Credibilidade no lixo

garbageComo era previsível – tanto que previ ontem – o julgamento do goleiro mulambo Felipe não deu em nada. Ele foi inocentado nos artigos 258 (assumir conduta contrária à disciplina esportiva), 243-D (incitar publicamente o ódio ou a violência) e 243-F (ofender alguém em sua honra) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) depois de ter declarado que ser campeão sobre o Vasco com a providencial ajuda da arbitragem foi bom porque “roubado é mais gostoso”.

E ele foi inocentado porque, segundo o argumento da defesa, ele não havia dito a frase. A culpa recaiu sobre a imprensa, que distorceu-suas-palavras-de-forma-irresponsável. Até aí, sem problemas. O advogado urubulino poderia basear sua defesa no que achasse melhor, desde culpar os jornais até afirmar que o goleiro foi abduzido por alienígenas na hora da declaração. O problema é o próprio Felipe assumiu, publicamente e no dia seguinte, ter dito a frase.

Mas no julgamento, ele parece ter esquecido o que disse e confirmou e alegou que “não se lembrava” de ter falado “roubado”. Como a entrevista foi dada a um órgão impresso e não a uma emissora de TV não há cenas com a declaração.

O TJD-RJ aceitar essa linha de defesa, mesmo duvidando que um jogador de outra equipe tivesse essa moleza, vá lá. Agora há dois outros pontos que são impossíveis de se ignorar:

1) a declaração do advogado framenguista, após o resultado: “a comissão mesmo mostrou que mesmo que ele tivesse dito a tal frase não deveria ser punido por isso”.

Ou seja, para uma pessoa que passou anos estudando leis, “mesmo” que o Felipe “tivesse dito” que ganhar roubado é mais gostoso, o jogador não merecia ser punido. Na visão do grande advogado, a declaração não é uma posição contrária à disciplina esportiva e nem incita o ódio. Para esse senhor, certamente errado está o do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

2) o pior de tudo, a conduta do senhor Marco Antônio do Couto, presidente da 5ª Comissão Disciplinar. Acredito que sua posição deveria ser isenta, já que ele estava participando de um julgamento. Mas, não feliz em se declarar framenguista publicamente, ele ainda ajudou a defesaexplicando” aos relatores o que o Felipe – que pelo visto não tem capacidade intelectual para tanto – queria dizer.

São esses tipos de acontecimentos que jogam a já combalida credibilidade da justiça desportiva no de vez no lixo. Depois, quando todas as outras torcidas reclamam de uma suposta proteção ao clube da Gávea, seus torcedores e a própria imprensa dizem que é chororô. É muito mais fácil se justificar com uma piadinha tola que assumir fatos que, a cada dia, se tornam mais notórios.

***

Mas e o Vasco, que é o que importa? O Vasco, até a Copa, vai acumular mais milhas que aeromoça de carreira: serão 10.275 quilômetros voando e rodando pelo Brasil entre as partidas fora de casa e as que terá que jogar longe de São Januário (para cumprir a punição imposta pela nossa corretíssima – vide acima – justiça desportiva).

Já que o time vai viver em aeroportos e hotéis por um bom tempo, que compense o desgaste das viagens enchendo os cofres com os vascaínos que certamente encherão qualquer estádio em que o Vasco jogar. O primeiro jogo a 100 Km da Colina, contra o Sampaio Correia, estava programado para a Arena Amazônia, mas aparentemente furou. Rodrigo Caetano ainda não considera o veto algo definitivo, já que a CBF confirmou a partida no estádio e uma mudança agora desrespeitaria o Estatuto do Torcedor, que prevê um prazo mínimo de dez dias para a mudança de um local de jogo.

Tomara que o Vasco, a gestora da Arena e a CBF resolvam isso logo. Caso isso não aconteça, a solução será jogar no Raulino de Oliveira, onde certamente não ganharemos nem metade do que arrecadaríamos com a torcida em Manaus.

