberto Monteiro (e aparentemente outras cinco chapas). Os mesmos que, há não muito tempo, desejavam adiar o pleito até que os “sócios de abril” – ou “mensaleiros”, como preferirem – fossem confirmados aptos a votar. Como isso já aconteceu, agora o ideal para ambos é que a eleição seja o mais rápido possível, aproveitando que ambos têm boa intenção de votos e que nenhuma outra chapa cresceu muito. Porque os candidatos que atualmente têm mais chances de saírem vencedores no pleito são justamente os que parecem ter mais medo do adiamento das eleições é um mistério.

Na minha modesta opinião, qualquer coisa que os dois defendam não merece apoio. São candidatos muito parecidos – políticos eleitos na aba da torcida do clube e envolvidos em situações suspeitas – e não aparentam trazer qualquer tipo de renovação para o futuro do Vasco. Aliás, causa assombro ver os dois como principais candidatos numa eleição que, até o momento, tem 17 chapas inscritas. Falta de opção é que não é e não faz sentido tantos escolherem quem já teve chance de fez um trabalho ruim ou outro que aparentemente seguirá os passos do mesmo.

***
Ou seja, temos a velha bagunça de sempre: um monte de gente brigando desesperadamente por um cargo que só seve de vidraça, que traz um monte de preocupações para quem o ocupa e, pra completar, é não remunerado. É muito amor pelo clube querer assumir a presidência, né não?

Queria muito, mas MUITO mesmo acreditar que o que move uma pá de candidatos aí é unicamente a vontade de ajudar o Vasco.

***
É complicado ser direto dessa forma, mas diante da quantidade de gente que não entende as coisas na base da sutileza, às vezes temos que mandar na lata. Só existem três tipos de eleitores que pensam em votar no Eurico Miranda: os cegos, os loucos e os mal intencionados.

Só sendo cego para não ver que o Vasco precisa de renovação. E votar em alguém que já esteve oito anos no poder e só conseguiu um carioca, dívidas e a queimação definitiva da imagem do clube é coisa pra quem não enxerga um palmo diante do nariz. Assim como é preciso ter severos problemas oculares para não ver que, mesmo que se inventem diversas desculpas para suas fracassadas gestões, Eurico foi incapaz de manter o Vasco como um clube vencedor.

E falando sobre as desculpas, aquelas de sempre – complô midiático, CBF, Lei Pelé, entre outras – só sendo um louco para acreditar que, na volta do Eurico, tudo o que ele usa como desculpa para sua incompetência não volte a acontecer. Vejam se não é coisa de lunático: os defensores do ex-presidente colocam na Globo, nas confederações e empresários a culpa pelos frustrantes anos entre 2001 e 2008. Agora, mesmo que todos esses ainda estejam aí, mandando e desmandando no futebol, os malucos acreditam que o Super Euricão conseguirá superá-los e fazer uma gestão vencedora. Se agora ele conseguirá vencer a Globo, a CBF e os empresários, porque não conseguiu nas suas primeiras gestões? Que argumento alucinado os faz crer que tudo será diferente? Se todos odeiam tanto o Vasco e/ou o Eurico, por que numa nova gestão eles passarão a ser amiguinhos do homem do charuto?

Restaram os mal intencionados. E sobre esses não é preciso falar muito, não é? Esses, antes mesmo da votação, já estão por aí tendo suas mensalidades do clube sendo bancadas por grupos políticos. Se uma gestão começa desse jeito, vocês imaginem o que não vai ter de gente querendo se dar bem às custas do Vasco. Como já aconteceu antes.

Anúncios

33 Comentários

Arquivado em Notícias, Política

33 Respostas para “Ambiente caótico

  1. Fora Eurico,Fora Roberto Monteiro,todos os sócios que amam a cruz de malta não votam nesses caras,comprar voto para se eleger presidente do meu grande amor, não merece ser eleito pra comandar o meu clube.JC eu sempre acompanhei seus comenários no outro blog ,e te peço encarrecidamente que você publique esse seu feliz comentário sobre as eleições vascaínas em todas as redes sócias posivéis e imaginavéis que possa existir .Muito feliz essa sua visão dos bastidores da política vascaína.

  2. Lilian Baptista

    Sou sócia, e fico triste ao ver a situação na qual o meu Clube do coração se encontra. Fui criada por um pai que tinha amor pelo Clube. Conheci sua história, que é a mais linda de todas, e hoje vejo que estão jogando areia sobre ela. Como um clube que nasceu da luta contra o racismo, da luta a favor do pobre e operário pode ter sua história manchada com pessoas que só querem se dar?? Fico triste que as organizadas que estão apoiando essa situação caótica do Clube. Pessoas que antes falavam mal do Eurico, hoje estão apoiando sua candidatura.; Por que será? Óbvio que é para também se beneficiar. É muito triste. E o que me deixa mais triste ainda é a torcida clamar pelo volta dele, alegando que querem de volta os dias de glórias do Vasco. Se for pra voltar aos dias de glórias do Vasco, estão clamando pela pessoa errada. Os maios títulos do Vasco foram quando o Senhor Antônio Soares Calçada era o Presidente. Ou a torcida é muito burra ou sofre de mal de Alzheimer. Só pode ser. Quero muito que meu time se recupere. Mas com a volta de Eurico, não consigo ver um futuro bom para o Vasco. Saudações Vascaínas

  3. ODILON SILVA -RJ

    Lástima, triste de mais, as eleições foram remarcadas para agosto, infelizmente os votos comprados vão ser computados. A justiça deveria impugnar os votos comprados, se é proibido comprar votos para deputado, para vereador, também deveria ser proibido comprar votos para presidente do C.R.VASCO DA GAMA. Um Club que já teve presidentes notáveis como:CIRO ARANHA, PRESTES, RAUL CAMPOS, CÂNDIDO ARAÚJO, JOÃO SILVA, ALBERTO RIBEIRO, ANTÓNIO CALÇADA, HOJE VIVER A REALIDADE DE VOTOS COMPRADOS, MUITO TRISTE, DECADENTE.

  4. Prosseguindo,

    “E falando sobre as desculpas, aquelas de sempre – complô midiático, CBF, Lei Pelé, entre outras – só sendo um louco para acreditar que, na volta do Eurico, tudo o que ele usa como desculpa para sua incompetência não volte a acontecer. Vejam se não é coisa de lunático: os defensores do ex-presidente colocam na Globo, nas confederações e empresários a culpa pelos frustrantes anos entre 2001 e 2008. Agora, mesmo que todos esses ainda estejam aí, mandando e desmandando no futebol, os malucos acreditam que o Super Euricão conseguirá superá-los e fazer uma gestão vencedora. Se agora ele conseguirá vencer a Globo, a CBF e os empresários, porque não conseguiu nas suas primeiras gestões? Que argumento alucinado os faz crer que tudo será diferente? Se todos odeiam tanto o Vasco e/ou o Eurico, por que numa nova gestão eles passarão a ser amiguinhos do homem do charuto?”

    Nesta parte do texto você disse tudo. Embora eu concorde com as desculpas do Eurico – asfixia financeira provocada pela perseguição da mídia e também pela Lei Pelé – NÃO HÁ NADA QUE ELE POSSA FAZER CONTRA ISSO, pelo contrário, seremos ainda mais perseguidos pela mídia caso ele seja eleito! A Lei Pelé realmente precisa ser revista, URGENTEMENTE, mas isso independe de ele estar na presidência! E como você disse: “Que argumento alucinado os faz crer que tudo será diferente?”

    Saudações

    • David

      O fato de você concordar com eu-rico não significa que ambos estão certos!
      Asfixia financeira todo negócio que seja mal administrado irá sofrer! Pois, gastasse mais do que arrecada. O problema da falta de parcerias financeiras é discutível ao passo que mesmo fazendo uma péssima administração o banana do presidente conseguiu parcerias mais rentáveis e se eu-vírus não conseguiu é simples, ninguém quer fazer negócio com quem não irá passar confiança e estará sempre envolvido em polêmicas que não irão trazer nada de positivo para quem irá patrocinar o clube.