Anúncios

14 Comentários

Arquivado em Adversários, Notícias, Vídeos

14 Respostas para “Credibilidade no lixo

  1. Luiz Afonso

    Tenho andado sem tempo para comentar e por isso só tenho lido os posts. Mas, antes tarde do que nunca: como se explica a participação do senhor Marco Antônio do Couto, presidente da 5ª Comissão Disciplinar, no julgamento do atleta roubo-negro, se ele mesmo se declara também roubo-negro assíduo?!?! Não existe SUSPEIÇÃO no TJD?!?! Este mesmo sujeito também participa do julgamento de atletas de Vasco, fluminense e botafogo, ADVERSÁRIOS DIRETOS do clube dele?!?! E alguém espera um julgamento justo?!?! O TJD e o STJD vivem num mundo de faz de conta… Faz de conta que são sérios…

    JC, gostaria que você abordasse em um post sua opinião em relação a punição de atletas mediante o uso de imagens. Questiono isso porque todos sabem que as emissoras, que detém os direitos de transmissão dos jogos, têm seus próprios interesses particulares. Logo, determinadas imagens não são sequer levadas ao ar porque poderiam prejudicar determinadas equipes. Não há uma regularização! As denúncias são simplesmente oferecidas a partir do momento que as imagens são expostas pelas emissoras. Veja o caso do Felipe: ninguém tem a imagem do que ele falou, nem a gravação!?!? Estranho, não? Ah, mas se fosse o Fred, o Sheik, o Thales, não sei não… Acho que logo iria surgir alguma prova do flagra…
    As câmeras que registram imagens de irregularidades cometidas por motoristas, por exemplo, obedecem a toda uma legislação, de forma que todos sejam igualmente fiscalizados em determinados locais. No futebol isto não acontece. Isto fica ao bel prazer de quem transmite e o PIOR: eles divulgam se quiserem, pois não estão obrigados a isso (pelo menos não que eu saiba).
    Em minha opinião, as imagens que poderiam ser usadas para punir os atletas deveriam obrigatoriamente ter sido registradas por câmeras fixas, devidamente identificadas antes da partida, e ambos os clubes deveriam ter acesso a todo o conteúdo filmado, sem qualquer edição, para que assim exista uma igualdade de tratamento.

    Abraço

  2. brad nascimento

    lamentavel , so mostra a predileçao de orgao que deveria ser isento, imparcial, mas o pior de tudo e a nossa midia tendenciosa que manipula informaçao .Um clube que nos 15 anos ganhou 9 campeonatos carioca com elencos mediocres naao tem logica , tem alguma coisa por tras, quem comanda essa federaçao e comissao de arbitragem inclusive esse tjd , deveriam ser investigados pelo ministerio publico.Sou a favor do vasco nao disputar esse tal campeonato ano que vem ou disputar com reservas e sub 23.Claro que nosso presidente colabora com essas coisa , pois como exemplo ele jamais deveria colocar o time em campo com uma arbitrgem no minimo duvidosa , a propria mulher do arbitro ja havia falado e o bandeirinha sem com comentarios .Entrar em campo aceitando tudo isso e depois querer ir pros tribunais esportivos que ja sabemos que nao sao imparciais , nao adianta .Precisamos de um presidente de pulso firme .

  3. ANTONIO DIAS - CAMPINAS - SP

    Alô JC. Cara, o time ladrão continua ganhando. Depois dizem que o crime não compensa. Fomos roubados pelo time ladrão duas vezes. Se não fosse isto nós seríamos os campeões, mas eles, os ladrões, é que são. E vai ficar assim.
    Abraços a todos.

  4. Alguém acreditava mesmo que ele seria punido??? Mas é aquilo, enquanto uns falam que de virada é mais gostoso, outros preferem ganhar no apito.

  5. Victor Meireles

    Julio, bom dia.
    Falar em “credibilidade” num país como o nosso é até sacanagem!
    Infelizmente, o futebol está peredendo o seu encanto!

    Saudações Vascaínas!

  6. wagner

    Pois é, JC. Não só o TJD, mas também o futebol. Continuo torcendo pro Vasco com a mesma intensidade, mas não dá pra acreditar mais em quem organiza, quem transmite e, muito menos, quem apita e julga. Tomara que a seleção brasileira se arrase! Eu quero saber do Vasco, isso sim!
    SV!!!