      • JC Barbosa

        Uma coisa que as pessoas que concordam nesse ponto se esquecem de analisar é o seguinte: CBF, Lei Pelé e Globo tem pra todos. E uma penca de outros clubes – com menos torcida e inclusive recebendo menos grana da Globo – sobreviveram muito bem com tudo isso. A lista de clubes que tinham cotas menores que o Vasco entre 2001 e 2008 e que não deixaram de ganhar títulos nesse período é enorme: São Paulo, Santos, Inter, Grêmio, Cruzeiro, Fluzim, e até o Botafogo se saíram melhor que o Vasco nesse tempo.

        Aí, pode-se falar em patrocínios, programas de sócios, boas negociações de atletas, etc. Para isso tudo, é preciso competência administrativa. O que não é visto no Vasco há décadas.

      • Sempre acho que sou mal interpretado quando toco neste assunto, pois algumas pessoas julgam que eu quero o retorno do Eurico, no que estão totalmente enganadas. Apenas não quero o retorno do Eurico como presidente por um motivo diferente da maioria, mas que o JC definiu no texto com muita propriedade: “Se agora ele conseguirá vencer a Globo, a CBF e os empresários, porque não conseguiu nas suas primeiras gestões? Que argumento alucinado os faz crer que tudo será diferente? Se todos odeiam tanto o Vasco e/ou o Eurico, por que numa nova gestão eles passarão a ser amiguinhos do homem do charuto?”

        Basicamente é isso: não vejo o que o Eurico possa fazer para mudar o quadro de sua gestão anterior. O que eu discordo do JC é que eu entendo, que depois do episódio do SBT, ficou impossível para o Eurico dirigir o Vasco, não só por causa da Lei Pelé (que afundou com vários clubes) mas principalmente porque a mídia não permitiu mais que nenhum bom patrocinador se aproximasse do Vasco, o que não acontecia com nenhum outro clube do Brasil! Negar isso é não querer enxergar os fatos! Mal pipocava o boato de um patrocinador e a Globo já plantava notas garrafais da rejeição que iria gerar para a empresa associar a sua marca a um clube como o Vasco do Eurico! E ai do árbitro que “errasse” a favor do Vasco: era imediatamente crucificado! Mas, o contrário… Ou seja, sem grana e com arbitragem contra fica meio difícil de formar um time vencedor! Esta é a minha opinião! Respeito a dos outros! A perseguição que temos hoje da mídia é pinto em relação a da época do Eurico presidente!

        Mas em suma, repetindo as palavras do JC: “Que argumento alucinado os faz crer que tudo será diferente?” Também não vejo! Então que seja eleito um novo presidente, diferente dos anteriores, e que tenha condição de mudar o quadro atual!

        Saudações

      • JC Barbosa

        Respeito sua opinião, obviamente, mas discordo dela em alguns detalhes. O que afugentava os patrocinadores não eram as notícias ruins “plantadas” – o que, convenhamos, não precisava ser inventado no período – mas o sumiço do Vasco do noticiário global. O que a Globo pôde fazer para prejudicar o clube, fez: diminuiu absurdamente a cobertura feita sobre o Vasco. E se o time não aparece na mídia, não há pq uma empresa se interessar em investir no mesmo. Aliás, vc se lembra de empresas que se aproximaram do Vasco e desistiram na gestão Eurico? Eu não me recordo.

        Não que a Globo precisasse fazer muito esforço, já que o próprio Eurico, diversas vezes, fez a parte dele em esconder o clube da mídia ao proibir a entrada de veículos em SJ.

        Colocar a culpa pela falta de patrocinadores em notícias plantadas é o mesmo que afirmar que as parcerias ridículas feitas pela gestão anterior (com a MRV e a lojinha de esfihas) foi feita com empresas que não se preocupam em associar suas marcas a um clube que só trazia notícias negativas. Não é o caso.

        Se o Vasco não teve patrocinadores por seis anos e se quando conseguiu foram por valores bizarramente abaixo do que o clube merece, a culpa não foi da Globo, foi do Eurico. Primeiro pela briga que criou por birra com a emissora, depois por não resolver a questão com a mesma e finalizando pela incompetência em, mesmo assim, contornar o problema e trazer investidores para o clube.