  7. Como pode um sujeito falar “roubado é mais gostoso ” e achar isso engraçado, pra mim isso é coisa de sujeito sem escrupulos sem ética sem educação… SV.

  8. JACIEL - RJ

    Total inversão de VALORES! PQP!!!!

  9. Não poderia se esperar outra coisa dessa corja. Sem mais comentários tudo já foi dito, quando ocorrer uma tragédia com um pilantra desses aí todos vão se preocupar com essas atitudes.

    SDV

  10. Camila Chilelli

    Triste pensar isso e pior ainda declarar: mas que dá vontade de dizer para a FJV cumprir o que prometeu no muro da casa de um certo goleiro, ah! Dá!…Triste. Futebol para mim acabou. Eu não acredito mais MESMO.

  11. alex

    Enquanto isso, os mulambos continuam sem serem julgados pela briga no jogo do curintia.

    A cara de pau desses caras que comandam o futebol é tanta que eles nem se preocupam mais em esconder os favorecimentos clubísticos.

    Um bandeira prejudica o Vasco duas vezes contra os mulambos na mesma competição, sendo responsável direto pela perda do campeonato estadual, e fica por isso mesmo. O trio de arbitragem nem foi punido pelo “erro” (sem falar na súmula bizonha que altera o autor do gol, patético).

    Goleiro diz e confirma, no dia seguinte, que ganhar roubado é mais gostoso e sai impune (que belo exemplo para nossa juventude e nossas crianças, não?)

    É por essas e outras que a população está se inflamando e se enchendo de ódio, fazendo justiça com as próprias mãos. Não há mais credibilidade no governo, nos órgãos governamentais, desportivos, etc.

  12. Leonardo - Floripa

    Fala JC….
    Seria muito legal se o Vascão escolhesse novamente Florianópolis para jogar.
    Além de não ser um vôo longo (no máximo 1:10 h), aqui tem vascaínos aos montes. Quando o time veio para cá no ano passado para jogar contra os Flores, o estádio do Avaí não estava lotado, mas tinha muita gente (mesmo sendo um sucesso horroroso, às 10 horas da noite).
    Acho que pelo fato de estarmos na Série B junto com o Avaí, o jogo poderia ser na boa no estádio do Figueirense (Orlando Scarpeli). Ali cabem 20 mil pessoas e o estádio encheria fácil. Vale dizer que a maior lotação deste estádio foi justamente em um jogo contra o Vasco, partida que teve divisão de torcida em 50% para cada. Se não me engano, foram quase 30 mil pessoas (na época que não tinha cadeira).
    Em Santa Catarina, mais do que em Florianópolis, tem muita gente que torce legal para o Vasco. Neste jogo do ano passado, tinha muita gente no estádio que veio de fora só para ver o nosso time.
    Não sei se os dirigentes leem o seu blog (se não leem, deveriam ler….), mas um apelo assim faria sentido.
    Sobre o julgamento citado, nada a declarar. Já sabia que seria assim faz tempo ! ! !
    A melhor notícia de ontem, no site do Globoesporte, foi a provável candidatura do Fernando Horta. Não sou um exímio conhecedor do trabalho dele, mas pelo que tenho buscado saber, me parece ser um empresário de sucesso. Sem contar o ótimo trabalho com a Unidos da Tijuca. Sei que escola de samba não é time de futebol. Mas ele me parece ser um sopro de esperança que tanto precisamos. E pela matéria (mesmo sabendo que o Globoesporte nem sempre é verdadeiro), parece que a colônia vascaína, que sempre apoiou o Eurico, está disposta a apoiar o Horta. Posso quebrar a cara novamente, da mesma forma que quebrei ao apoiar tanto o Dinamite, mas penso que ele é um cara MUITO preparado para ajudar a colocar o Vasco em seu devido lugar, mesmo que isso leve um bom tempo….
    Abraços, e como sempre, parabéns pelos seus posts….

  13. Silvia Peralta

    Meu velho, que vergonha…p*¨&% q*$% o p%$&*!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s