      • JC,

        Eu não falei que o Eurico não teve culpa! Claro que teve, ele deu um tiro no pé! Faltou visão, o que é inconcebível em um dirigente! O Eurico, por mais inconformado que estivesse, tinha a obrigação de tratar a Globo como parceira, porque afinal é o que ela é: o patrocinador quer sua marca exposta na Globo e isso dá a ela um enorme poder! Isso é fato! Como você mesmo disse, não precisa fazer muito: basta tirar o clube do noticiário e pronto, já afugenta os patrocinadores; nas entrevistas mostra só o rosto do atleta, escondendo a marca do patrocinador; noticia só o que for ruim; e por aí vai… E foi!

        Confesso que não me lembro do nome do pretenso investidor que foi “alertado” na página de esportes do mau negócio que iria fazer. Lembro somente que foi na coluna do Renato Maurício Prado (o que não chega a ser novidade!). E não foi somente um, mas eu teria que fazer uma pesquisa hercúlea para poder te dar nomes, coisa que, com certeza, não tenho nem tempo nem paciência. E não que a MRV e a lojinha de esfihas não se preocupassem com a imagem do Vasco, mas o custo era tão baixo para exposição de suas marcas em rede nacional que eles relevaram. Pelo custo, prejuízo certamente eles não teriam… Para o Vasco é que foi uma m…Agora, quem ferrou o Vasco foi principalmente o comando da Globo! Por culpa do Eurico? SIM, PORQUE ELE SE TORNOU O PRETEXTO!

        E por que pretexto? Eurico sempre foi uma pedra no sapato da globo em termos de negociações contratuais, episódio das placas de publicidade em São Januário (recordo vagamente), e, vez ou outra, ele conseguia mexer na tabela atrapalhando a programação. Some-se a isso o fato da emissora estar bastante incomodada com o crescimento do Vasco. O episódio do SBT caiu como uma luva para a Globo e serviu de justificativa para a série de represálias ao clube, que sim ficou asfixiado financeiramente, porque perdeu sua principal parceira!

        JC, todos sabem que o que tem de flamenguista em cargos de comando na Globo é uma festa. Os episódios com o Eurico podiam ser facilmente contornados, se existisse boa vontade! O Vasco não é o Eurico, e eu não digo a Globo, porque também devemos muito a ela (imagina se estivéssemos nas mãos da paulistada?), mas o pessoal que comandava a Globo na época fez uma covardia com os milhares de torcedores do Vasco! A maioria, inclusive eu, que discordava da forma como ele conduzia o clube no trato com a mídia! Foi o Eurico que não resolveu a questão com o pessoal da Globo ou foi o pessoal da Globo que não quis resolver a questão com o Vasco?

        Quanto ao direito do pessoal da Globo de prejudicar o Vasco é algo que merece reflexão! Parece uma questão simples, mas não é. Não para mim.

        Só para reforçar: Eurico tinha que ter pego o chapéu e ter ido embora para cessar a perseguição, enquanto o Vasco ainda tinha saúde financeira, afinal ele era o pretexto. Não foi porque o poder e a ganância falaram mais alto!

        Saudações

      • JC Barbosa

        Luiz, essa é uma conversa que vai longe, mas tenho a mesma opinião que tinha à época em que escrevia um blog de veículo global: atribuem uma culpa exagerada à emissora pelos infortúnios do Vasco. Demonizar algo que está fora da nossa esfera de poder e jogar nisso a culpa pela própria incompetência é tática antiga. Com isso, faz-se papel de vítima, cria-se a mobilização contra um inimigo comum (que não pode ser batido, pois não temos influência sobre o mesmo) e deixa-se de ter responsabilidade pelas próprias besteiras. Se pro Dinamite tudo é culpa da herança maldita, para o Eurico, tudo é culpa do complô Globo-CBF.

        Até pq, não é do interesse de nenhum grupo de comunicação ver um time do tamanho do Vasco na pior por um motivo muito simples: isso gera perda de receita. Um Vasco forte dá mais audiência, mais venda de ppv, mais venda de jornais com as manchetes positivas, etc. Que a família Marinho é flamenguista doente, isso é público e notório. Mas o que de pior pode acontecer nesse caso, vemos até hoje, como nas provocações que vemos na sua cobertura esportiva, que sempre diminuem o Vasco. Mas isso não é por “revanchismo”, é sim o ônus de ser o maior rival da maior torcida do estado: zoar o Vasco faz com que mais flamenguistas comprem jornal e sejam mais simpáticos com a cobertura global. Ou seja, tudo se trata de grana.

        Por isso não acho que o Eurico tenha sido pretexto. Era uma parada pessoal contra ele. E é aquilo: caberia sim a ele resolver o problema com a Globo. Os problemas do Vasco são responsabilidade do seu presidente. As picuinhas da direção global estão fora da nossa alçada. Ainda que a emissora fosse irredutível numa conciliação, da nossa parte era o presidente quem deveria ter habilidade para contornar a situação (que, diga-se de passagem, foi criada por ele mesmo).

        Sobre as negociações, a “pedra no sapato” que o Eurico foi é algo bem relativo. A Globo não negociava cotas com os times e sim com o Clube dos 13. A pressão que o Eurico exercia para manter o Vasco ganhando a maior cota era junto a entidade. A Globo dava a grana pedida pelo C13 e esse repassava para o Vasco. E tem mais: até esse lance de “sempre bateu de frente com a Globo” é uma balela comprada pela torcida depois de ser muito repetida. Sempre que precisou, o Eurico batia à porta da emissora pedindo adiantamentos. E nunca se viu o Eurico fazendo algo efetivo para acabar com o monopólio global das transmissões do futebol. Sempre assinou os contratos que tinha que assinar, sem problemas. Que bater de frente é esse com alguém que sempre aceitou ser um parceiro comercial sem qualquer contestação?

  5. Luiz Afonso

    JC,

    “Ou seja, temos a velha bagunça de sempre: um monte de gente brigando desesperadamente por um cargo que só seve de vidraça, que traz um monte de preocupações para quem o ocupa e, pra completar, é não remunerado. É muito amor pelo clube querer assumir a presidência, né não?

    Queria muito, mas MUITO mesmo acreditar que o que move uma pá de candidatos aí é unicamente a vontade de ajudar o Vasco.”

    Sarcástico e preciso!

    Saudações

  6. muito bom , seu Post.Saudaçoes Vascaínas.

  7. CLAUDIO / ILHA

    E as eleições voltaram para o dia 06 de agosto…
    O destino do Vasco é muito triste pessoal. A verdade é essa.

  8. JC PARABENS!!! tiro o chapeu para o seu texto é isso ai mesmo e sem mudar uma palavra …. SV ….

  9. alex

    Querendo ou não esse ambiente político de bagunça influencia diretamente no time dentro de campo. Não por acaso, não estamos nem no G4 da série B.

  10. ulisses

    eurico até hj insiste nesse papo de perseguição da mídia.
    além de ficar reclamando, não apresenta nenhuma solução para isso. Pra ele, a solução é ficar de birra.
    Fora que isso só afasta possíveis investidores.

    Quanto aos eleitores, ou a falta deles, são os maiores responsáveis. Uns votam pela emoção: duas vezes no eurico, duas no dinamite e agora eurico novamente. Outros nem se quer associam-se, muito menos votam.

    Aos que não são sócios por não verem vantagem nisso só aviso que um erro não justifica o outro. Só pq a diretoria não trabalha certo não significa que não devemos fazer nossa parte. Sem um quadro social forte o que já é ruim tende a ficar pior. VASCAÍNO DE VERDADE TEM QUE SER SÓCIO.

  11. Gustavo P.

    Parabéns pelo comentário. O fato é: se todos os sócios com direito a voto comparecerem na eleição o Eurico não ganha e nem esse Eurico Genérico. Essa é a grande questão, que merece especial atenção de pessoas com influência na torcida, como você. Incentivar o voto de todos. Quem vai lá votar infelizmente é somente quem tem interesse em se dar bem com a eleição de um ou de outro candidato.

  12. está dificil de ver uma luz no fim do tunel

  13. Amado

    Se toda essa vontade de assumir o clube fosse transformada em trabalho sério após a eleição, o Vasco seria o maior clube do mundo. Infelizmente, fazem de TUDO pra serem presidente, mas depois se esquecem do pq estarem lá! Tá parecendo a minha cidade, que o cara foi prefeito, não fez absolutamente NADA em 4 anos e ainda assim, voltou após o mandato de outro prefeito. As pessoas tem a memoria MUITO curta.
    Eurico ou algum seguidor dele que for eleito, seria um tremendo retrocesso no clube. Mas quem o defende, parece que se esquece do passado recente. Infelizmente ando cada vez mais desanimado quando o assunto é politica do Vasco, cada vez a coisa piora mais e se seguir assim, o clube não aguentará tantos desmandos seguidos.

    Ps: li no twitter que a justiça determinou hj que a eleição deve ser em agosto msm. Ou seja, mais bagunça pela frente. Vamos ver se essa eleição acontece nesse século ainda.

    SV.

  14. JACIEL - RJ

    JC,Inclui ai os desinformados… é isso mesmo, desinformados. Acredite se quiser. Mesmo com todos os meios de comunicação disponíveis nos dias de hj , pasme! ainda existem torcedores que ignoram as informações sobre o nosso clube e dizem que só o Dotô pode salvar a Nau Vascaína, pois acham que foi dele os méritos dos anos “dourados” que vivemos na década de 90 até 2000. e por falta de “melhores opções” desejam votar neste câncer. Por conhece-los bem (são amigos de infância) sei que não fazem parte da corja Casaquista. Mas já estou convencendo-os a mudarem suas opiniões…

  15. ODILON SILVA -RJ

    POR ELEIÇÕES LIMPAS EM.SÃO JANUÁRIO, CONTRA OS POLÍTICOS PROFISSIONAIS EM SÃO JANUÁRIO, PELA IMPUGNAÇÃO DOS VOTOS COMPRADOS, PELO BOM EXEMPLO EM SÃO JANUÁRIO. EU APOIO.

  16. ODILON SILVA -RJ

    Já o time vascaíno, insistem em escalar, armar o time erradamente, adoram irritar a torcida, o pobre torcedor vascaíno enfrenta todas as dificuldades para ir ao jogo, para fazerem tudo errado. Pra que jogar com três volantes, alguns desses volantes limitadissimos, joga errado igual a seleção brasileira, a seleção jogava em função só do Neymar, já o time vascaíno joga em função só do DOUGLAS, se o DOUGLAS estiver pouco inspirado, se o DOUGLAS estiver bem marcado, o time vascaíno se perde em campo, não rende nada. Se jogasse com DAKSON -DOUGLAS- THALLES- CLEBER- OU COM DOUGLAS – CLEBER – THALLES-EDMILSON – Se estivesse jogando assim, o ataque estaria fazendo gols, as vitórias estariam acontecendo, estaria bem na tabela, não irritaria a torcida, poderia até fazer uns jogos no maracanã para 50 mil vascaínos. Esse departamento de futebol vascaíno caminha passos de tartaruga, se tem que mudar, muda agora, muda a maneira de jogar, ou muda o técnico, mais muda logo, deixa pra depois pode se tarde demais.

  17. ODILON SILVA -RJ

    Como sempre meu nobre, seus textos são acima de tudo vascainissimos, se você escrevese esse texto na globo.com.Vasco, iriam dizer que você era puxa saco da Globo. Os problemas do VASCAO são interno, são as dívidas, compra de votos, políticos profissionais, aproveitadores, infelizmente o VASCAO carece de bons e produtivos dirigentes. Não será com compra de votos, não será com políticos profissionais, com será com esses abutres que o futuro desse Club será próspero.os anjos bons vascaínos precisam ajudar esse Club, dizendo não para essa gente, limpar nosso Club, São Januário é lugar dos empresários vascaínos, é lugar dos vascaínos para servir o Club, não é lugar de políticos profissionais, se compradores de votos. Quem compra votos deseja bagunçar o Club, não deseja respeitar os poderes do Club, quem cólica votos do próprio bolso, é porque sabe que, se as eleições forem natural ele não arruma nada. Toda essa sujeira, toda essa lambança, só vai sujar a história desse gigante Club, isso só envergonha nosso Club, péssimo.exemplo, imagina o futuro político desse Club. Boa atitude do OLAVO MONTEIRO em adiar as eleições, época de eleições deve ser no fim do ano mesmo, tinha mesmo que anular esses votos forçados, esses votos comprados, pelo menos temos esperança que esses votos comprados sejam a anulados, para o bem desse Club.

  18. David

    Ótimo post JC.
    Realmente algumas pessoas precisam ouvir (ou ler) as verdades mesmo que elas não sejam boas.
    Não sou sócio do clube por vários motivos, entre eles, a forma como é tratado o sócio, a falta de transparência e o desmando no Vasco.
    Só que eu contribuo com o clube comprando produtos oficiais, pagando pay-per-view, viajando para assistir aos jogos e pagando ingresso inteiro e não metade como as torcidas organizadas que só tiram dinheiro do clube.
    Digo apenas que se Eu-rico (ou Monteiro) ganhar a eleição eu não gasto um único centavo no clube até a saída deles!
    Não vou apoiar esses elementos de intenções macabras na direção do clube.

  19. Jalson Dutra

    Bom dia JC.

    Acompanho suas resenhas sobre nosso Vasco desde o blog da ‘grobo’ e sempre gostei da forma que descreve as situações internas e o futebol do nosso sofrido clube.
    Acho totalmente certo como descreveu nosso momento politico, como sempre muita desorganização e muitos interesses obscuros rondando a tal eleição do clube.

    Qual sua opinião sobre a chapa do Edmundo e companhia? Acha que tem alguma chance?

    Jalson Dutra.
    SDV.

  20. JC Além de bom comentarista de futebol vc e um excelente comentarista político. Espero q seu comentário possa abrir, bem, os olhos dos incautos votantes vascainas.
    Abcs

  21. Victor

    Excelente post JC!

    A situação do CRVG, é mto parecida com a do nosso Rio de Janeito, no q diz respeito a opção de candidatos.

  22. Murillo Santiago

    Assino embaixo. Chega de historinha pra boi dormir.

  23. Paulo Oliveira

    Olá JC.

    Sabe o que está acontecendo com o site AoVascoTudo, local onde voce também publica as suas crônicas?

    Saudações Vascaínas.

  24. Wilson Quaresma

    Por mais triste que possa parecer, não vejo esperança. As eleições no Vasco, bem como na maioria dos clubes de futebol, já tem as cartas marcadas. Não serão propostas inovadoras ou plano de administração que estarão sob perspectivas dos eleitores, mas sim interesses de ordem pessoal, perpetuação de poderes e busca de vantagens espúrias. Basta ver a nova posição daquele que seria o salvador da pátria, o ilustríssimo Sr. Fernando Horta.
    Não tive a vontade de comparecer a secretaria do clube para verificar se meu nome está na lista de eleitores, pois, por incrível que pareça, não basta estarmos quites com as obrigações financeiras e termos tempo suficiente de filiação. Temos que olhar a lista! Isso num clube com pouco mais de míseros 13.000 mil associados (parabéns vascaínos de internet).
    Tudo nebuloso, tudo escroto, tudo suspeito, tudo desesperançoso…
    Pena! Não há luz no fim do túnel nos próximos anos. Não se iludam com um carioqueta obtido no conchavo, não será esse o nosso resgate.
    Comparecerei, seja 06/08, 11/11 ou qualquer outra data, mas apenas por um exercício de consciência. A esperança há muito se foi…

    • Eduardo

      Wilson, o Horta apoiar o Eurico não seria bem uma novidade, pois ele já fez isso em oportunidades anteriores. E como ele não veio como candidato, também não me surpreende este apoio ao seu “aliado de longa data”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s